Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 23 dezembro 2008

Ranking de eleições no futebol brasileiro

23 de dezembro de 2008 2

O Internacional, clube com mais sócios no futebol sul-americano, também já possui o maior pleito da história dos grandes clubes de futebol do Brasil.

Os 7.400 eleitores que compareceram há duas semanas, de um universo de 25 mil sócios aptos para votar, fizeram da eleição de 2008 para Presidente e formação do Conselho Deliberativo a maior do futebol brasileiro.

Na eleição anterior em 2004, aproximadamente 4 mil de quase 9 mil aptos compareceram ao Gigantinho no dia de votação. Em um clima de paz eleitoral, os últimos anos nada se parecem com os pleitos entre 1996 e 2002 no Beira-Rio, em épocas de vacas magras no futebol e forte pressão popular.

Na eleição mais tumultuada da história recente do clube foi em 1998. Então unidos na Oposição, Fernando Miranda e Fernando Carvalho conseguiram 1.392 votos para sua chapa no Conselho Deliberativo, contra 1.046 votos da chapa de Situação, comandada pelo finado e então presidente Paulo Rogério Amoretty. Como na época a eleição não era proporcional, uma chapa inteira de novos conselheiros de oposição entrou no clube.

No ano seguinte, a Oposição rachou e apresentou dois candidatos, Fernando Carvalho e Jarbas Lima. Deu o ex-deputado federal do PDS e PPB por 12 votos na última eleição indireta do clube.

Jarbas Lima, que nunca tinha se envolvido com o clube de maneira integral, foi acusado por muitos (inclusive por mim) de ser um mero “testa-de-ferro” do grupo comandado por Miranda (que sofria de forte rejeição interna no conselho e entrou como 1º vice-presidente eleito). Após um ano de mandado, renunciou por razões ditas de saúde, assumindo Miranda em seu lugar.

No ranking abaixo, das sete maiores eleições que eu consegui informações, cinco são da dupla Gre-Nal. Com gigantescos quadros sociais, Grêmio e Inter estão muito à frente dos rivais. Nas duas maiores torcidas do país, o Flamengo já tem eleições diretas desde 2001, enquanto o Corinthians só chegará a este estágio a partir de 2008, com primeira eleição marcada para o ano que vem.

Clubes como São Paulo, Palmeiras e Atlético-PR, com quadros sociais relativamente grandes, não tiveram eleições diretas. O Palmeiras recentemente teve uma eleição do Conselho Deliberativo com cerca de 1.400 sócios presentes.

RANKING DAS MAIORES VOTAÇÕES

Internacional – 2008 – 7.473 votos – Reeleição de Vittorio Píffero
Grêmio – 2008 – 5.365 votos – Eleição de Duda Kroeff
Internacional – 2001 – 4.171 – Eleição de Fernando Carvalho
Internacional – 2004 – 3.977 votos – Reeleição de Fernando Carvalho

Grêmio – 2004 – 2.427 votos – Eleição de Paulo Odone
Flamengo – 2001 – 2.367 votos – Eleição de Edmundo Santos Silva
Flamengo – 2003 – 2.058 votos – Eleição de Márcio Braga

Postado por Perin, com dados do I.P.E.

A África pede socorro... Há centenas de anos!

23 de dezembro de 2008 1

Quem pode ajudar, nada faz. /AP

Fugindo do assunto de Esportes… Cresci lendo a coluna “Bola Dividida” do Mario Marcos de Souza na Zero Hora. Sim, eu sou daqueles que lê o jornal “de trás para frente”. Tenho muitas colunas de sábado do Mário Marcos salvas e catalogadas em meus organizados artigos sobre futebol. 

Semana passada li que uma de suas memoráveis colunas (Flores para a pequena Senyo“), recebeu uma justa menção honrosa no prêmio ARI, categoria Reportagem Esportiva.

A coluna fala da visita do craque inglês (e astro midiático internacional) David Beckham e de seu encontro com uma pequena menina chamada Senyo a um dos lugares mais miseráveis do planeta: a África Subsaariana e seu expoente, o violento e paupérrimo Serra Leoa.

Caro Mario Marcos, existe um prêmio maior que você pode receber. Aliás, todos nós, seres humanos, podemos.

A melhor premiação existente seria que o mundo não precise da visita de David Beckham, da Princesa Diana, de uma campanha como a “USA for Africa“, de 1985, para saber que existe uma catástrofe humanitária, sanitária e social na África. 

Ele já sabe. Há muito tempo, tantos filmes como “O Jardineiro Fiel”, “Diamantes de Sangue” (este justamente em Serra Leoa), “O Senhor das Armas”, “Hotel Rwanda”. Livros como “Muito Longe de Casa”, de Ishmael Beach, ou a história de Paul Rusesabagina no genocídio de Ruanda foram mais do que suficientes para esta visão.

Parafraseando o filme “A Volta do Planeta dos Macacos”:

“Em uma das incontáveis bilhões de galáxias do universo, existe uma estrela de porte médio, o Sol.

Em um de seus planetas, um insignificante planeta azul denominado Terra por seus habitantes, existem pessoas que possuem o poder de mudar o destino da África.

Mas não fazem. “

A África pede ajuda. Há séculos

Postado por de NEGREIROS Perin, em silêncio…