Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 23 maio 2009

Irresponsabilidade quase causa desastre na GP2 em Mônaco

23 de maio de 2009 0

O tosco piloto austríaco Andreas Zuber por muito pouco não proporcionou uma tragédia na segunda prova da GP2 disputada hoje no circuito de Monte-Carlo. Ao disputar posição com o líder do campeonato, o franco-suíço Romain Grosjean após a chincana do Porto e antes da Piscina, Zuber trocou de trajetória três vezes, o que é proibido.

Na última mudança, Zuber tocou na roda de Grosjean, que decolou e encheu o muro. A batida foi forte e deixou o carro pendurado em cima do guard-rail. Grosjean e os comissários próximos nada sofreram, mas as imagens provam que o ato de Zuber foi, no mínimo, irresponsável:

A corrida foi encerrada faltando duas voltas, sob bandeira vermelha, resultado ótimo para o venezuelano Pastor Maldonado, vencedor da prova.

Destroços do carro de Romain Grosjean

Em 2007, o mesmo Andreas Zuber largava do lado de Timo Glock (hoje na F-1) na primeira fila do GP da França na GP2. Ele simplesmente tirou os dois da prova antes de 50m de prova em Magny-Cóurs. Logo depois, o venezuelano Ernesto Viso nasceu de novo. Vejam os dois acidentes:

Como cinéfilo, não pude deixar de recordar da batida fictícia no GP de Monaco disputado no filme Grand Prix, de 1966. O principal personagem Pete Aron, interpretado por James Garner, bateu em Scott Stoddart, interpretado por Brian Bedford e que tinha Jackie Stewart como dublê. Este foi um acidente parecido com o do australiano Paul Hawkins (1965) e do italiano Alberto Ascari (1955), no mesmo lugar do porto.

O filme por si só é um prazer aos amantes da velocidade, percorrendo as antigas pistas de Spa-Francorchamps, Zandvoort, Brands Hatch e Monza, ainda com a curva inclinada. Dirigido por John Frankenheimer, ganhou três Oscars: Melhor edição (simplesmente genial), melhor som e melhores efeitos especiais

Vejam o GP monegasco na íntegra dentro do filme:

Postado por Perin, direto do túnel do tempo…