Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ingressos no clássico: a civilidade venceu!

23 de junho de 2008 8

Parabéns aos dirigentes de Grêmio e Internacional!

Após a reunião de hoje, ficou decidido que o Internacional terá direito a 2.700 ingressos para o clássico de domingo.

Para os Colorados, serão 200 cadeiras, 2.400 ingressos de inferior e outras 100 cadeiras para serem distribuídas para dirigentes e conselheiros.

A mesma quantidade será destinada ao Tricolor no clássico do Segundo Turno, dia 28 de setembro. E isto também valerá para os dois confrontos da Copa Sul-Americana 2008, ambos em agosto.

Ano passado sequer tivemos venda de cadeiras, que ficaram para as diretorias dos dois clubes. E se cogitou fortemente de não termos ingressos para torcida adversária, como ocorreu na Argentina recentemente.

Tudo isto em resposta aos incidentes no Beira-Rio em 2006 (final do Gauchão e 1° turno do Brasileirão), quando banheiros foram depredados e até incendiados em larga escala. Incidentes que, como sempre ocorrem neste país, foram de uma impunidade exemplar, sobretudo o caso dos fogo nos banheiros químicos, Brasileiro de 2006.

Mais vergonhoso porque neste caso temos imagens e, com uma mínima vontade dos clubes e da polícia, elementos conhecidos e famosos teriam sido facilmente identificados. Provavelmente medo de que alguns rostos famosos da sociedade de Porto Alegre fossem reconhecidos… 

outros incidentes de natureza semelhante no Olímpico, quando banheiros também foram quebrados, privadas e pias destruídas. O fato de terem sido menos extensivos da depredação ocorrida no estádio do Inter não isenta ninguém de culpa.

Vandalismo é condenável, ou em um termo mais adequado: execrável. Sem discussão. Sem “mas”. Sem perdão.

Felizmente, a civilidade venceu mais uma batalha pela dignidade e não-violência!

E que venha o Gre-Nal!

Postado por Alexandre Perin

Comentários (8)

  • Fernando diz: 24 de junho de 2008

    Eu sou a favor de Gre-Nal com apenas a torcida mandante no estádio. Sou gremista e já tive a péssima experiência de ir em Grenal no Beira-Rio. Foi simplesmente desastroso. GRENAL COM SOMENTE UMA TORCIDA JÁ!

  • Lucas Winckler diz: 24 de junho de 2008

    Perin, sempre que possível comento aqui no teu blog. No dia dos banheiros químicos cara, aqui foi quase que inevitável para um clássico que notoriamente é violento, não digo que foi de propósito porque seria demais, mas se tu tivesses acompanhado a entrada da torcida tricolor aquele dia, certamente, mesmo torcendo pra qualquer time, ficaria revoltado, TODO pessoal da inferior entrava por um espaço do tamanho de uma porta comum, pois visivelmente fizeram de propósito uma parede no portão..(cont.)

  • Lucas Winckler diz: 24 de junho de 2008

    ..claro desrespeito, tanto que o número de envolvidos nas invasões e nas agressões a policiais foi muito maior do que o número de marginais que vemos nas arquibancadas do Olímpico normalmente, tinha gente ali que tava irada mesmo, não era bandido, ladrão etc.(sei que tinha gente assim tb no meio). Não entendo até hoje porque o Inter também não foi denunciado, pois um torcedor do Inter invadiu a coréia para tentar puxar faixas da torcida do Grêmio, pode isso? Aquele dia foi todo errado e vejo…

  • Lucas Winckler diz: 24 de junho de 2008

    e vejo tudo como uma reação irresponsável a um tratamento igualmente irresponsável dos anfitriões e da zelosa brigada.

  • Lucas Winckler diz: 24 de junho de 2008

    (cont.) uma falta de respeito tremenda, ao lado do portão, o centro de eventos do Inter vinha sendo construído, existia entulho por toda parte, muito barro e por consequencia das chuvas tudo alagado. Na fila policiais à cavalo organizando(à cavalo e organizando fila? não combina), fazendo um isolamento de onde conseguíamos ver colorados apedrejando o ônibus do Grêmio livremente, sem policiamento(tem no clic essa noticia). depois de entrar na maldita porta, um corredor baixo, escuro, alagado…

  • Carlos diz: 24 de junho de 2008

    NAO HOUVE GRENAL EM 2005, ESTAS MAL INFORMADO

  • Lucas Winckler diz: 24 de junho de 2008

    …corredor totalmente embarrado também, onde á frente haviam 5 banheiros químicos para 3.000 pessoas, sem a higiene necessária(se a tentativa era proporcionar higiene, fizeram muito errado). Por algum motivo a polícia se movia a todo instante dentro do estádio, dando mostras de não estar em número suficiente, brecha pra malandro que adora confusão. Que posso dizer? Eu estava lá, na inferior, e não cometi nenhuma das barbaridades que ocorreram, mas vejo aquilo como uma reação à uma ação de…

  • Elizeu Drummond diz: 27 de junho de 2008

    Parem as máquinas!!!!! Inverte tudo o que foi escrito até hoje! Para o sr. Lucas Winkler, os torcedores do Grêmio (deveriam ser gremistas, já que estavam no lado do Grêmio e com a camiseta do Grêmio) foram INOCENTES de tudo! Na verdade a culpa da queima dos banheiros químicos é do Inter, da RBS, da Globo, do Noveletto, da CBF… É uma conspiração pra acabar com a Geral do Grêmio… É, concordo contigo! Melhor mesmo é Gre-Nal de uma torcida. Pra ter torcedor assim, melhor nem ter.

Envie seu Comentário