Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de dezembro 2008

Livros sobre futebol: `Febre de Bola`, parte I

18 de dezembro de 2008 9

Hoje vamos contar uma história que inclusive virou filme. Há muitos anos atrás, meu grande amigo Maurício Neves de Jesus me emprestou um livro chamado “Febre de Bola“, de um autor chamado Nick Hornby. Ele disse apenas, com sua sapiência secular (que só errou ao escolher o Flamengo como time do coração): “leia Perin, você vai se identificar”. Como sempre, o Mau estava certo…

Este livro de horby é autobiográfico. Assim como seus romances posteriores como `Alta Fidelidade` (Tim Robbins, John e Joan Cusack, entre outros no elenco) ou `Um Grande Garoto` (Hugh Grant, Toni Coillette e Rachel Weisz), `Febre de Bola` virou filme (estrelado pelo excelente Colin Firth). Mas não adianta. Se não és daqueles que seus amigos dizem “fulano é doente“, então você não deve ler este livro.

Febre de Bola - Autor: Nick Hornby/Editora RoccoOs capítulos são nomeados por jogos, por temporadas. Por jogadores, sejam bons ou ruins. Por decisões. Tudo na vida de Hornby gira em torno de sua quase doentia paixão pelo Arsenal (curiosamente, em um período de vacas magras do clube de Highbury, que ficou quase 20 anos sem ganhar nada, com direito a fiascos monumentais em decisões de Copas da Inglaterra).

Ao longo de quase três décadas, Nick marca compromissos de acordo com a tabela de jogos, o jogo de seu time é prioridade absoluta, lembra de detalhes de quase todos os jogos, sabe o que fez naquele dia e hora, tem mau humores insuportáveis quando seu time dá vexame ou entra em estado de melancolia profunda. Seus melhores amigos são os companheiros de arquibancada. Aumentou a relação com familiares levando irmãos mais novos para o estádio. Fica eufórico com jogos simplórios, decisões e títulos inesquecíveis. Ou seja, resumindo: Nick Hornby é Alexandre Miguel de Negreiros Perin. E vice-versa.

Sob esta ótica, com detalhes completos, ele conta a vida do próprio Hornby, a separação de seus pais e como ir ao estádio do Arsenal no final dos anos 60 se tornou uma válvula de escape para viver com seu pai, depois com seus meio-irmãos e com todas as pessoas que convivem com ele.

Nick passa pela faculdade em Cambridge (e uma obsessiva e inevitável paixão pelo obscuro Cambridge United, da 5° divisão, valeu CH!!!). Sua volta à Londres, sua vida de professor recém-formado e seu início de carreira como escritor.

Amanhã irei citar dois trechos do livro que eu sempre me identifiquei, que exemplifica como o futebol está em minha vida.

Postado por Perin, que já leu o livro umas 3 vezes…

Ranking IFHHS - Saiu atualização de 2008

18 de dezembro de 2008 9

Saiu a atualização do ranking da IFHHS, a Federação Internacional de História e Estatística do Futebol. Ao contrário de rankings ditos “históricos” como o da CBF (já detonado por mim) e da Conmebol (atualizado por mim há poucos dias e que ainda sofrerá algumas correções e ajustes), o ranking da IFHHS funciona mais ou menos como o ranking da ATP, que reflete as últimas 52 semanas (um ano).

(OBS: O mané aqui errou e ajustou a data do post da IFHHS para 2020!!! Só ia aparecer aqui de novo daqui há 12 anos.)

Seus critérios estão aqui e não irei discutir. Tem umas tosquices como Internazionale campeã italiana fora mas Roma dentro do Top 10, porém isto se deve aos péssimos resultados da Inter na Liga dos Campeões no período abordado. O mesmo vale para o Chelsea em comparação com o Liverpool. Vejam os resultados:

Top 10 – (1º de dezembro de 2007 a 30 de novembro de 2008)

1. (1.) Barcelona – Espanha – 278 pontos
2. (3.) Manchester United – Inglaterra
(1.) Liverpool – Inglaterra – 263 pontos
4. (6.) Bayern München – Alemanha – 260 pontos
5. (5.) Boca Juniors – Argentina – 258 pontos
6. (4.) Chelsea – Inglaterra – 250 pontos
7. (9.) Lyon – França -237 pontos
8. (10.) Arsenal – Inglaterra – 234 pontos
9. (11.) AS Roma – Itália – 229 pontos
10.(14.) Estudiantes – Argentina – 224 pontos

Os Brazucas:

12. (13.) São Paulo – 219 pontos
14. (12.) Fluminense – 214 pontos
27. (30.) Cruzeiro – 176 pontos
32. (35.) Flamengo – 169 pontos
44. (98.) Internacional - 156 pontos
60. (51.) Santos  – 143 pontos
69. (58.) Botafogo – 138 pontos
107. (91.) Sport – 118 pontos
111. (134.) Grêmio – 112 pontos
124. (130.) Vasco da Gama – 106 pontos
143. (155.) Palmeiras – 98 pontos
179. (175.) Atlético Mineiro – 88 pontos
205. (248.) Goiás – 82 pontos
217. (233.) Atlético Paranaense – 80 pontos
226. (248.) Coritiba – 80 pontos
290. (320.) Vitória – 70 pontos
329. (420.) Náutico –
(320.) Figueirense  – 64 pontos

EDITADO: o Érico Ferreira (sempre leitor do Blog) e o Filipe mandaram o link do Ranking Histórico da IFHHS, com todos os dados desde 1991 até 2007.

O ranking (que

Postado por Perin, com dados dignos de IPE…

A crise econômica global e os pilotos de Rali

18 de dezembro de 2008 2

Seguindo os passos da Suzuki, a Subaru também anunciou o abandono da equipe no Mundial de Rali em virtude da crise econômica global que afetou profundamente as montadoras de automóveis (e sua capacidade de investimento em esporte auto-motor).

Os fabulosos pilotos de rali e suas máquinas deslizadoras...

Além deles, a Honda também anunciou sua saída da Fórmula-1 a partir de 2009. A forte recessão tem afetado sobretudo as montadoras norte-americanas e japonesas.

As categorias que devem ser mais afetadas são as que recebem mais dinheiro desta origem: Fórmula-1, Mundial de Rali e Moto GP. Categorias com um número maior de investidores próprios, como as norte-americanas NASCAR e CART, devem sofrer um efeito direto menor.

Enquanto isto, curtam o vídeo abaixo com um show de um piloto de rali (da extinta Subaru) que peguei no Blog “Fórmula-1″, do Daniel Dias (e este pegou por indicação do Mário Marcos de Souza.

Postado por Perin, saudando o show no rali e temendo 2009…

Gols inesquecíveis nos momentos finais, Brasil II

17 de dezembro de 2008 2

Falcão faz um gol antológico nas semis do Brasileiro de 76

Continuando a série que começou na semana passada (Parte I e Parte II) e continuou ontem com mais cinco gols, agora a sequência final de cinco gols decisivos no futebol brasileiro.

São estes os lances selecionados:

6º) Falcão – Internacional 2×1 Atlético-MG – Brasileirão 1976
7º) Geovanni – Cruzeiro 2×1 São Paulo – Copa do Brasil 2000
8º) Ricardinho – Corinthians 2×1 Santos – Campeonato Paulista 2001
9º) Elano e Léo – Corinthians 2×3 Santos – Campeonato Brasileiro 2002
10º) Washington – Fluminense 3×1 São Paulo – Copa Libertadores 2008


6º) Falcão, Internacional 2×1 Atlético-MG
45 do 2° tempo, semifinal do Campeonato Brasileiro de 1976 – O mais belo gol do Beira-Rio e da história dos Brasileiros, tabelinha de cabeça entre Falcão e Escurinho nos acréscimos que garantiu o Inter na final da competição:




7º) Geovanni, Cruzeiro 2×1 São Paulo
44 do 2° tempo, final da Copa do Brasil de 2000 – Cruzeiro tinha empatado aos 35 e precisava virar para ser campeão. Aí Axel erra um passe ridículo e…:




8º) Ricardinho, Corinthians 2×1 Santos
48 do 2° tempo, semifinais do Paulistão 2001 – Gol da classificação corinthiana no finalzinho, em um jogaço no Morumbi que prolongou o jejum santista:




9º) Elano e Léo, Corinthians 2×3 Santos
43 e 47 do 2º tempo, final do Campeonato Brasileiro 2002 – O Corinthians tinha virado e estava a 1 gol do título, mas foi o Santos que marcou duas vezes no finalzinho e acabou com um jejum de 18 anos sem títulos de expressão:

10º) Washington, Fluminense 3×1 São Paulo
48 do 2° tempo, quartas-de-final da Libertadores 2008 – Gol da classificação do Flu sobre o SP nos acréscimos, acabando com o sonho são paulino na Libertadores 2008:


Gols inesquecíveis nos momentos finais, Brasil I

16 de dezembro de 2008 6

Anderson acaba de fazer o gol heróico nos Aflitos em 2005.../Valdir Friolin, Zero Hora
Anderson marcando o histórico gol da “Batalha dos Aflitos”

Depois de mostrar na semana passada, dois posts ((Parte I e Parte II) com momentos finais de partidas envolvendo times e seleções internacionais, chegou a hora de mostrar o melhor e mais dramático do futebol nacional.

São diversos lances, divididos em duas séries, com um gol de cada dos principais times do futebol brasileiro nos últimos anos.

Começamos hoje com uma sequência que possui:

1º) Anderson – Náutico 0×1 Grêmio – Segunda Divisão 2005
2º) Careca – Guarani (2)1×1 (2) São Paulo -  Primeira Divisão 1986
3º) Romário – Palmeiras 3×4 Vasco da Gama – Copa Mercosul 2000
4º) Nunes – Flamengo 3×2 Atlético-MG – Campeonato Brasileiro 1980
5º) Euller – Palmeiras 4×2 Flamengo – Copa do Brasil 1999


1º) Anderson – Náutico 0×1 Grêmio
Descrição: 60 do 2° tempo, decisão da Segunda Divisão de 2005 – Grêmio com 3 jogadores a menos, Náutico perde 2 pênaltis e Anderson faz um golaço na célebre “Batalha dos Aflitos“:




2º) Careca, Guarani 3×3 São Paulo
14 do 2°tempo da prorrogação, final do Campeonato Brasileiro de 1986  – 1×1 no tempo normal, 2×2 no tempo-extra na melhor final de Brasileiro da história:


3º) Romário, Palmeiras 3×4 Vasco da Gama
47 do 2° tempo, final da Copa Mercosul 2000 – O Vasco perdia por 3×0 e virou com 1 jogador a menos fora de casa e foi campeão:


4º) Nunes – Flamengo 3×2 Atlético-MG
37 do 2º tempo, final do Campeonato Brasileiro 1980 – O Fla precisava vencer, o empate dava o título ao Galo. Aí o tosco Nunes acabou com tudo:

5º) Euller, Palmeiras 4×2 Flamengo
48 do 2° tempo, quartas-de-final da Copa do Brasil 1999 – Palmeiras precisava fazer 3 gols em 10 minutos para se classificar. E fez:

Amanhã: mais cinco gols dramáticos do futebol brasileiro

Projeção de elenco para 2009 - Grêmio

16 de dezembro de 2008 24

Grêmio quer repetir 1995 e conquistar o Tri da América em 2009/reprodução: cap Zero Hora 01º/09/1995
OBS: post atualizado em 18/03 – Confira elenco atualizado aqui

Começaremos a análise dos elencos propostos para 2009 pelo Grêmio. O atual vice-campeão brasileiro terá três competições no próximo ano, podendo chegar a quatro.

O Tricolor irá disputar a Copa Libertadores, o Campeonato Gaúcho e o Campeonato Brasileiro. Em caso de sucesso na principal competição, a Libertadores, o time gaúcho se habilita ao Mundial de Clubes da FIFA em dezembro.

Para isto o Grêmio terá que se reforçar bastante. Sete jogadores já foram liberados ou negociados. Seis devem ser negociados ou liberados em breve, enquanto quatro jogadores com contratos em vigor (Orteman, Morales, Pereira e Léo) estão em situação indefinida. Ontem à noite o diretor de futebol Luís Onofre Meira praticamente anunciou as contratações do atacante Wellington Paulista e do lateral-direito Ruy.

Mesmo considerando a promoção de cinco jogadores das categorias de base, o total de atletas no grupo principal está em 28 atletas. Ontem o vice-de-futebol André Kriegerdisse que trabalhará com 32 atletas em 2009, o que sobra espaço para no mínimo quatro reforços.

O time titular precisa de 4 atletas indiscutíveis: um lateral-esquerdo e dois atacantes (caso mantenha-se o 3-5-2 de 2008). Se o esquema mudar para o 4-4-2 (o mais provável para mim), certamente o tricolor irá precisar de um primeiro volante mais forte na marcação do que o inexperiente Adílson.

A equipe titular proposta para a Libertadores é jovem e sem experiência internacional. Apenas Souza e Tcheco tem bastante experiência na competição, acrescentando-se alguma experiência em competições continentais com Pereira e Perea em caso de permanência destes no Olímpico.

Por enquanto, o time previsto para o técnico Celso Roth é um 4-4-2 com: Victor; Ruy, Réver, Pereira e contratação; William Magrão, Adílson, Tcheco e Souza; Wellington Paulista (Perea) e contratação.

ELENCO GRÊMIO 2009

GRUPO PRINCIPAL
Victor, Marcelo Grohe, Matheus, Felipe Mattioni, Anderson Pico, Hélder, Réver, William Thiego, Héverton, Willian Magrão, Adílson, Maylson, Tcheco, Souza, Douglas Costa, Perea, Reinaldo,

A SEREM PROMOVIDOS
W

Postado por Perin, que amanhã faz o mesmo com o Inter

Opinião: a nefasta parceria Palmeiras - Traffic

15 de dezembro de 2008 6

Desde o início do ano, o Palmeiras arrendou seu futebol profissional a uma empresa que visa LUCRO, a Traffic. Seu principal objetivo é valorizar e negociar atletas (especialmente meias-atacantes e atacantes), não importa se isto gerar conquistas para o Palmeiras. Títulos pode ser uma consequência ou não, mas a Traffic quer é VENDER.

Desde que isto começou, a empresa só contratou em sua maioria jogadores que dariam certo retorno financeiro. Agora, isto se repete com as contratações de Cleiton Xavier e Marquinhos, meias-atacantes.

Um exemplo disto: o péssimo centroavante  Wellington Souza foi emprestado para o Náutico pelo Inter. Terminou agosto vendido por 4 milhões de euros para o Hoffenheim, da Alemanha.

Já o excepcional volante gremista Rafael Carioca foi vendido há pouco pelo Grêmio para o Spartak Moscou por 4 milhões de euros. Atacante dá muito dinheiro. Volante nem tanto.

Por isto que o Palmeiras vai continuar empilhando meias ofensivos e atacantes: para enriquecer a Traffic. Azar se o Palmeiras não tem defesa (passou o ano inteiro remando na zaga, terminou a temporada como um dos times mais vazados do Brasil.

Torcedores do Palmeiras? A diretoria e a Traffic não estão nem aí. A parceria alviverde é tão prejudicial quanto a MSI-Corinthians de 2005 a 2007.

Talvez até mais, apesar de menos escandalosa com relação a origem dos recursos. Ao menos a MSI contratou zagueiros e laterais…

Enquanto os principais times do Rio-SP continuarem buscando soluções mágicas em parceiros que só visam o lucro, não conseguirão . Exccel, HTMF, ISL, MSI, Nations Bank terminaram em desastre financeiro para seus clubes… Flamengo, Corinthians, Grêmio, Vasco da Gama, Vitória até hoje sofrem com estas consequências…

Talvez só as parcerias Palmeiras-Parmalat e Juventude-Parmalat nos anos 90, de longo prazo e com objetivos concretos e controle do futebol por parte de dirigentes vinculados às bases sociais dos clubes, terminaram com sucesso.

O Cruzeiro, o Internacional e o São Paulo só verdadeiramente se estruturaram quando não dependeram de `parcerias`. Aos poucos, o Grêmio aprendeu este caminho e segue os mesmos passos, assim como Atlético-PR e Santos.

O tempo dirá quem está certo. Mas aposto alguns níqueis que o Palmeiras terá ainda pesadelos…O Botafogo está indo pelo mesmo caminho…

Postado por Perin, que prefere times organizados…

Jogador da Roma faz gol e fica só de sunga

15 de dezembro de 2008 1

Em um jogo dramático, a Roma bateu o Cagliari por 3×2 no estádio Olímpico e segue escalando a tabela do Campeonato Italiano. Depois de um início desastroso, o ótimo time giallorosso venceu vários jogos em sequência e já está perto da zona de classificação da Liga dos Campeões.

A Roma saiu na frente com um golaço de Francesco Totti, levou a virada com um golaço de Daniele Conti (filho da ex-lenda romanista e tricampeã do mundo Bruno Conti) e do desconhecido brasileiro Marcelo Jeda. Empatou com a jovem promessa francesa Jerémy Menez, 2×2.

Aí foi um bombardeio no gol do Cagliari: Totti enfiou uma no travessão, e o excelente montenegrino Mirko Vucinic acertou a trave e o Cagliari ia se segurando. Aos 43 minutos do segundo tempo, a bola sobrou para Vucinic, que marcou, Roma 3×2.

A comemoração foi inusitada: o jogador foi para atrás do gol, tirou a camisa e depois tirou… o calção! Vejam a cena no… CLUBE DA BOLINHA

Eu estava vendo o jogo e pensei: beeeem capaz que eu vou postar isto aqui no Almanaque, vão me encher o saco.

Esperei as gurias comentarem na Bolinha e aí escrevi, hehehe.

Postado por Perin, giallorosso incontesti e que riu muito…

Proposta do Blog Almanaque Esportivo

15 de dezembro de 2008 8

Pessoal,

Acho que muitos internautas ainda não perceberam qual é a intenção deste Blog.

O Almanaque Esportivo se propôe a ser um blog informativo, com alto conteúdo de estatísticas, multimídia e textos com uma grande análise de história, além de opiniões pessoais que eu tenho após acompanhar o futebol desde o longínquo ano de 1986.

É um hobby para mim, escrever nos meus horários livres e tentar despejar desta cabeça grande (literalmente) um pouco do que eu sei (ou aquilo que eu acho que sei) sobre o esporte no mundo. Sou Coordenador de Operações de TI da área Online da RBS, em nada tem a ver com jornalismo, futebol ou esporte.

Aqui no Almanaque Esportivo não é Casa da Mãe-Joana.

Respeitem os adversários nos comentários, ou estes serão sumariamente deletados.

Postado por Perin, mandando um recado para os mal-educados

Apertura `08 será decidido em um triangular!!!

14 de dezembro de 2008 8

Boca Juniors, Tigre ou San Lorenzo: Quem leva o Apertura `08?

Incrível! O Campeonato Argentino Apertura `08 será decidido em um triangular! Boca Juniors, San Lorenzo e a zebraça Tigre ganharam seus jogos de hoje e terminaram empatados com 39 pontos após 19 rodadas.

Pela SEGUNDA vez na história, o Argentino será decidido em um desempate entre três times. Lá (como na Itália) quando ocorre empate em pontos, não há desempate nos critérios e temos um jogo extra.

OBS: O leitor Eduardo Minossi me informou que em 1968, Vélez Sarsfield, Racing e River Plate também decidiram o título em um triangular. Deu Vélez no número de gols marcados, seu último título até 1993… Curiosamente o atacante reserva se chamava Carlos Bianchi… Treinador 25 anos depois…

Como neste ano são três times empatados (e olha que o Lanús terminou somente dois pontos atrás!), Boca, San Lorenzo e Tigre irão se enfrentar em jogos de campo neutro, jogos únicos e o que obtiver melhor resultado nas partidas será o campeão.

Os jogos, com locais e confrontos ainda a serem sorteados neste domingo, serão disputados dia 17, 20 e 23 de dezembro.

No ano de seu Centenário, o San Lorenzo era o favorito, mas bobeou no meio do Apertura. Nesta última rodada, precisou vencer o Argentino Juniors no estádio Diego Armando Maradona para garantir, no mínimo, vaga no desempate.

O gol da vitória de 1×0 foi marcado por Gonzalo Bergessio logo a seis minutos, instantes após um milagre do goleiro Augustín Orión (aquele que barrou Diego Saja) em favor do “El Ciclón”. Contra si, o fato de ter perdido para o Boca e para o Tigres, ambas as partidas por 1×0.

Já o Tigre, vice-campeão na temporada retrasada, esteve sempre nos calcanhares dos líderes. Com um time modesto mas excelente taticamente, a equipe de Victoria bateu Boca e San Lorenzo fora de casa e hoje derrotou o Banfield por 1×0, gol de Martín Morel aos 39 do 1° tempo.

O organizado clube de San Fernando, que nunca ganhou nada de útil em 106 anos de história, está há anos subindo e descendo da Segundona. Em 2007 subiu de novo e, logo em sua primeira temporada, quase levou o título! No Apertura `07, perdeu para o Argentino Juniors na última rodada e deu o caneco para o Lanús.

Até então, sua melhor colocação era um 6° lugar no longínquo ano de 1955.
Será a chance de seu primeiro título na história, e desta vez o “Matador“, time treinado pelo ex-volante Diego Cagna, do Boca Juniors e Argentina, quer dar o passo maior. Destaque para o goleiro Daniel Islas, irmão do ex-arqueiro Islas da Seleção Argentina na Copa do Mundo de 1994.

Já o Boca deve estar se amargurando… Mais uma vez vai para o jogo desempate porque bobeou na penúltima rodada contra um time fraco, repetindo a tragédia do Apertura `06 contra o Estudiantes de La Plata.

Desta vez, o em

Postado por Perin, saudando este sensacional triangular…