Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Ranking de eleições no futebol brasileiro

23 de dezembro de 2008 2

O Internacional, clube com mais sócios no futebol sul-americano, também já possui o maior pleito da história dos grandes clubes de futebol do Brasil.

Os 7.400 eleitores que compareceram há duas semanas, de um universo de 25 mil sócios aptos para votar, fizeram da eleição de 2008 para Presidente e formação do Conselho Deliberativo a maior do futebol brasileiro.

Na eleição anterior em 2004, aproximadamente 4 mil de quase 9 mil aptos compareceram ao Gigantinho no dia de votação. Em um clima de paz eleitoral, os últimos anos nada se parecem com os pleitos entre 1996 e 2002 no Beira-Rio, em épocas de vacas magras no futebol e forte pressão popular.

Na eleição mais tumultuada da história recente do clube foi em 1998. Então unidos na Oposição, Fernando Miranda e Fernando Carvalho conseguiram 1.392 votos para sua chapa no Conselho Deliberativo, contra 1.046 votos da chapa de Situação, comandada pelo finado e então presidente Paulo Rogério Amoretty. Como na época a eleição não era proporcional, uma chapa inteira de novos conselheiros de oposição entrou no clube.

No ano seguinte, a Oposição rachou e apresentou dois candidatos, Fernando Carvalho e Jarbas Lima. Deu o ex-deputado federal do PDS e PPB por 12 votos na última eleição indireta do clube.

Jarbas Lima, que nunca tinha se envolvido com o clube de maneira integral, foi acusado por muitos (inclusive por mim) de ser um mero “testa-de-ferro” do grupo comandado por Miranda (que sofria de forte rejeição interna no conselho e entrou como 1º vice-presidente eleito). Após um ano de mandado, renunciou por razões ditas de saúde, assumindo Miranda em seu lugar.

No ranking abaixo, das sete maiores eleições que eu consegui informações, cinco são da dupla Gre-Nal. Com gigantescos quadros sociais, Grêmio e Inter estão muito à frente dos rivais. Nas duas maiores torcidas do país, o Flamengo já tem eleições diretas desde 2001, enquanto o Corinthians só chegará a este estágio a partir de 2008, com primeira eleição marcada para o ano que vem.

Clubes como São Paulo, Palmeiras e Atlético-PR, com quadros sociais relativamente grandes, não tiveram eleições diretas. O Palmeiras recentemente teve uma eleição do Conselho Deliberativo com cerca de 1.400 sócios presentes.

RANKING DAS MAIORES VOTAÇÕES

Internacional – 2008 – 7.473 votos – Reeleição de Vittorio Píffero
Grêmio – 2008 – 5.365 votos – Eleição de Duda Kroeff
Internacional – 2001 – 4.171 – Eleição de Fernando Carvalho
Internacional – 2004 – 3.977 votos – Reeleição de Fernando Carvalho

Grêmio – 2004 – 2.427 votos – Eleição de Paulo Odone
Flamengo – 2001 – 2.367 votos – Eleição de Edmundo Santos Silva
Flamengo – 2003 – 2.058 votos – Eleição de Márcio Braga

Postado por Perin, com dados do I.P.E.

Comentários (2)

  • Admilson diz: 31 de dezembro de 2008

    Na última eleição do Sport Recife tivemos mais de 3 mil votos

  • Vitor Hugo Rinter diz: 1 de janeiro de 2009

    Parabéns ao Inter, pelo menos achou-se um ranking por aí em que ele é o primeiro!

Envie seu Comentário