Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 14 agosto 2008

Treze anos e 46 jogos sem pênaltis para o Inter

14 de agosto de 2008 23

Há 13 anos que o Internacional não tinha um pênalti marcado a seu favor em um clássico Gre-Nal. Ontem, no clássico 371, Guiñazu sofreu penalidade de Jean, convertida por Daniel Carvalho.

Em um jogo fraco tecnicamente no qual o Colorado mostrou seu desentrosamento, falta de preparação física, organização do time, enquanto o Tricolor manteve as virtudes que apresentou nos últimos meses, mesmo atuando com os reservas.

O curioso desta penalidade, além de ter sido a primeira em treze temporadas em favor do Internacional, é que ela foi somente a quinta em todo este período. Antes do lance, houve apenas quatro pênaltis a favor do Grêmio: em 1999, 2001, 2004 e 2008.

Este foi o primeiro pênalti marcado em favor do Internacional durante um clássico Gre-Nal desde o distante 02 de Abril de 1995. Na ocasião, em jogo válido pelo Gauchão daquela temporada, o Internacional saiu na frente com gols de Nando e Leandro Machado, enquanto o Grêmio descontou com Paulo Nunes. Foi Leandro Machado que cobrou a penalidade em favor do Colorado, ainda no primeiro tempo.

Para vocês verem quanto tempo já passou desde aquele dia: Paulo Nunes, Arce, Rivarola, Adílson, Dinho, e Wágner Mancini hoje estão aposentados no Grêmio, o mesmo valendo para Leandro Machado, Argel, Nando, Márcio Bittencourt no Inter…

EDITADO: Esclarecendo que Leandro Machado anunciou sua aposentadoria após romper os ligamentos do joelho no jogo Sport 2×2 Grêmio, Brasileirão 2008. Só clicar na matéria.

O mais incrível é que desde jogo em diante, passaram-se quatro anos sem uma penalidade em um Gre-Nal. Somente no dia 20 de novembro de 1999 foi marcado outro pênalti, desta vez em favor do Grêmio após toque de mão do zagueiro colorado Lúcio.

Ronaldinho, que voltava de jogos na Ásia pela Seleção Brasileira e estava muito mal fisicamente, bateu bem no gol de João Gabriel e fez o primeiro no empate de 1×1 no Olímpico, jogo válido pela Seletiva Pré-Libertadores.

Depois disto, voltamos a ter uma penalidade para o Grêmio em 2001. No massacre gremista de 4×2 no Gauchão de 2001( justo em um 1º de abril, para desespero dos vermelhos), o time treinado por Tite (hoje no rival), fechou a goleada com um gol de Zinho nos minutos finais de jogo, cobrando pênalti. O Grêmio chegou a abrir 3×0, levou dois gols no segundo tempo mas selou a vitória após penalidade sofrida por Rodrigo Mendes no estádio Olímpico.

Três anos se passaram, e outro pênalti para o Grêmio. Na Copa Sul-Americana de 2004, Cláudio PitBull cobrou e marcou o gol de empate na virada gremista de 2×1 no Olímpico. Depois do gol, Clemer se desentendeu com Luciano Santos e ambos foram expulsos. Coube ao goleiro colorado André fechar o gol nos minutos finais e garantir a classificação do Inter sobre o Grêmio (no jogo de ida, vitória colorada por 2×1).

2007:

Paulo Nunes, Dinho e um tal Felipão? Deu a lógica! – Brasileirão 1996
Uh, Fabiano: O Gre-Nal do 5×2 – Brasileirão 1997
Ronaldinho e Dunga: Um pirralho e um veterano – Gauchão 1999
Daniel Carvalho e o fim do sofrimento – Gauchão 2003
Fernandão e o gol 1000 – Brasileirão 2004
Quem ri por último, ri melhor – Brasileirão 2007

2008:
Muitos erros do Alício Pena Júnior – Brasileirão 2008
Pênalti sobre Nilmar – Brasileirão 2008
Grêmio não perde no Beira-Rio há quatro anos – Sul-Americana 2008