Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Torcida do Flamengo quer imitar a do Inter de novo

29 de outubro de 2008 15

E os cariocas seguem plagiando os gaúchos… Hoje li no Clube da Bolinha (um dos blogs com maior audiência da RBS) que o Flamengo quer imitar (de novo, pois já fez isto ano passado com o “Tema da Vitória”), uma canção criada pela Guarda Popular do Internacional. Agora o alvo é “Minha Camisa Vermelha“, adaptação de “Pelados em Santos”, dos Mamonas Assassinas.

Em maio fiz uma série de reportagens sobre o fenômeno das “Barras”, que está mudando para melhor o ritmo nos estádios brasileiros. Ao invés das músicas essencialmente ofensivas, a dupla Gre-Nal está criando um fenômeno que mistura música popular, rock e clássicos do Brasil e do Mundo em canções altamente ritmadas e com belas melodias.

Melhor ainda: não só a “Popular” quanto a “Geral” cantam, como praticamente todo o estádio vai no mesmo embalo. Recentemente, a Geral fez isto com “Festa de Arromba“, de Erasmo Carlos, um clássico da Jovem Guarda, que virou “Festa da Geral“. Já a Popular reinventou “Seven Nation Army“, da banda norte-americana White Stripes.

Evidentemente, quando Flamengo e Corinthians, embalados pela força da Rede Globo, fazem cópias escarradas, ganham mais espaço na mídia nacional. Isto vai acabar acontecendo novamente.

Mas, ao menos no Rio Grande do Sul, nós saberemos quem tem a verdadeira originalidade…

Nos anos 90, a dupla Gre-Nal imitava os carioc as. Agora inverteu a origem das canções. E, além de inverter, MELHOROU: é menos ofensivo, é mais bonito e harmonioso. É melhor.

Postado por Perin, entusiasta deste modelo de torcer…

Comentários (15)

  • Luis Paulo Massa diz: 4 de dezembro de 2008

    A versão do TEMA DA VITÓRIA foi cantada pela primeira vez em meados de 2007 pela torcida do Flamengo , há mais de um ano. A torcida do Inter imitou sim

    EDITADO: confirmo a minha informação, Luís

    Confirmo a minha informação
     
    A nova cançao do Flamengo foi utilizada a partir de 29/09/2007
    Flamengo 1×0 Atlético-MG
     
    Em agosto de 2007 ja usamos na comemoração da Recopa:
     
    Mas começou na 4º rodada, Inter x Náutico no Beira-Rio ainda em Junho!
     
    E a prova em uma matéria do Esporte Espetacular, para ficar sem dúvidas

    http://br.youtube.com/watch?v=re38MDtdM6I

    grande abraço, obrigado pela audiência

  • colorado diz: 29 de outubro de 2008

    Putz… nos dedão hein Lucas….!

  • Júnior diz: 29 de outubro de 2008

    segundo o Lucas, a geral inventou toda forma de torcer..

    procura ler sobre Vicente Rao. Inter, pioneiro em torcidas.

  • Carlos Henrique diz: 30 de outubro de 2008

    Calma, Alexandre! Um dia, quem sabe, teu Inter chega lá! hahahahahahahah…

  • Felipe diz: 31 de outubro de 2008

    Eu moro há 500 km de POA… Desde os 12 anos eu frequento jogos do grêmio …e não foram poucos….´só que sempre frequentei o âmbito das torcidas…desde a jovem, raça, garra e agora a geral… vc assiste as partidas das cadeirinhas, comendo seu amendoinzinho…e chiando o tempo todo q nem uma chaleira… primeiro leia o sentido da minha frase antes de apostar…

     

    Editado: Pela democracia que adoto aqui nos comentários, resolvi aprovar. Até de organizada já fui, e tenho mais de 60 jogos fora de Porto Alegre. Inclusive na tua cidade já fui ver 2 jogos em 1995 e outro ano que não lembra… E de fato sou torcedor de amendoim. Comi um monte deles para poder ter energias e ir de ônibus ao Serra Dourada em Goiânia para assistir um jogo e voltar… 32h de ida e 40h de volta por causa de problemas (tentativa de assalto na estrada)

  • João Renato Alves diz: 29 de outubro de 2008

    Só corrigindo, a música que a Geral adaptou não foi “Festa de Arromba”, e sim “Whiskey A Go-Go”, do Roupa Nova.

  • paulo diz: 29 de outubro de 2008

    é isso aí perin, a torcida do grêmio imita a do boca escancaradamente (vide alma castelhana)e o pior em PORTUNHOL! com vantagem para os originais argentinos é claro!

  • joao diz: 30 de outubro de 2008

    Perin. e porque a nossa globinho não grava e mostra primeiro os nosso cantico?poruq fica mosquiando e deixa os outros se fazerem sobre nossas ideias??

  • Felipe diz: 29 de outubro de 2008

    Tah bom perin….e o inter n copiou nenhuma do river neh?? Vc é uma piada…n entende nd de futebol e menos ainda de torcida!!!

     

    Editado: acho que não entendestes meu ponto. Não importa quem copia quem, e sim que a propagação deste novo estilo é benéfica ao futebol brasileiro, por diminuir o número de ofensas e aproximar o restante dos torcedores de quem canta este tipo de canção.. Leia a série sobre “Barras” e entenderás. Abraços

     

  • Tiago diz: 29 de outubro de 2008

    A torcida do gremio foi a primeira no Brasil a… IMITAR os argentinos. Todas as barras de todos os times são apenas cópias do que os argentinos já faziam desde sempre. Muitos azuis insistem nessa bobagem como se eles tivessem criado algo, quando na verdade foram apenas os primeiros a COPIAR os hermanos.

  • Marco diz: 30 de outubro de 2008

    Não adianta, os azuis continua achando que ela inventou o jeito portenho de torcer, é mais um delírio de quem vive num universo paralelo onde títulos da 2ª divisão tem valor, estádios virtuais são magníficos e o celso roth é treinador. O cara tenta exaltar uma mudança no eixo de influência cultural, que sempre veio lá de cima e eles distorcem tudo. Por isso é que vira e mexe acabam na Segundona…

  • Lucas Winckler diz: 29 de outubro de 2008

    Perin, Seven Nation Army foi amplamente cantada pela torcida italiana na última Copa. Em termos de originalidade tens que admitir que a torcida do Grêmio começou tudo e o Inter apenas foi mais um que seguiu o embalo. Mas sei que fica difícil, já que não podes deixar de lado 40% (45 sendo muito bondoso) do nosso estado. O Inter nasceu para seguir o ditado: “Hay gobierno, soy contra”, claro que adaptado para o futebol e contra “solamente” o Grêmio.

    EDITADO: Lucas, eu sei que a torcida italiana cantou. Assim como cantava em 1998 a “Marcia Trionfale“, da ópera Aída de Verdi e isto foi copiado em todo o mundo. A questão é fazer uma letra específica.

    Vamos lá, todo mundo copia. A do Grêmio copiou 90% das músicas de times argentinos até bom pouco tempo atrás. E nos anos 90, a Dupla Gre-Nal copiava todas as músicas de todos os times do Rio e SP.

  • Felipe diz: 30 de outubro de 2008

    Já li o artigo barras, e por isso disse q vc n entende nd de torcidas…. alias, vc n frequenta para achar q sabe tanto…. e para finalizar, entregou sua ooção clubistica….

     

    Editado: Felipe, faço uma aposta contigo que não vistes jogos “in loco” mais do que eu nos últimos 13 anos. E sobre a opção clubística, como falei há algum tempo, uns 5 segundos de pesquisa no google indicam que time eu torço. Abraços

  • Rafael diz: 2 de novembro de 2008

    Parei de ler quando cheguei nesta parte “as torcidas da dupla grenal inventaram”…. inventaram nada, copiaram os argentinos.

  • Gabriel diz: 5 de novembro de 2009

    Nossa… então agora é assim… td q a torcida do inter cantar ngm canta + ??

    kkk’ isso não prova nd… so prova q vcs tem inveja do flamengo somente isso. i tbm, a musica não é di vcs a musica é dos mamonas então canta qm qr!

    Obs: Vcs jah copiaram agente tbm !

Envie seu Comentário