Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Gre-Nal 378 - Os números de cada atleta e os estreantes

23 de outubro de 2009 1

No clássico Gre-Nal deste domingo no estádio Beira-Rio, teremos possíveis estreantes nos dois times, mas certamente a maioria dos atletas já é experiente em clássicos. Afinal, este é o quinto e último clássico de 2009, com três vitórias para o Internacional e uma para o Grêmio, todas de 2×1 e as duas últimas (uma para cada time) de virada.

Sobre os novatos, o primeiro deles é o técnico colorado Mário Sérgio, que jogou pelos dois lados, mas jamais como treinador em sua bissexta carreira. Outros nomes colorados devem estrear, como as opções de banco Daniel, Alan Kardec e Bolaños e o possível titular Marquinhos. Já no Grêmio, Douglas Costa pode começar jogando, enquanto Bruno Collaço, Renato Cajá e Roberson seriam opções para o decorrer da partida.

Este jogo será válido pelo segundo turno do Campeonato Brasileiro. No primeiro, vitória azul incontestável por 2×1, de virada no estádio Olímpico. Souza e Máxi López (suspenso domingo) marcaram para o Grêmio, enquanto Nilmar (vendido pelo Inter) abriu o marcador para o Internacional.

No Internacional, teremos os dois recordistas de jogos. Bolívar e Índio disputarão seus 13º e 12º clássicos, respectivamente. O retrospecto de Bolívar era excepcional até o último jogo, quando sofreu sua primeira vitória. Já Sorondo, proavelmente em campo, ainda não venceu um clássico, o mesmo ocorrendo com Giuliano.

OBS: em negrito os que devem começar jogando.

INTERNACIONAL

Clemer – 20 jogos, 7 vitórias, 8 empates, 5 derrotas, 17 gols sofridos
Bolívar – 12 jogos, 7 vitórias, 4 empates, 1 derrota, 0 gols
Índio – 11 jogos, 5 vitórias, 3 empates, 3 derrotas, 5 gols
Guiñazu – 9 jogos, 4 vitórias, 3 empates, 2 derrota, 0 gols
Taison – 7 jogos, 4 vitórias, 2 empates, 1 derrota, 0 gols
D’Alessandro – 6 jogos, 3 vitórias, 2 empates, 1 derrotas, 2 gols
Andrezinho – 5 jogos, 3 vitórias, 1 empate, 1 derrota, 1 gol
Lauro – 4 jogos, 3 vitórias, 0 empates, 1 derrota, 5 gols sofridos
Kléber – 4 jogos, 3 vitórias, 0 empates, 1 derrota, 0 gols
Alecsandro – 3 jogos, 2 vitórias, 0 empates, 1 derrota, 0 gols
Danny Morais – 2 jogos, 2 vitórias, 0 empates, 0 derrotas, 0 gols
Marcelo Cordeiro  – 2 jogos, 2 vitórias, 0 empates, 0 derrotas, 0 gols
Fabiano Eller – 3 jogos, 1 vitória, 2 empates, 0 derrotas, 0 gols
Sandro – 3 jogos, 2 vitórias, 0 empates, 1 derrota, 1 gols
Sorondo – 3 jogos, 0 vitórias, 2 empates, 1 derrota, 0 gols
Danilo Silva – 2 jogos, 1 vitória, 0 empates, 1 derrota, 0 gols
Giuliano – 1 jogo, 0 vitórias, 0 empates, 1 derrota, 0 gols
Maycon – 1 jogo, 0 vitórias, 1 empate, 0 derrotas, 0 gols

No Grêmio, o melhor retrospecto é do treinador Paulo Autuori, que venceu três dos seis clássicos que disputou. Tcheco e Léo, com duas vitórias cada um, também marcaram dois gols em clássicos Gre-Nal. O jogo marca ainda o retorno de dois jogadores que já disputaram o clássico, um em lado oposto (Fábio Rochemback) e o outro pelo próprio Tricolor (Lúcio), que inclusive marcou gol em seu único jogo.

GRÊMIO

Tcheco – 10 jogos, 2 vitórias, 3 empates, 5 derrotas, 2 gols
Léo – 8 jogos, 1 vitória, 3 empates, 4 derrotas, 2 gols
Souza – 7 jogos, 1 vitória, 2 empates, 4 derrotas, 1 gol
Paulo Autuori – 6 jogos, 3 vitórias, 1 empate, 2 derrotas
Adílson – 6 jogos, 1 vitória, 2 empates, 3 derrotas, 0 gols
Victor – 6 jogos, 1 vitória, 1 empate, 4 derrotas, 11 gols sofridos
Réver – 6 jogos, 1 vitória, 1 empate, 4 derrotas, 0 gols
Marcelo Grohe – 6 jogos, 0 vitórias, 5 empates, 1 derrota, 5 gols sofridos
Jonas – 5 jogos, 2 vitórias, 0 empates, 3 derrotas, 1 gol
Herrera – 5 jogos, 1 vitória, 2 empates, 2 derrota, 0 gols
Fábio Santos – 4 jogos, 1 vitória, 0 empates, 3 derrotas, 0 gols
Rafael Marques – 4 jogos, 1 vitória, 0 empates, 3 derrotas, 0 gols
Willian Magrão – 4 jogos, 0 vitórias, 2 empates, 2 derrotas, 0 gols

Perea – 3 jogos, 0 vitórias, 2 empates, 1 derrota, 1 gol
Fábio Rochemback – 2 jogos, 0 vitórias, 0 empate, 2 derrotas, 0 gols
William Thiego – 2 jogos, 0 vitórias, 1 empate, 1 derrota, 0 gols
Máxi López – 2 jogos, 1 vitória, 0 empates, 1 derrota, 1 gols
Lúcio – 1 jogo, 1 vitória, 0 empates, 0 derrotas, 1 gol

Mário Fernandes – 1 jogo, 1 vitória, 0 empates, 0 derrotas, 0 gols
Túlio – 1 jogo, 1 vitória, 0 empates, 0 derrotas, 0 gols

Especial Gre-Nal no Almanaque Esportivo: Os clássicos de 1996 a 2009:


2007:
Paulo Nunes, Dinho e um tal Felipão? Deu a lógica! – Brasileirão 1996
Uh, Fabiano: O Gre-Nal do 5×2 – Brasileirão 1997
Ronaldinho e Dunga: Um pirralho e um veterano – Gauchão 1999
Daniel Carvalho e o fim do sofrimento – Gauchão 2003
Fernandão e o gol 1000 – Brasileirão 2004
Quem ri por último, ri melhor – Brasileirão 2007

2008:
Muitos erros do Alício Pena Júnior – Brasileirão 2008
Pênalti sobre Nilmar – Brasileirão 2008
Grêmio não perde no Beira-Rio há quatro anos – Sul-Americana 2008
Treze anos e 46 jogos sem pênaltis para o Inter – Sul-Americana 2008
Últimos pênaltis desperdiçados em Gre-Nais - Sul-Americana 2008
Inter faz maior goleada e quebra tabu no Beira-Rio – Brasileirão 2008
Grêmio tem maior goleada em clássicos - Brasileirão 2008
Inter lidera estatística dos Gre-Nais há 63 anos – Brasileirão 2008


2009:
Inter tem 3 gaúchos em Erechim, Grêmio só 1 – Gauchão 2009
Análise: Gre-Nal número 374 – Gauchão 2009
Nilmar é o “homem Gre-Nal” do século XXI – Gauchão 2009
Grêmio não vence clássico no estadual há sete anos – Gauchão 2009
29 atletas da dupla Gre-Nal já jogaram o clássico – Gauchão 2009
Vejam a bobeira de Ruy em detalhes no 1º gol – Gauchão 2009
Ofensiva colorada contra Roth no Gre-Nal 376 – Gauchão 2009
Análise do Gre-Nal 376: a qualidade venceu – Gauchão 2009

Comentários (1)

  • Gabriel diz: 22 de outubro de 2009

    se não me engano, o rockembach perdeu mais de uma vez: no gre-nal pelo brasileiro de 2000, 2 a 1, de virada, sendo inclusive expulso, junto com anderson lima e fabiano… o outro foram os 4 a 2 pelo gauchão do ano seguinte…

    EDITADO: boa lembrança!

Envie seu Comentário