Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Literatura Infantojuvenil"

Bartolomeu de Queirós fala de bichos e não só

29 de abril de 2016 0
Divulgação, Global

Divulgação, Global

Bartolomeu Campos de Queirós, autor de obras emocionantes para os públicos infantil e juvenil, nos presenteia com vinte e cinco divertidas poesias no lançamento “De Bichos e Não Só”. A novidade é um convite para uma deliciosa brincadeira com palavras, gerando múltiplos sentidos e associações. Os textos, que tratam sobre os animais, pessoas e situações cotidianas, vêm acompanhados das criativas e coloridas ilustrações do premiado Orlando Pedroso.

“Eu sabia,
A sabiá me segredou
Que de tanto amar doçura
A saliva da saúva
De repente açucarou”.

O ritmo presente nas poesias de Bartolomeu é singular. Suas rimas trazem uma musicalidade que se valoriza na leitura em voz alta, e a sensibilidade dos textos nos conecta com nossas memórias afetivas. As páginas, vividamente coloridas e ilustradas, dão ao leitor liberdade para imaginar um mundo totalmente novo. Um livro para ler, reler, criar e redescobrir como se fosse sempre a primeira vez.

“De Bichos e Não Só”, de Bartolomeu Campos de Queirós, com ilustrações de Orlando Pedroso. Global Editora, 32 páginas, R$ 39,00.

Sabix — o valor da amizade

26 de abril de 2016 0
Reprodução

Reprodução

Em nosso dia a dia, contamos com amigos que nos ajudam a ser pessoas melhores. Esses amigos são muito valiosos, verdadeiros tesouros que a vida nos oferece.

No livro “Sabix — o Valor da Amizade”, de Alfredo Boulos Júnior, você vai conhecer Sabix, um papagaio diferente de todos que você já viu: ele é elegante, sabido e muito especial. Seu melhor amigo é Juninho, que conversa com ele sobre os mais variados assuntos.

Prepare-se para viver com esses dois amigos grandes aventuras, envolvendo amizade, companheirismo, solidariedade e arrependimento.

“Sabix — o Valor da Amizade”, de Alfredo Boulos Júnior, com ilustrações de Leandro Ramos. Editora FTD, 40 páginas, R$ 32,80.

Aventuras em Lego com "Rick Bloco e a Ameaça da Peça Ônix"

20 de abril de 2016 0
Divulgação, Nemo

Divulgação, Nemo

A sugestão de hoje vai agradar em cheio à galerinha que curte ler e também montar peças de Lego. Acompanhando as tendências do mercado editorial brasileiro, a Editora Nemo aposta em uma publicação que une o universo lúdico à literatura. Com um enredo divertido, “Rick Bloco e a Ameaça da Peça Ônix” insere o leitor em uma jornada épica de tirar o fôlego no mundo de Lego.

Criado pela autora de livros infantojuvenis Tamony Hall, a publicação conta a história de Porto dos Blocos, uma cidade grande com peças coloridas que passa a sofrer mudanças e se deteriorar com o passar do tempo. Com saudades dos tempos de glória de Porto dos Blocos, o jovem arquiteto Rick Bloco parte em busca de soluções para restaurar a cidade e trazer de volta o progresso.

No momento em que Dr. Dobrão aparece, Rick Bloco acredita ter em mãos a grande chance de mudança para Porto dos Blocos. Mas o bilionário guarda um segredo terrível: ele quer controlar todos os moradores e criar seu exército pessoal de zumbis usando a misteriosa Peça Ônix.

É com a ajuda de sua sócia Rita que Rick parte em uma aventura para encontrar a Peça de Ouro, um objeto capaz de deter os planos terríveis do Dr. Dobrão, cortando os efeitos da temida Peça Ônix.

Viajando de volta à era dos dinossauros, passando pelo Antigo Egito e indo até a Lua, Rick faz amizade com um braquiossauro e consegue, ao lado dele e de seus outros amigos, salvar a cidade de Porto dos Blocos e seus habitantes.

“Rick Bloco e a Ameaça da Peça Ônix”, de Tamony Hall, com tradução de Rodrigo Seabra. Editora Nemo, 128 páginas, R$ 19,90.

O menino que entrou dentro de si mesmo

18 de abril de 2016 1
Divulgação, Caminho Suave

Divulgação, Caminho Suave

Começando a semana, a sugestão é uma obra que pretender ensinar a olhar para os pensamentos e desenvolver uma nova atitude frente a eles: “O Menino que Entrou Dentro de si Mesmo”, de Arnaldo Vicente e publicada pela Editora Caminho Suave.

No livro, o pequeno leitor descobre que, mesmo com todos os pesadelos, pensamentos negativos e medos, é possível percebê-los, mas nem sempre segui-los. O autor oferece a todos, sejam adultos ou crianças, uma reflexão de como estão processando os problemas e como é possível mudá-los por meio das emoções.

A história traz o conceito-chave da terapia cognitiva, que tem o objetivo de ensinar que a criança evolui na medida em que descobre que conversar consigo mesma é essencial para a felicidade, sempre distinguindo entre os fatos e os pensamentos sobre eles.

A mensagem principal da obra é plantar uma semente para que as crianças cresçam emocionalmente saudáveis, conhecedoras de si mesmas e capazes de lidar com os desafios e as adversidades da vida. Afinal, o Menino Triste encontra a felicidade quando entra no próprio coração, vê os pensamentos ruins e descobre que ele pode desenvolver uma nova atitude diante destes sentimentos negativos.

“O Menino que Entrou Dentro de si Mesmo” é o primeiro livro infantil de uma série que levará a chancela da Caminho Suave — editora que publica a famosa e tradicional cartilha “Caminho Suave”, que já alfabetizou mais de 40 milhões de brasileiros com sua maneira simples e inteligente — que tem o objetivo de ajudar os pais na laboriosa arte de educar os filhos.

“O Menino que Entrou Dentro de si Mesmo”, de Arnaldo Vicente, com ilustrações de Kelly Adão. Editora Caminho Suave, 32 páginas, R$ 32,90.

Você sabe onde começa uma história?

15 de abril de 2016 0
Divulgação, Brinque-Book

Divulgação, Brinque-Book

Começo este post repetindo o título: você sabe onde começa uma história? Pode ser com uma palavra, uma cor, um desenho… No livro “Onde Começa a História?”, a autora/ilustradora Marie-Louise Gay rascunhou, rabiscou, traçou, esboçou, desenhou e pintou para contar como ideias brilhantes chegam quando você menos espera e como as palavras, algumas vezes, surgem do nada querendo ser escritas.

Esta história permite trabalhar temas como imaginação, interação com o leitor e metalinguagem. A autora estabelece um diálogo com seus jovens leitores a fim de explicar como é o processo de criação de seus livros.

Pode ser interessante realizar em sala de aula um trabalho coletivo semelhante ao descrito pela autora, utilizando palavras e imagens para a criação de uma nova história.

“Onde Começa a História?”, texto e ilustrações de Marie-Louise Gay, com tradução de Gilda de Aquino. Editora Brinque-Book, 54 páginas, R$ 36,80.

A história de Uólace e João Victor

13 de abril de 2016 0
Reprodução

Reprodução

Todos os dias, vemos cenários diferentes em uma mesma cidade ou até mesmo no bairro onde moramos. De um lado, gente de posses, com uma vida confortável. Já olhando para o outro lado, pessoas desprovidas, muitas vezes, do mínimo necessário à sobrevivência.

Como diz Maria Valéria Rezende no prefácio de “Uólace e João Victor”, livro escrito por Rosa Amanda Strausz, “nascemos num mundo dividido (…): a cidade é uma sucessão de muros, grades, paredões, cercas, ‘bairros bons’ e ‘bairros ruins’, o asfalto e a favela.” Mas essa divisão, muitas vezes, são “apenas” espaciais, mesmo para pessoas com modo de vida bem diferente um do outro.

O livro conta que João Victor mora com a mãe e vive as alegrias e dificuldades de um adolescente de classe média. Uólace vive nas ruas com a mãe alcoólatra e enfrenta os desafios de um adolescente que tenta sobreviver. Apesar das enormes diferenças entre os dois garotos, a história revela que, mesmo em mundos tão distantes, eles podem ter inquietudes, expectativas e sonhos semelhantes.

Da trajetória desses personagens emergem dramas e esperanças que têm como cenário a cidade do Rio de Janeiro.

“Uólace e João Victor”, de Rosa Amanda Strausz, com ilustrações de Gustavo Piqueira e Samia Jacintho. Editora FTD, 96 páginas, R$ 44,10.

O reino animal tem cada história...

12 de abril de 2016 0
Divulgação, Gaia

Divulgação, Gaia

Você sabia que muitos peixes evoluíram para o ambiente terrestre? Você sabe a diferença entre o jacaré e o crocodilo? Sabe quais são os mamíferos que botam ovos? E quanto mede a maior sucuri já vista? Essas e muitas outras curiosidades do mundo dos animais são encontradas no lançamento “Bichos da Terra”, de Salvatore Siciliano. A obra, integrante da coleção “Céu, Terra e Mar”, da Editora Gaia, é uma verdadeira viagem no tempo e esclarece como peixes fizeram a transição do ambiente aquático para o terrestre, dando origem aos sapos, às rãs, às tartarugas… e, finalmente, aos mamíferos.

Com bom humor e muito didatismo, Salvatore dá ao leitor uma verdadeira aula de biologia, comentando sobre hábitos, alimentação e reprodução de peixes, anfíbios, répteis e mamíferos. As fotografias presentes na obra nos apresentam bichinhos curiosos: bichir-do-senegal, lêmures e tuco-tucos… Além das imagens, Luciano Tasso traz cor às páginas com suas criativas ilustrações.

Depois de tanto aprendizado, “Bichos da Terra” nos deixa uma reflexão, lembrando que não somos os únicos a habitar o planeta e destacando os perigos que corremos ao extrapolar a exploração de recursos naturais. Um belo livro para aprender e também para pensar.

“Bichos da Terra”, de Salvatore Siciliano, com ilustrações de Luciano Tasso. Editora Gaia, 56 páginas, R$ 45,00.

A Jornada Heroica de Perseu

08 de abril de 2016 0
Divulgação, Mundo Mirim

Divulgação, Mundo Mirim

Os mitos sempre nos ajudaram a entender dimensões profundas da existência humana, tanto no âmbito pessoal quanto no coletivo. A história de Perseu e Medusa, narrada em “A Jornada Heroica de Perseu”, de Adriano Messias, é um dos clássicos que influenciam parte do pensamento humano até nossos dias, afinal, a figura horrorosa daquele monstro sendo decapitado pelo herói reserva-nos simbolismos fortes e universais.

Perseu, filho de Zeus, precisa derrotar a Medusa. Como não tem poderes mágicos, conta com sua inteligência e bravura para cumprir essa tarefa arriscada e mortal; e é justamente nessa aparente fraqueza que reside sua força. No decorrer de sua caminhada, encontrará seres fantásticos que irão ajudá-lo a entrar na terrível ilha das górgonas e realizar a proeza que o imortalizou: cortar a cabeça de Medusa, orientando-se pelo reflexo do monstro na parte interna do escudo que lhe fora presenteado.

Dentro da proposta da coleção “Filosofia em Contos”, de propiciar reflexões filosóficas a partir de diálogos platônicos, o leitor encontrará, ainda, a figura de um misterioso pescador que narrará a três amedrontadas crianças histórias fascinantes dos personagens gregos.

“A Jornada Heroica de Perseu”, de Adriano Messias, com ilustrações de Manny Clark. Coleção “Filosofia em Contos”, Editora Mundo Mirim, 32 páginas, R$ 29,90.

 

O Elefante Cabeludo — uma Aventura na Oceania

07 de abril de 2016 0
Divulgação

Divulgação

O livro “O Elefante Cabeludo — uma Aventura na Oceania”, de Marcelo R. L. Oliveira, conta que um estranho animal atravessa apressado a Tasmânia. É T. Bandeira, o mais famoso tamanduá detetive do mundo.

Dessa vez, ele está na Austrália, a convite da delegada Edna, a equidna, para esclarecer um enigma escrito em um… “ovo de elefante” roubado na África. Como sempre, a missão de T. Bandeira não será nada fácil, com o deslocamento por diversos países, enfrentando mares revoltos, terremotos e, como se não bastasse, os ataques de uma perigosa quadrilha de piratas liderada por Ingo, o dingo.

O livro, da Editora FTD, é uma história cheia de ação, mistério e aventura em plena Oceania.

“O Elefante Cabeludo”, de Marcelo R. L. Oliveira, com ilustrações de Ricardo Dantas. Editora FTD, 128 páginas, R$ 39,00.

Aventuras do Barão de Münchhausen

06 de abril de 2016 0
Reprodução

Reprodução

Karl Friedrich Hieronymous foi um militar que viveu entre 1720 e 1797, serviu ao exército russo e tornou-se capitão de cavalaria. Após voltar de suas experiências guerreiras, recebia amigos e hóspedes, para quem contava todas as suas aventuras de caçada e viagens de maneira exagerada e fantasiosa. Foi Rudolf Erich Raspe, um bibliotecário alemão, que reuniu as histórias fantásticas do Barão em um livro publicado em Londres, em 1785.

Essas fabulosas aventuras alcançaram popularidade incomparável desde o seu lançamento. Agora, “Aventuras do Barão de Münchhausen”, da Global Editora, chega a sua nona edição, com tradução e adaptação de Orígenes Lessa, nosso mestre consagrado da literatura infantojuvenil, e ilustrações de Lelis.

Os dezenove capítulos que fragmentam a obra são os encontros do Barão com seu curioso público, sempre atento às suas histórias retocadas com os mais excêntricos acontecimentos e desfechos absurdos. Lelis, por meio de seus traços certeiros, dá vida a essas narrativas tão inacreditáveis. O livro traz ainda um glossário de palavras e expressões.

Em uma de suas aventuras, o Barão de Münchhausen caminhava tranquilo quando encontrou “o mais belo veado que já apareceu” em sua vida. Como estava sem chumbo, enfiou caroços de cereja no cano de sua espingarda. “Quando ele menos esperava, toquei-lhe toda a carga na testa. Sabem o que aconteceu? O veado virou-me as costas e, lentamente, se encaminhou para a floresta. Passou o tempo. Um ou dois anos. Estou caçando num bosque. De repente, vejo pela frente um veado gigantesco com uma cerejeira da altura de um homem a sair por entre os chifres do bicho. Era ele…”

Sabia contar uma história esse Barão, hein!?

“Aventuras do Barão de Münchhausen”, de Rudolf Erich Raspe, com tradução e adaptação de Orígenes Lessa e ilustrações de Lelis. Coleção “Melhores Crônicas”, Global Editora, 128 páginas, R$ 39,00.