Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 17 setembro 2009

Eu quero a Lotus `JOHN PLAYER SPECIAL` de volta!

17 de setembro de 2009 3

Senna e sua legendária `Lotus` preta/Reprodução: http://futf-1.blogspot.com

Não quero nem saber se propaganda de cigarros foi banida da Fórmula-1, ou se a “nova Lotus” parece não ser a mesma de antigamente. Aquela criada pelo genial Colin Chapman e que teve gênios brasileiros no volante como Émerson Fittipaldi, Nélson Piquet e Ayrton Senna.

Eu quero a LOTUS PRETA DE VOLTA. Seria uma manobra genial de marketing, não importa qual seja o novo patrocinador. Na verdade, a equipe é a mesma: o espólio da Lotus Cars foi comprado pela Bugatti, sobre a holding ACBN, e desta pela Proton, atual dona e de capital malaio.

A Lotus foi uma das poucas equipes que tinha torcedores por si só, ao lado da Ferrari e, talvez, da Brabham (valeu, Feital!).

O gênio inovador de Colin Chapman e o fato de ter pilotos de alta estirpe no comando como Jim Clark, Graham Hill, Jochen Rindt, Ronnie Peterson, Nigel Mansell. Foi Chapman quem inventou o monocoque (com materiais aeronáuticos, o aerofólio traseiro, aplicou leis de aerodinâmica, “downforce” e `efeito solo`, entre outras alterações como unificação da transmissão e do motor na mesma estrutura.
Isto aliado a um patrocínio de décadas de uma conhecida marca de cigarro, a escolha ideal nas letras douradas com fundo preto geraram um símbolo da categoria.

Em 1987, a Lotus deixou de ser preta e virou amarela. Para mim perdeu a mística, mesmo com resultados superiores naquela temporada.

Lotus só existe uma. O “Team Lotus” preto.

O resto são apenas homônimos de cinco letras…

ALGUNS NÚMEROS:
Campeã mundial de pilotos: seis vezes

Campeã mundial de construtores: sete vezes

Vitórias: 73

Poles-positions: 102

Corridas: 485

Campeões mundiais que correram no lendário “Team Lotus”:

Graham Hill (3), Jim Clark (2), John Surtees (1), Jochen Rindt (1), Émerson Fittipaldi (2), Mario Andretti (1), Nigel Mansell (1), Ayrton Senna (3), Nélson Piquet (3) e Mika Hakkinen (2).

Postado por Perin, direto do `túnel do tempo`