Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Victor quebrando a maldição "Danrlei"?

16 de junho de 2008 3

Desde Danrlei, o Grêmio não tem um goleiro confiável, mas isto parece estar acabando com a afirmação indiscutível do arqueiro Victor. Hoje mesmo, dois colunistas da RBS, Wianey Carlet e Nando Gross, citaram a afirmação do goleiro, o melhor em campo na goleada de 3×0 sobre o Goiás que quebrou 12 anos sem vitórias no Serra Dourada. 

Danrlei foi a síntese do Grêmio no período áureo de títulos entre 1994 e 2001. Mas mesmo o ídolo máximo dos gremistas no final da década de 90 e início do século XXI alternou fases ruins como o período entre 97 e 99 e ainda o ano de 2003, seu último em dez anos como titular do Tricolor.

Eu, como sempre fui admirador da posição e tenho um bom conhecimento do assunto, considero que Danrlei sempre teve ótimos momentos quando teve um bom ou ótimo preparador de goleiros. Isto aliado a um talento natural poderia ter feito o arqueiro tricolor, de ótimos reflexos, boa saída de gol e agilidade, se tornar um goleiro de nível internacional.

Porém sua eventual displicência nos treinamentos, algo quase inconcebível no mundo dos goleiros (o primeiro a chegar, o último a sair), somado ao seu irascível temperamento (veja abaixo a lista de confusões nas quais Danrlei se envolveu), deixaram o arqueiro gremista com a fama de polêmico, temperamental e imprevisível.

O primeiro treinador de goleiros de Danrlei no profissional como titular foi Mazaroppi, que ficou até 1996. Para mim esta foi a melhor fase do goleiro gremista, diversas vezes convocado para a Seleção Principal, vice-campeão da Copa América 1995 e medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Atlanta em 1996.

Em 1997, assumiu Ademir Maria e de lá até 1999 Danrlei passou por um péssimo momento. Em certo ponto de 1998 e 1999, a torcida pediu a volta de Émerson, que vinha de passagens muito boas em Bragantino, América-RN e Juventude, o que não foi possível por questões pessoais. Muito contestado, Danrlei só não foi barrado oficialmente porque o reserva Murilo também tinha problemas técnicos e não conseguiu se firmar nas oportunidades que teve.

Em 2000, Danrlei passou a ser treinado por Pedro Santilli, preparador de goleiros de confiança do treinador Émerson Leão. Este foi embora rapidamente, mas Santili ficou por muito tempo, só saindo no início de 2003. Novamente Danrlei passou por um grande momento com um dos três melhores preparadores de goleiros do Brasil, na minha opinião.

Coincidência ou não, o goleiro tricolor voltou a ter momentos bem ruins após a saída de Santilli, com o ápice ocorrendo contra o Independiente de Medellín, quando o ícone tricolor falhou nos dois gols que selaram a eliminação gremista na Libertadores do seu Centenário. A máxima de que “Danrlei nunca falha em momentos decisivos” já não tinha mais sentido.

Nos meses finais daquela temporada, Danrlei entrou em atrito com o então técnico Adílson Batista, capitão dentro de campo do time multicampeão dos tempos de Felipão. Desgastado, o goleiro saiu do clube após mais de 600 jogos e se criou uma espécie de “maldição“, já que nenhum dos sete goleiros seguintes se firmaram no Olímpico. Naquele ano, Danrlei foi substituído pelos prata-da-casa Eduardo Martini e Marcelo Pitol, com resultados altamente insatisfatórios.

Claramente insuficientes para o Tricolor, eles foram substituídos em 2004 pelo paraguaio Tavarelli, campeão da América pelo

Postado por Perin, relembrando a odisséia gremista por goleiro

Comentários (3)

  • Filipe diz: 18 de junho de 2008

    Alguém sabe onde tem foto da ex-mulher do Danrlei? Tentei achar o nome dela ou foto na net e não encontrei, quero ver se valia tão a pena assim pro Palinha fazer uma trairagem dessas.

  • ezequiel diz: 17 de junho de 2008

    o próprio Danrlei desmentiu que foi o Adilson que afastou ele. Foi descisão da pior diretoria da história gremista(Saul e Obino)

  • Vânia Carvalho Santos diz: 8 de maio de 2009

    Eu tambem quero ver fotos da Michelle, por sinal, qual o sobrenome dela?????????

Envie seu Comentário