Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 5 agosto 2008

Brasileirão vs. Copa do Brasil

05 de agosto de 2008 9

Pessoal,

No post sobre times gaúchos liderando o Brasileiro, muita gente reclamou de coisas indevidas. A principal delas foi reclamar que o Grêmio foi “menos pesquisado” que o Internacional só porque apareceu menos vezes na liderança no levantamento que eu passei.

Certas coisas são indiscutíveis!Além de ter deixado claro algumas premissas nas análises, tem certas coisas que são evidentes em uma análise histórica!

É indiscutível que o Brasileirão é mais importante que a Copa do Brasil. E no Brasileirão, a vantagem do Inter é tão esmagadora quanto a do Grêmio na Copa do Brasil. Do mesmo jeito que é claro que o Tricolor tem resultados bem superiores em Libertadores com relação ao Colorado

Ou seja: é tão claro que o Grêmio ter melhores resultados em Libertadores, quanto é cristalino o fato do Internacional ser melhor em Brasileiros…

Copas do Brasil (incluindo anos que um dos times estavam na Libertadores)

Grêmio na frente do Inter em: 14 temporadas
1989, 1990, 1991, 1993, 1994, 1995, 1996, 1997, 1998, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004 – 4 títulos e 3 vice-campeonatos

Inter na frente do Grêmio em: 5 temporadas
1992, 1999, 2005, 2006, 2008 - 1 título

Iguais: 2007 (ambos na Libertadores)

Campeonatos Brasileiros

Grêmio na frente do Inter em: 15 temporadas
1977, 1981, 1982, 1983, 1984, 1986, 1989, 1990, 1993, 1996, 1998, 2000, 2001, 2002, 2007 – Dois títulos e um vice

Inter na frente do Grêmio em: 22 temporadas
1971, 1972, 1973, 1974, 1975, 1976, 1978, 1979, 1980, 1985, 1987, 1988, 1991, 1992, 1994, 1995, 1997, 1999, 2003, 2004, 2005, 2006 – Três títulos e quatro vices

Acho que agora não ficaram dúvidas…

Postado por Perin, dizendo que esta deu menos trabalho

Opinião: A baderna do futebol no Rio e SP

05 de agosto de 2008 1

É absolutamente inacreditável certas coisas que só ocorrem no futebol carioca e em alguns times de São Paulo. Hoje vimos cenas de barbárie no Centro de Treinamentos do Flamengo na Gávea. Revoltados com a queda do time na tabela, “bandidos uniformizados de torcedores” foram protestar e fazer tumulto no meio do treino.

“Com certeza” isto deve melhorar a performance dos jogadores, né? Pior, jogaram uma bomba no meio do campo, durante o treino! Alguns estilhaços acertaram Obina e Dininho. Felizmente não ocorreu uma tragédia, pois a bomba tinha alto poder destrutivo e explodiu no ar!

 

Como no Rio e SP os dirigentes (a maioria financiador destas organizadas) dão acesso livre, fazem demagógicas “reuniões” com os “líderes” das organizadas, chamam jogadores e treinadores para darem explicações para a torcida?

Sempre que vejo algo assim, penso o quão ridículo isto é. E quanto deturpada está a relação entre dirigentes, “torcedores organizados” e jogadores.  

Ah, é a cultura de futebol no Rio e no Corinthians e Santos“, dizem alguns amigos que torcem para estes times. Balela!

Eu mesmo já cansei de protestar contra dirigentes, mas no foro e no momento adequado. E da maneira certa.

Não sou o maior defensor de protestos em treinos, mas eles devem ser feitos de maneira silenciosa durante os trabalhos. A melhor maneira? Faixas! Depois do trabalho, gritos e palavras de ordem são aceitáveis, desde que não ultrapassem os limites e os direitos de cada um.

O organizado São Paulo não tem esta babaquice. O nem tão organizado assim Palmeiras já extirpou este comportamento há tempos. E alguém imagina um comportamento sequer parecido na Dupla Gre-Nal?

Falta pulso, vontade e interesse em defender os direitos do clube. Atleta tem que ser cobrado sim, mas pelos dirigentes se tiverem um comportamento indevido. Se eles são ruins, a culpa é deles mesmo.

Vocês já viram lá no Rio e SP torcedores cobrando dirigentes fortemente? Aqui no Sul acontece muito disto, em Minas Gerais também. Protestos contra jogadores são normalmente específicos e de atletas que não estão tendo a postura profissional adequada.

Mas o alvo na maioria das vezes é quem contrata um perna-de-pau ou não tem pulso para comandar o vestiário: o dirigente. Seja o Vice de Futebol ou mesmo o Presidente. E isto está certo, desde que respeitando regras básicas de civilidade.

Mas para quê desgaste? Para assumir a própria incompetência? Deixa um bando de idiota se fingindo de torcedor fazer isto pelos dirigentes. Sempre tem alguma besta capaz disto…

Postado por Perin, que se irrita com esta postura patética…

Musiquinha sensacional dos torcedores

05 de agosto de 2008 8

A torcida do Liverpool, antes famosa pela violência dentro e fora dos estádios, nos últimos dez anos tem se notabilizado pelo show nos estádios.

Eles já tem a “sorte” de ter o hino mais legal (mesmo que oficialmente nem seja um hino, já que é uma música pop do Elvis Presley) dentre todos. Já escrevi sobre ele há alguns meses, o imortal “You Never Walk Alone“. Isto sem contar uma inusitada “regravação” de La Bamba, para o técnico Rafa Benítez

Pois bem, esta é bem mais engraçada. Esta música é antiga, o Momo Sissoko e o John Riise nem jogam mais no Liverpool. Mas vale a pena repetir. Li sobre ela esta semana, realmente não conhecia.

A música enaltece a `melhor defesa` e o `melhor meio-campo` do mundo… Claro que é zoação, eles tão tudo “nas cachaça“, huahuahuahuahua. Mas vale o registro.

Tinha perguntado se alguém conhecia a música, e o leitor Maurício Camargo Brito conhece, então fica o crédito e meu agradecimento:

“A música dos torcedores no barzinho é The Entertainer, do filme “Golpe de Mestre”. Existe outra música do Elvis cantada nos estádios ingleses…”he Wonder of You”. Maurício Camargo Brito…autor do livro “Elvis. Mito & Realidade”.”

De fato, vejam uma reprodução isolada da canção!

Teve ainda a vez que eles ficaram “presos” dentro do estádio do Manchester United, após levaram 3×0 no lombo pelo Campeonato Inglês. Mesmo com a derrota, a torcida continuou na festa:


Postado por Perin, que adora a tribuna Kop!