Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

GP DA CHINA - A vitória 200 da Grã-Bretanha na F-1!

20 de outubro de 2008 1

O vencedor e futuro campeão Hamilton, e o derrotado Massa

Em uma monótona corrida, sobretudo na parte de cima da classificação, o inglês Lewis Hamilton ficou muito próximo de seu primeiro título mundial de Fórmula-1. O piloto britânico ganhou de ponta a ponta o GP da China disputado na bela pista de Xangai, largando na pole, liderando praticamente a prova inteira e ainda fazendo a melhor volta da prova, com larga vantagem sobre as Ferrari. Foi a 200° vitória da Grã-Bretanha na categoria.

Ao brasileiro Felipe Massa, que ficou muito longe do desempenho das McLaren, ficou a reza (braba) de que o raio caia no mesmo lugar de novo e Hamilton, sete pontos na frente, jogue fora o título no GP do Brasil, daqui a duas semanas. Com um péssimo carro, ele contou ainda com o jogo de equipe de Kimi Raikkonen, que cedeu a segunda posição na parte final da prova.

Os brasileiros Nélson Angelo Piquet e Rubens Barrichello fizeram boas provas. Nelsinho, que largou em 10° lugar, chegou em 8°. Já Barrichello, que largou em 12°, terminou na 11° colocação, bem à frente do companheiro Jenson Button. Rubinho deve se despedir da categoria na próxima prova, o GP do Brasil após 15 temporadas na categoria e quase 300 GP`s disputados.

Detalhe interessante: Nick Heidfeld, que fez ótima prova e chegou em 5° lugar, pode bater outro recorde na categoria e igualar-se ao português Tiago Monteiro com 18 corridas completadas em uma única temporada.

Detentor do recorde de 27 GP`s consecutivos terminados, o alemão da BMW pode chegar aos 18 GP`s completados em um único ano, repetindo o feito de Monteiro pela Jordan em 2005.

Buenas, vamos aos prêmios do final de semana:

Troféu “Jim Clark”Lewis Hamilton, sem dúvida. Em uma corrida monótona, o brilho de Hamilton destoou da mediocridade geral. Sem erros, perfeito e muito próximo do primeiro título. Seu segundo “Grand Slam“, com vitória, pole e melhor volta (o primeiro havia sido no GP de Japão de 2007).

Troféu “Rouge & Blanc” – Para Fernando Alonso. Pela soberba ultrapassagem sobre o medíocre Heikki Kovalainen no retão de Xangai, aproveitando o embalo ganho na curva inclinada antes da reta.

Troféu “Dick Vigarista” – Para Sebastien Bourdais, que causou um acidente tosco na largada e tirou Jarno Trulli da prova.

Troféu “Fiofó de Ouro” – Para ninguém. Não vi ninguém ter sorte na prova, apenas competência ou incompetência.

Troféu “Chris Amon” – Para Adrian Sutil, que quebrou de novo. O alemão da Force India já tem 11 abandonos em 17 provas no ano. Quando ele não faz bobagem, o carro quebra.

Troféu “Didi Mocó Prize for Technical Achievements” – Para Kovalainen, que além de não estar correndo nada, ainda teve um pneu furado. O finlandês vai terminar na ridícula sétima colocação da classificação de pilotos, vendo seu companheiro de equipe provavelmente ser campeão. Vergonhoso.

Troféu “Porquê Não Fiquei Com Minha Boca Fechada” – Para todo mundo que disse que Xangai era pista da Ferrari. Foi um vareio da McLaren

Agora é tudo em Interlagos! Mas acho que o Brasil vai completar mais um ano na fila…

Comentários (1)

  • Francisco Luz diz: 20 de outubro de 2008

    Mônaco 2007? Não foi o Alonso que venceu essa? Acho que o outro hat-trick dele foi Canadá/07, não?

     

    EDITADO: Nem uma nem outra. A minha memória me traiu, a vitória foi no GP do Japão em Monte-Fuji, 2007.

Envie seu Comentário