Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 29 setembro 2008

Os maiores tenistas da história - Masculino e Feminino

29 de setembro de 2008 0

Levantamento com os dados dos maiores tenistas da história, incluindo total de títulos, recordes e curiosidades.

MASCULINO

Os maiores tenistas de todos os tempos, parte I

FEMININO

Os maiores tenistas de todos os tempos, parte II

Heidfeld bate recorde e completa 25º GP seguido

29 de setembro de 2008 0

O alemão Nick Heidfeld entrou para a história da Fórmula-1. Ele é o primeiro piloto a completar 25 GP`s consecutivos, marca que detinha antes ao lado do alemão Michael Schumacher. O heptacampeão completou todas as provas entre o GP da Hungria de 2001 e o GP da Malásia em 2003, 24 ao todo. Já seu compatriota viu a linha de chegada em todas as provas desde o GP da França do ano passado e a corrida de hoje em Cingapura.

Se Heidfeld terminar duas das últimas três provas, se iguala ao português Tiago VAGAROSO Monteiro (sim, este é o nome completo dele), que fez 17 em 18 na temporada 2006. Se chegar ao final em Monte Fuji, Xangai e São Paulo, Heidfeld também fica com este recorde.

Porém Heidfeld tem outras marcas recordes na F-1, e nenhuma delas muito positiva. É o piloto com mais pontos na história (196) sem vencer um GP e já correu em 147 GP`s. Se vencer uma prova na carreira, irá superar o inglório recorde de Rubens Barrichello, que venceu uma corrida após 123 GP`s.

Já Fernando Alonso conquistou sua 20° vitória, a primeira desde o GP da Itália de 2007. Foi ainda a primeira vitória da Renault desde 2006, conquistada pelo próprio Alonso.

Ele é o piloto em atividade com mais vitórias, três a mais que o finlandês Kimi Raikkonen (o atual campeão mundial). Ele está empatado com Mika Hakkinen, a duas de Damon Hill e a três do brasileiro Nélson Piquet.

Confira as vitórias de cada piloto ainda em atividade:

Fernando Alonso – Espanha – 20 vitórias
Kimi Raikkonen – Finlândia – 17 vitórias
David Coulthard – Escócia – 13 vitórias
Felipe Massa – Brasil – 10 vitórias
Rubens Barrichello – Brasil – 9 vitórias

Lewis Hamilton – Inglaterra – 8 vitórias
Giancarlo Fisichella – Itália – 3 vitórias
Jarno Trulli – Itália – 1 vitória
Jenson Button – Inglaterra – 1 vitória
Robert Kubica – Polônia – 1 vitória
Heikki Kovalainen – Finlândia – 1 vitória
Sebastien Vettel – Alemanha – 1 vitória

Postado por Perin, o primeiro a anunciar este recorde inútil

GP de Cingapura: Show de Alonso!

29 de setembro de 2008 1

Fernando Alonso, o grande vencedor em Cingapura

A corrida de hoje, o GP 900° da Fórmula-1 e o primeiro disputado à noite, foi sensacional. Ao contrário do que eu esperava, tivemos ultrapassagens na corrida em Cingapura, mais que em Monaco e infinitamente mais do que nas duas modorrentas pistas espanholas de Valencia e Barcelona.

Foi uma vitória suprema do espanhol Fernando Alonso, que contou com a sorte ao ser beneficiado pela batida de Nélson Piquet Jr. (que deve ter bailado na Renault depois de xingar o time no treino e bater sozinho de novo na corrida). Maior vencedor da F-1 na atualidade, o espanhol bicampeão mundial em 2005 e 2006 mostrou mais uma vez seu talento, saindo do 15° lugar e vencendo a corrida.

Porém, de novo, tivemos que aguentar o enésimo equívoco da Ferrari contra seus pilotos. Desta vez uma lambança já anunciada 2x em Spa e 1x em Valencia. É inconcebível que a maior escuderia da Fórmula-1 em todos os tempos tenha cometido tantos erros grosseiros na temporada. São seis erros contra Massa e cinco contra Raikkonen.

Mas este pode ter sido definitivo, já que Lewis Hamilton está sete pontos na frente, faltam somente três provas e dificilmente a McLaren comete os erros estúpidos que a Ferrari tem feito em 2008… E no ralo a fenomenal volta de Massa na pole-position0.6s mais rápido que Hamilton.

Buenas, vamos aos troféus da Fórmula-1 neste domingo, amargo para os brasileiros e feliz para o “Príncipe das Astúrias“, Fernando Alonso:

Troféu “Jim Clark”: Para Fernando Alonso, que quebrou o jejum de quase dois anos sem vitórias da Renault e mais de um ano para o espanhol. Um show nos treinos do bicampeão mundial, prejudicado pela pane da Renault no início do Q2 ontem. Com menção honrosa para Nico Rosberg, que chegou em segundo e superou o terceiro lugar do GP da Austrália neste ano.

Troféu “Rouge & Blanc”: Para Nico Rosberg, que teve que correr rápido a prova inteira e superar o erro da Williams ao chamar o alemão para os pits

Troféu “Didi Mocó Prize For Technical Achievements”: Ferrari e sua geringonça eletrônica ridícula de controle de saída nos pits. Menção (des)honrosa para a pífia corrida de Heikki Kovalainen e mais uma batida de Raikkonen, de novo no mundo da lua…

Troféu “Fiofó de Ouro”: Fernando Alonso, é claro. Só ganhou porque seu companheiro encheu o muro na hora exata. E ainda contou com as burrices de Williams e BMW, e com os erros da Ferrari, para vencer seu 20° GP. Curioso que Nelsinho foi 2° na Alemanha em condições idênticas: uma batida, um safety car na hora exata

Troféu “Chris Amon”: Para Nico Rosberg, que só não venceu porque sua equipe Williams cometeu a burrice de chamar o piloto com o Pitlane fechado. Seria sua primeira vitória na Fórmula-1.

Troféu “Dick Vigarista”: Para ninguém, todos agiram de maneira muito correta no GP.

Troféu “Porque Não Fiquei Com minha Boca Fechada”: Nelsinho Piquet, que falou muito durante a corrida…

Postado por Perin, que xingou várias vezes Domenicali