Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 15 maio 2009

Flamengo é carrasco colorado em `mata-mata`: 1996

15 de maio de 2009 21

Sávio, uma das estrelas do Flamengo em 1996

Flamengo e Internacional começaram anteontem a decidir as quartas-de-final da Copa do Brasil de 2009 em um empate em 0×0 no Maracanã. Até hoje, o Colorado é freguês: jamais eliminou o Fla de um mata-mata de um competição que valia título. Aliás, o Flamengo é o único time dos grandes do futebol brasileiro com vantagem sobre o Internacional em mata-matas.

Em outras competições, o retrospecto a favor do Flamengo prossegue: o time carioca conquistou o Campeonato Brasileiro de 1987 vencendo justamente o Colorado. Apenas na Seletiva Pré-Libertadores de 1999, competição que não valia taça, o Inter despachou o Fla.

Foi também nas quartas-de-final que estas equipes se enfrentaram nas Copas do Brasil de 1996 e 1997. Nas duas, o time rubro-negro bateu o colorado, caindo nas semifinais em 96 e na final em 97.

Em 1996, o Inter tinha jogado apenas uma partida nas oitavas-de-final, 1X1 no jogo de ida contra o São Paulo. Neste jogo, o time paulista colocou o volante Lima em campo (já havia jogado pelo Nacional-AM, depois iria para a Itália aonde se destacaria no Lecce e na Roma). Foi desclassificado pelo enorme equívoco administrativo. Que mundo diferente de hoje, não?

Em 7 de maio de 1996, na estréia do técnico Nelsinho Baptista, o Internacional venceu o Flamengo por 3×2. O público anunciado foi de apenas 40 mil, porém tinhamos mais de 60 mil no Beira-Rio, em mais um dos habituais `sumiços` de borderô dos anos 90…

Do lado colorado, as estrelas eram o jovem atacante Leandro Machado e o gênio Gamarra, além do irregular goleiro argentino Goycoechea, estrela do Mundial de 1990. No Flamengo, um time de estrelas: Romário, Sávio, Amoroso, Gilberto, Zé Maria, Ronaldão…

OBS: obrigado, Marcelo Rolim pelas correções. O Fla saiu na frente com um gol de Gilberto. Ainda no primeiro tempo, o colorado empatou com um gol de Moacir. Na etapa complementar, Leandro fez 2×1 antes de Marques empatar. No finalzinho, Leandro de novo garantiu a vitória colorada por 3×2  O. Um jogo tumultuado que teve as expulsões de Djair e Jorge Luiz pelo Flamengo e César Prates pelo Inter.

INTERNACIONAL (3): Goycoechea; César Prates, Márcio Tigrão, Gamarra e Cleomir; Anderson, Luis Fernando Souza, Moacir (Marcelo Rosa) e Paulo Isidoro; Fabinho e Leandro Machado. Técnico: Nelsinho Baptista.

FLAMENGO (2): Zé Carlos; Zé Maria, Ronaldão, Jorge Luiz e Gilberto (Fabiano); Mancuso, Márcio Costa, Djair e Nélio (Iranildo); Romário e Marques (Pingo). Técnico: Joel Santana.

No jogo de volta, o panorama foi totalmente diferente. Com um frágil time defensivamente, o Colorado foi envolvido o jogo inteiro pelo Fla. O Fla saiu na frente com um gol de Nélio aproveitando erro de Goycoechea. Logo depois, Sávio fez 2×0 em um frango do goleiro colorado.

No jogo de volta, o panorama foi totalmente diferente. Com um frágil t

Postado por Perin, direto do túnel do tempo…