Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

`Joga bonito`? Blefe em cobrança de escanteio!

26 de janeiro de 2009 13

Há algumas semanas, o amigo Mario Marcos de Souza postou em sua “Bola Dividida” um lance do Campeonato Inglês no qual Ryan Giggs e Wayne Rooney fizeram uma jogada ensaiada em escanteio e que resultou no cruzamento para Cristiano Ronaldo fazer 1×0 pelo Manchester United contra o Chelsea. Porém o árbitro e o bandeirinha, desatentos, anularam o lance alegando irregularidade.

Vejam o lance:

A jogadinha consiste em: o batedor vai até a bandeirinha de escanteio, e apenas dá um leve toque na bola, colocando em jogo. Outro companheiro, fingindo que mudou o cobrador do escanteio, se aproxima lentamente da bola… até sair correndo com ela e cruzando, pegando o time adversário de surpresa.

Eu lembro de um Roma x Milan ano passado que ocorreu um lance idêntico, com o chileno David Pizarro e o brazuca Rodrigo Taddei fazendo combinação idêntica e o juiz erradamente anulou o lance. O mesmo ocorreu em uma partida do Espanhol entre Getafe e Real Madrid, mas neste o juiz corretamente deixou o jogo seguir (e quase foi gol do Getafe).

Em um jogo do Campeonato Suíço ano retrasado, foi a vez dos croatas Mladen Petric e Ivan Rakitic do Basel aprontarem esta para o Grasshoppers. Ahh e foi gol!


Agora imaginem um lance destes no Gauchão ou Brasileirão? Ia dar tanto rolo…

Postado por Perin, que gosta de lances curiosos

Comentários (13)

  • Jesus Petry diz: 26 de janeiro de 2009

    A seleção dos EUA uma vez aprontou essa com o Brasil num amistoso ou numa Copa Ouro.

  • Tiago diz: 26 de janeiro de 2009

    Entendo que a regra em teoria permita tais cobranças, mas pra mim é atitude anti-esportiva. É preciso que fique claro que a bola entrou em jogo, senão o time cobrador pode alegar que não tinha a intenção de reiniciar a partida caso o adversário perceba o truque. Um bom exemplo de jogada que pega a defesa despreparada é a cobrança rápida (como a do D`alessandro no grenal do ano passado). Ela também se aproveita do fator surpresa, mas não deixa margem pra dúvidas se o jogo recomeçou ou não.

  • Fernando diz: 26 de janeiro de 2009

    Os juízes agem corretamente quando anulam essas jogadas e erram se deixam prosseguir. Futebol não é truco; enganar o adversário (e o juiz) sobre se a bola está ou não em jogo é atitude antidesportiva.

  • Gabriel diz: 29 de janeiro de 2009

    o juiz errou….faltou dar cartao amarelo pro cobrador do escanteio e pro cruzador da bola por atitude antidesportiva….

  • Renan diz: 26 de janeiro de 2009

    Mas o Rooney não dá sequer um toque, ele puxa a bola pra fora da marca de escanteio… Achei malandragem barata, concordo com os outros leitores, é antijogo.

  • Rafael diz: 26 de janeiro de 2009

    É uma jogada muito esperta mesmo e os jogadores do Manchester têm razão de reclamar, mas não deixa de ser uma palhaçada, que nem essas paradinhas em pênalti.

  • Fabrício diz: 28 de janeiro de 2009

    Também lembro daquela situação em um Brasil x EUA. Foi numa Copa Ouro, quem fez foi o Donovan (que na época tinha uns 15 anos, eu acho).

  • Daniel diz: 27 de janeiro de 2009

    Alexandre, tu que curte fazer pesquisa e é bom nisso podia nos conseguir mais informações sobre o Maxi Lopez hein? abraço

     

    EDITADO: Daniel, eu postei sobre ele na segunda-feira, olha aqui no Blog!

  • Rafael diz: 28 de janeiro de 2009

    Acho certo não aceitar essa malandragem. Qtas vezes o cara arruma a bola, ameaça cobrar um escanteio ou uma falta e daí deixa pra outro q vem e arruma a bola novamente antes de cobrar? E se o juiz marca falta porque o 2º jogador encostou a mão na bola? Aposto q o time inteiro ia reclamar, dizendo q a bola não estava em jogo, então nada mais justo q determinar q a bola só está em jogo qdo fica nítido essa intenção.

  • Gustavo diz: 27 de janeiro de 2009

    Curiosamente, na jogada do Basel(a única que o juiz validou) é a que devia ser anulada, pois houve antijogo. Reparem que o jogador fez o clássico gesto para “deixar” a cobrança para o outro, isso sim é atitude antidesportiva, tentar enganar o juiz… Na do Man U, do Getafe e da Roma o jogador somente coloca a bola em jogo e sai, e o juiz incompetente e desatento anula a jogada criativa.

     

    EDITADO: exato, Gustavo! Este é meu ponto de vista, a jogada que foi validada não deveria e nos outros lances, azar de quem não prestou atenção direito

  • Leonardo diz: 28 de janeiro de 2009

    EUA x Brasil. Não tenho certeza do torneio, uns 8 anos atrás, ocorreu lance idêntico (os americanos pra cima de nós) e o juiz anulou a jogada.

  • Lelo diz: 2 de fevereiro de 2009

    Eu lembro do brasil x eua, e o arnaldo falou q tinha q ser anulado pois a bola pra entrar em jogo tem q dar uma volta completa.

  • Rafael diz: 31 de janeiro de 2009

    Se fosse o Gremio, invalidariam, ja o Inter… é o único clube no Brasil q pode cobrar faltas sem barreira e não acontece nada, então suspeito q isso eles poderiam fazer tb.

Envie seu Comentário