Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de fevereiro 2008

Liga dos Campeões: palpites furados, parte I

19 de fevereiro de 2008 6

O torneio de maior prestígio do futebol europeu está de volta. A fase eliminatória da Liga dos Campeões da Europa começa nesta terça-feira, com jogos que prometem ser dramáticos. 

Hoje, dois duelos são os destaques: Roma x Real Madrid e Liverpool x Internazionale. Times que entraram no recesso da competição de uma maneira, estão em momentos diferentes neste instante. O que esperar?

Roma x Real Madrid – A Roma está do mesmo jeito que entrou o recesso: em segundo lugar no Italiano, léguas atrás da Inter. Um elenco limitado, com reservas razoáveis, mas um ótimo conjunto. Porém perdeu 2 jogos nas últimas partidas e vem de uma derrota contra a Juventus em clássico. O Real Madrid estava sobrando no Espanhol. Muito à frente do Barcelona, começou a alternar atuações excelentes, como o 7×1 da semana passada, e jogos bastante comuns nos quais se salvou com gols de Robinho e van Nistelrooy, e principalmente em defesas de %22Santo Casillas%22, que tem tido atuações extraordinárias na atual temporada.

Palpite? Real Madrid – Jogador-chave: Iker Casillas

Liverpool x Internazionale – O Liverpool entrou no recesso mal, e saiu pior ainda. Crise dentro e fora de campo, muito longe dos líderes e uma vergonhosa eliminação em casa na Copa da Inglaterra pelo Barnsley, da segundona inglesa. Já a Internazionale volta do mesmo jeito que saiu: invicta. A única derrota na temporada em jogos oficiais foi contra o Fenerbahce, na segunda rodada da Liga. No Italiano é a virtual tricampeã, tem jogado muito e chega com moral.

Palpite? Internazionale – Jogador-chave: Zlatan Ibrahimovic

Schalke 04 x Porto – O Schalke04 não consegue se firmar no Alemão. Perdeu na sexta-feira em casa, e começa a ficar longe dos líderes Bayern de Munique e Werder Bremen. Na Liga foi o único alemão a se classificar, mas a equipe não mostra consistência defensiva. Se o Porto tem a vantagem de jogar em uma Liga mais fraca, na qual sobra com relação aos demais, tem a seu favor um bom futebol. O time se classificou com méritos na primeira fase e deve seguir adiante.

Palpite? Porto – Jogador-chave: Lucho González

Olympiacos x Chelsea – Se o Olympiacos foi a zebra da primeira fase, eliminando a decadente Lazio, o Chelsea também passou alguns apuros. Sofreu com o Rosenborg e com a crise causada até a saída de José Mourinho. O time estava em crise, mas se recuperou no Inglês e hoje está perto do líder Arsenal. Sem Drogba, Shevchenko tem feito gols e Frank Lampard parece ter recuperado o futebol dos bons tempos. Os gregos de Piraeus fazem boa temporada, lidera na Grécia e tem um time muito forte taticamente. Mas não devem ser páreo para os milionários londrinos.

Palpite? Chelsea – Jogador-chave: Frank Lampard

Postado por Alexandre Perin

A magia do torneio mais antigo do mundo: a Copa da Inglaterra

16 de fevereiro de 2008 1

São 136 anos de existência… A Copa da Inglaterra segue sendo o torneio mais antigo do mundo e um dos mais charmosos. Hoje, mais um %27giant-killer%27 com um pequeno batendo um gigante.

Em 1982, o Liverpool era multicampeão europeu e inglês. Craques como Kenny Dalglish brilhavam em Anfield Road, porém o Barnsley, time do norte da Inglaterra e então na segunda divisão, enfiou 15 mil torcedores fora de casa em um jogo de quartas-de-final da Copa da Inglaterra. Naquele dia os visitantes arrancou um empate em 0×0, mas alguns dias depois terminou eliminado.

26 anos se passaram, e mais um duelo entre Liverpool e Barnsley. O Liverpool continua poderoso, foi campeão europeu há poucos anos, mas não ganha o Inglês há quase 20 anos. Já o Barnsley? Bem, continua de Segunda Divisão. De novo, milhares de torcedores visitantes em Anfield Road. E de novo, um jogo eliminatório pela Copa da Inglaterra.

O Liverpool saiu na frente, mas levou o empate no início do segundo tempo. Pressionou muito e acertou a trave quase nos acréscimos. No último minuto do tempo adicional, um pênalti clamoroso não marcado para o Barnsley.

O que seria um erro grosseiro de arbitragem, acabou se tornando mais um momento mágico da competição: na sequência do lance, o capitão Brian Howard desferiu um petardo e marcou um golaço, Barnsley 2×1 e eliminando o poderoso pentacampeão europeu. Vejam os melhores momentos do jogo:

Vejam a comemoração na base do Sky Sports londrino, durante os instantes finais do jogo. Profissionalismo?

Podem esquecer! Olhem a cara de feliz do Matt Le Tissier, ex-craque inglês do Southampton! Ele está reclamando do pênalti claro a favor do Barnsley, instantes antes de sair o gol da vitória que consagrou a zebra do dia. Ele não se contém e grita muito, talvez lembrando os tempos de jogador e quando seu time pequeno era prejudicado contra os grandes. Impagável é a cara de Phil Thompson, ex-zagueiro dos Reds, na transmissão do jogo? hahahaha

Isto é a magia da Copa da Inglaterra, o torneio mais antigo do futebol mundial.

Postado por Alexandre Perin

Hóquei no Gelo: Milagres salvam dois atletas

13 de fevereiro de 2008 3

Domingo na NHL, a Liga Profissional de Hóquei sobre o Gelo da América do Norte, quase ocorreu uma tragédia na partida entre Buffalo Sabres e Florida Panthers. O jogador Richard Zednik, dos Panthers, foi atingido no pescoço pela lâmina do patins do companheiro Olli Jokinen. A carótida, uma das principais artérias do corpo humano, foi cortada imediatamente pela lâmina, causando uma enorme hemorragia.

Zednik teve a incrível presença de espírito de manter encaixada a lâmina do patins entre seu pescoço e o ombro, mantendo em níveis controláveis a perda de sangue que sofreu antes de um atendimento mais adequado. A cena foi marcante: adversários e companheiros de time ficaram em silêncio, tal como o público presente ao ginásio.

Após 15 minutos de paralisação, com atletas preocupados e o público silencioso, chegaram informações de que o atleta estava em condições melhores. A torcida adversária, respeitosamente, bateu palmas pela recuperação de Zednik.

Zednik foi imediatamente enviado a um hospital, sofreu uma cirurgia de emergência e se recupera em condições estáveis. Deve voltar às quadras em dois meses. Vejam a cena dramática:

O acidente lembrou outro momento dramático na história do hóquei sobre o gelo, e curiosamente envolvendo de novo um jogo do Buffalo Sabres em 1989. O goleiro Clint Malarchuk, dos Sabres, foi atingido na jugular pela lâmina do patins de Steve Tuttle, do Saint Louis Blues, que se desequilibrou e atingiu o pescoço do adversário.

Malarchuk começou a sangrar abundantemente, para desespero de todos em quadra. Ele foi levado a um hospital, levou 300 pontos no pescoço, mas voltou aos treinos somente quatro dias depois.

Nestes anos que se passaram, o agora aposentado goleiro assistiu as imagens de seu próprio acidente diversas vezes e afirmou: %22Não me impressiono pois simplesmente não acredito que sou eu. Quando vi a notícia sobre o acidente de Zednik, pensei na família dele, pois sei o quanto a minha sofreu naquele dia. Deixei uma mensagem para Richard no hospital e vou visitá-lo quando for possível%22.

AVISO: CENAS FORTES! Onze torcedores desmaiaram, dois tiveram ataques cardíacos e outros dois passaram mal no ginásio neste dia. Portanto, só veja se tiver condições.

Postado por Alexandre Perin

A "Era Dunga" e suas contradições

12 de fevereiro de 2008 5

É curioso o %22reinado%22 de Dunga no comando da Seleção Brasileira. Até agora em quase dois anos de trabalho o capitão do Tetra venceu 17 jogos, empatou seis e perdeu somente duas partidas (Portugal e México).

A despeito de alguns amistosos lamentáveis contra Kuwait e Argélia, o Brasil já enfrentou times de primeira grandeza no futebol mundial. Goleou a arquirrival Argentina duas vezes, incluindo na final da Copa América. Além disto, bateu times que não vencia há muito tempo, como o Uruguai em um jogo de Eliminatórias, a Irlanda semana passada e o próprio México.

Porém… O time não empolga, não se vê uma equipe consistente e unida e existem lacunas técnicas abertas. Além da já ridícula insistência em jogadores medianos ou medíocres, de times médios da Europa e sem nenhum brilho especial (Afonsão, Vágner Love e Fernando são os exemplos clamorosos.

Depois, a insistência em goleiros comuns até Dunga se dar conta que não existe, e inclusive é muito difícil achar em outros lugares, um goleiro tão completo quanto Júlio César, ex-Flamengo e atualmente na poderosa Internazionale.

Taticamente, Dunga comete o mesmo erro de Parreira: o quadrado mágico. Se o time não é mais tão pesado com Adriano e Ronaldo, o quarteto Kaká, Ronaldinho, Robinho e um centroavante não deu certo em nenhum jogo.

Normalmente um deles joga mal (Ronaldinho, em péssima fase, tem sido o pior), o time não encaixa e depende de individualidades. Com laterais jogando muito abertos, o time fica fraco no meio-campo e acaba tirando de Kaká e Ronaldinho suas maiores vantagens técnicas, envolvidos com a marcação e ficando longe da linha do gol 

Dunga precisa, além de acabar com invencionismo, tomar decisões simples mas necessárias:

- Deixar Luís Fabiano (e depois Alexandre Pato) como centroavante titular.

- Ter peito de barrar Ronaldinho do time.

- Escalar um terceiro de meio-campo que marque e saiba sair jogando, casos de Anderson ou mesmo Daniel Alves, que sabe jogar ali.

- Dar oportunidades para Rafinha na lateral-direita e uma sequência para Marcelo na lateral-esquerda.

- Definitivamente começar o processo de renovação entre nossos volantes, desistindo de Mineiro e Gilberto Silva, veteranos que devem dar espaço para a %22Class of 2006%22: Lucas, Denílson e Hernanes.

- Buscar soluções técnicas para o time. Grandes coisas ganhar da Irlanda, não testou novos jogadores e não deu experiência para nenhum jogador %22olímpico%22.

O time que eu escalaria hoje?

Júlio César; Maicon/Rafinha, Lúcio, Juan e Marcelo; Hernanes, Denílson/Lucas, Anderson e Kaká; Robinho e Luís Fabiano.

Reservas: Doni, Rafinha/Maicon, Alex, Breno e Gilberto; Josué, Lucas/Denílson, Júlio Baptista e Diego; Ronaldinho e Alexandre Pato.

Postado por Alexandre Perin

Gols bizarros pelo planeta

11 de fevereiro de 2008 3

Vocês viram o gol patético do Corinthians sobre o Ituano, na vitória de 2×1 pelo Paulistão 2008? Um bate-rebate entre dois zagueiros do Ituano, Fidélis e Boiadeiro, foi o lance mais bizarro da temporada 2008 até o momento.

Gols como estes são muito engraçados. Vejam as sequência de gols mostradas aqui. Na primeira série, o último é um gol da Seleção Brasileira na Copa de 1974 contra a Polônia, que a bola bate quatro vezes na trave antes de Roberto Dinamite marcar…

Nesta segunda série, destaque para a bobagem de Clemer contra o Figueirense em 2006, quando ele desiste de ir na bola e decreta a derrota de 1×0 do alvinegro catarinense sobre o Internacional. Vejam este e outros lances:


Este último é recente, Chris Brass no jogo Bury x Darlingon, pela 4° divisão inglesa em 2006:

 

O Desafio das transferências continua!

09 de fevereiro de 2008 4

No texto sobre a janela de transferências, desafiei alguém a me mostrar uma contratação de jogador, em condições de jogar imediatamente, envolvendo times brasileiros e sul-americanos e equipes das grandes potências européias.

Desafio a alguém mostrar uma contratação brasileira (ou mesmo argentina) no período após 31 de janeiro envolvendo jogadores que vieram dos seguintes países: Portugal, Holanda, Alemanha, Espanha, França, Inglaterra, Escócia e Itália.

Não considerar “passe livre”, nem Japão, Leste Europeu (que joga em outro período por causa do frio extremo) e Oriente Médio, que não usam o mesmo calendário.

Pago um café para quem conseguir.

To aumentando a aposta para capuccino…

O Julio dos Santos foi contratado junto ao Bayern de Munique na quinta-feira, dia 31 de janeiro, de acordo com o vice-presidente de futebol Paulo Pelaipe.

Outro exemplo foi o Andrés D’Alessandro, uma tentativa tricolor mas que terminou no San Lorenzo. Reparem no texto abaixo: “Pese a que San Lorenzo anunció su fichaje la semana pasada, el Zaragoza oficializó el traspaso este miércoles”

 

VEJA TUDO QUE SAIU NO ALMANAQUE SOBRE JANELA DE TRANSFERÊNCIAS:

 

 

Gilberto Silva quer sair? Pica a mula!

08 de fevereiro de 2008 4

Não consigo entender a postura de um jogador do porte do Gilberto Silva. Campeão do mundo, campeão pelo Arsenal, o jogador está reclamando há meses na imprensa de que não está satisfeito com a reserva no time de Londres.

Ele perdeu a posição para o francês Mathieu Flamini, além de obviamente estar atrás do astro espanhol Cesc Fábergas. Para piorar, o garoto brasileiro Denílson tem tido mais oportunidades que Gilberto Silva.

Titular na conquista do Penta em 2002 pelo Brasil com Felipão, Gilberto Silva era o vice-capitão do Arsenal até a temporada passada (o capitão era o francês Thierry Henry, que também deixou os Gunners). Porém o treinador Arséne Wenger percebeu o óbvio, e que Dunga ainda não viu na Seleção Brasileira: o tempo dele já passou e ele não tem mais bola para ser titular de um dos principais clubes da Europa.

Acho que um jogador como Gilberto Silva, que é extremamente disciplinado e bom caráter, já deveria ter combinado recisão de contrato com a diretoria ao invés de ficar mandando recadinhos pela imprensa. Não combina muito com seu perfil profissional.

Até porque mercado ele possui, tanto na Europa quanto no Brasil. Se até pernas-de-pau lendários como o volantão italiano Cristiano Zanetti só jogaram por times do porte de Roma, Lazio, Internazionale e Juventus, Gilberto Silva ainda tem muito a oferecer de seu futebol. Nem que seja em um time de porte médio na Europa ou mesmo retornando ao Brasil.

Postado por Alexandre Perin

Copa Africana de Nações - Todos os gols

07 de fevereiro de 2008 1

O blog parceiro %22Apito do Blackão%22, do amigo Hélio Sassen Paz, está fazendo a maior cobertura da internet brasileira sobre a Copa Africana de Nações.

Nos posts dos últimos dias, estão reportagens com resumo e todos os gols dos jogos eliminatórios da principal competição continental africana, que está sendo realizada em Gana neste mês de janeiro.

Vale a pena dar uma olhada em alguns gols muito bonitos, a despeito da geral má qualidade das partidas (vi algumas simplesmente deploráveis até agora)…

Postado por Alexandre Perin

Superbowl: Giants superam quase imbatível Patriots e levam o título

07 de fevereiro de 2008 2

Depois de acompanhar quase toda a temporada da NFL, tive de me contentar com um VT e compactos do SuperBowl, a decisão do Futebol Americano Profissional entre New York Giants e o favoritaço New England Patriots. Eu odeio disputa de direitos de TV! Multicampeão nos últimos anos, os Patriots tem um dos melhores times dos últimos 20 anos e um grande quarterback, Tom Brady (atual namorado de Gisele Bundchen).

Bateram vários recordes na atual temporada e, para completar, o time da região metropolitana de Boston não perdeu um único jogo até a decisão. Os Patriots buscavam igualar-se ao Miami Dolphins, campeão invicto da NFL em 1972 com 19 vitórias em 19 jogos. Já os Giants chegaram como zebra: jogaram sempre fora de casa nos três play-offs antes da decisão (por terem pior campanha entre os classificados de sua conferência).

Nas semifinais, derrotaram o frio de 15 graus abaixo de zero em Wisconsin e o poderoso Green Bay Packers fora de casa em uma decisão dramática. Ganharam com um field goal de 35 jardas contra o vento na prorrogação. Isto após errarem um outro chute de 14 jardas com vento a favor e faltando somente alguns segundos para o término o jogo!

E, como acontece muitas vezes no futebol americano, a zebra venceu! Os Giants viraram com um touchdown faltando 34 segundos e venceram por 17-14!

O time foi recepcionado por milhares de pessoas em Nova Iorque nesta segunda-feira, com direito a chuva de papéis picados em Times Square, o coração da “capital do mundo”
Do nível dos míticos Steve Young, Dan Marino, John Elway e Joe Montana, Brady fez um duelo particular contra Eli Manning, irmão mais moço de Peyton Manning, quarterback dos Indianápolis Colts (campeão da última temporada).

Porém quem fez a diferença no jogo foi a forte defesa dos Giants, que fizeram cinco sacks (derrubar o quarterback) sobre Brady, algo inimaginável antes da decisão.

Além disto, quando perdiam no último quarto e precisavam completar uma quarta descida, Manning conseguiu se desvencilhar de um sack quase inevitável, correr e dar um passe que culminou em uma corrida de 45 jardas. Ou seja: além de continuar vivo no jogo, ainda ganhou muito terreno e ficou perto do touchdown.

Isto aconteceu algumas jogadas depois e os Giants completaram a zebra, conquistando seu terceiro SuperBowl! Vejam toda a jogada:

50 anos da tragédia de Munique - Homenagens pelo mundo

06 de fevereiro de 2008 2

No amistoso entre Inglaterra e Suíça, será realizado um minuto de silêncio em Wembley antes do jogo que marca a estréia de Fabio Capello no comando da Seleção Inglesa.

Também em solo da Grã-Bretanha, mas na República da Irlanda, será respeitado o mesmo minuto de silêncio antes do amistoso entre Irlanda e Brasil. A equipe da casa e o time do técnico Dunga respeitarão 60 segundos em memória e luto de uma das maiores tragédias do futebol mundial.

No dia 08 de fevereiro de 1958, há exatos 50 anosmorreram oito jogadores do Manchester United em um acidente de avião na cidade alemã de Munique. Maiores detalhes podemos ver em um post de dezembro aqui do Almanaque Esportivo.Arquivo Pessoal

Seria algo do porte de morrer subitamente metade do time de craques do Botafogo dos anos 60, incluindo Garrincha, e deixar feridos Nilton Santos, Vavá, entre outros. Dez anos depois, o Manchester United se sagraria campeão europeu, com o técnico Matt Busby e capitaneado por Bobby Charlton, dois sobreviventes da tragédia.

Mais do que um simples time, aquela equipe do Manchester é apontada como sendo um dos melhores times europeus de todos os tempos, mas o acidente matou oito jogadores, dois nunca mais jogaram e outros demoraram meses para se recuperar.

Os %22Bubsy Babes%22 jogavam um futebol ofensivo, altamente técnico no qual brilhava o jovem Duncan Edwards, apontado por muitos ingleses como o maior jogador de seu país em todos os tempos, e que faleceu precocemente aos 21 anos neste acidente.

No próximo dia 10, no clássico contra o Manchester City (que também perdeu um ex-goleiro na tragédia, o então jornalista Frank Swift), serão realizadas novas homenagens para as vítimas do acidente aéreo daquela gélida tarde de Munique.

O futebol mundial presta suas homenagens…

Postado por Alexandre Perin