Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Literatura Infantojuvenil"

Autora-ilustradora Marilda Castanha conversa com jovens leitores no 19º Salão FNLIJ

22 de junho de 2017 0
Divulgação, Positivo

Divulgação, Positivo

Marilda conversará com os leitores no dia 27. Foto: Divulgação/Positivo

Marilda conversará com os leitores no dia 27. Foto: Divulgação/Positivo

De 21 a 28 de junho, a Editora Positivo participa do 19º Salão da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) para Crianças e Jovens e leva um presente para os novos leitores: uma conversa com a ilustradora Marilda Castanha, autora do livro “Sem Fim”, premiado no Nami Concours, na Coreia do Sul. Esse encontro, que também marca o lançamento do livro no Brasil, acontece às 15 horas do dia 27, no espaço Biblioteca FNLIJ Criança.

Marilda Castanha representa o Brasil este ano no Nami Concours, concurso que destaca os maiores expoentes dos picture books — livros de imagens — do mundo. Sua obra “Sem Fim”, publicada pela Editora Positivo, foi a única selecionada no evento, cuja exposição dos livros premiados abriu na primeira semana de maio e prossegue até a próxima edição do concurso.

Reconhecida na categoria Purple Island, a obra concorreu com outros 1.777 artistas de 89 nações. O livro ficou entre os 150 selecionados de 43 países e ainda integra o catálogo que marca a terceira edição do evento. O local onde está sendo realizada a mostra, a ilha de Nami, fica a cerca de uma hora da capital sul coreana Seul e é um destino ecológico e cultural do país asiático. Além disso, “Sem Fim” faz parte da exposição bienal internacional que integra o concurso: o Nambook Festival, dedicado aos livros ilustrados para crianças. Nela, as ilustrações premiadas são transformadas em ambientes interativos nas salas, cabines e corredores da Biblioteca de Nami.

Considerada uma obra interacionista, “Sem Fim” traz a convivência entre um homem e uma árvore, descrita apenas por ilustrações feitas com tinta acrílica e máscara de aquarela. No livro, que integra a coleção “História à Vista”, a autora promove indagações sobre harmonia e renovação, o real e o imaginário, e provoca reflexões sobre as possíveis transformações que podem surgir por meio da relação entre o ser humano e o meio ambiente.

“Sem Fim” é um trabalho que reúne a paixão da autora pelas suas “árvores inventadas” ao ser humano, bem como a um elemento silencioso: a caixa, que nada mais é do que uma bela metáfora para a consciência. O livro levou dois anos para ser finalizado e mostra a força de Marilda Castanha no desenho, com a cor amarela e os tons terra que lhe são peculiares. Ele também estampa a capa do catálogo da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) para a Feira de Bolonha 2017 e, recentemente, recebeu o Selo de Altamente Recomendável pela entidade, além de integrar a lista dos “30 melhores livros infantis do ano 2017” na seleção da revista “Crescer”.

O livro “Sem Fim” (60 páginas, R$ 54,90) pode ser encontrado em livrarias de todo o Brasil e no site www.editorapositivo.com.br.  Além de promover o encontro da autora-ilustradora com os jovens leitores, a Editora Positivo participa do Salão no estande de número 34.

Baleia Rosa, uma corrente do bem

19 de junho de 2017 0
Divulgação, Buzz

Divulgação, Buzz

Muito provavelmente, você já ouviu falar em Baleia Azul, o jogo que ficou famoso no mundo todo por propor aos participantes desafios que vão desde realizar pequenas mutilações no corpo até cometer suicídio. Mas que tal uma corrente do bem, que, ao contrário, propõe uma série de tarefas para espalhar atitudes inspiradoras e benéficas? Esta é, exatamente, a Baleia Rosa, um movimento que ganhou fama na internet e é tema do mais novo lançamento da Buzz Editora: “Baleia Rosa — Você Está Espalhando o Bem?”.

Resultado das páginas de Facebook, Twitter e Instagram @eusoubaleiarosa, o livro é de autoria dos amigos Ana Paula Hoppe e Rafael Tiltscher. Interativo, reúne 50 desafios lúdicos e práticos — como caça-palavras, listas e frases — para reforçar a autoestima, a alegria de viver e o sentimento de pertencimento dentro de cada leitor. Mas cuidado, porque a obra tem uma regra: “Divirta-se sempre com segurança”.

“Estamos vivendo uma época de muita descrença, ódio, negatividade, impaciência, indiferença, incertezas. Falta esperança nas pessoas”, afirma Rafael Tiltscher. “Então, decidimos criar um antídoto ao caos e à maldade que estão instalados no mundo. Com simples tarefas, queremos provar que todos nós somos poderosas ferramentas para reverter este quadro. Acreditamos que todos temos a capacidade de ajudar outras pessoas e construir o bem”, acrescenta.

Por acreditar que o bem deve ser partilhado, o livro convida o leitor para, além de realizar os desafios, compartilhar alguns deles no app Baleia Rosa — Oficial, por meio do QR code presente em algumas das páginas. “Fazer o bem é uma lição simples. Aprendemos desde criança com nossos pais o mantra ‘fazer o bem sem ver a quem’, mas, ultimamente, esse valor parece ter sido engolido pela individualidade do ser humano. Precisamos resgatar e praticar o bem para salvar a humanidade”, finaliza Ana Paula Hoppe.

“Baleia Rosa — Você Está Espalhando o Bem?”, de Ana Paula Hoppe e Rafael Tiltscher. Buzz Editora160 páginas, R$ 29,90.

 

Cultura oral africana em "Contos do Baobá"

07 de junho de 2017 0
Divulgação, Global

Divulgação, Global

“No começo dos tempos, o céu ficava muito perto da Terra, tão pertinho que as mulheres deviam tomar cuidado para não encostar nele quando manejavam seus pilões. E à noite, quando o firmamento se iluminava, elas se armavam de longas varas e pescavam umas estrelas para suas crianças brincarem.” 

Assim começa a história chamada “Por que os Pescadores Gostam do Vento?”, uma das quatro narrativas que compõem os “Contos do Baobá — 4 Contos da África Ocidental”, um livro inspirado no repertório dos griots, os verdadeiros guardiões da cultura oral africana.

A obra reúne quatro contos da África Ocidental adaptados e ilustrados por Maté. Em “Contos do Baobá”, as histórias — “A Lebre, o Rinoceronte e o Hipopótamo”, “Anansi e o Presente de Deus”, “Por que os Pescadores Gostam do Vento?” e “O Camaleão e o Chimpanzé” — são protagonizadas por personagens marcantes das narrativas tradicionais africanas.

O livro apresenta ainda, antes das histórias, o griot, poeta, músico e guardião de histórias transmitidas oralmente geração após geração e explica por que todo griot precisa de um baobá, árvore gigante quase mágica.

Ao longo das páginas, surgem várias figuras de animais cujos traços de personalidade divertem e encantam grandes e pequenos. A lebre preguiçosa conseguirá pagar o que deve ao rinoceronte e ao hipopótamo? A inteligência de Anansi, a aranha, bastará para desvendar a charada de Deus? E o pacato camaleão, saberá se safar das artimanhas do chimpanzé? Quem quiser saber a resposta, que sente à sombra do baobá e ouça com atenção as palavras do griot.

“Contos do Baobá — 4 Contos da África Ocidental”, adaptação e ilustrações de Maté. Global Editora, 40 páginas, R$ 39,00.

Plataforma Dentro da História permite criar seus próprios personagens

06 de junho de 2017 0
Divulgação, Dentro da História

Divulgação, Dentro da História

Dentro da História, plataforma que permite criar conteúdos personalizados com a singularidade dos desejos e sonhos de cada criança, lançou novas opções de cores de pele, olhos, roupas e acessórios, para proporcionar uma identificação cada vez mais significativa e emotiva dos pequenos por meio da magia dos livros.

A novidade se deu por dois bons motivos. O primeiro foram os inúmeros pedidos de pais, tios, avós que queriam tornar os personagens cada vez mais parecidos com suas crianças. O segundo motivo partiu da Dentro da História, que deseja promover por meio de suas histórias a pluralidade, tornando os avatares cada vez mais parecidos com as crianças, gerando uma conscientização sobre a diversidade do gênero, étnica, características físicas e psicológicas de cada pessoa.

Segundo Diego Moraes, cofundador e CCO (chief children officer) do Dentro da História, a editora busca cada dia mais desenvolver formas e métodos para que a educação infantil seja um grande colaborador da inclusão. “Em uma sociedade na qual as pessoas se expressam de forma tão única, o respeito à singularidade e à tolerância de cada indivíduo se torna fator de extrema importância para ser abordado e posicionado dentro dos livros”, argumenta o executivo.

A interação com o livro começa por meio do site www.dentrodahistoria.com.br, com a criação do personagem personalizado da criança, que é feita por meio da seleção de características, como olhos, pele, cabelo, roupas e acessórios. Após essa etapa, o desenho personalizado é inserido em um roteiro único, em português, inglês ou espanhol, e depois enviado para impressão. Com o processo de criação finalizado, será enviado um livro de capa dura e material resistente para o endereço indicado.

Dentro da História é uma editora que oferece uma plataforma online de personalização de livros e gibis. Criada pelos empreendedores brasileiros Flávio Aguiar, André Campelo e Diego Moraes, tem foco no público infantojuvenil. A plataforma permite criar conteúdos personalizados, que unem o universo lúdico dos personagens infantis com a singularidade dos desejos e sonhos de cada criança. A empresa formalizou sua primeira parceria com a Mauricio de Sousa Produções para personalização de livros infantis com a Turma da Mônica. Com navegação intuitiva, a própria criança pode criar seu avatar no site, que gera um roteiro exclusivo com os personagens do gibi. Com a história pronta, é possível enviar o material para impressão e receber o livro em casa.

Para mais informações acesse: www.dentrodahistoria.com.br ou fanpage: www.facebook.com/dentrodahistoria.

A vida de lobos-marinhos, leões-marinhos, focas e morsas

31 de maio de 2017 0
Divulgação, Gaia

Divulgação, Gaia

O livro “A Vida de Lobos-marinhos, Leões-marinhos, Focas e Morsas”, de Fernando Siqueira Alvarenga, conta mais uma história da blogueira Sandrinha, a sardinha viajante que adora viajar pelo oceano para observar como vivem as outras espécies e postar todas as descobertas em seu blog. Desta vez, a pesquisa é sobre A vida de lobos-marinhos, leões-marinhos, focas e morsas.

Essas espécies são chamadas de pinípedes — mamíferos aquáticos que possuem nadadeiras no lugar das patas. Essas nadadeiras permitem que eles se locomovam tanto na água, quanto na terra.

Sob a coordenação de Bianca Encarnação, editora-chefe da revista “Ciência Hoje das Crianças”, editada pelo Instituto Ciência Hoje, a coleção “Bichos do Mar” é escrita por especialistas, com a supervisão do coordenador científico Otto Bismarck Fazzano Gadig, doutor em ciências biológicas pela Universidade Estadual Paulista (Unesp).

“A Vida de Lobos-marinhos, Leões-marinhos, Focas e Morsas”, de Fernando Siqueira Alvarenga, com ilustrações de Orlando Pedroso. Coleção Bichos do Mar, Editora Gaia, 32 páginas, R$ 42,00.

Authentic x Ender Dragon: a batalha será épica

09 de maio de 2017 0
Divulgação, Astral Cultural

Divulgação, Astral Cultural

Para encerrar a trilogia “AuthenticGames”, do youtuber Marco Túlio, especializado em Minecraft e que é seguido por mais de oito milhões de fãs em seu canal, a Editora Astral Cultural lança o último volume da série, o “AuthenticGames: a Batalha Contra Ender Dragon”.

No primeiro título desta trilogia, “A Batalha da Torre”, o youtuber é sequestrado e precisa sair dessa enrascada; no segundo título, A Batalha Contra Herobrine”, ele e seus amigos resgatam a espada roubada do herói e, após esta aventura, ele ainda terá que enfrentar o temido Ender Dragon. Esses dois primeiros títulos ultrapassam a barreira dos 400 mil exemplares vendidos.

Nesta nova aventura, Authentic, Builder e Nina terão que seguir até a sombria dimensão do The End para enfrentar novos desafios e salvar o mundo da superfície das terríveis ameaças do Ender Dragon.

As batalhas para deter o vilão e, ainda, acabar com as ameaças dos mobs, não serão fáceis. A eletrizante jornada está cheia de conflitos emocionantes, enigmas instigantes para o leitor solucionar e, dessa forma, ajudar os heróis a salvarem a Vila Farmer.

E aí? Será que o leitor está preparado para mais uma jornada cheia de emoção e aventura?

“AuthenticGames: a Batalha Contra Ender Dragon”, de Marco Túlio. Editora Astral Cultural, 112 páginas, R$ 19,90.

Bartolomeu Campos de Queirós propõe reflexão sobre a Constituição

08 de maio de 2017 0
Divulgação, Global

Divulgação, Global

Bartolomeu Campos de Queirós sempre nos surpreende com sua prosa poética, construída com maestria. No livro “Apontamentos” não poderia ser diferente. Na obra, o autor propõe uma reflexão sobre a importância de todo cidadão conhecer e pôr em prática a nossa Constituição, denominada também de Carta ou Carta Maior.

A narrativa, entremeada de diálogos, é um convite ao jovem leitor para que fique atento às necessidades de seu país e aproprie-se das leis e das normas que regem uma nação.  Sempre levando em conta a construção da consciência crítica, “Apontamentos” é mais uma das fantásticas obras de Bartolomeu, com uma leitura que seduz e encanta leitores de todas as idades.

As ilustrações são assinadas por Mauricio Negro, renomado autor e ilustrador, e acompanham magistralmente o trabalho do mestre Bartolomeu.

“Apontamentos”, de Bartolomeu Campos de Queirós, com ilustrações de Mauricio Negro. Global Editora32 páginas, R$ 39,00.

Viagem pelo mundo das águas encantadas

03 de maio de 2017 0
Divulgação, Gaia

Divulgação, Gaia

Vamos viajar? No livro “Águas Encantadas”, a autora e ilustradora Maté nos conta três lendas de terras muito longínquas. As águas, doces ou salgadas, escondem criaturas maravilhosas: uma menina-sereia, uma ilha-crocodilo e um dragão chinês.

A primeira história, ambientada no Ártico, é sobre Sedna, a menina-sereia do povo inuit, criadora de todos os seres marinhos. A segunda, uma lenda tradicional do Timor Leste, conta como a amizade pura e destemida entre um garoto e um crocodilo é recompensada. Na terceira narrativa, vinda da China, um menino-dragão salva seu povo da seca e de um imperador tirano.

Nesse livro, o leitor mergulha nessas águas, que o esperam ao fio das palavras, e nas imagens que vão simplesmente brotando do papel. Maté, além de narrar essas histórias maravilhosas, também nos presenteia com ilustrações coloridas e únicas, que aguçam a percepção visual dos pequenos leitores.

“Águas Encantadas”, texto e ilustrações de Maté. Editora Gaia, 40 páginas, R$ 42,00.

A cabeça de Medusa e outras lendas gregas

28 de abril de 2017 0
a cabeça de medusa

Divulgação, Global

A rica mitologia grega, com seus deuses e heróis, é referência até os dias atuais, em várias áreas de estudo. Em “A Cabeça de Medusa e Outras Lendas Gregas”, Orígenes Lessa, baseado na obra do escritor norte-americano Nathaniel Hawthorne, reconta seis narrativas maravilhosas.

Nessa obra estão presentes algumas das mais famosas lendas gregas, como: “A Cabeça de Medusa”, “A Caixa de Pandora”, “O Toque de Ouro, “O Cântaro Milagroso”, “A Quimera” e “As Três Maçãs de Ouro”. A linguagem ágil de Orígenes nos transporta à história da civilização da Grécia Antiga e à origem de mitos importantes e significativos presentes até hoje na cultura ocidental.

O livro conta com as belíssimas ilustrações de Cláudia Scatamacchia. É leve, divertido e atual como todo clássico. Um livro para ser lido com a imaginação.

“A Cabeça de Medusa e Outras Lendas Gregas”, de Orígenes Lessa, com ilustrações de Cláudia Scatamacchia. Global Editora, 136 páginas, R$ 45,00.

Crianças travessas também podem gostar de ler

27 de abril de 2017 0
Divulgação, Penalux

Divulgação, Penalux

Foto: Tiberius Drumond, divulgação

Foto: Tiberius Drumond, divulgação

Mostrar que o mundo das crianças é recheado de travessuras e também de muito aprendizado, essa é a proposta do livro “Xandrinha em: O Jardim aberto”. A obra faz parte de uma série ilustrada produzida pela escritora e poeta Alexandra Vieira de Almeida (f0t0) juntamente com a artista plástica Giselle Vieira.

A história apresenta os personagens Xandrinha e Beto brincando com a imaginação no jardim durante um fim de tarde. No local, eles realizam muitas traquinagens, mas também aprendem a importância da leitura.

Segundo a escritora, o jardim é um local simbólico das aventuras das crianças, além de ser um espaço de descobertas. “Isso mostra que o brincar de aprender pode acontecer em qualquer lugar, mas quem proporciona o espaço lúdico e questionador são os livros”.

Um dos trechos que revelam isso é quando, no meio da bagunça de Beto, ele deixa de lado as peraltices para prestar atenção na Xandrinha enquanto ela lê alguns poemas para sua florzinha Cecília.

— Apesar de Beto ser sapeca, no fundo ele quer aprender. O intuito é mostrar que meninos bagunceiros também podem gostar de ler — comenta.

Próxima edição

O volume 3 da série ilustrada “Xandrinha e seus Amigos” será online. O livro em formato PDF ficará disponível durante o mês de julho no site www.xandrinhaeseusamigos.com.br. A história acontecerá numa colônia de férias, onde Xandrinha conhecerá novos amiguinhos.

Ferramenta pedagógica

Segundo a escritora Alexandra, as obras têm grande importância pedagógica, fornecendo aos leitores a aprendizagem a partir do lúdico e da imaginação. “Pretendemos ainda incentivar que os pais leiam mais para os filhos e que as crianças estudem mais e desenvolvam a criatividade”.

“Xandrinha em: O Jardim Aberto”, de Alexandra Vieira de Almeida, com ilustrações de Giselle Vieira. Coleção “Xandrinha e seus Amigos”, Editora Penalux, 16 páginas, R$ 35,00.