Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 31 março 2009

Seleção Brasileira: Todos os jogos em Porto Alegre

31 de março de 2009 17

Lindíssimo entardecer no jogo Brasil 4x1 Paraguai em 2005/Derli Beck Jr., arquivo pessoal

Em preparação ao grande jogo do Brasil contra o Peru pelas Eliminatórias do Mundial de 2010 na próxima quarta-feira, 1° de abril no estádio Beira-Rio, vamos citar todos os jogos da Seleção Brasileira em Porto Alegre e contar algumas histórias sobre estes jogos.

Além de fazer parte dos eventos da semana do Centenário do Internacional (no próximo sábado), este jogo também marca outra curiosidade. A primeira partida do Brasil em Porto Alegre foi justamente contra o mesmo adversário, o Peru.

Ainda pelos festejos de inauguração do Beira-Rio (que completa 40 anos dia 6 de abril), a Seleção Brasileira treinada pelo gaúcho João Saldanha e que seria tricampeã mundial na Copa de 1970 no México pegou o fortíssimo time peruano, treinado pela lenda brasileira Didi e que tinha Teófilo Cubillas no time.

O Brasil venceu por 2×1, gols de Jairzinho e Gérson, descontando Gallardo para os peruanos. Outra curiosidade era o árbitro: Alberto Tejada, cujo filho homônimo foi aquele que não viu a mão de Túlio contra a Argentina na Copa América de 1995.

O último jogo foi há quatro anos, uma vitória de 4×1 contra o Paraguai nas Eliminatórias. Ronaldinho deu show naquele dia marcando dois gols e participando de outro.

Apenas dois jogos oficiais, como o da próxima partida, nas Eliminatórias, mas duas vitórias importantes sobre o Paraguai. O Brasil sempre faz muitos gols em Porto Alegre: marcou 32 em 13 jogos e só sofreu 15 gols.

De todos estes gols sofridos, cinco foram marcados pela Seleção Gaúcha, que arrancou dois empates (incluindo o célebre jogo de 1972 quando o estádio inteiro torceu contra o Brasil com mais de 100.000 torcedores). Já a arquirrival Argentina foi a única a vencer em Porto Alegre: 2×0 no segundo jogo, em 1970 um pouco antes da ida para o México.

É importante ressaltar que quatro jogos não são considerados como da Seleção Brasileira. Em 1967, um Brasil-B enfrentou o Grêmio em um jogo-treino no estádio Olímpico, 1×1. Dois dias depois, o mesmo time do Brasil perdeu para um combinado da Dupla Gre-Nal por 2×1.

Também vale lembrar que em 19/12/1976, uma “Seleção do Brasileirão” enfrentou o então bicampeão brasileiro Internacional, vencendo por 4×1 no Beira-Rio. Algo semelhante ocorreu em 1983, quando um combinado de jogadores eleitos pela imprensa enfrentou a Seleção Gaúcha no Beira-Rio, divulgado como sendo “Seleção Brasileira” mas sem nenhum escudo nem representatividade oficial, vencendo o jogo por 4×1.

Confiram a lista completa:
01°) 07/04/1969 – Amistoso – Beira-Rio – Brasil 2×1 Peru – Jairzinho, Gérson (Brasil); Gallardo (Peru)
02°) 04/03/1970 – Amistoso – Beira-Rio – Brasil 0×2 Argentina – Más, Conigliaro (Argentina)
03°) 26/04/1972 – Amistoso – Beira-Rio – Brasil 3×2 Paraguai – Carlos Alberto Torres, Tostão, Dirceu Lopes (Brasil), Escobar, Jiménez (Paraguai)
04°) 17/06/1972 – Amistoso – Beira-Rio – Brasil 3×3 Seleção Gaúcha – Jairzinho, Paulo César Caju, Rivellino (Brasil), Tovar, Carbone, Claudiomiro (Sel. Gaúcha)
OBS: Maior público da história de Porto Alegre, mais de 100.000 torcedores.
05°) 25/05/1978 – Amistoso – Beira-Rio – Brasil 2×2 Seleção Gaúcha – Toninho, Nelinho (Brasil); Lúcio, Éder (Sel. Gaúcha)
06°) 28/10/1981 – Amistoso – Olímpico – Brasil 3×0 Bulgária – Roberto Dinamite, Zico, Leandro
OBS: Primeiro jogo no Olímpico.
07°) 08/06/1985 – Amistoso – Beira-Rio – Brasil 3×1 Chile – Zico (2), Leandro (Brasil); Nuñez (Chile)
08°) 24/06/1987 – Amistoso – Olímpico – Brasil 1×0 Paraguai – Valdo
09°) 16/12/1992 – Amistoso – Beira-Rio – Brasil 3×1 Alemanha – Luís Henrique, Jorginho, Bebeto (Brasil); Sammer (Alemanha)
10°) 23/12/1994 – Amistoso – Olímpico – Brasil 2×0 Iugoslávia – Viola, Branco
11°) 07/09/1999 – Amistoso – Beira-Rio – Brasil 4×2 Argentina – Rivaldo (3), Ronaldo (Brasil); Ayala, Ortega (Argentina)
12°) 15/08/2001 – Eliminatórias – Olímpico – Brasil 2×0 Paraguai – Marcelinho Paraíba, Rivaldo
13°) 05/06/2005 – Eliminatórias – Beira-Rio – Brasil 4×1 Paraguai – Ronaldinho (2), Zé Roberto, Robinho (Brasil); Roque Santacruz (Paraguai)

Destes jogos todos, eu vi o de 1994, o de 1999 no estádio e trabalhei no de 2005. Experiência única e inesquecível!
Total: 10V, 2E, 1D – 32GP, 15GC

Postado por Perin, com dados do I.P.E.

Sobrinho de Zé Alcino assina com o Internacional

31 de março de 2009 12

Samuel Rosa Gonçalves, com nome de cantor pop brasileiro e promessa de jogador com ótimo potencial, foi emprestado pelo São José-RS ao Internacional até dezembro deste ano. Sobrinho de Zé Alcino e de apenas 18 anos, Samuel foi o principal destaque do Zequinha na Copa São Paulo deste ano.

Seu tio ficou famoso nos anos 90, surgindo no São Borja como artilheiro da Segundona em 1994, jogando no Internacional em 1995 e brilhando no Grêmio entre 1996 e 2000.

Centroavante como Wálter (que também surgiu no Zequinha antes de ser adquirido pelo Inter), Samuel estava praticamente acertado com o Grêmio. O vice-presidente de marketing gremista César Pacheco chegou a dar entrevista antes do jogo São José 1×3 Internacional, na 2º rodada. Porém no mesmo dia, Samuel ficou fora do banco do jogo contra o Internacional e a negociação se deu como finalizada.

Porém só ontem, mais de um mês depois, o registro do contrato foi feito no BID. seu contrato está descrito no DURT: http://200.159.15.35/registro/registro.aspx?s=292175

Postado por Perin, com infos do BID…

Mais informações sobre a confusão em SM...

31 de março de 2009 2

Mais informações na edição de hoje do Diário de Santa Maria deixam claro que o Inter-SM nada teve a ver com a confusão no jogo de ontem com o Veranópolis.

A confusão começou com um incidente envolvendo o Veranópolis contra o árbitro Rogério Gonçalves após a expulsão do meia Miro Bahia, que agrediu o zagueiro colorado Linno.

Temendo agressões ao árbitro, a PM entrou em campo (correto) mas do jeito errado empurrando com os escudos. Para piorar, alguém resolveu usar spray de pimenta contra os jogadores. Vejam as imagens (especialmente a partir de 51 segundos):


O Inter-SM insinuou que havia encenação, alguma discussão e o jogo foi suspenso. Recomeça hoje, às 15h30min e apenas para os jogadores que já atuaram ontem.

Ou seja, o Internacional-SM nada tem a ver com isto. Isto é muito bom ressaltar. Torcedores que estavam no estádio relataram que os jogadores do Veranópolis estavam descontrolados, as imagens comprovam. Merecem ser punidos, não levar escudo de acrílico na cara nem spray de pimenta.

Mas o fato é que a PM reagiu com força excessiva e reação desproporcional à ação. Em menos de cinco segundos de intervenção, a BM já tinha usado o spray. Absurdo!

É a mesma coisa de tu mandar alguém naquele lugar e levar um tiro por isto.

Minha opinião.

Postado por Perin, colocando mais infos sobre o assunto.