Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 24 novembro 2008

Ferrari fiasco, parte II: Austria 2002, o vexame

24 de novembro de 2008 1

Rubinho e Schumacher na reta de chegada...

Eu nunca tinha escutado vaias tão estrondosas na Fórmula-1 até o GP da Áustria de 2002. Sim, foi aquela corrida que Rubens Barrichello deixou Michael Schumacher passar na última curva e ganhar a prova.

Com o alemão disparado na liderança da temporada, Rubinho fazia uma corrida magnífica liderando de ponta a ponta a corrida em Zeltweg. Este incidente foi lembrado em uma longa entrevista do brasileiro, em vias de se aposentar, ontem no Fantástico.

Faltando oito voltas, com o alemão em segundo lugar, Rubinho começa a ser contactado pela equipe e ordenado por Jean Todt a deixar o alemão passar. Na última volta, na última curva, isto acontece.

O resultado? Uma vaia imensa no circuito, de maioria alemã e torcedora de Schumacher, que não aceita o que acabou de ver e reprova a atitude. Um pódio ridículo, com Schumacher deixando Barrichello subir para o primeiro lugar e um olhar simplesmente destruidor de Ralf Schumacher contra seu próprio irmão. Vejam as imagens e lembrem-se:

E uma entrevista em 2007 sobre isto:

Minha opinião: foi um erro grosseiro da Ferrari. Schumacher não precisaria, seria líder isolado de qualquer maneira. A equipe italiana liderava com tanta vantagem que aquilo foi um desgaste desnecessário.

Rubinho errou também. Ficou com a imagem de capacho eterno, poderia ter sim segurado a posição. Que arrumasse uma confusão, azar. Ficou com a imagem de medroso, de covarde.

Postado por Perin, que ficou enojado naquele dia…

Caso Peru: em outubro, a Polônia cedeu

24 de novembro de 2008 4

Grzegorz Lato, artilheiro da Copa de 74 e novo presidente da Federação Polonesa

Em outubro, um caso muito semelhante ao existente hoje no futebol do Peru (que pode mudar a divisão de vagas na próxima Copa Libertadores), ocorreu no futebol europeu. A ação da FIFA foi enérgica, e no final a entidade saiu vencedora da disputa.

No mês anterior, o Comitê Olímpico da Polônia nomeou um interventor na Federação Polonesa de Futebol, em uma clara interferência do governo federal sobre o futebol do país, algo que a FIFA rechaça sob quaisquer hipóteses.

Ao ficar ciente do fato, no dia 02 de outubro a FIFA deu o prazo de até 06 de outubro para solução do problema, considerando inválido quaisquer documentos assinados pelo interventor, Robert Zawlocki. 

A Federação Polonesa de Futebol não deveria ficar sob chancela do Comitê Olímpico Polonês, mantendo a independência definida nos estatutos da FIFA. A punição para não cumprimento destas determinações seria a suspensão da Polônia nas Eliminatórias para a Copa de 2010. E que a FIFA iria comunicar o Comitê Olímpico Internacional das ações cometidas pelo COP.

Exatamente no dia 06 de outubro, a Federação Polonesa, o Comitê Olímpico Polonês e o Governo da Polônia entraram em acordo e enviaram uma carta para a FIFA, informando os próximos passos e concordando com os princípios impostos pela FIFA.

No dia 10 de outubro, um acordo definitivo foi assinado: um comitê independente foi criado, eleições na Federação Polonesa de Futebol foram marcadas para o final do mês.A FIFA e a UEFA, após as eleições, seriam responsáveis por ajudar o Governo Polonês a eliminar ações de grupos criminosos dentro do futebol daquele país.

As eleições correram conforme o previsto e a lenda Grzegorz Lato, artilheiro da Copa do Mundo de 1974, foi eleito o novo presidente da Federação Polonesa de Futebol.

A FIFA, para variar, ganhou a disputa.

Postado por Perin, que não concorda com a postura da FIFA

Souza tenta o tri, Marcel e Pereira querem o bi

24 de novembro de 2008 3

Andrade, pentacampeão brasileiro como o ex-gremista Zinho

O meia gremista Souza será o único atleta gremista a conquistar um tricampeonato brasileiro caso o Grêmio conquiste o título nacional. Curiosamente, Souza venceu em 2006 e 2007 justamente pelo São Paulo, líder da competição faltando duas rodadas para o término da competição. Outro fato em comum é que o Tricolor, último gaúcho campeão brasileiro, busca também o tri, afinal conquistou os Campeonatos Brasileiros de 1981 e 1996.

Porém o polivalente meio-campista não é o único campeão nacional entre todos os atletas do Grêmio. Marcel foi campeão ano passado, também jogando pelo São Paulo sendo reserva do goleador Aloísio. Outro atleta campeão nacional é o zagueiro Pereira, um ilustre reserva no Santos campeão brasileiro de 2004.

Evidentemente, o atual bicampeão nacional São Paulo é o time brasileiro com mais jogadores campeões: 15, alguns atletas com duas conquistas. O Cruzeiro e o Santos tem 5 campeões nacionais, enquanto o Palmeiras tem 4 jogadores. Grêmio e Internacional possuem três campeões.

Ao longo da história, os jogadores com mais conquistas são Andrade e Zinho, que venceram o Campeonato Brasileiro por cinco oportunidades. Andrade tem quatro títulos pelo Flamengo e um pelo Vasco da Gama. Já Zinho tem dois títulos no Flamengo, dois no Palmeiras e um no Cruzeiro. Ele é o único atleta brasileiro tricampeão consecutivamente (1992, 1993 e 1994), feito que pode ser igualado por Souza e por vários são-paulinos

Entre os treinadores, o maior campeão de todos os tempos é Wanderley Luxemburgo, com cinco conquistas. O falecido Ênio Andrade venceu três vezes, assim como Rubens Minelli. Dos que estão em atividade no futebol brasileiro, Muricy Ramalho tem dois títulos, enquanto Geninho e Nelsinho Baptista possuem uma conquista.


JOGADORES CAMPEÕES

1º SÃO PAULO (15 jogadores): Bosco, Rogério Ceni, André Dias, Miranda, Júnior conquistaram 2 títulos. Já Hugo, Anderson, Jorge Wagner, Fabiano, Sérgio Mota, Dagoberto, Borges possuem um título.

2º CRUZEIRO (5 jogadores): Fábio, Jadílson, Maurinho, Fabrício, Thiago Ribeiro possuem um título nacional.

2° SANTOS (5 jogadores) Fábio Costa e Kléber possuem dois títulos, Kléber Pereira, Fabão e Fábio Santos possuem um título.

4º PALMEIRAS (4 jogadores): Martinez, Gladstone, Leandro, Alex Mineiro possuem um título.

5º GRÊMIO (3 jogadores): Souza tem dois titulos, enquanto Pereira e Marcel possuem um título.

5° INTERNACIONAL (3 jogadores): Gustavo Nery, Rosinei e Nilmar possuem um título.

5° VASCO DA GAMA (3 jogadores): Edmundo tem três títulos, já Odvan e Pedrinho tem dois

Postado por Perin, com dados do IPE