Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 10 fevereiro 2009

Mandaram bater em Taison. Mas não foi Roth

10 de fevereiro de 2009 13

Roth: não foi ele, mas mandaram bater sim no Taison

Coluna de hoje de Ruy Carlos Ostermann na Zero Hora e depois um post no Blog do Wianey sobre a questão do Taison e de Roth, comentada depois por Krieger:

Sinceramente eu não achava que o Roth falaria aquilo no jogo, mas não porque “não é do feitio dele”, pois já temos outro caso igualzinho em 2000. E sim porque durante o jogo, o treinador é muito visado e ele não cometeria uma incontinência verbal deste porte durante o jogo, podendo estar sendo gravado.

10 de fevereiro de 2009 | N° 15875A
RUY CARLOS OSTERMANN

Perdas

A Seleção joga o amistoso Fifa às 17h contra a Itália no Emirates Stadium, em Londres. Há um rigor nas perdas prévias: Kaká torceu o tornozelo sábado jogando pelo Milan, Luís Fabiano já estava dispensado pela mesma razão (foi a tentativa de se reconciliar com setores da imprensa anunciando Amaury, da Juventus, para o seu lugar, mas o clube italiano disse que não cedia fora de prazo), Anderson também está machucado, e assim Dunga vai testar uma composição de ataque com Adriano, em quem ele confia, e Ronaldinho, que ele incentiva. É uma possibilidade, Ronaldinho já não ganha o lance pessoal. Mas o incentivo de Dunga está correto, quem mais poderia de fato ajudar Ronaldinho?

Não fosse suficiente ainda persiste o problema da acusação a Robinho. Ele se apresentou com os companheiros no hotel em Londres e disse que quer servir à Seleção e deixar de lado os problemas. Não é fácil,

Postado por Perin, concordando com os dois…

Um ótimo Gre-Nal: uma péssima arbitragem

10 de fevereiro de 2009 6

Simon: nunca apita bem clássicos no RS

Nunca gosto quando escolhem Carlos Simon para apitar um Gre-Nal. Suas arbitragens em clássicos são totalmente diferentes de jogos de Libertadores ou do Brasileiro.

Quando apita no Gauchão, especialmente o maior clássico do estado, Simon se torna um árbitro previsível e erra demais no aspecto disciplinar. Se este fosse o único referencial (felizmente para ele não é), Simon não deveria nem ser juiz da FIFA, quanto mais indicado para a Copa do Mundo de 2010.

Em clássicos gaúchos, ele prefere acomodar, evita tomar decisões que afetem uma única equipe e sempre só expulsa em caso de escandalosa impossibilidade do contrário (como ocorreu na expulsão de Roger em falta sobre Diego em 2003).

Hoje mais uma vez, Simon foi péssimo. Péssimo. Deixou barato inúmeras faltas violentas no início do jogo (em particular uma de Réver em Nilmar) e só deu o primeiro amarelo do jogo quando Diogo cometeu a 3° falta de amarelo, já aos 43 minutos do 1° tempo.

No segundo tempo, errou feio ao não expulsar Réver no lance contra Nilmar.  Além de deixar Tcheco e D`Alessandro reclamarem o jogo inteiro sem amarelo (D`Alessandro apanhou muito, mas não lhe dá o direito de tentar `apitar` o jogo). Isto sem contar Álvaro, que fez várias faltas e terminou o jogo sem amarelo por reincidência de infrações.

Para completar, o bandeira Marcelo Battiston completou a má arbitragem ao errar feio no lance do gol mal anulado de Jonas. Dois jogadores colorados davam condições ao atacante gremista. quando o jogo estava 1×1. Só o outro bandeirinha, Paulo Conceição, se livrou dos erros de um mau dia para o trio de arbitragem.

Postado por Perin, que não gosta de Simon