Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Inter faz maior goleada e quebra tabu no Beira-Rio

03 de outubro de 2008 2

A goleada de 4×1 simplesmente foi a maior do Internacional na história do Beira-Rio em um clássico Gre-Nal. O Grêmio nunca tinha tomado quatro gols no estádio inaugurado em 1969.

O Colorado, que chegou a ficar quase 40 anos sem golear o rival, entre 1954 e 1994, quando times reservas se enfrentaram na última rodada do Campeonato Gaúcho daquele ano e o Inter venceu por 4×1. Desde então, o Colorado fez outra goleada, o histórico 5×2 em pleno Olímpico em 1997.

Porém os números colorados no Beira-Rio são bem mais modestos. Desde 1969 jogando neste estádio, o Colorado jamais havia vencido por 4 gols de diferença, sequer enfiado 4 gols no Tricolor. Antes, o Inter somente vencera por 3×1: em 1976 pelo Campeonato Brasileiro, e em 1982 nas finais do Gauchão (o célebre Gre-Nal dos três gols de Geraldão).

Curioso é que nem nos Eucaliptos as goleadas eram generosas para o Colorado. No lendário estádio da Rua Silveiro, as maiores goleadas foram de “somente 5×1″, em 1952 e 1943. A maior goleada da história com o Internacional como mandante foi há longínquos 92 anos, um 6×1 na Chácara dos Eucaliptos (é outro estádio, não confundam!) no qual o ponteiro Vares fez os seis gols!

Parece um absurdo achar que 5×1 não é goleada, mas naquela época os gols eram bem mais comuns. Tempos que viram surras de 7×0, 6×0, 6×1, 7×3, 6×2 em favor do Rolo Compressor colorado daqueles tempos.

Só que estas goleadas foram todas nos estádios gremistas da Baixada e do Olímpico, no campo da Timbaúva (do Força e Luz) e em amistosos no Interior (no estádio da Montanha, em Bento Gonçalves).

Além disto, foi a primeira vitória colorada no Beira-Rio desde 15 de setembro de 2004, um 2×0 pela Sul-Americana com gols de Fernandão e Chiquinho. Desde então, o Internacional ficou sem vencer em casa por quatro jogos:

- Gauchão 2006 – 1×1 – Grêmio campeão estadual

- Brasileirão 2006 – 0×0 – Inter com reservas, incêndio nos banheiros químicos

- Brasileirão 2007 – 0×2 – Grêmio supera trauma da final da Libertadores e vence fora

- Sul-Americana 2008 – 1×1 – Grêmio com reservas arranca empate fora

Comentários (2)

  • colorado diz: 4 de outubro de 2008

    Isso mostra bem o que é o futebol do time do gremio em todos os tempos: qdo joga fora, se caga, joga fechado, retrancado e perde. Toma poucos gols, mas perde.
    Qdo joga em casa, acha que tem bola, se abre e toma vários na cola!
    Simples.
    Vergonhoso.

  • Marco Antonio Baptista diz: 4 de outubro de 2008

    Perin por favor conta a história toda, não faça como os tricolores que ignoram em seu site a existência dos grenais … diz aí que em 1938 houve um grenal que o Inter venceu por 6 X 0 ( seis à zero – Rolo Compressor ), grenal este em que o árbitro Álvaro Silveira anulou cinco gols consecutivos do Inter pois achava que “era gol demais para um só grenal”. Por que será que ele fez isso ehem ??? será que naquela época eles já diziam injustificadamente a frase “nada pode ser maior”.

Envie seu Comentário