Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 21 outubro 2007

E o azarão ganhou de novoooo

21 de outubro de 2007 0

E o azarão venceu de novo! Repetindo 1986, quando o título foi decidido entre três pilotos na última prova da temporada de Fórmula-1, o piloto com menos chances acabou se sagrando campeão mundial. Kimi Raikkonen, da Finlândia, conquistou o título da temporada mais emocionante das últimas duas décadas. Certamente, contou com uma ajudinha de Felipe Massa, que tirou o pé na última parada e deixou Raikkonen vencer a corrida.

Azar da McLaren que errou tudo que tinha direito nesta reta final e, beneficiada por uma vergonhosa espionagem contra a Ferrari, nem deveria estar disputando o título de pilotos.

Isto já havia acontecido há 21 anos, no GP da Austrália. Naquela ocasião, o francês Alain Prost estava em segundo em pontos, mas em terceiro considerando o critério de descartes adotado na época. Ele aproveitou um pneu estourado de Nigel Mansell e de seu companheiro Keke Rosberg, e uma parada emergencial de Nélson Piquet, para vencer o GP em Adelaide e conquistar seu segundo título mundial. Veja abaixo o compacto daquela corrida:

Na mais emocionante temporada desde 1991, o finlandês Kimi Raikkonen coroou um final de temporada fantástico. Ele superou os equívocos de estratégia da Ferrari (que saudades do Ross Brawn!!!), aproveitou a briga interna na McLaren entre Fernando Alonso e Lewis Hamilton, os erros de Alonso no Japão e Hamilton na China e hoje no Brasil, e conquistou seu primeiro título mundial.

Um prêmio para um piloto que estava praticamente descartado na disputa do título, mas venceu quatro provas, chegou duas em segundo lugar e outras duas em terceiro na metade final da temporada.

O %22IceMan%22 é campeão do mundo! E para quem acha que Kimi foi %22discreto%22 na sua comemoração, pensem que ele é famoso por bebedeiras e porres homéricos em festinhas quando nem deveria abusar. Imagina hoje? Campeão do Mundo contra tudo e contra todos, no Brasil e em final de temporada? Vai faltar vodca em São Paulo…

ELE MERECEU! FORZA FERRARI!

Postado por Alexandre `Tifoso campione del mondo` Perin

Nova Zelândia e sua tradicional dança 'HAKA' nos jogos de rugby

21 de outubro de 2007 1

Assim como o futebol americano, o rúgbi é um esporte que cresce no Brasil nos últimos anos. E um dos times mais tradicionais deste esporte, particularmente popular em países de língua e colonização britânicas, é a Nova Zelândia. Neste final de semana, terminou a Copa do Mundo com vitória da África do Sul sobre a Inglaterra por 15×9, torneio disputado na França.

A Seleção Nacional da Nova Zelândia, conhecida como %22All Blacks%22, tem um grito particular de aquecimento e concentração. Chamado de %22Haka%22, é a representação de uma dança tradicional maori, tribo aborígene que habitava o país antes da chegada dos colonizadores britânicos. É o símbolo máximo do esporte nacional do pequeno e rico arquipélago no extremo sul do Oceano Pacífico.

Antes de cada jogo, o capitão do time neo-zelandês começa puxando o grito %22Ka mate, ka mate%22 (%22é a morte, é a morte%22). A canção completa podemos ver abaixo:

%22Ka mate, ka mate
Ka ora, ka ora
Tenei te tangata puhuruhuru
Nana i tiki mai whakawhiti te ra
Upane, upane
Upane kaupane
Whiti te ra.%22

Traduzido, seria assim:

%22É a morte, é a morte
É a vida, é a vida
Este é o homem cabeludo
Que fez o sol brilhar para mim novamente
Suba o monte, suba o monte
Até o topo
Aonde o sol brilha
%22

Abaixo um vídeo dos %22All Blacks%22 performando esta bela representação dos valores deixados por uma tribo quase extinta, mas ainda na memória do seu país:

Postado por Alexandre Perin