Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 7 novembro 2008

Kléber estaria suspenso por 19 jogos na Inglaterra!

07 de novembro de 2008 1

Na terra da Rainha, Kléber seria suspenso por 19 jogos!/Mauro Vieira - ZH

Ahhh, se o Kléber, do Palmeiras jogasse na Inglaterra… Se ao invés do defasado, ridículo, não-progressivo Código Disciplinar Brasileiro de Futebol, o moço da foto tivesse que obedecer as regras disciplinares do futebol inglês, ele estava ferrado!

Todo o sistema pode ser visto em um post da semana passada aqui mesmo no Almanaque Esportivo.

Kléber recebeu no jogo Santos 1×2 Palmeiras o seu 12º cartão amarelo e está suspenso pela 4º vez no Campeonato Brasileiro pelo acúmulo de três amarelos. Ele é o recordista, ao lado do volante Augusto Recife, do Ipatinga.

Além disto, já foi expulso três vezes na temporada, uma pelo segundo amarelo e duas por agressão. Foram nos jogos contra Atlético-PR, Náutico e Goiás.

Kléber recebeu cinco amarelos pela primeira vez no jogo contra o Grêmio, no final do 1º turno. Antes já havia sido expulso contra o Atlético-PR (entrada violenta que colocou risco integridade do adversário), Náutico (dois amarelos) e Goiás (agressão sem bola).


O cartão amarelo de número 10 veio bem depois, há poucas rodadas. E eu nem vou comentar os jogos que ele agrediu alguém e não foi para rua (Internacional, Figueirense e Atlético-MG…).

Vamos comparar quantos jogos Kléber ficou suspenso por aqui e ficaria se jogasse sob as rígidas leis inglesas. O resultado é impressionante.

BRASIL

Advertências: 12 amarelos = 4 suspensões -> Resultado: 4 jogos ausente
Expulsões: 3 cartões vermelhos = 3 suspensões -> Resultado: 3 jogos ausente
OBS: Kléber não pegou nenhuma pena adicional por quaisquer expulsão

TOTAL DE JOGOS SUSPENSO: 

SETE JOGOS

INGLATERRA (em ordem cronológica, pois faz diferença)

- 3 jogos pela expulsão contra o Atlético-PR (entrada violenta).

- 1 jogo pela expulsão contra o Náutico (2 amarelos).
Mais 1 jogo-extra por já ter sido suspenso antes (a expulsão).
3 jogos pela expulsão contra o Goiás (agressão sem bola).
Mais 2 jogos-extra por já ter sido suspenso (as 2 expulsões).
1 jogo pelo acúmulo do 5º cartão amarelo.
Mais 3 jogos-extra por já ter sido suspenso (as 3 expulsões).
1 jogo pelo acúmulo do 10º cartão amarelo.
Mais 4 jogos-extra por já ter sido suspenso (as 3 expulsões e 1 acúmulo de amarelos).

TOTAL DE JOGOS SUSPENSO: 
DEZENOVE jogos!!!!!!

NOVE jogos suspenso pelos incidentes em si, e mais DEZ jogos pelo histórico anterior na mesma competição.


Resumindo, Kléber não estaria suspenso pelo amarelo de domingo contra o Santos. Porém ao invés de SETE jogos ausente por cartões amarelos e vermelhos (como de fato cumpriu na legislação Brasileira), o atacante teria cumprido DEZENOVE partidas, um turno INTEIRO, de suspensões se jogasse na Inglaterra.

E pagado multa até cansar pro STJD. Que, aliás, absolveu Kléber nas três expulsões em julgamentos posteriores, pegando sempre a automática de um jogo!

A diferença é que na Inglaterra o sistema pune quem tem um histórico ruim anterior (em progressão exponencial), além de ser mais rigoroso nas punições por expulsão.

Como estava o Brasileirão 2007 na 33º rodada?

07 de novembro de 2008 0

Brasileirão 2007, 33º Rodada

Se em 2008, o panorama do Campeonato Brasileiro se avizinha em favor do São Paulo mas com pelo menos quatro times (Palmeiras, Grêmio, Cruzeiro e Flamengo) ainda com chances do título e separados por cinco pontos, a situação no ano passado era diferente na 33° rodada do Brasileirão 2007.

Naquela ocasião o São Paulo (então campeão) liderava com enorme vantagem e já era o virtual campeão com 70 pontos, absurdos 15 pontos na frente do vice-líder Santos.

Este e mais Palmeiras, Cruzeiro, Grêmio (54 pontos, em 5° lugar) e Flamengo disputavam as últimas três vagas para a Libertadores separados por apenas três pontos (55 a 52). Curiosamente, parecido com este ano, quando os cinco primeiros estão separados por apenas cinco pontos.

Na reta final, o Flamengo de Joel Santana atropelou e ficou com uma das vagas, o Santos se afirmou como vice-campeão. Palmeiras, Grêmio e Cruzeiro disputaram até a rodada final, quando o time mineiro acabou se classificando para a Libertadores.

Na zona de rebaixamento, tínhamos um time matematicamente rebaixado (o América-RN com risíveis 16 pontos) e um muito perto disto (Juventude, com 37). Mas do 8° colocado Botafogo (46 pontos) até o 17° Corinthians (41 pontos) todos possuíam algum risco, incluindo o claudicante Internacional, com apenas 44 pontos.

No final das 38° rodadas, o Corinthians se juntou ao Paraná, Juventude (que reagiu e quase escapou) e América-RN. Todos eles foram rebaixados da temporada 2007. O Corinthians já subiu, o Juventude ainda tem chances, enquanto América-RN e Paraná estão rezando para não cair…

Postado por Perin, que não aposta nada em 2008

Alex quebra invencibilidade de cinco anos do Boca!

07 de novembro de 2008 7

D`Alessandro: passe magistral para gol de Alex
Com a vitória de 2×1 do Internacional, caiu a invencibilidade de 29 jogos (cinco anos) do Boca Juniors em La Bombonera, por jogos continentais. E antes do jogo de hoje, somente na final da Libertadores 2001 temos uma derrota do Boca Juniors registrada em seus domínios, 1×0 para o Cruz Azul (mas o time de Carlos Bianchi venceu nos pênaltis).

A última derrota do time de Buenos Aires havia sido nas quartas-de-final da Copa Sul-Americana 2003, 1X0 para o Atlético Nacional de Meddelín. Curiosamente o autor do gol foi Edixon Perea! Sim, o atacante colombiano que hoje joga no Grêmio. No jogo de volta, o Boca levou 4×1 e foi eliminado.

Alex
foi mais uma vez o herói colorado na Sul-Americana. Ele foi o autor do 2° e decisivo gol da partida, recebendo passe monumental do argentino Andrés D`Alessandro.

Em homenagem ao meia-atacante Alex, 30 gols na temporada 2008, sua jogada magistral no jogo de ontem em La Bombonera. Uma “janelinha” no meio das pernas do atacante Luciano Figueroa. Vejam vocês:

Postado por Perin, direto do túnel do tempo