Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Sempre ele, nosso ídolo máximo Galvão!

28 de maio de 2008 1

Galvão Bueno, sempre `profético`, aprontando mais uma das suas. No GP do Japão de 1993, após uma quebra de câmbio de Michael Schumacher (então na Benetton), o narrador oficial da Rede Globo disparou:

“…fizeram a opção deles… O inglês, o novo dono da Benetton, Walkinshaw, mais o Flavio Briatore, fizeram a opção… Não quiseram mais o Piquet e o Moreno… Olha, com o Schumacher e com o Brundle, eles vão gastar dinheiro, viu… Porque o que eles batem não é fácil, o que eles estouram de motor…”

Schumacher, na trágica temporada seguinte, de 1994, foi campeão mundial pela primeira vez. Ele seria mais seis vezes campeão do mundo e se tornaria o maior vencedor da história da Fórmula-1, com sete títulos e 91 vitórias, além de três vice-campeonatos e 31 recordes na categorias.

Outra besteira de Galvão em corrida de F-1 aconteceu neste mesmo ano. A Rede Globo vive fazendo besteira em treinos (acho que em 1999 simplesmente não mostrou a volta da pole-position de Jacques Villeneuve), mas Galvão prefere ficar xingando a geração do conteúdo da FOA.

Uma mais antiga eu já postei aqui… Galvão e Alain Prost na decisão de 1983 e confundindo os finlandeses, hehehe

Postado por Perin, morrendo de rir

Comentários (1)

  • Marcelo Tiarajú Gedoz diz: 29 de maio de 2008

    Isso é o que dá narrar eventos “in tube”…

Envie seu Comentário