Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 26 novembro 2009

Finais da série D podem ser anuladas: não disse que era tosco o regulamento?

26 de novembro de 2009 0

Li hoje que toda a reta final da Série D pode ser anulada em virtude de um erro na leitura do regulamento, que teria prejudicado o Sergipe e beneficiado o Tupi-MG. No total seriam 14 jogos anulados e isto pode prejudicar Alecrim-RN, Chapecoense-SC, São Raimundo-PA e Macaé-RJ, que subiram para a terceira divisão.

Toda esta confusão ocorreu justamente porque a fórmula de disputa da competição é a mais burra feita na história do futebol brasileiro para uma competição nacional. Bem no ano de estréia da competição, criada em 2008 para regionalizar ainda mais as divisões de elite do futebol nacional.

Reparem no texto da matéria do ClicEsportes:

Desentendimento na regra

O Sergipe foi eliminado na terceira fase após vencer o Alecrim por 3 a 1 na partida de ida e perder na volta por 3 a 0. Com saldo de gols pior, a equipe terminou a fase na segunda posição e não avançou. No entanto, além dos vencedores dos cincos jogos, outras três equipes somaram três pontos (entre elas o Sergipe), o que indicava classificação para a próxima fase.

Mas não foi isso que aconteceu. Na tabela da quarta fase, um dos times classificado era o Tupi (MG), que somou apenas dois pontos na terceira fase. O regulamento diz que “se classificam para a quarta fase somente os vencedores do mata-mata e mais três times que apresentaram os melhores índices técnicos (mais pontos ganhos)”.

Exatamente este ponto foi alvo de minha irritação quando da divulgação da tabela. Fiz um longo post mostrando a burrice que foi este artigo no regulamento feito pela CBF.

Foi uma das decisões mais idiotas da história do futebol brasileiro. E vão fazer o quê com os times que já entraram em férias (ou seja, todos)? Com os contratos ja rescindidos?

Além do Sergipe e dos quatro times que subiram, Araguaia-TO, Cristal-AP, Uberaba-MG também teriam que voltar à atividade para decidir os jogos restantes.

Por todos estes relevantes aspectos extra-campo, o Sergipe provavelmente vai se ralar e perder no STJD.   Mas definitivamente ele tem RAZÃO.

PARABÉNS, DEPARTAMENTO TÉCNICO DA CBF

VEJA:
http://wp.clicrbs.com.br/almanaqueesportivo/2009/05/29/regulamentos-idiotas-iv-serie-d-2009/

VEJA TAMBÉM:
http://wp.clicrbs.com.br/almanaqueesportivo/2009/05/29/regulamentos-idiotas-a-serie/

Seleção do Brasileirão 2009 do Almanaque Esportivo

26 de novembro de 2009 5

Abaixo minha seleção do Campeonato Brasileiro 2009, com algumas considerações extras.

Mandem a de vocês!!!!

Goleiro: Victor (Grêmio)
Lateral-direito: Léo Moura (Flamengo)
Zagueiro: Miranda (São Paulo)
Zagueiro: Réver (Grêmio)
Lateral-esquerdo: Júlio César (Goiás)

Volante pela direita: Pierre (Palmeiras)
Volante pela esquerda: Guiñazu (Internacional)

Meia-direita: Diego Souza (Palmeiras)
Meia-esquerda: Petkovic (Flamengo)

Primeiro atacante: Diego Tardelli (Atlético-MG)
Segundo atacante: Adriano (Flamengo)

Treinador: Silas (Avaí)
Revelação: Giuliano (Inter)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF)

Surpresa da competição (time): Avaí – de possível rebaixado a quase Libertadores
Decepção da competição (time): Sport – da Libertadores para a lanterna e rebaixamento

Surpresa da competição (jogador): Petkovic – contratado pelo jurídico para abater dívida, se tornou o pilar da recuperação do Flamengo aos 37 anos.
Decepção da competição (jogador): Vágner Love – Contratado por um valor expressivo, fez apenas 4 gols (2 de pênalti) em 10 jogos e teve rendimento ruim. Acusado de estar na ‘balada’.

Surpresa da competição (técnico): Andrade, de interino a possível campeão brasileiro, virtualmente na Libertadores 2010
Decepção da competição (técnico): Paulo Autuori no comando do Grêmio, com rendimento pior que Celso Roth no ano anterior com time inferior

Melhor jogo: Santos 3×4 São Paulo, 2º turno
Pior jogo: Fluminense 0×0 Botafogo, 2º turno
Jogo mais dramático: Corinthians 2×3 Náutico – Virada nos últimos cinco minutos, fora de casa e com um jogador a menos.

Melhor arbitragem: Sandro Meira Ricci em Botafogo 3×2 São Paulo
Pior arbitragem: Djalma Beltrami em Santos 2×3 Atlético-MG

Sarrafo da temporada: Fábio Costa sobre Gustavo Néry, Santo André 3×3 Santos, 1º turno
Golaço da competição: Nilmar em Corinthians 0×1 Internacional, 1º turno

Relembrando: Futebol Filosófico do Monty Python

26 de novembro de 2009 1

Um verdadeiro clássico do humor mundial, o esquete Futebol Filosófico do grupo britânico Monty Python ainda hoje encanta pelo humor inteligente, fino e sarcástico.É um jogo de futebol envolvendo os expoentes da filosofia grega clássica contra a filosofia alemã moderna.

Vale recordar em especial a discussão após o final do jogo e a soberba entrada de Karl Marx no gramado, com uma impagável ironia.

Curtam novamente:

O Futebol Filosófico do Monty Pyhton