Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de abril 2009

GP DA MALÁSIA: Button vence a `meia-prova`

25 de abril de 2009 0

Button, soberano de novo na Malásia.../Diego Azubel, EFE

Atrasado, aqui vai minha análise sobre o GP da Malásia da temporada 2009 de Fórmula-1. Aquele da corrida pela metade, graças à ganância de Bernie Ecclestone. Apesar dele achar que “vai manter” assim, acho improvável que ano que vem os GP`s da Austrália e da Malásia sejam disputados tão tarde.

Temporais podem ocorrer, mas em uma largada que normalmente ocorre às 14h locais, qualquer atraso ainda pode ser contornado em luz solar. Mas largando às 17h, fica impossível. E nem precisava ser chuva: poderia ter sido um grave acidente, um problema diferente qualquer. O risco é o mesmo. E justamente por pensar somente no dinheiro, e nos protestos das emissoras de tv e dos espectadores pelo grande risco de ver uma corrida pela metade de novo, é que eu acho que a FOTA vai voltar atrás.

Uma corrida dominada mais uma vez pela Brawn GP, sem chances para os demais. Outro fiasco da Ferrari, com uma corrida terrivel para Kimi Raikkonen e um azar de Massa, que estava próximo de recuperar pontos quando a prova foi interrompida. Barrichello, que largou em oitavo, terminou a prova na boa 5° colocação. Bom para Heidfeld que chegou em segundo e sai bem na frente de Robert Kubica, assim como a dupla da Toyota, Timo Glock (3°) e Jarno Trulli (4°)

Lista completa de prêmios aqui:
ALMANAQUE ESPORTIVO – PREMIAÇÕES ESPECIAIS F-1 2009

Troféu “Jim Clark”: Jenson Button, mais uma corrida sem erros.

Troféu “Dick Vigarista”: Bernie Ecclestone, por esquecer que os pilotos são e sempre serão aqueles que fazem ele ser um dos homens mais ricos do mundo ocidental

Troféu “Rouge & Blanc”: Ninguém, tivemos pouco tempo de um piloto se mostrar combativo.

Troféu “Fiofó de Ouro”: Para Button, que correu metade da corrida e levou. Corrida na chuva é imprevisível: um erro e adeus…

Troféu “Chris Amon”: Para Felipe Massa, que tinha tudo para marcar pontos mas acabara de ir aos boxes antes da queda. Terminou em 9° lugar.

Troféu “Porquê não fiquei com minha boca fechada”: todo mundo anda comportadinho neste início de ano…

Postado por Perin, pedindo desculpas pelo atraso…

Raio-X: números e fatos da Libertadores 2009

24 de abril de 2009 31

Grêmio: time de melhor campanha na Libertadores 2009/Roberto Candia, AP

Semana passada, o Grêmio era o destaque brasileiro na Libertadores 2009. Agora é a melhor campanha de toda a competição com quatro vitórias e um empate em cinco jogos. Um dos únicos invictos ao lado do Nacional de Montevidéu, o Tricolor tem ainda a melhor defesa, com apenas um gol sofrido. O melhor ataque é também brasileiro, o São Paulo com dez gols em seis jogos.

Sem jogar, o Tricolor se tornou o time com melhor aproveitamento na competição, já que o Boca Juniors perdeu para o Deportivo Cuenca, do Equador, enquanto o Nacional do Uruguai empatou pela segunda vez.

Vencendo na terça-feira o Boyacá Chicó no Olímpico, algo que beira a obviedade, se tornará a melhor campanha da primeira fase, garantindo todos os mata-matas no Olímpico e virtualmente eliminando as chances de enfrentar o Boca Juniors antes de uma possível final, já que o time argentino deve ficar em segundo lugar nesta primeira fase.

Em compensação, o fiasco dos argentinos é clamoroso: antes da última rodada três times já estão matematicamente eliminados, enquanto apenas o Boca e o Estudiantes passariam de fase. Dois grupos já terminaram seus jogos na primeira fase (grupos 4 e 5), e em todos os demais faltam apenas uma rodada a ser disputada na semana que vem. Já temos nove times classificados.

Os grupos 1 e 2 estão com as duas vagas ainda em aberto. Apesar de remota, existe a chance do Boca ser eliminado ainda na primeira fase. Em um jogo sensacional, o Defensor Sporting se classificou ao bater o Independiente Medellín por 4×3 com três gols nos últimos 7 minutos. Ainda hoje, um texto sobre mais um “Jogos Para Sempre”, relatando esta partida.

Os brasileiros vão bem: O São Paulo e o Cruzeiro se garantiram em primeiro lugar em grupos já encerrados. Já o Grêmio e o Sport estão matematicamente classificados, o time gaúcho garantido em 1º lugar.

O único desesperado é o Palmeiras, que terá de vencer o perigoso Colo-Colo em Santiago para se classificar. Empate ou derrota significam “adeus Libertadores” para o time de Wanderley Luxemburgo. No mesmo grupo, a atual campeã L.D.U. foi eliminada com uma rodada de antecipação.

Em compensação, o grupo 3 só joga para cumprir tabela, pois o uruguaio Nacional e o surpreendente peruano Universitário San Martín estão classificados, cabendo ao paraguaio Nacional e principalmente ao outrora todo-poderoso argentino River Plate o mico da eliminação por antecipação. Eles se juntaram a mais nove times já eliminados.

Se os argentinos dão vexame e os brasileiros brilham, os peruanos vão além das expectativas: 100% de aproveitamento na fase de grupos, mesmo aproveitamento dos uruguaios, que vive grave crise econômica dentro e fora do futebol. Os chilenos tinham 3 e agora só 1 time classificado, mas Everton, Universitário e Colo-Colo decidem em casa a classificação em confrontos dir

Postado por Perin, com dados múltiplos do I.P.E.

Apito amigo ajuda Corinthians de novo

23 de abril de 2009 56

Tem me chamado atenção os erros de arbitragem em jogos importantes a favor do Corinthians. Domingo passado, Ronaldo fez uma entrada criminosa sobre André Dias nas semifinais do Campeonato Paulista aos seis minutos de jogo, e só recebeu cartão amarelo. Certamente, o `carteiraço` impediu o justíssimo vermelho. Pior para André Dias, que havia levado amarelo aos três minutos em falta sobre Ronaldo, e que no início do segundo tempo foi expulso. Vejam o lance de Ronaldo:

Domingo Ronaldo fez um gol e participou de outro na vitória sobre o São Paulo, que despachou o tricolor do Paulista e levou o Corinthians às finais do estadual. Só que ele não deveria estar em campo…

Porém o que mais me chamou a atenção foram os dois jogos da Copa do Brasil. O Corinthians derrotou o Itumbiara-GO e o Misto-MT por 2×0 e se classificou ainda no primeiro jogo. Até aí tudo bem. A questão a ser levantada foram os dois “primeiro gol”. Ambos em pênaltis inexistentes, quase vergonhosos.

Contra o Itumbiara-GO o primeiro gol foi lamentável. Um pênalti altamente discutível, convertido por Chicão. Semana passada foi pior, contra o Misto em Cuiabá: a penalidade foi marcada sobre Souza, mas no lance vemos uma falta clamorosa de ataque do centroavante corintiano. Para completar, nenhuma menção à penalidade inexistente nos principais programas esportivos da Globo. E os juízes eram daqueles que apitam na Série A… MEDO

Postado por Perin, achando curioso os erros…

16 campeões já foram eliminados em suas 1º fase

22 de abril de 2009 29

A LDU, atual campeã continental, foi eliminada ontem ao ser derrotada por 2×0 pelo Palmeiras na Copa Libertadores 2009. No Clube da Bolinha, um post sobre o assunto gerou polêmica, ao informar que o Internacional foi o primeiro campeão da Libertadores eliminado na primeira fase do ano seguinte, o que ocorreu em 2007.

Isto evidentemente está correto, basta ver a tabela e teve como culpado o péssimo planejamento colorado em todo o ano de 2007, a ponto de ir para a Libertadores com os seguintes zagueiros: Índio (lesionado), Ediglê, Wilsão (veterano e quase 18 meses parado) e Rafael Santos (o maior erro de Fernando Carvalho). 

Porém vale ressaltar um fato importante: o time campeão por décadas entrava direto na fase semifinal, fato que ocorreu de 1962 até 1971. Em 1972, o atual campeão entrava também na fase semifinal, porém esta era disputada em dois triangulares, fato que se repetiu até 1987.

De 1988 até 1999, o campeão da Libertadores entrava na fase de oitavas-de-final, pulando a primeira fase e caindo direto nos mata-mata. A única exceção foi o Colo-Colo, em 1992. Muito mal financeiramente (aliás, continua), o time chileno campeão em 1991 pediu para jogar na fase de grupos e ganhar dinheiro de bilheteria e televisionamento, o que foi aceito.

Desde 2000, o campeão entra na primeira fase. Em 2007, o Inter ficou atrás de Vélez Sarsfield e Nacional-URU no saldo de gols. A campanha em si não foi ruim, tanto que o Colorado ficaria em 1º lugar em outro grupo equilibrado: o do Grêmio (vice-campeão) e que classificou também o Cúcuta (semifinalista). Em 2008, o Boca escapou de ser eliminado no número de gols marcados, mas em 2009

Como curiosidade, abaixo a lista times eliminados em suas respectivas 1º fase. Foram 16 equipes, sendo cinco times brasileiros (Inter, Vasco, Cruzeiro, Flamengo e Santos):

2009 – L.D.U.
2007 – Internacional
1999 – Vasco da Gama
1998 – Cruzeiro
1997 – River Plate
1987 – River Plate
1986 – Argentino Juniors
1985 – Independiente
1982 – Flamengo
1981 – Nacional
1980 – Olímpia
1972 – Nacional
1968 – Racing
1967 – Peñarol
1966 – Independiente
1964 – Santos

Postado por Perin, com dados do I.P.E.

Gol de D`Ale pode ter sido o 10.000 do Inter

21 de abril de 2009 5

De acordo com os números dos pesquisadores Laert Lopes e Raul Pons, atualizados por mim, o gol de D`Alessandro, o sétimo no massacre de 8×1 que deu o título gaúcho para o Internacional foi o de número 10.000 da história do clube da Beira-Rio.

Eu achava que só ocorreria em maio, mas a fúria ofensiva colorada antecipou a data. Quem me lembrou isto foi o colorado, afilhado e grande amigo Jesus Petry. Ele achava que foi o Álvaro e eu também, mas refiz as contas (valeu ao Ivair, de São Paulo, que indicou o erro). Vejam os dados atualizados:

No dia 10/03/2007 após o jogo Internacional 1×1 Santa Cruz pelo Gauchão, o Internacional tinha os seguintes dados históricos:

4.631 jogos
2.657 vitórias
1.091 empates
883 derrotas
9.733 gols pró

4.624 gols contra

DESDE ENTÃO OCORRERAM AS SEGUINTES COMPETIÇÕES:
Amistoso 2007 – 3 gols (Esportivo 0×3 Internacional, em maio)
Gauchão 2007 (a partir de 10/03) – 4 gols
Libertadores 2007  (a partir de 10/03) – 3 gols
Recopa 2007 – 5 gols
Brasileirão 2007  – 49 gols

TOTAL (DE 10/03 ATÉ DEZEMBRO): 64 gols

EM 2008:

Copa Dubai – 3 gols
Amistosos 2008 (esquecem de Al-Jaazera 0×1 Internacional): 1 gol
Copa do Brasil: 13
Campeonato Gaúcho: 52
Campeonato Brasileiro: 48
Copa Sul-Americana: 16
TOTAL: 133 GOLS

EM 2009
Gauchão 2009: 67 gols
Copa do Brasil 2009: 4 gols
TOTAL: 71 GOLS

TOTAL GERAL: 9.733 GOLS + 64 (no restante de 2007) + 133 (2008) + 71 gols = 10.000 gols

De acordo com o Paulo Fortunato, o Inter estaria ainda distante… Não tive tempo ainda de bater os jogos com ele, mas em breve faremos.

Postado por Perin, com dados do I.P.E.

Raio-X: números e fatos da Libertadores 2009

13 de abril de 2009 20

Riquelme e o Boca Juniors: melhor campanha da Libertadores 2009

O Grêmio é o destaque brasileiro na Libertadores 2009, ao menos em relação ao aproveitamento dentro de campo. Com as derrotas de Sport e Cruzeiro na semana passada, apenas o Tricolor gaúcho e o São Paulo estão invictos na competição entre os times do Brasil. E somente o Palmeiras, que se recuperou com uma decisiva vitória em Recife diante do Sport, estaria eliminado neste instante.

Até agora, o Grêmio teria a quarta melhor campanha, à frente do São Paulo no saldo de gols. O Cruzeiro está logo atrás, mas já disputou um jogo a mais. O Sport estaria classificado em seu grupo, situação que pode mudar após a próxima rodada, quando enfrenta o Palmeiras em São Paulo. Faltam duas rodadas para quase todos os times.

O Brasil domina o grupo de elite com quatro classificados se a fase terminasse hoje. O Chile teria três equipes (100% de aproveitamento), argentinos e peruanos dois times, enquanto Colômbia, Equador, México, Paraguai e Uruguai completam as lista de 16 classificados para as oitavas de final.

A melhor campanha é do Boca Juniors, 100% de aproveitamento em quatro jogos. Logo atrás, o Libertad do Paraguai, com doze pontos em cinco rodadas. Boca, São Paulo, Grêmio e Nacional (Uruguai) são os times invictos. A equatoriana L.D.U., atual campeã, estaria fora mas seu país estaria representado pelo Deportivo Cuenca.

O que surpreende são as péssimas campanhas argentinas: de cinco times, só dois estariam classificados. E apenas o River Plate tem reais chances de mudar este quadro e se unir a Boca Juniors e Estudiantes. Já o Peru, lanterna isolado nas Eliminatórias para a Copa de 2010, faz bonito com seus clubes: seus dois times na fase de grupos estariam na próxima fase.

As piores campanhas são do Aurora (Bolívia) e Guaraní (Paraguai), que perderam os quatro jogos que disputaram. Os vexames vão para times poderosos como Palmeiras e River Plate, que pagam mico na competição e estariam fora se tudo terminasse hoje.

CLASSIFICADOS MATEMATICAMENTE
- Nacional (Uruguai) e Libertad (Paraguai)

ELIMINADOS MATEMATICAMENTE
- Aurora (Bolívia), Nacional (Paraguai), San Lorenzo (Argentina) e Universitario Sucre (Bolívia)

Se a competição terminasse agora, os CLASSIFICADOS seriam:

Brasil (4): Cruzeiro, Grêmio, São Paulo, Sport
Chile (3): Colo-Colo, Everton, Universidad do Chile
Argentina (2): Boca Juniors, Estudiantes
Peru (2): Universitario, Universidad San Martín
Colômbia (1): Independiente Medellín
Equador (1): Deportivo Cuenca
México (1): Chivas Guadalajara
Paraguai (1): Libertad
Uruguai (1): Nacional

Vejam quem seriam os ELIMINADOS:

Argentina (3): Lanús, River Plate e San Lorenzo
Bolívia (2): Aurora, Universitário Sucre
Colô

Postado por Perin, com dados do I.P.E.

Polêmica: preparação física da Seleção errou

12 de abril de 2009 6

Maicon sofre lesão séria contra o Equador: 90 dias parado

Paulo Paixão é um dos melhores preparadores físicos do Brasil em todos os tempos. Mas algo errado ocorreu na preparação para os jogos contra o Equador e Peru. O Brasil ficou alguns dias treinando em Teresópolis, depois viajou para Quito e fechou a série de dois jogos contra o Peru no Beira-Rio.

O resultado foi catastrófico para alguns times europeus: Maicon, da Internazionale, teve lesão muscular durante o jogo contra os equatorianos, de grau 3 (o máximo) e não joga mais este ano. Seu companheiro Júlio César sofreu lesão muscular no primeiro jogo após a viagem e ficou fora do jogo de hoje da Inter.

Marcelo sofreu contusão muscular antes do jogo contra o Peru e ficou de fora deste jogo e também da partida do Real Madrid. São três lesões em 22 jogadores, algo muito acima do esperado.

Carga demais, carga reduzida em excesso? Não sei, mas algo ocorreu.

Tá certo que não foi o terror que é cada Sub-20: jogadores voltam magros demais, sem treinamento, sem força física, nada.

Mas que algo errado ocorreu, isto não tenho dúvidas.

Postado por Perin, achando que a CBF é omissa.

Cruzeiro, Inter, Tardelli e Keirrison: os melhores

12 de abril de 2009 0

Após três meses de futebol no Brasil, temos algumas equipes que estão despontando na artilharia do futebol brasileiro. O Cruzeiro é o time com a melhor média de gols, o Internacional tem o ataque mais positivo do Brasil. Já no ataque, o Keirrison, do Palmeiras, e Diego Tardelli, do Atlético-MG são os goleadores máximos do futebol brasileiro

O Cruzeiro é o time com melhor média de gols desde o início do ano: 54 gols em 20 partidas, contando Mineiro e Libertadores. São 2.7 gols por partida. Em segundo lugar, o Internacional com média de 2.68 gols por partida. O Grêmio tem média de 1,95 gols por jogo.

Já o Inter é o recordista em gols na temporada 2009. O time da Beira-Rio tem 57 gols marcados, contra 56 do Vitória, 55 do Sport e 54 do Cruzeiro.

No retrospecto individual, Keirrison (Palmeiras) e Diego Tardelli (Atlético-MG) lideram. Eles já marcaram 18 gols no ano. Em terceiro, o colorado Taison, seguido de perto por Bruno Cazarine (Chapecoense) e Fábio Silva (Central de Caruaru-PE), ambos com 15 gols.

Postado por Perin, com dados do I.P.E.

Análise do Gre-Nal 376: a qualidade venceu

09 de abril de 2009 16

Índio, entrando para a história do clássico Gre-Nal

Eu prefiro escrever sobre jogos importantes alguns dias após a partida. Com a cabeça mais fria, consigo perceber fatos e contextos que muitas vezes ficam obscurecidos em uma análise imediata.

Sendo assim, agora é o momento de falarmos do “Gre-Nal do Centenário”, disputado no último domingo e que selou a demissão do técnico gremista Celso Roth. Acima de tudo, o Internacional venceu por ter mais qualidade, técnica e tática, que o Grêmio. Por ter D`Alessandro e Índio, a vitória foi obtida sobre Fábio Santos e Jonas, que perderam gols feitos.

A quarta vitória seguida colorada em clássicos, terceira por 2×1, foi garantida pela maior qualidade colorada. Não sou daqueles que acham que o Tricolor controlou a partida. A escalação do primeiro tempo foi para não fazer o Colorado jogar, mas o Grêmio esqueceu. Não foi, evidentemente, o fiasco do último clássico, mas achar que o Grêmio “jogou muito bem” é um exagero quase desesperador.

O Wianey Carlet apontou bem, outros disseram mas foram minoria: todas as jogadas gremistas foram de bola parada. TODAS. E em quase todas houve uma falha grosseira de Lauro ou de Álvaro, ou de ambos. Reparem que até no pênalti de Tcheco, o Álvaro fura o cabeceio e deixa a bola livre para Herrera, que provavelmente erraria o gol pelo mau atacante que é.

Em nenhum momento o Grêmio controlou ações, trocou passes e se aproximou da área colorada. Falta mecânica de jogo, organização tática, toque de bola. Tcheco, se não foi excelente, ao menos não sumiu em campo e correu o tempo inteiro. Souza foi bem quando jogou de armador, péssimo de ala.

Léo tem se recuperado em 2009 e fez um belo Gre-Nal, enquanto Victor provou mais uma vez que é um grande goleiro mas sem nenhuma sorte em clássicos. Roth escalou para não perder, mexeu para ganhar ao colocar Adílson de ala e Souza no meio mas depois errou de novo ao retirar Adílson no melhor momento gremista no jogo. Sua demissão era algo consumado, inexorável.

ÓTIMO: Léo
BOM: Souza, Rafael Marques, Tcheco, Victor
REGULAR: Adílson, Fábio Santos, Réver, Celso Roth
RUIM: Jonas, Reinaldo, Makelele
PÉSSIMO: Thiego, Herrera
SEM NOTA: Máxi López

No lado colorado, Taison sumiu mas Nilmar obteve vantagens e D`Alessandro mostrou sua genialidade. Andrezinho foi mal (aliás, virou mania fazer muxoxo ao ser substituído), Lauro e Álvaro tiveram atuações muito ruins, repetindo erros anteriores.

Álvaro errou no pênalti de Tcheco, errou no cabeceio de Jonas no poste, errou no lance de Fábio Santos além de dar um pontapé do nada e receber amarelo no início do jogo mais uma vez. Sua titularidade é a menos inquestionável de todo o time titular, Bolívar, Danilo e Danny merecem uma chance antes de Sorondo estar recuperado. Soberba a atuação de Sandro e mais duas ótimas atuações de Magrão e Guiñazu.

ÓTIMO: Sandro, Índio
BOM: Nilmar, Guiñazu, Magrão, D`Alessandro
REGULAR: Andrezinho, Tite
RUIM:

Postado por Perin, aguardando as finais do Gauchão…

Agradecimento pela audiência e desculpas

08 de abril de 2009 7

Agradeço às 44.000 visitas únicas (de acordo com o Google Analytics) no mês de Março, a maior desde o início do Almanaque Esportivo em setembro de 2007. O recorde anterior era de 38.000 visitas em janeiro

Me mudei recentemente para Cachoeirinha-RS (iniciando a vida de casado), estou ainda sem internet em casa e com muito trabalho na RBS, na área de Tecnologia da Informação.

Tenho alguns posts em pauta, mas sem tempo maior para escrever. Um especial agradecimento ao Márcio Gomes e ao André Roca, do ClicEsportes, que me incentivaram e apoiaram no início desta caminhada. E à Márcia Simões, da área de Variedades do ClicRBS, que teve enorme paciência para me explicar detalhes desta complicada ferramenta de blog…

 

Grande abraço e mais uma vez: obrigado!

Postado por Perin, saudando todos os leitores!