Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 23 dezembro 2009

Ajax humilha na Copa da Holanda: 14x1

23 de dezembro de 2009 4

O Ajax, que tem sido elogiado por ter o melhor ataque do futebol europeu, arrasou mais um. Nas oitavas de final da Copa da Holanda, contra o W.H.C (Wezep Hattemerbroek Combination), o Ajax enfiou históricos 14×1 em uma das maiores goleadas de todos os tempos na Copa da Holanda. O time de Wezep-Hattemerbroek, que tem um estadiozinho de 500 lugares, não irá esquecer desta quinta-feira, antevéspera de natal.

OBS: o próximo que copiar meu post do GloboEsporte (matéria em cache ou copiada para um terceiro site AQUI).com favor DEIXAR O CRÉDITO. Copiaram minha pesquisa sobre a Zaterdag hoofklasse, que eu achei em holandês, tão somente. Copiaram minha pesquisa sobre a maior goleada da história da Copa da Holanda (idem). Propositadamente não abreviei os nomes deste jogo da goleada, apesar de serem conhecidos como HFC e ACH. E, pasmem, repetiram no plágio. OBRIGADO.

O Ajax já fez 55 gols no Holandês, 15 na Europa League (antiga Copa da UEFA) e mais 18 na Copa da Holanda, totalizando 88 gols em menos da metade da temporada. É muito!

O adversário é da quarta divisão, da “Zaterdag hoofdklasse C”, liga que reúne times amadores. tanto que só jogam nos sábados (Zaterdag é sábado em holandês), quando estão livres dos compromissos profissionais. O WHC, que até tem um site bonitinho, mas um time que deve ser uma beleza…

Foi 6×1 no 1º tempo e 8×0 no 2º tempo, e o uruguaio Luís Suárez foi o comandante, com SEIS GOLS. o jogo disputado no estádio profissional do FC Zwolle, bem pertinho de Wezip, teve ainda gols de Mario Pantelic (2), Kennedy Bakircioglu (2), Ismail Aissati (2), Demy de Zeeuw, Jeffrey Bosch (contra), descontando J.Set para o WHC.

A maior goleada da história foi há mais de 100 anos, quando o Koninklijke HFC enfiou 25×0 no Amsterdamse Cricket & Hockeyclub pela Copa da Holanda 1903/04.

TJD-AL e TJD-MA acabam com a farra: time rebaixado tem que disputar segundona no ano seguinte

23 de dezembro de 2009 5

Parabéns aos Tribunais de Justiça Desportiva de Alagoas e do Maranhão! Respeitando uma das mais básicas normas da Legislação esportiva brasileira, contra uma imensa pressão política dos mais variados lados da sociedade alagoana e maranhense, estes dois órgãos da Justiça Desportiva mandaram que o artigo 10, parágrafo 4 do Estatuto do Torcedor, fosse cumprido.

O alagoano CSA e o maranhense Moto Clube, times de imensas torcidas em seus respectivos estados, não queriam ficar de fora da Primeira Divisão em 2010 mesmo depois de serem rebaixados em 2009. É claro que o ‘jeitinho brasileiro’ pode resolver, sobretudo em Alagoas que está bem forte a pressão, mas acho improvável.

Isto não é permitido pelo Estatuto do Torcedor, que exige que um clube rebaixado dispute na temporada seguinte a divisão inferior. Os dois tribunais ANULARAM as participações de Moto Clube e CSA, que irão disputar a Segunda Divisão no Maranhão e em Alagoas na próxima temporada.

No passado isto era uma prática bem comum, sem contar as confusões de dar vagas em fases decisivas para times de divisões inferiores (exemplo é o São Paulo no Paulista de 1991, o Vitória e o Guarani nos grupos C e D do Brasileirão 1993 e ainda o caos chamado Copa João Havelange em 2000). Mas hoje não pode.

ALAGOAS:

O CSA, 33 vezes campeão estadual e detentor de mais títulos e torcida em Alagoas, foi rebaixado para a Segunda Divisão em 2003. Em uma profunda crise institucional, só voltou em 2006. Foi campeão em 2008 depois de nove anos de jejum, mas ridiculamente caiu de novo para a segundona na atual temporada ao ficar em 9º lugar de 10 times, à frente apenas do Capelense.

Aí o Igaci, oitavo colocado, resolveu desistir do Alagoano 2010 e o CSA queria a vaga. Para variar, a bagunça da Assembléia de Clubes alagoana aceitou o pedido, ao invés de subir o 3º colocado da Segundona Alagoana (o Sport Atalaia), ou simplesmente jogar com um time a menos. Mas o TJD-AL rechaçou a idéia, e o CSA desistiu de apelar para o STJD, pois ia perder igual. Já começou o planejamento para 2010. Na Segundona.

MARANHÃO:

O caso do Maranhão foi mais famoso. Na última rodada da segundona 2009, o Moto Clube ficou sem chances pois o Viana enfiou 11×0 no Chapadinha, com NOVE GOLS EM NOVE MINUTOS. Claramente os jogadores do Chapadinha entregaram o jogo, pois o saldo de gols faria diferença.

Com o resultado, o Moto Clube perdeu a chance de subir para a primeira divisão maranhense em 2010. Ele tinha vencido o Santa Quitéria por 5×1, com quatro gols de pênaltis (outro joguinho bem estranho). Vejam os lances dos dois jogos que correram o mundo:

MOTO CLUBE 5X1 SANTA QUITÉRIA:

VIANA 11X0 CHAPADINHA:

SÓ TEM UM GRANDE DETALHE: O Moto Clube SEQUER deveria estar disputando a segundona!

Ele foi rebaixado na Série A 2009 do Maranhense e fizeram uma maracutaia para que ele pudesse disputar a Série B no mesmo ano, o que contraria o artigo 10 do estatuto do torcedor. O TJD-MA já anulou a participação do Moto Clube na Segundona, baniu o Chapadinha pela entregada de jogo e os que estavam em campo no segundo tempo foram suspensos por 180 dias.

O Viana, que nada tinha a ver com isto, para disputar contra o Santa Quitéria o título da Série B Maranhense em 2009, jogo que deve ocorrer apenas em 2010. Por causa desta confusão danada, o Estadual de lá foi para o segundo semestre.