Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "literatura infanto-juvenil"

ABRA COM CUIDADO!

23 de setembro de 2013 0

Divulgação, Brinque-Book

Já ouviu falar do Patinho Feio, não é mesmo? Pois é! Mas há algo estranho acontecendo na história do Patinho Feio… Subitamente, um crocodilo furioso surge no livro. Como será que o patinho vai lidar com ele? E será que o crocodilo vai conseguir escapar?

O livro “Abra com Cuidado! Um Livro Mordido”, de Nick Bromley, tem o objetivo de que os pequenos leitores entrem em contato com os aspectos mais experimentais da narrativa: aqui, a narrativa tradicional é subvertida pela presença de um elemento estranho, um crocodilo que cai dentro da história e instiga os leitores a se tornarem também protagonistas.

Os autores também ensinam os pequenos leitores a enfrentarem seus medos por meio do patinho feio, que desafia esse intruso apavorante.

“Abra com Cuidado! Um Livro Mordido”, de Nick Bromley, com ilustrações de Nicola O’Byrne e tradução de Gilda de Aquino. Editora Brinque-Book, 28 páginas, preço não divulgado.

A história da irmã do Sol

16 de novembro de 2010 0

“A Irmã do Sol”, do escritor escocês Andrew Lang e adaptada por Ana Maria Machado, é uma história de encantar. Castelos, florestas perigosas, gigantes, bosques selvagens, galinhas douradas, objetos e animais mágicos misturam?se para criar uma narrativa envolvente.

Um garoto condenado por um rei injusto parte à procura da galinha dourada que será sua salvação. Nessa longa busca, o rapaz conhece a princesa com uma estrela na testa que brilhava quando ela abria os olhos.

Ele teria de lutar com os gigantes que mantinham prisioneira a irmã da princesa. Mas será que o rei mau vai deixar o jovem plebeu casar com aquela princesa linda e capaz de enfrentar até as ordens reais?

“A Irmã do Sol”, de Andrew Lang, com adaptação de Ana Maria Machado, tradução de Luisa Baeta e ilustrações de Cláudia Scatamacchia. Global Editora, 32 páginas, R$ 29,00.

Detetive Siqueira em busca da imaginação perdida

21 de setembro de 2010 0

Jaime Paladino é um escritor vítima de um mal temido por todos os escritores: o famoso “branco”. Aliás, quem nunca passou por uma situação, mesmo não sendo escritor? Ele não consegue escrever nada. Nenhuma ideia, nenhum personagem, nenhuma história, nada. O livro “Detetive Siqueira em O Panfleto”, de Dionisio Jacob, é indicado para a galerinha da 6ª série/7º ano e trata de temas como adolescência, literatura e o ato de escrever.

A imaginação de Jaime simplesmente sumiu! O pior é que o prazo que a editora lhe deu para a entrega do novo livro já está acabando. Desesperado, ele resolve contratar um detetive particular para ajudá-lo. Ele e o detetive Siqueira começam, então, a investigação para localizar a imaginação desaparecida.

Uma história divertida em clima que mostra como funciona a cabeça de um escritor quando ele está escrevendo um livro.

“Detetive Siqueira em O Panfleto”, de Dionisio Jacob, com ilustrações de Galvão. Editora FTD, 112 páginas, R$ 28,00.

Ana Maria Machado une dois mundos

20 de setembro de 2010 0

Como o céu e o mar poderiam se aproximar? Como um habitante das matas, capaz de voar, poderia se sentir atraído por um ser dos oceanos?

Em “O Elfo e a Sereia”, Ana Maria Machado conta a história de um amor quase impossível entre um elfo (pequena criatura que vive na mata) e uma sereia (que vive no mar). A autora aproxima dois mundos totalmente diferentes e, desta união, surgem seres maravilhosos que moram ao mesmo tempo na fantasia, na mata e no mar. Leia um trecho do livro:

- Preciso de ti. Fica comigo.
– Se eu ficar, morro – disse a Sereia.
– Tu tens os olhos mais verdes que o vento do mar, um jeito mais forte e seguro que qualquer navio, o cheiro da terra mais vivo e fresquinho que já senti.
– Mas não me posso demorar fora d’água.
– Também não me posso demorar.

Nessa narrativa poética, Ana Maria Machado, sempre criativa e sensível, encontra uma forma de esses dois seres, apesar das diferenças, serem felizes para sempre.

“O Elfo e a Sereia”, Ana Maria Machado, com ilustrações de Elma. Global Editora, 32 páginas, R$ 29,00.

A natureza em sete contos

17 de setembro de 2010 1

O que você acha do mundo em que vive? Já se surpreendeu com a generosidade de algum animal, já sentiu amizade por alguma árvore ou simplesmente se extasiou diante das paisagens ao seu redor? Você já se preocupou com a fragilidade do mundo natural e se perguntou o que poderia fazer para protegê-lo?

No livro “Contos da Natureza”, com histórias recontadas por Dawn Casey, você vai descobrir como diferentes culturas do mundo todo conseguem viver em harmonia com os ritmos e padrões da natureza.

Este livro convida o leitor a observar e refletir sobre o mundo à sua volta: o calor do Sol, a sombra das árvores, o eco do grito dos animais. Suas sete histórias vêm de culturas próximas e distantes e falam de sua relação singular com o mundo natural. No final de cada conto, atividades práticas têm o objetivo de despertar no leitor o respeito e a vontade de zelar pelo nosso planeta. Se você gosta de trabalhar e de sonhar, este livro é para você!

“Contos da Natureza”, de Dawn Casey, com ilustrações de Anne Wilson. Tradução de Waldéa Barcellos, Editora WMF Martins Fontes, 96 páginas, R$ 49,80.

É um pato ou um coelho?

03 de setembro de 2010 0

Olhe bem para a capa do livro aí do lado esquerdo: você acha que é um pato ou um coelho? Eu acho que é um… um… Que coisa! Dependendo do ângulo que se vê, pode tanto ser um pato quanto um coelho.

Este livro nasceu quando a escritora Amy Krouse Rosenthal viu seu amigo, o autor e ilustrador Tom Lichtenheld, desenhar a famosa figura do “PatoCoelho” – em que nossa percepção visual alterna entre os dois animais – durante uma palestra que davam juntos numa escola. Com humor e um jogo de diálogos informais entre duas pessoas, os autores nos lembram que, na verdade, tudo depende do nosso ponto de vista: pode ser o pato bebendo água ou “o coelho acalorado refrescando as orelhas”. O pato se enfiou no brejo ou era o coelho se escondendo no mato?

Quando a questão está quase resolvida, aparece um tamanduá. Ou seria um brontossauro? O livro “Pato! Coelho!” estimula a troca e o debate, deixando claro que, numa discussão, é importante o respeito pela opinião do outro, por mais divergente que seja.

“Pato! Coelho!”, de Amy Krouse Rosenthal, com ilustrações de Tom Lichtenheld e tradução de Cassiano Elek Machado. Editora Cosac Naify, 32 páginas, R$ 37,00.

Os sonhos de Vítor

01 de setembro de 2010 0

O livro que o Blog do Aldo indica hoje, “De Sonhar Também se Vive”, de Giselda Laporta Nicolelis, emociona pela história do protagonista. Vítor foi abandonado ainda bebê dentro de uma caixa de papelão tão frágil quanto ele, e cresceu num abrigo para menores. Além do cruel ato de abandonar crianças, a obra permite trabalhar também com conceitos como relações afetivas e amizade; família (amor e conflitos entre irmãos e entre pais e filhos, e novas configurações familiares).

O maior sonho do menino é ter uma família: pais amorosos e irmãos divertidos com quem possa brincar e compartilhar segredos. Ele também quer ter uma bicicleta, um cachorro, ser astronauta, comandante de navio ou até escritor, pois escreve belas histórias.

De sonho em sonho, o garoto descobre, maravilhado, que pode sonhar à vontade, porque eles são infinitos…
Será que os desejos de Vítor vão se transformar em realidade? Porque, apesar de tudo, de sonhar
também se vive…

“De Sonhar Também se Vive”, de Giselda Laporta Nicolelis, com ilustrações de Leonardo Maciel. Editora Saraiva, 88 páginas, R$ 25,50.

A mãe da Isabela é um lobo!

31 de agosto de 2010 0

A dica de hoje é o livro “Mamãe é um Lobo”, de Ilan Brenman, tem uma narrativa bem-humorada que mostra muitas curiosidades e inquietações das crianças, que o autor retrata bem em seus textos criativos. Também se destacam as ilustrações coloridas e alegres que atraem e envolvem a atenção dos leitores e ressaltam a riqueza do texto. O livro é indicado para leitores de três a nove anos.

O teatro foi criado pelos antigos gregos. Eles apresentavam suas peças ao ar livre. Muitos séculos depois, a personagem Isabela, protagonista da história, descobriu que podia fazer teatro em qualquer lugar. Num sábado à tarde, depois do almoço, algo extraordinário aconteceu na sala da casa dessa menina sonhadora. De repente, ela leva um baita susto. Você pode imaginar o que ocorreu?

“Mamãe é um Lobo!”, de Ilan Brenman, com ilustrações de Gilles Eduar. Editora Brinque-Book, 28 páginas, R$ 31,70.

A história de Pituxa

27 de agosto de 2010 0

O Blog do Aldo apresenta hoje outro livro escrito pelo novelista Walcyr Carrasco. Em “Pituxa, a Vira-lata”, a menina Alice vive em uma mansão cercada de riquezas e mimos. Ela tem muito orgulho dos seus cães pastores, Sissi e Ludovico, filhos de campeões da raça. A garota não gosta que sua mãe, Clara, dê atenção para o morador de rua Jeremias, que tem uma cachorrinha vira-lata chamada Pituxa.

Quando Jeremias morre, Clara acaba adotando Pituxa, deixando Alice muito contrariada – ainda mais ao descobrir que a cadelinha vira-lata estava grávida. Sissi também engravida, mas não resiste ao parto. Pituxa adota os filhotes de Sissi e conquista o coração de Alice, que aprende que ser ou não de raça não é importante.

O livro estimula reflexões e conversas sobre os desafios da convivência – como já sugere o nome da série da qual o título faz parte – “Todos Juntos” –, principalmente sobre os desafios da convivência com o diferente. A obra busca mostrar que é preciso compreender a desigualdade social como um problema de todos e como uma realidade passível de mudanças.

“Pituxa, a Vira-lata”, de Walcy Carrasco, com ilustrações de Simone Mathias. Editora Ática, 40 páginas, R$ 24,90.

Um tapete mentiroso

26 de agosto de 2010 0

Num cômodo de uma casa enorme, uma garotinha desperta na sala de uma mansão achando que é uma estátua, tendo como única companhia um tapete em forma de tigre. É nesse ambiente, aparentemente normal, que se desenrola a história de “O Tapete Mentiroso”, de David Lucas.

Será que é um tigre de verdade, uma imitação ou um tapete mágico? Será que a menina é mesmo uma estátua ou foi encantada e transformada em pedra? Será que algum dia ela poderá voltar à vida?

Por reviravoltas engraçadas e lúgubres, o tigre dá à garotinha várias versões da verdade. Como ela saberá qual é a verdade e como isso poderá libertá-la?

O livro quer mostrar que o mais importante é a imaginação, e que até as coisas nas quais não acreditamos podem, no fundo, ser verdade.

“O Tapete Mentiroso”, de Davi Lucas, com tradução de Andréa Stahel Monteiro da Silva. Editora WMF Martins Fontes, 80 páginas, R$ 32,90.