Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 25 dezembro 2007

Steven Gerrard: o melhor kicker do planeta

25 de dezembro de 2007 2

Nesta época de vacas magras no futebol brasileiro, vou ficar postando alguns gols antológicos do futebol inglês. Um deles eu vi ao vivo na TV, e é sobre ele que estou escrevendo hoje.

É o gol de empate de Steven Gerrard, do Liverpool contra o West Ham United, na final da Copa da Inglaterra de 2006. Este gol foi considerado como sendo o mais bonito de todos os tempos já marcado em uma final deste centenário torneio. Também foi o %22gol do ano%22 na temporada 2005/06.

Aos 45 do segundo tempo, perdendo por 3×2 depois de levar 2×0, empatar e ceder de novo a vantagem para o West Ham, Gerrard empatou o jogo. Mesmo com câimbras, ele desferiu um petardo de quase 35m a 110km/h, superando o goleiro trinitino Shaka Hislop. Um golaço que você pode ver abaixo:

http://www.youtube.com/watch?v=dm6-S6T_nGk

Steven Gerrard, capitão do Liverpool, é uma espécie de ícone do renascimento do Liverpool. Time mais popular e vitorioso do futebol inglês em todos os tempos (são 18 Ingleses, 5 Liga dos Campeões e 3 Copas da UEFA, além de dois vices europeus), o Liverpool amargou dez anos sem títulos na década de 90.

Foi em 2000, quando Gerrard se tornou o líder máximo do time, que o clube reagiu. De lá para cá, sempre com Gerrard como principal jogador da equipe, foram nada menos que oito títulos relevantes: Copa da UEFA, Copa da Liga Inglesa, Copa da Inglaterra e SuperCopa Européia em 2001, Copa da Liga Inglesa em 2003, Liga dos Campeões e Supercopa Européia em 2005, e de novo a Copa da Inglaterra em 2006.

A final da Liga dos Campeões em 2005 se tornou um épico em Istambul, Turquia: perdendo por 3×0 no intervalo contra o poderoso Milan, os Reds reagiram. Steven Gerrard descontou de cabeça no segundo tempo e empurrou o time para a virada antológica. Logo depois, ele desferiu o chute que gerou um rebote e o gol de Smicer. E foi Gerrard que, em rebote de cobrança de pênalti desperdiçada por ele próprio, o gol de empate (EDITADO: correção enviada pelo leitor Fernando, foi Xabi Alonso). Nos pênaltis, o Liverpool superou o Milan e se sagrou campeão europeu pela quinta vez.

E o capitão Gerrard? Levantou mais uma taça… A sua mais especial.

Postado por Alexandre Perin