Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Regulamento confuso do Gauchão beneficia times com mais pontos, independente do grupo!

10 de fevereiro de 2010 30

Uma informação pode ser decisiva na preparação dos clubes para a última rodada da primeira fase do primeiro turno do Gauchão 2009. O Grêmio, líder isolado do grupo 1 com 14 pontos (e com posição já garantida sobre o segundo colocado Novo Hamburgo), terá o mando de campo garantido na próxima fase (as quartas-de-final da Copa Fernando Carvalho) contra o 4º colocado do grupo 2.

Porém, segundo o artigo 9º, parágrafo único, um time só terá mando de campo nas semifinais e finais dos dois turnos se, na soma das fases anteriores a este jogo, tiver melhor campanha que o seu adversário. Isto é especialmente relevante devido à disparidade de pontos que o grupo 2 tem com relação ao grupo 1. Hoje, o Grêmio tem menos pontos que os cinco primeiros do grupo 2.

Um exemplo prático é o seguinte. Vamos supor na última rodada vitórias do Inter sobre o Esportivo, do Grêmio contra o São José e do São Luiz sobre o Juventude. O Grêmio terminaria o 1º turno com 17 pontos (1º do grupo 1), e o São Luiz com 20 (2º do grupo 2).

Pelo regulamento, na próxima fase o Tricolor pegaria o 4º do grupo 2 (por exemplo, o Pelotas, que fecharia a 1º fase com 16 pontos). O jogo seria no Olímpico. O Grêmio vence, subindo para 20 pontos. Até aí, nada de novo.

Porém o São Luiz, pegando nas quartas-de-final da Taça Fernando Carvalho por exemplo o Ypiranga (3º do grupo 1) e vencendo, ficaria com 23 pontos. Neste caso, o confronto entre Grêmio e São Luiz NÃO SERIA NO OLÍMPICO, e sim no estádio 19 de outubro, em Ijuí.

Este raciocínio se aplica também à decisão, tanto da Taça Fernando Carvalho quanto da Taça Fábio Koff.

Ou seja, podemos ter o confronto entre o 4º de um grupo e o 2º de outro grupo e o mando de campo ser do primeiro, ao invés de logicamente premiar o time de melhor campanha!

Confuso? Evidentemente.

Era mais simples premiar o time de melhor campanha em seu grupo e, em caso de posições iguais, aí sim comparar a campanha.

Mas querer isto do Departamento Técnico da FGF, o mesmo que colocou por dois anos seguidos o Inter jogando em casa contra os times de Santa Cruz do Sul e o Grêmio pegando fora de casa estes mesmos times, é querer demais…

VEJA TAMBÉM:

Regulamento do Gauchão 2010
http://www.fgf.com.br/pdf/CG_1a_DIVISAO_2010_REGULAMENTO.pdf#centro_site

ARTIGO 9º – O jogo único na 2ª (segunda) Etapa do 1º (primeiro) e 2º (segundo) Turno da 1ª (primeira) Fase, será das equipes que obterem o 1º (primeiro) e o 2º (segundo) lugares nas respectivas chaves da 1ª (primeira) Etapa. 

§ Único – O mando de campo do jogo único da 3ª (terceira) e 4ª (quarta) Etapa do 1º (primeiro) e 2º (segundo) Turno da 1ª (primeira) Fase, será da equipe que tiver o
melhor retrospecto técnico desde a 1ª (primeira) Etapa dos respectivos turnos, na ordem dos critérios estabelecidos no Artigo 10º, parágrafo 2º.

Tabela do Gauchão 2010:
http://www.clicrbs.com.br/esportes/rs/futebol/central-de-jogos/campeonato/94,Gauchao-2010

Comentários (30)

  • Matias Schuler Guenter diz: 10 de fevereiro de 2010

    Na verdade os beneficiados na taça Fernando Carvalho são os times do grupo 2, pois só pegaram barbadas até agora e vão decidir em casa. Na taça Fabio Koff o Grêmio levará vantagem, pois jogara contra os piores, e decidirá em casa!

    Mas no quesito técnico, foi ruim para o Grêmio, que inicio a temporada contra inimigos dificeis, enquanto o B do Inter ganhava das babas, comparações eram feitas com parametros equivocados, queimando o time do Grêmio sem fundamentos confiáveis.

    EDITADO: concordo com o 2º parágrafo, inclusive por causa disto que considero o Universidade o favorito ao rebaixamento (vai pegar os times fortes do grupo 2). Agora, quem ia adivinhar que o VEC, São Luiz iam fazer melhor campanha que os tradicionais Ypiranga, NH e Juventude?)

  • Carancho Gaúcho diz: 10 de fevereiro de 2010

    Mais uma vez tens razão, Perin! PORÉM, todos os times já sabiam o regulamento antes da competição começar… portanto, agora aguentem! E a torcida também.

  • papai eh o maior diz: 10 de fevereiro de 2010

    Eu concordo com a fórmula da FGF, só discordo do campeonato em sí, deveria ser pontos corridos como é o brasileiro.

  • Cléo diz: 10 de fevereiro de 2010

    O que esperar da FGF com um presidente colorado?!Nada de bom é claro!!!

    EDITADO: até parece que é ele que define isto. E os clubes do interior nunca tiveram tanto dinheiro… O trabalho do Noveletto é excelente na FGF, basta ver que os clubes tem pago em dia, bons gramados, etc.

  • roger diz: 10 de fevereiro de 2010

    Tanta polêmica para nada. O Perin tá colocando a carroça na frente dos bois. Esse Grêmio ganha do Pelotas nas quartas? E dois raios caem no mesmo lugar? Só se o árbitro ajudar de novo! Deus é que sabe, então, melhor esperar do que antecipar resultados, viu Perin!

  • Roger elias diz: 10 de fevereiro de 2010

    Tanta polêmica para nada! O Perin tá colocando a carroça na frente dos bois. Esse Grêmio ganha do Pelotas nas quartas? E dois raios caem no mesmo lugar? Só se o árbitro ajudar de novo! Deus é que sabe, então, melhor esperar do que antecipar resultados, viu Perin!

  • Entrevero » Blog Archive » Almanaque esclarece dúvidas os mando no mata-mata diz: 10 de fevereiro de 2010

    [...] O blog Almanaque Esportivo trouxe uma informação pertinente para a turma aqui do Entrevero. É sobre o mando de campo na fase eliminatória do Gauchão. Conforme o  artigo 9º, parágrafo único, um time só terá mando de campo nas semifinais e finais dos dois turnos se, na soma das fases anteriores a este jogo, tiver melhor campanha que o seu adversário. [...]

  • Ze Mario diz: 10 de fevereiro de 2010

    Sempre o time com mais pontos precisa ser beneficido, azar do gremio e de seu fraco grupo…

  • rafael diz: 10 de fevereiro de 2010

    cara é muito óbvio e não tem nada de errado no regulamento e sim na tua cabeça pois quem joga a semifinal em casa é quem tem mais pontos e porém melhor campanha , nos dois grupos. ta certíssimo o regulamento.

    EDITADO: ah, é? E no segundo turno? Pq um time do grupo 1 que fez mais pontos jogando contra os times fracos dentro do grupo terá vantagens sobre outro, que pegou um grupo mais difícil? O regulamento é besta por si só, em um turno por um motivo, no outro por outro.

  • Fabio diz: 10 de fevereiro de 2010

    CONCORDO COM REGULAMENTO. Como o Gremio e os demais times medíocres da chave 1 iriam ser beneficados pelo regulamento. O problema neste caso é que o regulamento não beneficio o GREMIO ou outro time da capital aí veio a reclamação do Perin. Por óbvio os times de melhor campanha devem sempre ser beneficiados nos mata-mata, é a pura lógica.

  • pedro diz: 10 de fevereiro de 2010

    e se o gremio perder ou empatar neste ultimo jogo, somando 15 pontos, e o quarto do grupo do itner tiver 16, no caso, o pelotas.
    o mando de campo seria do pelotas???

    EDITADO: Não. Como diz o artigo nove, nas quartas de final o mando de campo será dos times com 1° e 2° colocação, independentemente da pontuação.

  • MAURO DE IPANEMA diz: 10 de fevereiro de 2010

    Perin houve alteração no regulamento em relação ao ano passado? Se não houve porque só agora apareceu toda esta polemica? Por acaso seria a grande diferença de pontos entra as duas chaves?

    EDITADO: exatamente. Quer apostar que vários jornalistas vão falar bobagem depois da segunda fase?

  • Jackson diz: 11 de fevereiro de 2010

    Não vejo problema nenhum no regulamento, o único problema que vojo na competição é o tamanho, deveria ser mais curto, tem muito time fraco. Porque não fazer como a Copa do Brasil com Inter e Caxias de um lado, Gremio e Juventude de outro?

  • Matias Schuler Guenter diz: 11 de fevereiro de 2010

    Tem um jornalista de outra emissora que é, declaradamente, colorado. Agora ele esta dizendo que o Inter foi prejudicado pois no grupo dele todo mundo ganha, dificultando a “disparada” na liderança. Aposto que no segundo turno ele vai reclamar que o Inter está jogando contra os times mais fortes…

    O que quero dizer é que não existe fórmula 100% justa para um campeonato tão curto e com tantos jogos!!!

    Pra mim, a fórmula do Brasileirão é a única justa. Mas daí vem os argumentistas falando que não tem graça, precisa de um mata-mata… só que, para mim, mata-mata = injustiça, pois nem sempre o melhor ganha!!

  • Laert diz: 11 de fevereiro de 2010

    É evidente que, havendo apenas um turno, e não ocorrendo cruzamentos de todos os clubes, haverá distorsão na classificação. No caso deste ano, fica evidente que os clubes de determinada chave são, na sua maioria, mais fortes do que da outra. Qualquer analfabeto em futebol pode perceber isso. A imprensa, no entanto, por conveniência para seus argumentos, pois não pode ser por burrice, faz questão de ignorar o que realmente ocorre e fica levantando distorsões…A melhor campanha só poderia ser definida se hovesse cruzamento de TODOS OS PARTICIPANTES e em dois TURNOS, para ter jogos de ida e volta.
    Parem de falar besteiras…e prestem atençao no que realmente está ocorrendo…É mais que Óbvio que os dois melhores times do campeonato são a dupla GRENAL…

  • jo diz: 11 de fevereiro de 2010

    concordo com os gremistas:só tem time medíocre na chave dele , incluindo a si próprio!!Não valorizar vitórias e ponyos conquistados , isto sim é formulismo inclusive porque a suposta vantagem do melhor time do rio grande do sul no momento e na história(único que ganha de todos os clubes da série A em confrontos diretos) por jogar com medíocres se dissipa no segundo turno quando jpgará com os mais fortes enquanto o gremio só jogará com os de sua chave!!

    EDITADO: o Inter tem desvantagem contra o Guarani, Botafogo, Corinthians, Grêmio e São Paulo. Teu argumento é inconsistente.

  • Cristiano Dis diz: 11 de fevereiro de 2010

    Parece justo que o time de melhor campanha, ao longo do certame, decida em seu estadio. Se o Sao Luis fizer mais pontos…

  • Eduardo diz: 11 de fevereiro de 2010

    Simplificando: No ano passado, o gauchão foi dividido em jogos alternados entre um time bom e um ruim, equilibrando a contagem de pontos. Neste ano, não sei se por sorteio, caíram em uma chave só ( claro, com exceção do Grêmio ). Mas acho justo que quem conquistou mais pontos tenha a vantagem de jogo local.
    Pergunto: No segundo turno, o INTER enfrentará os melhores times. Isso não será benéfico para manter um ritmo mais adequado à libertadores?

    EDITADO: tudo depende se o Inter vencerá ou não o primeiro turno. Se vencer, acho que vai colocar time reserva ou Inter B na maioria dos jogos.

  • Ulisses diz: 12 de fevereiro de 2010

    O que não poderia ter acontecdio é algumas equipes serem beneficiadas em detrimento das outras quando NÃO existe equilíbrio técnico entre os times. Inventaram uma fórmula completamenter “Frankstein”. As torcidas que aguentem…a fórmula aqui de SP é muito mais equilibrada e as finais emocionantes.

  • Cleo diz: 12 de fevereiro de 2010

    Mas por que beneficiar um clube que fez “meia-dúzia” de pontos, fez uma campanha inferior a 5 times do outro grupo, e que ganhou os seus jogos no sufoco???

  • rafael diz: 14 de fevereiro de 2010

    cara tu me respondeu mas não convenceu respeito tua opinião mas agora vou te dar um exemplo se o veranópolis que tem 17 pontos passar pelo gremio e o inter-sm que tem apenas 8 passar pelo sao jose eles se enfrentarão em veranópolis o que é corretíssimo mas pela tua fórmula o jogo seria em santa maria, pois o inter-sm ficou em terceiro e o veranópolis em quarto! o que é o certo em?a fórmula ta pronta desde o inicio e todo mundo aceitou ,sou torcedor do pelotas e meu time fez 15 pontos e ficou fora e o ju entrou com apenas 6 faze o que se os times fracos ficaram em uma chave e os fortes na outra ninguem tinha como advinha

    EDITADO: estás enganado. Eu não disse que cada fórmula está correta ou não. A FGF é que faz regulamentos deveras confusos…

  • José Izaias(Curitiba-PR) diz: 14 de fevereiro de 2010

    Para acabar com a disparidade dos dois grupos, bastava que a tabela de classificação fosse única e não uma tabela para cada grupo. Os jogos poderiam ser assim mesmo: um grupo jogando contra o outro e vice-versa, mas a pontuação seria geral. Assim classificariam-se os 8 de melhor pontuação de cada turno. Os “mata” seriam: 1o x 8o, 2o x 7o, 3o x 6o e 4o x 5o. Porque os clubes e a FGF não fazem isso para o próximo ano?

  • Hélio Deporte Neto diz: 14 de fevereiro de 2010

    Exemplo: Inter se classifica em primeiro no seu grupo na Libertadores com 9 pontos e pega o segundo colocado de outro grupo que somou 10 pontos, quem deve decidir em casa? Simples né?! Como é dificil simplesmente fazer o óbvio no regulamento do Gauchão!

  • Alfredo Bessow diz: 14 de fevereiro de 2010

    Perin, na verdade este regulamento foi feito sob medida para atender ao Inter (do qual o Noveletto é sócio e também parceiro empresarial do Eurico Miranda do futebol gaúcho que é o Fernando Carvalho). Pelos formuladores, a hipótese seria o Inter disparar na pontuação, abrindo uma vantagem sobre o Grêmio (em construção) que não poderia ser tirada no 2º turno. Assim, o Inter aproveitaria um Grêmio ainda embrionário, venceria uma taça e mandaria o time B para disputar o 2º turno. Como o Inter não conseguiu abrir esta vantagem toda (são 5 pontos a mais que podem ser recuperados pelo Grêmio), começou a choradeira dos chorolados. Volto a dizer: a tabela foi feita sob medida pelo Noveletto e pela diretoria colorada. Só não vê quem por conveniência usa a cegueira para tentar explicar o inexplicável. Quanto aos clubes do interior estarem nadando em dinheiro, é questionável – tendo em vista que aí existe uma advocacia de interesses patronais subjacentes.

    EDITADO: explique como o regulamento foi feito pro Inter, se o Inter jogou com o time RESERVA por seis jogos. E foi tão feita pro Inter que o Colorado vai de time B pra semifinal, como o Grêmio em 2009.

  • rafael diz: 15 de fevereiro de 2010

    eu gostaria que o regulamento fosse igual ao do paulistão!!

  • Bandolero Tricolor diz: 17 de fevereiro de 2010

    Simples. Fizeram com que o inter enfretasse os times mais fracos no primeiro turno. É lógico, pois mesmo que não se classificasse em primeiro no seu grupo, faria muitos pontos, pois jogaria contra os adversários ruins da chave do Grêmio.
    O Grêmio poderia ser primeiro do grupo com 15 pontos e o inter segundo no seu grupo com 19 pontos. Onde seria jogada a semi-final ou final num cruzamento entre a dupla GRE-nal?
    Lembre-se que o Novelleto, assim como o Perondi, é conselheiro do Inter e almeja ser Presidente do Clube um dia.
    Acho que agora não precisa mais de explicações.
    Abraço.
    Dá-lhe GRÊMIO, contra FGF e a imprensa vermelha. Contra tudo e contra todos!

    EDITADO: e desde quando em outubro de 2009 (quando saiu o sorteio) já se sabiam que times com forte investimento como Novo Hamburgo e Juventude teriam times tão fracos?

    E que, em contrapartida, times com investimento irrisório como São José e São Luiz fariam campanhas tão boas? Acho que está comlpetamente equivocado.

    Finalizando: desconsiderou o fato de que o Inter jogou com time B ou reserva metade do turno, enquanto o Grêmio jogou com os titulares.

  • João Moraes diz: 17 de fevereiro de 2010

    Regulamento é regulamento e ponto final, todos os clubes tinham conhecimento e não fois aprovado, pela maioria????????? portanto mesmo confuso é o Regulamento, e temos que respeitá-lo.

  • Jonas Bernardes Silveira diz: 17 de fevereiro de 2010

    Não é lógico um time jogar contra os mais fracos e ainda ser benficiado!

    Principalmente que o segundo turno tem uma partida a menos que o primeiro, logo ficar no grupo forte favorece a campanha!

    O Inter tem tudo o que quer faz tempo.

  • Paulo Pennaforte diz: 17 de fevereiro de 2010

    Se tem um presidente de Federação que é conselheiro colorado e sócio do “Eurico dos Pampas”, a culpa é das diretorias incompetentes do Grêmio, que deixaram acontecer tal disparate. Ou, mais provável, ganharam algum “troquinho” por fora para que a maracutaia rolasse solta.

  • José Ivair Melos dos Santos diz: 17 de fevereiro de 2010

    Regulamento confuso?hahahaha.Os gremistinhas ganharam o Gauchão de 2006 com dois empates tendo a pior campanha entre os dois finalistas.Vão chorar em outro lugar.

Envie seu Comentário