Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de março 2009

Seleção Brasileira: Todos os jogos em Porto Alegre

31 de março de 2009 17

Lindíssimo entardecer no jogo Brasil 4x1 Paraguai em 2005/Derli Beck Jr., arquivo pessoal

Em preparação ao grande jogo do Brasil contra o Peru pelas Eliminatórias do Mundial de 2010 na próxima quarta-feira, 1° de abril no estádio Beira-Rio, vamos citar todos os jogos da Seleção Brasileira em Porto Alegre e contar algumas histórias sobre estes jogos.

Além de fazer parte dos eventos da semana do Centenário do Internacional (no próximo sábado), este jogo também marca outra curiosidade. A primeira partida do Brasil em Porto Alegre foi justamente contra o mesmo adversário, o Peru.

Ainda pelos festejos de inauguração do Beira-Rio (que completa 40 anos dia 6 de abril), a Seleção Brasileira treinada pelo gaúcho João Saldanha e que seria tricampeã mundial na Copa de 1970 no México pegou o fortíssimo time peruano, treinado pela lenda brasileira Didi e que tinha Teófilo Cubillas no time.

O Brasil venceu por 2×1, gols de Jairzinho e Gérson, descontando Gallardo para os peruanos. Outra curiosidade era o árbitro: Alberto Tejada, cujo filho homônimo foi aquele que não viu a mão de Túlio contra a Argentina na Copa América de 1995.

O último jogo foi há quatro anos, uma vitória de 4×1 contra o Paraguai nas Eliminatórias. Ronaldinho deu show naquele dia marcando dois gols e participando de outro.

Apenas dois jogos oficiais, como o da próxima partida, nas Eliminatórias, mas duas vitórias importantes sobre o Paraguai. O Brasil sempre faz muitos gols em Porto Alegre: marcou 32 em 13 jogos e só sofreu 15 gols.

De todos estes gols sofridos, cinco foram marcados pela Seleção Gaúcha, que arrancou dois empates (incluindo o célebre jogo de 1972 quando o estádio inteiro torceu contra o Brasil com mais de 100.000 torcedores). Já a arquirrival Argentina foi a única a vencer em Porto Alegre: 2×0 no segundo jogo, em 1970 um pouco antes da ida para o México.

É importante ressaltar que quatro jogos não são considerados como da Seleção Brasileira. Em 1967, um Brasil-B enfrentou o Grêmio em um jogo-treino no estádio Olímpico, 1×1. Dois dias depois, o mesmo time do Brasil perdeu para um combinado da Dupla Gre-Nal por 2×1.

Também vale lembrar que em 19/12/1976, uma “Seleção do Brasileirão” enfrentou o então bicampeão brasileiro Internacional, vencendo por 4×1 no Beira-Rio. Algo semelhante ocorreu em 1983, quando um combinado de jogadores eleitos pela imprensa enfrentou a Seleção Gaúcha no Beira-Rio, divulgado como sendo “Seleção Brasileira” mas sem nenhum escudo nem representatividade oficial, vencendo o jogo por 4×1.

Confiram a lista completa:
01°) 07/04/1969 – Amistoso – Beira-Rio – Brasil 2×1 Peru – Jairzinho, Gérson (Brasil); Gallardo (Peru)
02°) 04/03/1970 – Amistoso – Beira-Rio – Brasil 0×2 Argentina – Más, Conigliaro (Argentina)
03°) 26/04/1972 – Amistoso – Beira-Rio – Brasil 3×2 Paraguai – Carlos Alberto Torres, Tostão, Dirceu Lopes (Brasil), Escobar, Jiménez (Paraguai)
04°) 17/06/1972 – Amistoso – Beira-Rio – Brasil 3×3 Seleção Gaúcha – Jairzinho, Paulo César Caju, Rivellino (Brasil), Tovar, Carbone, Claudiomiro (Sel. Gaúcha)
OBS: Maior público da história de Porto Alegre, mais de 100.000 torcedores.
05°) 25/05/1978 – Amistoso – Beira-Rio – Brasil 2×2 Seleção Gaúcha – Toninho, Nelinho (Brasil); Lúcio, Éder (Sel. Gaúcha)
06°) 28/10/1981 – Amistoso – Olímpico – Brasil 3×0 Bulgária – Roberto Dinamite, Zico, Leandro
OBS: Primeiro jogo no Olímpico.
07°) 08/06/1985 – Amistoso – Beira-Rio – Brasil 3×1 Chile – Zico (2), Leandro (Brasil); Nuñez (Chile)
08°) 24/06/1987 – Amistoso – Olímpico – Brasil 1×0 Paraguai – Valdo
09°) 16/12/1992 – Amistoso – Beira-Rio – Brasil 3×1 Alemanha – Luís Henrique, Jorginho, Bebeto (Brasil); Sammer (Alemanha)
10°) 23/12/1994 – Amistoso – Olímpico – Brasil 2×0 Iugoslávia – Viola, Branco
11°) 07/09/1999 – Amistoso – Beira-Rio – Brasil 4×2 Argentina – Rivaldo (3), Ronaldo (Brasil); Ayala, Ortega (Argentina)
12°) 15/08/2001 – Eliminatórias – Olímpico – Brasil 2×0 Paraguai – Marcelinho Paraíba, Rivaldo
13°) 05/06/2005 – Eliminatórias – Beira-Rio – Brasil 4×1 Paraguai – Ronaldinho (2), Zé Roberto, Robinho (Brasil); Roque Santacruz (Paraguai)

Destes jogos todos, eu vi o de 1994, o de 1999 no estádio e trabalhei no de 2005. Experiência única e inesquecível!
Total: 10V, 2E, 1D – 32GP, 15GC

Postado por Perin, com dados do I.P.E.

Sobrinho de Zé Alcino assina com o Internacional

31 de março de 2009 12

Samuel Rosa Gonçalves, com nome de cantor pop brasileiro e promessa de jogador com ótimo potencial, foi emprestado pelo São José-RS ao Internacional até dezembro deste ano. Sobrinho de Zé Alcino e de apenas 18 anos, Samuel foi o principal destaque do Zequinha na Copa São Paulo deste ano.

Seu tio ficou famoso nos anos 90, surgindo no São Borja como artilheiro da Segundona em 1994, jogando no Internacional em 1995 e brilhando no Grêmio entre 1996 e 2000.

Centroavante como Wálter (que também surgiu no Zequinha antes de ser adquirido pelo Inter), Samuel estava praticamente acertado com o Grêmio. O vice-presidente de marketing gremista César Pacheco chegou a dar entrevista antes do jogo São José 1×3 Internacional, na 2º rodada. Porém no mesmo dia, Samuel ficou fora do banco do jogo contra o Internacional e a negociação se deu como finalizada.

Porém só ontem, mais de um mês depois, o registro do contrato foi feito no BID. seu contrato está descrito no DURT: http://200.159.15.35/registro/registro.aspx?s=292175

Postado por Perin, com infos do BID…

Mais informações sobre a confusão em SM...

31 de março de 2009 2

Mais informações na edição de hoje do Diário de Santa Maria deixam claro que o Inter-SM nada teve a ver com a confusão no jogo de ontem com o Veranópolis.

A confusão começou com um incidente envolvendo o Veranópolis contra o árbitro Rogério Gonçalves após a expulsão do meia Miro Bahia, que agrediu o zagueiro colorado Linno.

Temendo agressões ao árbitro, a PM entrou em campo (correto) mas do jeito errado empurrando com os escudos. Para piorar, alguém resolveu usar spray de pimenta contra os jogadores. Vejam as imagens (especialmente a partir de 51 segundos):


O Inter-SM insinuou que havia encenação, alguma discussão e o jogo foi suspenso. Recomeça hoje, às 15h30min e apenas para os jogadores que já atuaram ontem.

Ou seja, o Internacional-SM nada tem a ver com isto. Isto é muito bom ressaltar. Torcedores que estavam no estádio relataram que os jogadores do Veranópolis estavam descontrolados, as imagens comprovam. Merecem ser punidos, não levar escudo de acrílico na cara nem spray de pimenta.

Mas o fato é que a PM reagiu com força excessiva e reação desproporcional à ação. Em menos de cinco segundos de intervenção, a BM já tinha usado o spray. Absurdo!

É a mesma coisa de tu mandar alguém naquele lugar e levar um tiro por isto.

Minha opinião.

Postado por Perin, colocando mais infos sobre o assunto.

Não falei? Olhem o que ocorreu hoje em Santa Maria

30 de março de 2009 11

Jogadores do Veranópolis foram levados ao hospital/Fernando Ramos

Ontem falei da PM de Pernambuco, que já cometeu vários abusos em jogos de futebol. Disse que ela tinha superado a PM do Rio Grande do Sul, que já tinha alguns erros.

Pois bem, na minha cidade natal, Santa Maria-RS, uma confusão entre jogadores do Internacional e do Veranópolis terminou no hospital e na delegacia. Cinco jogadores do Veranópolis foram atendidos após receberem gás de pimenta da Brigada Militar. Esta havia entrado em campo para separar uma briga entre os dois times.

Aproveitando: alguns internautas me xingaram dizendo que eu era contra a PM, que os jogadores não eram santos, etc. Nada disto.

Eu sou contra alguns erros, GRAVES, do COMANDO da Polícia Militar de Pernambuco, que não tomou providências após incidentes repetidos.

Nada tenho contra os policiais que fazem seu trabalho de maneira honesta e com qualidade. Ganham mal à beça, tem péssimo equipamento e falta treinamento.

Além disto, péssimos profissionais existem em todas as áreas (na minha, Informática, tem um montão), inclusive na PM. Cabe à gestão da PM identificar problemas e afastá-los.

E não disse que jogador algum era santo. Bem pelo contrário, sempre exigi postura PROFISSIONAL dos atletas do meu time, do qual sou sócio e exijo respeito pelo salário que pagamos.  

Postado por Perin, lamentando mais uma confusão…

GP DA AUSTRÁLIA: Brawn GP "vim, vi e venci"

30 de março de 2009 1

A primeira corrida do Mundial de Fórmula-1 de 2009 terminou com a `confirmação de uma surpresa`. Afinal, a Brawn GP havia dominado todos os testes do início de temporada e repetiu a dose na primeira prova.

O inglês Jenson Button liderou de ponta a ponta o GP da Austrália, enquanto o veterano brasileiro Rubens Barrichello, que largou mal e fez uma corrida de recuperação, contou com a sorte e uma barbeiragem de Sebastian Vettel para chegar em segundo lugar.

Como foi largamente divulgado no final de semana, a vitória da Brawn GP em sua corrida de estréia foi apenas a 3° na história (repetindo Mercedes em 1954 e Wolf em 1977). E chegar na estréia com dobradinha, somente a Mercedes havia conseguido com suas lendárias flechas de prata no GP da França de 1954 (Fangio e Kling). Aliás, Mercedes que fornece os motores da Brawn…

A corrida foi de ótima qualidade (algo raro na chatíssima pista de Melbourne). Massa e Raikkonen tentaram andar mais que a Ferrari deixou. Massa tava bem até quebrar (segue o azar na Austrália…), enquanto Kimi bateu. Já as McLaren foram ainda mais lentas, deixaram a desejar mas Hamilton, em uma corrida sem erros, se recuperou do 18° lugar e terminou em uma 3° posição.

Lista completa de prêmios aqui:
ALMANAQUE ESPORTIVO – PREMIAÇÕES ESPECIAIS F-1 2009

Os prêmios especiais do Almanaque Esportivo permanecem em 2009:

Troféu `Jim Clark` – Jenson Button e Brawn GP, sem erros ao longo de todo o final de semana. Primeira vitória de Button em 4 anos (2° na carreira), e show da nova equipe da lenda Ross Brawn.

Troféu `Rouge & Blanc` – Lewis Hamilton, que largou em 18° lugar e terminou em 3°. Menção honrosa para Nico Rosberg, que passou a corrida lutando mas sofreu sem pneus no final da prova.

Troféu `Porquê eu não fiquei com minha boca fechada` – Ninguém, todo mundo se comportou.

Troféu `Dick Vigarista` – Pouca gente percebeu, mas a culpa da batida de Barrichello, Kovalainen, Alonso, etc na 1° curva foi de Mark Webber, que tentou se enfiar e bateu em todo mundo. Vejam no compacto.

Troféu `Chris Amon` – Kovalainen, que foi abalroado por Webber e se registrou como primeiro abandono de 2009.

Troféu ‘Fiofó de Ouro’ – Hamilton, que contou com seis abandonos na sua frente e mais 4 que bateram na 1° curva para chegar em um quase impensável 3° lugar depois de largar em 18°

Troféu ‘Didi Mocó Prize For Technical Achievements’Para Vettel, que fez uma barbeiragem lamentável e jogou para fora Robert Kubica. Menções honrosas para Nakajima e Piquet, que bateram sozinho pela enésima vez.

Troféu ‘Dick Vigarista’Para Vettel, que fez uma barbeiragem lamentável e jogou para fora Robert Kubica.

EDITADO: Depois da prova vazou o escândalo da fraude da McLaren e de Lewis Hamilton, o prêmio saiu do colo de Vettel e foi para a McLaren

E que venha o GP da Malásia semana que vem!

Divulgado vídeo oficial do Centenário do Inter

30 de março de 2009 14


Bem legal o vídeo institucional do Internacional, falando do Centenário Colorado. Ele começou a ser veiculado esta semana.

Confiram:

Postado por Perin, que achou bacana o vídeo

Pernambuco: a pior polícia do Brasil

29 de março de 2009 7

Policial Lúcia Helena, envolvida em duas confusões da PM de Pernambuco no futebol/reprodução: Globo e SporTV

Sempre achei a Brigada Militar muito mal preparada para lidar com multidões em estádios de futebol. Já vi, a menos de 2 metros de mim, erros de avaliação e conduta grotescos, sobretudo no 1° de outubro de 2005 no jogo Internacional 2×2 Fluminense, pelo Brasileirão.

Porém perto do que tenho visto nos últimos 12 meses em Pernambuco, os policiais gaúchos são expertsA prepotência, o despreparo, a falta de bom-senso e acima de tudo a INCOMPETÊNCIA dos policiais destacados para as partidas de futebol em Pernambuco já estão se tornando famosas em todo o Brasil.

Neste final de semana, os jogadores Carlinhos Bala e Gilmar, do Náutico, acusaram a PM de Caruaru de agressão após confusão no jogo Central 2×1 Náutico, pelo Campeonato Pernambucano. Eles vão processar os agressores.

“Pedi ao comandante que trouxesse os soldados que estavam no evento, e os jogadores identificaram os agressores na hora. O promotor tentou um acordo, mas não aceitamos. Temos a prova de vídeo e aguardamos que o processo seja encaminhado. Esse episódio mostra o total despreparo da PM de Pernambuco para fazer a segurança de eventos esportivos”, disse Verilo Albuquerque, advogado do time da capital.

O que poderia ser um fato isolado se mostra apenas a repetição de tristes incidentes. No Brasileiro de 2008, o Vitória e o Botafogo explodiram em críticas contra o Batalhão de Choque de Recife, curiosamente em dois jogos contra o Náutico.

Nos dois casos, a tenente Lúcia Helena esteve envolvida: deu voz de prisão ao botafoguense André Luís, e ainda negou que o policial Washington tenha dado voz de prisão ao goleiro colombiano Viáfara, do Vitória, no intervalo de outra partida pelo nacional.

Aliás, só o fato de uma pessoa que se envolveu em uma confusão em um jogo continuar sendo designada, já mostra a falta de preparo do comando da PM. As duas delegações saíram de Recife revoltadas, mas pelo visto, os erros da PM pernambucana permanecem.

No caso de André Luís, meu pai, um militar aposentado que normalmente fica do lado do Estado, desta vez defendeu o jogador dizendo que claramente houve abuso de autoridade. As imagens não deixam a menor dúvida, além de ressaltarem a habitual bagunça de gente dentro de campo que não deveria estar.

No segundo, a questão foi mais evidente: tinha spray de pimenta no vestiário e a PM não tinha NADA que fazer lá dentro, atrapalhando a preleção do técnico Wágner Mancini.

Até quando a Polícia Militar continuará errando em Pernambuco?

Das duas, uma: ou ocorre uma grande tragédia.

Ou eles fazem isto com jogadores de um grande time do eixo Rio-SP…

Enquanto isto não acontecer, pelo visto nada será feito.

Postado por Perin, lamentando o despreparo da PM do PE…

Danrlei: estatísticas no clássico Gre-Nal

28 de março de 2009 20

Danrlei e Fabiano: nem parece que brigaram em um Gre-Nal de 2000

Por sugestão do leitor Djair Rodrigues França, depois de uma polêmica no qual o ex-presidente gremista Cacalo disse que Danrlei só havia perdido um único clássico no Sala de Redação, vamos aos dados em clássicos Gre-Nais do titular do Grêmio no período do segundo semestre de 1993 até o segundo semestre de 2003, quando foi dispensado pelo então técnico Adílson Batista.

Símbolo tricolor por uma década, Danrlei jogou 594 partidas pelo time da Azenha após estrear em 1993. Ele estreou em clássicos com uma derrota, 1×0 para o Internacional no Gauchão de 1994. Seu último Gre-Nal foi pelo Brasileiro de 2003, quando teve excepcional atuação e garantiu o 0×0 no estádio Olímpico.

No total foram 28 jogos com nove vitórias, 10 empates e 9 derrotas. Retrospecto absolutamente equilibrado.

Em três Gre-Nais, Danrlei teve atuações monumentais: no Brasileiro de 1996 (2×1 para o Grêmio), no Gauchão de 2000 (1×1) e no seu último clássico.

Em compensação, Danrlei viveu momentos ruins no Gre-Nal do 5×2 em 1997, quando saiu ainda no 1×0 acusando uma lesão jamais encontrada pelos médicos (e contestada pelo então presidente gremista Cacalo)e na Seletiva de 1999 (quando falhou no gol de Almir no jogo de ida).

O jogador com mais clássicos no futebol gaúcho recentemente é o veteraníssimo colorado Clemer, que já jogou 20 clássicos. Danrlei, que viveu um dia de terror e heroísmo no acidente do Brasil de Pelotas, está atualmente suspenso pelo TJD-RS após se envolver em briga generalizada contra a Ulbra.

Aliás, também arrumou uma no Gre-Nal do Brasileirão de 2000, quando se desentendeu com o colorado Fabiano.

Disputou dois títulos (estaduais) contra o Inter, vencendo em 1999 e perdendo em 1997. Confiram os números:

1994: 2 jogos, 1E, 1D
1995: 2 jogos, 1V, 1D
1996: 2 jogos, 1V, 1E
1997: 3 jogos, 1E, 2D
1998: 1 jogo, 1D
1999: 8 jogos, 3V, 3E, 2D
2000: 2 jogos, 1V, 1E
2001: 3 jogos, 2V, 1E
2002: 2 jogos, 1V, 1E
2003: 3 jogos, 1E, 2D
TOTAL: 28 J, 9V, 10E, 9D

OBS: o Gre-Nal do Brasileiro de 2002 eu tinha contado 1 derrota pro Danrlei, mas foi vitória. Os dados agora estão certos

Postado por Perin, com dados do I.P.E.

Invenção na cobrança de pênalti dá errado

27 de março de 2009 2

Uma tentativa, ridícula, de criatividade na cobrança de pênalti custou caro a dois jovens portugueses. O capitão da Seleção Portuguesa Sub-21, o talentoso Pereirinha, do Sporting Lisboa, deve estar arrependido do que fez no último domingo.

No jogo Portugal 2×0 Cabo Verde, pelo Torneio Internacional da Madeira Sub-21, uma penalidade a favor do time português foi marcada. Na cobrança, Pereirinha apenas rolou para frente, quando seu companheiro Rui Pedro (do Porto), chegaria chutando forte em uma cobrança de pênalti indireta.

 

Vejam o lance:

 

Isto já ocorreu antes com um tal de Johan Cruijff, e uma tentativa semelhante foi repetida. Naquela vez, deu certo:

 

 

De castigo pela burrada, Pereirinha e Rui Pedro foram suspensos pelo técnico Carlos Queiroz (da seleção principal) e criticados pelo treinado Sub-21, Rui Caçador.

 

Vejam ainda, outros lances que:

 

Deram CERTO – Euller e Douglas – América-MG

 

 

Deram ERRADO – Robert Pires e Thierry Henry – Arsenal:

Postado por Perin, dizendo que mata o jogador do time q fizer.

F-1 2009: Premiações Especiais do Almanaque Esportivo

27 de março de 2009 0

Repetindo a temporada 2008, cujos resultados vocês podem ver aqui, em 2009 teremos mais uma edição da “Premiação Especial Almanaque Esportivo” após cada GP da temporada de Fórmula-1.

Hamilton está passando Glock na última volta e se sagrando campeão  em 2008. E este ano?/Reprodução Rede Globo

Confiram a explicação de cada prêmio:

Troféu “Jim Clark” – Para o melhor piloto da corrida

Troféu “Rouge & Blanc” - Para o piloto mais combativo da corrida (não necessariamente o melhor).

Troféu “Chris Amon” - Para o azarado do final de semana

Troféu “Fiofó de Ouro” - Para o sortudo do final de semana

Troféu “Didi Mocó Prize For Technical Achievements” - Para o incompetente/lambança do final de semana

Troféu “Porquê Eu Não Fiquei Com Minha Boca Fechada”
- Para quem “falou demais e deu bom dia à cavalo”

Troféu “Dick Vigarista” - Para quem jogou sujo, né Muttley `MEDALHA MEDALHA`?

CALENDÁRIO 2009:

29/03 – GP da Austrália – Melbourne

05/04 – GP da Malásia – Sepang

19/04 – GP da China – Shanghai

26/04 – GP do Bahrein – Sakhir

10/05 – GP da Espanha – Barcelona

24/05: GP de Mônaco – Montecarlo

07/06: GP da Turquia – Kurtkoy

21/06: GP da Inglaterra – Silverstone

12/07: GP da Alemanha – Nurburgring

26/07: GP da Hungria – Hungaroring

23/08: GP da Europa – Valencia

30/08: GP da Bélgica – Spa-Francorchamps

13/09: GP da Itália – Monza

27/09: GP de Cingapura – Cingapura

04/10: GP do Japão – Suzuka

18/10: GP do Brasil – Interlagos

01/11: GP dos Emirados Árabes – Abu Dhabi