Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Spa: A maior batida de todos os tempos

01 de setembro de 2008 3

Acidente espetacular na largada/Reprodução ITV
Iniciando a semana Spa-Francorchamps revisitando grandes momentos existentes na fantástica pista da Fórmula-1, de quase 7km em uma área lindíssima da Floresta das Ardenas, na Bélgica.

Spa é a minha pista preferida, e também da maioria dos pilotos. Então começamos com o maior acidente de todos os tempos. Esta roubou a posição da batida de Jody Schekter e mais meio grid na primeira volta do GP da Inglaterra de 1975 em Silverstone.

O ano? 1998. Quem disputava o título? David Coulthard era coadjuvante, Michael Schumacher lutava muito com a Ferrari, mas Mika Hakkinen era o favorito ao título. Esta corrida eu não vi, pois estava viajando, mas em Santos-SP assisti o replay da largada e alguns dias depois vi o VT completo.

Chuva torrencial e a McLaren queria largada com safety car. Não foi atendida e obviamente deu %22inhaca%22: depois da primeira curva, Coulthard foi tocado, atravessou a pista, bateu e voltou. O resto você pode ver abaixo:

O resultado foram 14 carros envolvidos (incluindo uma patética batida do último no grid, o argentino Esteban Tuero, quando quase todo mundo estava parando). Como só um carro reserva estava disponível, vários pilotos não puderam relargar e as equipes optaram por quem estava melhor colocado no grid. Sobraram Olivier Panis, Mika Salo e Ricardo Rosset, além de Rubens Barrichello, então na Stewart, que se machucou levemente no braço.

Na relargada, batida de Hakkinen e Herbert, tirando ambos da prova. Coulthard e Alexander Wurz também se estranharam na primeira volta, e Coulthard foi para o fim da fila, se tornando retardatário. A corrida continuou e o acidente mais polêmico foi quando Coulthard estava levando uma volta de Schumacher e diminuiu a velocidade bruscamente. Schumacher não conseguiu desviar e bateu, com ambos abandonando a corrida. Chegando aos boxes, o alemão foi tirar satisfações com Coulthard e quase saíram no tapa. Veja as imagens:

A prova continuou com chuva torrencial e outros acidentes se sucederam. O japonês Shinji Nakano e o italiano Giancarlo Fisichella bateram violentamente na chincana Bus Stop, no último grande incidente da prova:

Comentários (3)

  • Francisco Luz diz: 1 de setembro de 2008

    Bah, essa eu vi ao vivo. Não olhava todos os GPs, mas os da Bélgica eu sempre vi. E foi sensacional ver o Eddie Jordan pulando que nem um maluco com o 1-2 no final.

  • Robbie Fowler diz: 1 de setembro de 2008

    We`re sorry, this video is no longer available. Twice.

  • Mauro diz: 24 de setembro de 2008

    Cara esta corrida me lembro, estava assistindo ao vivo quando tudo aconteceu.Pra mim um dos acidentes mais espetacular da F1,pois apesar da destruição ninguém se machucou sério, isto foi o positivo disto tudo. Abraços Xandão Mauro

Envie seu Comentário