Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de maio 2009

Ranking dos Pontos Corridos - 2003 a 2009

30 de maio de 2009 52

Ranking de pontos corridos: 2003 a 2009/Almanaque Esportivo

Acima está a classificação dos campeonatos disputados entre 2003 e 2008. Isto é relevante pois representa o período de seis temporadas nos quais o Campeonato Brasileiro foi disputado em pontos corridos, com turno e returno e sem os tradicionais mata-matas.

Evidentemente o São Paulo, tricampeão nacional neste período, é o líder isolado, mas Santos, Cruzeiro e Internacional disputam de maneira bem próxima o segundo posto.

Prejudicado pelas péssimas campanhas de 2003 e 2004 e pela ausência de 2005 (o mais longo com 46 rodadas), o Grêmio está somente em 13º, enquanto o Juventude é o 17º.

Foi o grande amigo Alexandre Limeira quem me enviou os dados. Eu peguei a mesma e fiz minhas habituais customizações, de forma a indicar outros dados que eu julgo relevantes.

Ao longo do Brasileirão, irei atualizando a tabela e mantendo a mesma já considerando os pontos de 2009.

Amanhã, o ranking completo de pontos entre 1971 e 2009.

Postado por Perin, com dados do I.P.E.

Brasileirão 2009: o ano dos grandes artilheiros

29 de maio de 2009 17

Se o Campeonato Brasileiro do ano passado ficou marcado pelo sucesso de atacantes veteranos, este ano tudo mudou. Uma leva enorme de talentos com faro de gol deve brilhar nas demais 37 rodadas da competição.

Em 2008, os três principais artilheiros da competição estavam com 33 anos: Kléber Pereira (Santos), Alex Mineiro (Palmeiras) e Washington (Fluminense). Os dois primeiros terminaram como artilheiros, enquanto Washington ficou logo atrás. Perto deles, somente o jovem Keirrison, então no Coritiba. 

A grande estrela do Brasileirão 2009 e do futebol sul-americano é Ronaldo Nazário. Mesmo aos 32 anos e ainda fora de forma, ele já brilhou no Campeonato Paulista e também na Copa do Brasil, comandando o Corinthians ao título invicto do Paulistão.

Ele estará cercado por outros dois jogadores que foram atacantes da Seleção Brasileira na Copa de 2006: Fred (Fluminense) e Adriano (Flamengo). Aos poucos, ambos irão fazer muitos gols nesta competição, a despeito da irregularidade de suas equipes.

Em 2009, Ronaldo, Fred e Adriano são algumas das estrelas, mas outro atacantes devem dar show. Kléber (Cruzeiro), Nilmar e Taison (Internacional), Borges (São Paulo) e de novo Keirrison (agora no Palmeiras).

Em times menos poderosos, Diego Tardelli deve sofrer no Atlético-MG assim como Kléber Pereira no Santos, mas o desafio está feito! Não levo fé nos atacantes gremistas (OBS: se eu acho o Victor disparado melhor que o Lauro, a despeito da ótima fase dele, porquê não posso achar os atacantes gremistas mais limitados?).

Quem será o artilheiro do Brasileirão 2009?

Mandem suas apostas, em dezembro a gente confere!

Meu palpite? Kléber, do Cruzeiro! Não sai na janela, bate os pênaltis do time mineiro e faz muitos gols com a bola andando.

Postado por Perin, desafiando os internautas!

Regulamentos idiotas, a série no Almanaque Esportivo

29 de maio de 2009 0

Série especial com os quatro regulamentos mais idiotas da história do futebol:

Regulamentos idiotas ao longo da história do futebol: Gauchão 1978/Reprodução Zero Hora

Sexta-feira, 29 de maio de 2009
Regulamentos idiotas, IV: Série D 2009, ou ‘como comparar laranjas com melancias’

Quarta-feira, 04 de junho de 2008
Regulamentos idiotas, parte III – O dia que o Náutico jogou para perder

Terça-feira, 03 de junho de 2008
Regulamentos Idiotas, parte II – O dia que o Grêmio jogou para perder

Sábado, 31 de maio de 2008
Regulamentos idiotas, parte I – O jogo que o time fez gol contra de propósito

Regulamentos idiotas, IV: Série D 2009

29 de maio de 2009 10

Grêmio x Juventude, 1978: Tricolor precisava perder para se classificar/Reprodução: revista placar

Mais uma obra-prima da “intelligentsia” dos dirigentes de futebol. Foi divulgado o regulamento da nova “Série D”, e ele é um absurdo!

Conseguiram a proeza de fazer uma fase eliminatória em mata-mata nas quais três times eliminados, mas de suposta melhor campanha (algo meio absurdo de se comparar, grupos diferentes de níveis técnicos diferentes), se classificam!!!

Que burrice! Vejam lá embaixo três campeonatos toscos que fizeram times derrotados se classificarem.

Resumo do longo e burro regulamento:

Os clubes, que ainda não estão todos decididos por conta dos Estaduais em andamento, serão divididos em dez grupos (A1, A2, A3, A4, A5, A6, A7, A8, A9 e A10) de quatro clubes cada de forma regionalizada. Todos jogam dentro do grupo em turno e returno. Os dois primeiros classificados de cada grupo se classificam. Até aí, OK

Na segunda fase, os 20 clubes vão ser divididos em dez grupos de dois clubes cada. Novamente todos jogam em turno e returno dentro dos grupos e apenas os líderes se classificam. Até aí, OK DE NOVO.

Na fase seguinte, como não poderia deixar de ser, a várzea está no ar. Agora começa a babaquice:

Os dez clubes são divididos em cinco grupos de dois clubes cada, como se fosse um mata-mata. Os rivais jogam em turno e returno. Os líderes se classificam, assim como os três clubes melhores classificados como segundos.

HEIN?  OS TRÊS MELHORES ELIMINADOS NO MATA-MATA SE CLASSIFICAM?

MEU DEUS DO CÉU! COMO VÃO COMPARAR TIMES DE GRUPOS DIFERENTES???

Os oito clubes classificados serão divididos em quatro grupos de dois clubes cada, jogam entre si em ida e volta, dentro de cada grupo, classificando-se os vencedores de cada grupo para a fase seguinte.

Estes disputarão um quadrangular inútil para saber campeão, vice, terceiro colocado e quarto, mas todos eles estarão na Série C 2010. Ou seja, uma fase inteira simplesmente para nada.

Vocês vão me perguntar: então, ô gênio, qual seria tua opção para evitar este rolo todo?

Simples: fazer o mesmo que se fazia antes nas Copas do Mundo e Libertadores que classificava mais times nas fases iniciais.

Se são 10 grupos, o ideal seria: classificam-se o 1º e o 2º colocados de cada grupo (20 times) e mais os 4 melhores terceiros colocados. Assim ficariam 24 times, divididos em chaves de 3 times. Os dois melhores de cada time iriam para as oitavas-de-final, depois quartas, semis e final.

Ah, e ainda faria uma disputa de terceiro com quarto lugar, para que ninguém se desmobilizasse ao garantir uma das vagas. O quarto teria que jogar um play-off com o 17° da Série B, que poderia assim escapar de um rebaixamento que hoje é automático.

O resultado é óbvio: com um regulamento longo, complicado e sem apoio da bilionária CBF, que sempre está se lixando para os clubes, muitos times já desistiram da Série D.

Confira os grupos:

Grupo A1

Juventus-AC

Nacional-AM

RO – 1

RR – 1

Grupo A2

Cristal-AP

Moto Club-MA

São Raimundo-PA

Tocantins-TO

Grupo A3

ASSU-RN

Ferroviário-CE

Sousa-PB

PI – 1

Grupo A4

Central-PE

Murici-AL

Santa Cruz-PE

Sergipe-SE

Grupo A5

Atlético-BA

Fluminense de Feira-BA

Macaé-RJ

ES – 1

Grupo A6

Friburguense-RJ

Madureira-RJ

Paulista-SP

Tupi-MG

Grupo A7

Ituano-SP

Mirassol-SP

Uberaba-MG

Uberlândia-MG

Grupo A8

Araguaia-MT

Brasília-DF

CRAC-GO

Itumbiara-GO

Grupo 9

Chapecoense-SC

Londrina-PR

Naviraiense-MS

Ypiranga-RS

Grupo 10

Brusque-SC

J. Malucelli-PR

Pelotas-RS

São José-RS

VEJA TAMBÉM

Sexta-feira, 29 de maio de 2009
Regulamentos idiotas, IV: Série D 2009, ou ‘como comparar laranjas com melancias’

Quarta-feira, 04 de junho de 2008
Regulamentos idiotas, parte III – O dia que o Náutico jogou para perder

Terça-feira, 03 de junho de 2008
Regulamentos Idiotas, parte II – O dia que o Grêmio jogou para perder

Sábado, 31 de maio de 2008
Regulamentos idiotas, parte I – O jogo que o time fez gol contra de propósito

Timaços da Dupla Gre-Nal formados `em casa`

28 de maio de 2009 33

Ronaldinho, Nilmar, Rafael Sobis, Lucas, Alexandre Pato, Anderson, Tinga: os craques da dupla Gre-Nal/Montagem TI RBS

Quem são os jogadores da dupla Gre-Nal, ainda em atividade, que montariam uma “seleção de atletas formados nas categorias de base”?

A idéia é do amigo Marcelo Duro, gremista dos mais fanáticos aqui do grupo RBS e um competente analista de planejamento da empresa, após ler o post sobre “ranking das categorias de base“, propôs um tema interessante aqui para o Almanaque Esportivo.

Ele sugeriu que eu fizesse uma seleção da Dupla Gre-Nal contando apenas talentos formados nas categorias de base do Beira-Rio e Olímpico, mas contando apenas jogadores ainda em atividade.

A seleção do Marcelo ficou assim:

GRÊMIO
Galatto; Felipe Mattioni, Anderson Polga, Léo e Anderson Pico; Lucas, Anderson, Tinga e Carlos Eduardo; Ronaldinho Gaúcho e Cláudio PitBull

INTERNACIONAL
Renan; ????, Lúcio, Danny Morais e Chiquinho; Sandro, Fábio Rochemback e Daniel Carvalho; Rafael Sóbis, Alexandre Pato e Nilmar

O meu time ficou parecido, só mudei o posicionamento de alguns jogadores gremistas. E não tem lateral-direito formado no Beira-Rio. Ah, antes que perguntem: o Danrlei não está mais jogando então eu estou desconsiderando.

GRÊMIO
Cássio; Felipe Mattioni, Anderson Polga, Léo e Anderson Pico; Rafael Carioca, Lucas, Tinga e Anderson; Ronaldinho Gaúcho e Carlos Eduardo

INTERNACIONAL
Renan; Thiago Mattos (sim, desespero), Lúcio, Danny Morais e Ramón; Sandro, Fábio Rochemback e Daniel Carvalho; Rafael Sóbis, Nilmar e Alexandre Pato

Outro amigo meu, o gremista Guilherme Boeira, montou seu time assim, considerando que Danrlei e Roger ainda estão em atividade:

GRÊMIO
Danrlei (Andrey); George, Léo, Scheidt e Roger (Douglas); Émerson, Lucas, Tinga e Ronaldinho; Anderson e Carlos Eduardo

No Grêmio, bons jogadores como Eduardo Costa, Émerson, Arílson ficaram de fora. Já no Inter, faltou lugar especialmente no ataque para Diogo Rincón e Taison.

E vocês, quem vocês colocariam?

Só valem atletas ainda em atividade…

Postado por Perin, comprovando o talento no RS…

Porque no Rio-SP ingresso em final = confusão

28 de maio de 2009 1

Filas quilométricas no Pacaembu...

Em todo e qualquer jogo decisivo, sobretudo em São Paulo e Rio de Janeiro, as cenas são as mesmas: confusão, filas imensas, torcedores irritados e cambistas beneficiados.

A última baderna ocorreu na final do Campeonato Paulista entre Corinthians e Santos. Torcedores se amontoam em quilométricas linhas humanas em torno dos estádios. Derrames de ingressos desviados, falsos, esquemas entre cambistas, funcionários do clube e outros `intere$$ados`.

No dia do jogo mais confusão. Modernidade zero, facilidade em `contornar` a fiscalização, descaso das autoridades e pouco interesse dos clubes. Este tem sido uma constante nesta realidade.

Vejam um relato de torcedor:  “Um policial civil comprou para mim na bilheteria do Pacaembu. Pedi para ele comprar porque ele não pega fila. Quero que alguém da BWA [empresa responsável pela comercialização] venha aqui me explicar o que acontece“, esbravejou o corintiano Nivaldo Esteves antes da final do Paulistão 2009.

Até Orlando Silva, Ministro dos Esportes, se irritou: “Isso é muito grave. É preciso um inquérito policial, porque fraude é crime. Por isso as pessoas com ingressos falsificados devem colaborar e fazer a reclamação”

Enquanto houver desinteresse dos clubes, a confusão continuará. Sorte dos colorados e gremistas, que não se incomodam no Beira-Rio e Olímpico em jogos decisivos.

E azar de quem não tenta resolver o problema, nem cobra solução para isto…

Postado por Perin, que não se incomoda para ir ao estádio…

Dupla Gre-Nal: quem jogou mais pelo clube?

27 de maio de 2009 0

Abaixo vai a lista de jogadores com cinquenta ou mais partidas atuando pela Dupla Gre-Nal. Com elencos sólidos e uma rotatividade razoável, Grêmio e Internacional tem mantido uma base ano após ano.

É importante ressaltar que não tenho certeza dos números do Léo, assim como jogadores como Guiñazu e Magrão estão muito perto dos 100 jogos.

Nilmar, Bolívar, Leandrão, Herrera e Tcheco são jogadores que já deixaram Porto Alegre e retornaram nos últimos meses.

Evidentemente, o recordista é Clemer, no Colorado desde 2002. No Grêmio, Tcheco é o jogador com mais jogos pela camisa tricolor. 

Confiram a listagem completa:

INTERNACIONAL

Mais de 300: Clemer (2002-)
Mais de 200: Índio (2005-)
Mais de 100: Bolívar (2003-2006 e 2008-), Nilmar (2003-04 e 2007-),
Mais de 50:  Leandrão (2001-2002), Danny Morais e Maycon (2006-), Guiñazu e Magrão (2007-), Andrezinho e Taison (2008-)

GRÊMIO

Mais de 100: Tcheco (2006-07 e 2008-), Léo (2007-)
Mais de 50: Adílson (2006-), Herrera (2006 e 2009-), Jonas (2007-), Réver, Souza e Victor (2008-)

Postado por Perin, com dados do I.P.E.

Em Caracas, Grêmio quer seguir invicto e 100% fora

27 de maio de 2009 0

O Grêmio jamais ficou tantos jogos sem perder em uma Libertadores. Em sua 12º participação, o Tricolor reúne um retrospecto invejável na temporada 2009 da principal competição sul-americana.

São oito jogos de invencibilidade no torneio com sete vitórias e um único empate, um 0×0 na estréia contra a Universidad do Chile em casa.

Fora do Olímpico, o retrospecto é ainda mais impressionante: quatro vitórias em quatro jogos contra Boyacá Chicó-COL (1×0), Aurora-BOL (2×1), Universidad do Chile-CHI (2×0) e Universitário San Martín-PER (3×1). São oito gols a favor e dois contra.

Porém vale ressaltar o belo retrospecto do Caracas, terceiro time venezuelano a chegar nas quartas-de-final da Libertadores: quatro vitórias em quatro jogos como mandante.

Ele bateu o Lanús-ARG por 3×1, o Chivas Guadalajara-MÉX por 2×0 e o Everton-CHI por 1×0, antes de golear o Deportivo Cuenca-EQU por 4×0. Fora de casa, o time venezuelano não assusta: levou 1×0 do Everton, do Chivas e empatou em 1×1 com o já eliminado Lanús. Isto antes de perder por 2×1 para o Deportivo Cuenca nas oitavas-de-final.

A maior sequência invicta do Grêmio em 12 participações na Libertadores foi em 1995/96, sete jogos entre o 5×1 do Palmeiras nas quartas-de-final de 1995 até uma derrota de 1×0 para o Corinthians nas quartas-de-final de 96. Confiram:

LIBERTADORES 1995/96
Palmeiras 5×1 Grêmio – início da série
Emelec-EQU 0×0 Grêmio
Grêmio 2×0 Emelec-EQU
Grêmio 3×1 Nacional-COL
Nacional-COL 1×1 Grêmio – CAMPEÃO
Botafogo 1×1 Grêmio
Grêmio 2×0 Botafogo
Corinthians 0×3 Grêmio

Grêmio 0×1 Corinthians – fim da série

Postado por Perin, com dados do I.P.E.

Jornal italiano diz que Palermo quer Léo

27 de maio de 2009 25

Léo: nos planos do Palermo/Valdir Friolin, Agência RBS

O tradicional jornal italiano Gazzetta dello Sport anunciou neste final de semana que o Palermo está pensando no zagueiro gremista Léo como possível contratação para a próxima temporada.

Ele substituiria o jovem zagueiro Moris Carrozzieri, promessa italiana mas que foi suspenso preventivamente por uso de cocaína após anti-doping em jogo contra o Torino em abril. Léo, que esteve praticamente vendido no ano passado e no início deste ano mas acabou no Olímpico, seria um desafogo para as combalidas finanças tricolores.

O Palermo, clube de porte médio mas com bons resultados nas últimas temporadas, esteve muito próximo de comprar o colorado Nilmar na janela de transferências de agosto de 2008. A negociação furou e o Internacional acabou comprando uma parcela maior do passe do craque vermelho.

Recentemente, o time siciliano trouxe o argentino Nicolas Bertolo por 3,6 milhões de euros. Ele tem passaporte italiano e jogava no Banfield, tradicional formador de talentos do futebol argentino (como Roberto Palacios, Júlio Cruz e Javier Zanetti).

Postado por Perin, com dados da `terrinha`

"Camino a Roma" - Manchester United

26 de maio de 2009 0

O Manchester United tentará nesta quarta-feira seu quinto título em sete possíveis na temporada 2008/2009. Apenas a Copa da Inglaterra e a Supercopa Européia não foram conquistadas pelo time de Old Trafford, que já levou para casa a Supercopa Inglesa, o tricampeonato Inglês, a Copa da Liga Inglesa e o Mundial de Clubes da FIFA.

O caminho para o time do técnico Alex Ferguson foi complicado. O time passou sufoco nas quartas-de-final contra o Porto, passando bem da primeira fase e também dos demais mata-matas, sobretudo contra o Arsenal.

Sólido na defesa, o Manchester alternou bons e maus momentos no setor ofensivo, mas na reta final acabou contando com o ótimo futebol de Cristiano Ronaldo, eleito o melhor do mundo na temporada passada e autor de gols decisivos nos ‘mata-matas’. Esta será a quarta final dos “Red Devils“, que jamais foram derrotados em uma final de Liga dos Campeões.

Dotado de um estilo de jogo diferente do adversário na finalíssima, a equipe inglesa é a mais equilibrada do continente: tem defesa, meio e ataques de alto nível, e reservas superiores. Veteranos como Ryan Giggs e Paul Scholes, em busca do tricampeonato europeu, são ótimas armas no banco de reserva. A defesa é a melhor da competição com míseros seis gols sofridos,

Na primeira fase, o Manchester mostrou muita…preguiça! Em um grupo mediano, com o sempre chato Villarreal, o perigoso em casa Celtic Glasgow e o fraco AaB. Porém o time dinamarquês foi bem e embolou o grupo, eliminando o Celtic e engrossando contra o resto. O resultado foi benéfico para o Manchester, que terminou uma primeira fase invicta de duas vitórias e quatro empates, com um futebol apenas competente.

Já na segunda fase a coisa encrespou. Logo de cara, a favorita e tricampeã italiana Internazionale. E o resultado foi espetacular: um 0×0 em Milão no qual o melhor em campo foi o brazuca Júlio César. E no jogo de volta, 2×0 ao natural em Old Trafford mostrou que o atual campeão estava no rumo…

Porém um drama viria na partida seguinte. O Porto, algoz de 2004 então treinado pelo jovem José Mourinho (justamente o treinador da Inter, eliminado nas oitavas), abriu o marcado no início do jogo. O United virou mas no finalzinho o time visitante empatou de novo, um 2×2 indigesto. Porém no jogo de volta, um golaço antológico de Cristiano Ronaldo resolveu a parada, 1×0 no Estádio do Dragão. Vejam o gol:

Nas semis, o arquirrival mas freguês dos últimos anos Arsenal foi facilmente batido. No primeiro jogo, 1×0 no qual o melhor em campo foi o goleiro Manuel Almunia, do Arsenal. Na partida de volta, 3×1 em pleno Emirates Stadium muito fácil, sem sustos.

O Manchester só tem um desfalque para a decisão: Darren Fletcher, suspenso após ser expulso contra o Arsenal. Anderson deve ficar no banco e Sir Alex Ferguson provavelmente jogará com um único atacante (Cristiano Ronaldo) e um meio movediço, no 4-3-2-1 consagrado na temporada européia atual.

Os números: 12J, 6V, 6E, 0D, 18GP, 6GC
Artilheiros: Dimitar Berbatov, Cristiano Ronaldo e Wayne Rooney (4 gols)
Assistências: Ryan Giggs e Wayne Rooney (3 passes)
Desfalques para a decisão: Darren Fletcher (suspenso)
Brasileiros na decisão: Anderson e Rafael (banco)
Campeão em: 1967, 1999 e 2008 (atual campeão)

Time provável(4-3-2-1): Edwin Van der Sar; John O’Shea, Rio Ferdinand, Nemanja Vidic e Patrick Evra; Michael Carrick, Paul Scholes, Ryan Giggs; Ji-Park Sung e Wayne Rooney; Cristiano Ronaldo. Técnico: Sir Alex Ferguson