Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Posts do dia 2 abril 2009

A hora e vez de Fábio Aurélio na Seleção

02 de abril de 2009 8

Fábio Aurélio brilhando no Liverpool

Que os defensores do promissor Marcelo e do eficiente Kléber me perdoem. Mas urge um novo titular da camisa 6 da Seleção Brasileira, utilizada de maneira lendária por cracassos como Nílton Santos e Júnior e que segue sem dono desde os últimos anos ruins de Roberto Carlos. Falo de Fábio Aurélio.

Titular absoluto do Liverpool desde que chegou à Anfield Road em 2005, o ex-são paulino tem jogado muita bola neste ano de 2009. É um dos principais atletas e só não vinha tendo mais destaque por causa de consecutivas lesões.

Recuperado, tem auxiliado o craque Steven Gerrard na luta pelos dois títulos: o Inglês e a Liga dos Campeões. Ele começou no São Paulo, foi destaque nas Seleções Brasileiras de base e foi precocemente vendido ao Valencia em 2000, com apenas 21 anos.

Jogou cinco gloriosos anos no estádio Mestalla, ganhou dois espanhóis, foi vice-campeão europeu até ser negociado com o Liverpool.

Dono de um cruzamento preciso e de um chute poderoso, Fábio Aurélio marca forte e tem sido destaque do time desde que voltou de lesão.

Como Dunga finalmente parece ter desistido de Gilberto, e Juan não ser um jogador à altura, está na hora de ver Fábio Aurélio na Seleção. Logo.

Postado por Perin, que é fã do jogador dos `Reds`…

Roth: Douglas Costa 2008 = Chiquinho 2002

02 de abril de 2009 11

Chiquinho e Douglas Costa:diferentes com o mesmo Roth.../montagem TI RBS

Celso Juarez Roth, teu passado te condena! Não adianta dizer que está preparando Douglas Costa, que considera o grupo craque, diferenciado, se ele é banco até do time reserva, quase nunca entra. E se nos treinos você, Celso Roth, que deveria guiar o garoto ao estrelato que acha que ele tem (eu tenho sérias discordâncias disto), trata o guri como fez ontem, xingando e tratando ele da pior maneira possível.

Mesmo com o Douglas Costa minimizando o incidente, ficou evidente que Roth mostra não ter tato, orientação e coordenação para lançar garotos. Não adianta ele dizer que “lançou Ronaldinho, Diego, Robinho” pois estes surgiriam com ou sem ele (Diego e Ronaldinho já eram falados antes de Roth assumir Santos e Grêmio, respectivamente).

A maneira como Roth trata Douglas parece o que ocorreu em 2002, com Chiquinho. Promessa da base, ele só jogou contra o Santos, no início do Brasileiro, porque o lateral titular, o medíocre Cássio, estava suspenso e o reserva Vinícius foi expulso. Antes do jogo, uma entrevista de Chiquinho me chamou a atenção: `o lado direito do Santos é forte e eu vou cuidar, mas é bom eles se preocuparem comigo`. Personalidade, tudo que aquele time não tinha.

No jogo, ele comandou um massacre de 3×0, sendo o protagonista do jogo, quase marcando gols e sendo eleito como o craque da partida. Claro que Roth deixou ele no ostracismo depois disto, e Chiquinho acabou jogando pouquíssimas vezes.

A mais célebre foi no Gre-Nal, quando o Inter perdia por 1×0 no Beira-Rio, a torcida gritava por Chiquinho e Roth, sempre uma pessoa com muito tato, colocou ele faltando quatro minutos e dizendo: “tu que é o xodozinho da torcida, vai lá e resolve”.

Na última rodada, no desespero de Belém, Chiquinho foi titular e um dos melhores em campo. Roth? Claro que já tinha sido demitido e deixado o time no buraco.

Antes que as viúvas de Chiquinho enlouqueçam, vamos ser francos: ele teve muitas chances, o Inter tratou ele por 2 anos (2003 com o raro problema no cérebro, 2005 parado com o púbis) e ele errou.

Fez bobagem fora de campo, foi incorreto com os colegas de time falando besteira na imprensa na intertemporada de 2006 e se indispondo com todo o elenco da época.

Teve todas as chances do mundo em Palmeiras, Goiás, Fortaleza e agora no Joinville. Tem problemas físicos e não vingou. Faz parte, futebol é assim.

Postado por Perin, que acha Roth péssimo.