Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

2008 = 1982? Esperamos que não, parte I

08 de julho de 2008 1

No meu ponto de vista, salvo alguma situação extraordinária, o título da temporada 2008 da Fórmula-1 será decidido entre Felipe Massa e Kimi Raikkonen. Desde 1982 dois pilotos da Ferrari não eram tão favoritos ao título em situação de teorica igualdade dentro da equipe.

Algo totalmente impensável na “Era Schumacher” de 96-2006, pela disparidade técnica do alemão com seus companheiros Eddie Irvine e Rubens Barrichello. E menos provável em outros anos que a Ferrari foi apenas coadjuvante (somente em 1985, 1990, 1997 e 1999 a Ferrari teve chances de conquistar o título de pilotos).

Porém o que todos esperam é que a sorte dos pilotos da escuderia de Maranello seja totalmente diferente da ocorrida há 26 anos atrás. Em 1982, com um ótimo Ferrari 126C2, o time italiano era “a equipe a ser batida”, em uma temporada extremamente equilibrada.

A lenda dos “tifosiGilles Villeneuve e seu então amigo francês Didier Pironi eram os favoritos ao título. A Ferrari estava em favor do piloto canadense, a bordo de seu mítico carro de número 27. Mas nenhum dos dois foi campeão. Pior, o primeiro morreu e o outro ficou gravemente ferido. E o sonho do título só se concretizaria em 2000 com Schumacher… Esta é a história que iremos contar hoje:

Três anos antes, o comendador Enzo Ferrari na última prova da temporada de 1979, chegou no cockpit de Gilles e disse: “ajude Scheckter (Jody) a ser campeão que na próxima vez será você“. Com uma lealdade memorável, Villeneuve ajudou o sul-africano a conquistar o último título da Ferrari de pilotos entre 1979 e 2000. Dois anos frustrantes se passaram (com títulos para Alan Jones e Nélson Piquet) e chegamos a 1982.

As Renault de Alain Prost e René Arnoux, as Brabham de Piquet e Riccardo Patrese, e ainda as McLaren de Niki Lauda e John Watson eram os outros potenciais candidatos à vitórias. Isto sem contar as Williams de Keke Rosberg e Derek Daly, ou pilotos que eventualmente ganharam uma prova na temporada, como Elio de Angelis e Michele Alboreto.

No GP de San Marino em Ímola, as Ferraris de Gilles e Didier dispararam e venceriam com folga, aproveitando problemas com a Renault e um boicote de várias equipes por divergências de contrato entre FOCA e FIA.

Preocupada com os motores, a equipe italiana mandou os dois pilotos diminuir o ritmo, e Pironi encostou em Villeneuve. Faltando duas voltas, o francês surpreendeu a todos e passou Villeneuve, que não esperava a manobra. Ele devolveu a ultrapassagem, mas levou o troco na última volta. Pironi venceu e acabou com o clima entre os dois, até então amigos próximos. Vejam as imagens:

A corrida em San Marino seria seguida por um trágico final de semana em Zolder na Bélgica. Isto é assunto para mais adiante…

Postado por Perin, falando de um momento dramático da Ferrari

Comentários (1)

  • Robbie Fowler diz: 9 de julho de 2008

    Estou louco, ou ontem estava aqui a parte II; agora no lugar dela está a parte I, dizendo que a parte II é assunto de amanhã? :o)

    EDITADO: errei na hora de colocar os posts, agendei mal…

Envie seu Comentário