Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 1 setembro 2008

Spa: A maior batida de todos os tempos

01 de setembro de 2008 3

Acidente espetacular na largada/Reprodução ITV
Iniciando a semana Spa-Francorchamps revisitando grandes momentos existentes na fantástica pista da Fórmula-1, de quase 7km em uma área lindíssima da Floresta das Ardenas, na Bélgica.

Spa é a minha pista preferida, e também da maioria dos pilotos. Então começamos com o maior acidente de todos os tempos. Esta roubou a posição da batida de Jody Schekter e mais meio grid na primeira volta do GP da Inglaterra de 1975 em Silverstone.

O ano? 1998. Quem disputava o título? David Coulthard era coadjuvante, Michael Schumacher lutava muito com a Ferrari, mas Mika Hakkinen era o favorito ao título. Esta corrida eu não vi, pois estava viajando, mas em Santos-SP assisti o replay da largada e alguns dias depois vi o VT completo.

Chuva torrencial e a McLaren queria largada com safety car. Não foi atendida e obviamente deu %22inhaca%22: depois da primeira curva, Coulthard foi tocado, atravessou a pista, bateu e voltou. O resto você pode ver abaixo:

O resultado foram 14 carros envolvidos (incluindo uma patética batida do último no grid, o argentino Esteban Tuero, quando quase todo mundo estava parando). Como só um carro reserva estava disponível, vários pilotos não puderam relargar e as equipes optaram por quem estava melhor colocado no grid. Sobraram Olivier Panis, Mika Salo e Ricardo Rosset, além de Rubens Barrichello, então na Stewart, que se machucou levemente no braço.

Na relargada, batida de Hakkinen e Herbert, tirando ambos da prova. Coulthard e Alexander Wurz também se estranharam na primeira volta, e Coulthard foi para o fim da fila, se tornando retardatário. A corrida continuou e o acidente mais polêmico foi quando Coulthard estava levando uma volta de Schumacher e diminuiu a velocidade bruscamente. Schumacher não conseguiu desviar e bateu, com ambos abandonando a corrida. Chegando aos boxes, o alemão foi tirar satisfações com Coulthard e quase saíram no tapa. Veja as imagens:

A prova continuou com chuva torrencial e outros acidentes se sucederam. O japonês Shinji Nakano e o italiano Giancarlo Fisichella bateram violentamente na chincana Bus Stop, no último grande incidente da prova: