Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 8 fevereiro 2009

Grêmio não vence clássico no estadual há sete anos

08 de fevereiro de 2009 3

Nilmar marcando em clássico de 2004

Desde o dia 1° de abril de 2001, o Grêmio não vence um clássico pelo Campeonato Gaúcho. A última vitória em clássicos foi uma goleada de 4×2 sobre o Internacional no estádio Olímpico pela primeira fase do Gauchão daquele ano.

Tinga (2x), Rodrigo Mendes e Zinho marcaram para o time gremista, então comandado por Tite (foi sua primeira vitória em clássicos logo em seu primeiro jogo). Luís Cláudio e Fábio Pinto descontaram para o Internacional, que teria o técnico Zé Mário demitido 4 dias depois. Vejam os gols:


Desde então ocorreu um clássico em 2001, dois jogos em 2003, três em 2004, dois em 2006 e mais um neste ano, totalizando nove partidas. O Colorado venceu quatro jogos (dois em 2003, dois em 2004 e um neste ano), e empatou outros cinco. Nilmar fez três gols nesta série. Confiram a sequência sem vitórias:

1 – Internacional 0×0 Grêmio – 1° fase, 2° turno 2001
2 – Grêmio 1×2 Internacional – 1° fase, 1° turno 2003
3 – Internacional 1×0 Grêmio – 1° fase, 2° turno 2003
4 – Internacional 1×1 Grêmio – 1° fase, 1° turno 2004
5 – Grêmio 1×2 Internacional – 1° fase, 2° turno 2004
6 – Internacional (1)1×1(0) Grêmio – 1° fase, final de turno – Inter campeão do turno 2004
7 – Grêmio 0×0 Internacional – Final, jogo de ida – 2006
8 – Internacional 1×1 Grêmio – Final, jogo de volta – Grêmio campeão estadual 2006
9 – Grêmio 1×2 Internacional – 1° turno, 1° fase 2009

Postado por Perin, com dados do I.P.E.

29 atletas da dupla Gre-Nal já jogaram o clássico

08 de fevereiro de 2009 6

Tcheco vs. Guiñazu: dois veteranos em clássicos/Montagem: clicRBS

Se o clássico 374, a ser disputado neste domingo em Erechim, está chamando a atenção pela pouca quantidade de gaúchos em campo, o mesmo não pode se falar da inexperiência dos jogadores envolvidos em clássicos Gre-Nais.

Nada menos que 21 jogadores relacionados para o jogo já atuaram em um Gre-Nal. A maioria começou mesmo no ano passado, mas o colorado Nilmar atua desde 2003, enquanto Alex disputa desde 2004 pelo Internacional (estreou no Gre-Nal do gol 1000). Já no Grêmio, Tcheco já defendeu o Tricolor em clássicos desde 2006.

Dos 19 relacionados do Internacional, 11 já jogaram clássicos. O mais experiente é Nilmar, com oito jogos e quatro gols (melhor marca entre todos os presentes), seguido por Índio com sete clássicos. Quem tem um retrospecto ruim é Marcão, com cinco Gre-Nais e nenhuma vitória.

Nilmar – 8 jogos, 3 vitórias, 4 empates, 1 derrota, 4 gols
Indio – 7 jogos, 2 vitórias, 3 empates, 2 derrotas, 3 gols
Alex – 6 jogos, 3 vitórias, 1 empates, 2 derrotas, 1 gol
Guinazu – 5 jogos, 1 vitória, 3 empates, 1 derrota, 0 gols
Marcão – 5 jogos, 0 vitórias, 3 empates, 2 derrotas, 0 gols
D`Alessandro – 3 jogos, 1 vitória, 2 empates, 0 derrotas, 1 gol
Magrão – 3 jogos, 1 vitória, 2 empates, 0 derrotas, 0 gols
Taison – 3 jogos, 1 vitória, 2 empates, 0 derrotas, 0 gols
Danny Morais – 1 jogo, 1 vitória, 0 empates, 0 derrotas, 0 gols
Andrezinho – 1 jogo, 0 vitórias, 1 empate, 0 derrotas, 0 gols
Maycon – 1 jogo, 0 vitórias, 1 empate, 0 derrotas, 0 gol

TOTAL = 43 `jogos`, com 13 `vitórias`, 22 `empates` e 8 `derrotas`, 9 gols marcados

Considerando-se o elenco inteiro, o recordista evidentemente é o goleiro colorado Clemer, com 20 clássicos desde 2002. Seus números são bons: sete vitórias, oito empates e cinco derrotas, com 17 gols sofridos. Depois dele, vem Bolívar, que em nove Gre-Nais jamais perdeu.

Clemer – 20 jogos, 7 vitórias, 8 empates, 5 derrotas, 17 gols sofridos
Bolivar – 9 jogos, 5 vitórias, 4 empates, 0 derrotas, 0 gols
Gustavo Nery – 3 jogos, 1 vitória, 2 empates, 0 derrotas, 0 gol
Rosinei – 1 jogo, 0 vitórias, 1 empate, 0 derrotas, 0 gol

TOTAL GERAL: 76 jogos, 28 vitórias, 37 empates, 13 derrotas, 9 gols marcados, 17 gols sofridos

Já no Grêmio, que manteve muitos atletas de 2008, dez atletas conhecem o gostinho de atuar em um clássico. De todos, apesar de Tcheco ser o recordista em jogos (seis), o zagueiro Léo tem o gostinho mais especial, por ter feito dois gols em clássicos. Tcheco só tem uma única vitória no clássico, em 2007 pelo Brasileirão.

Tcheco – 6 jogos, 1 vitória, 3 empates, 2 derrotas, 1 gol
Léo – 5 jogos, 1 vitória, 3 empates, 1 derrota, 2 gols
Souza – 3 jogos, 0 vitória, 2 empates, 1 derrota, 0 gols
Willian Magrão – 3 jogos, 0 vitórias, 2 empates, 1 derrota, 0 gols
Victor – 2 jogos, 0 vitórias, 1 empate, 1 derrota, 5 gols sofridos
Réver – 2 jogos, 0 vitórias, 1 empate, 1 derrota, 0 gols
Adílson – 2 jogos, 0 vitórias, 2 empates, 0 derrotas, 0 gols
Makelele – 2 jogos, 0 vitórias, 2 empates, 0 derrotas
Orteman – 2 jogos, 0 vitórias, 1 empate, 1 derrota, 0 gols
Reinaldo – 2 jogos, 0 vitórias, 2 empates, 0 derrotas, 0 gols

TOTAL = 29 ‘jogos’, com 2 ‘vitórias’, 19 ‘empates’ e 8 ‘derrotas’, 3 gols marcados e 5 sofridos

Entre os demais atletas tricolores, o jogador mais experiente é Marcelo Grohe, goleiro reserva que jogou todos os clássicos em 2006 (incluindo o título gaúcho) e mais os dois confrontos da Sul-Americana 2008 (quando o Grêmio foi com os reservas). Outro quatro jogadores já atuaram em clássicos, mas todos estão lesionados e não foram para Erechim. À exceção de Herrera, sem condições legais de atuar.

Marcelo Grohe – 6 jogos, 0 vitórias, 5 empates, 1 derrota, 5 gols sofridos
Perea – 3 jogos, 0 vitórias, 2 empates, 1 derrota, 1 gol
Hélder – 3 jogos, 0 vitórias, 2 empates, 1 derrota, 0 gols
Herrera – 3 jogos, 0 vitórias, 2 empates, 1 derrota, 0 gols
William Thiego – 1 jogo, 0 vitórias, 1 empate, 0 derrotas, 0 gols

TOTAL GERAL: 45 ‘jogos, com 2 ‘vitórias’, 31 ‘empates’, e 12 ‘derrotas’, 4 gols marcados e 10 gols sofridos.

Inter tem 3 gaúchos em Erechim, Grêmio só 1

08 de fevereiro de 2009 1

Taison, provavelmente o único gaúcho em campo/Daniel Marenco, Zero Hora

EDITADO: Valeu, José da Silva de Floripa por ter me corrigido pelo erro do Maycon. Excesso de confiança dá nisto…

Dentre os quase 40 jogadores relacionados para o clássico Gre-Nal de domingo, no Colosso da Lagoa em Erechim, poucos jogadores são nascidos no Rio Grande do Sul.

E provavelmente somente o pelotense Taison começará como titular o jogo válido pela primeira fase do Campeonato Gaúcho (a taça `Fernando Carvalho`). Isto reflete a forte miscigenação dos dois times, especialmente nas categorias de base.

O Internacional levou 19 jogadores para o noroeste do estado, e apenas Taison e Michel Alves (Pelotas) e Danny Morais (Porto Alegre) são gaúchos. Além deles, somente o lesionado Bolívar (Santa Cruz) e os garotos Agenor (Erechim), Muriel (Novo Hamburgo), Wágner Silva (Esteio) e Marquinhos (Selbach) nasceram por aqui, em um total de nove jogadores.

No Grêmio, o percentual é ainda menor: Adílson (Bom Princípio) é o único nascido no Rio Grande do Sul e que foi para Erechim. Além dele, no elenco principal, somente o lesionado Marcelo Grohe (Campo Bom), a jovem promessa Douglas Costa (Sapucaia do Sul) e o volante Tiago Dutra (Gravataí) são gaúchos, totalizando quatro atletas.