Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts do dia 13 dezembro 2007

Há um ano: Inter vence Al-Ahly e chega a decisão

13 de dezembro de 2007 0

Exatamente no dia de hoje, mas há um ano atrás, o Internacional bateu o egípico Al-Ahly por 2×1 (veja a matéria completa no Clic) e se classificou para a final do Mundial de Clubes da FIFA. No estádio Nacional de Tóquio, o Colorado começou o jogo bem, mas sofreu o empate e suou para marcar mais um contra os bicampeões africanos garantir seu lugar na finalíssima, contra adversário até então indefinido (no dia seguinte todos viram o Barcelona golear e dar espetáculo sobre o América-MÉX por 4×0).

O Inter começou o jogo tranquilo e fez 1×0 logo a 22 minutos: Alexandre Pato aproveitou rebatida errada da defesa africana e só tocou na saída do goleiro para fazer 1×0. Com este gol, aos 17 anos e dois meses, Pato se tornava o mais jovem goleador de uma competição continental da FIFA. Era somente seu segundo jogo como profissional e ele comemorou homenageando seu amigo Tales, hoje destaque das categorias de base do colorado.

Inexplicavelmente, o Colorado foi recuando bastante. Em especial, os volantes Edinho e Wellington Monteiro faziam péssima partida e erravam muitos passes (compensariam na final). O Al-Ahly pressionou e quase empatou duas vezes no final da primeira etapa, em chutes do talentoso meia Aboutrika: uma no poste e a outra Clemer fez defesaço.

No segundo tempo, o Inter perdeu o peruano Hidalgo, lesionado e substituído por Rubens Cardoso. Então um lance que marcou a competição: Pato recebeu na lateral, a bola subiu e ele foi fazendo embaixadinhas com o ombro, cavando um escanteio. Espetacular, repetido diversas vezes no telão do estádio para deleite dos japoneses. Porém logo depois, Clemer rebateu mal uma bola na defesa, cedendo lateral. O Al-Ahly bateu rápido e o angolano Flávio, pegando a zaga colorada fora do lugar, empatou de cabeça, 1×1.

Nervoso, o Inter foi para cima em busca do segundo gol. Abel tirou Pato, com câimbras, e colocou Luis Adriano, que até então não havia feito gol pelo profissional. Foi o garoto da Vila Bom Jesus que decidiu o jogo com uma cabeçada indefensável, aos 26 minutos fazendo 2×1 para o Inter. O Colorado ainda teve boas chances, enquanto os egípcios não assustaram, final 2×1.

Quatro dias depois, o Internacional decidiria sua história contra o poderoso Barcelona. Mas isto é assunto para domingo…

Vejam um compacto com os melhores momentos do jogo:



Veja aqui o especial do ClicRBS: %22Inter no Topo do Mundo%22

Postado por Alexandre Perin