Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Como encerrar a carreira em um único jogo: Fabianski e Gus Caesar

20 de fevereiro de 2010 4

Como encerrar uma carreira em um jogo. Temos duas histórias hoje, ambas envolvendo jogadores do Arsenal. Nesta semana os torcedores dos Gunners reviveram seus maiores pesadelos na Liga dos Campeões. Único dos gigantes ingleses a jamais conquistar um campeonato europeu (o Chelsea não tem tanta história assim, apesar da força atual), o maior time de Londres levou 2×1 do Porto no jogo de ida das oitavas-de-final.

Pior, os dois gols portugueses foram em falhas escandalosas do jovem goleiro Lucasz Fabianski, de 24 anos. O polonês levou um frango antológico no primeiro gol de Varela, e no segundo gol recebeu um recuo de bola com o pé do zagueiro Sol Campbell e dominou com a mão. Ficou reclamando e não viu a cobrança rápida do Porto, gol de Ernesto Farías. Vejam os gols:

A história trágica para o goleiro Fabianski lembrou-me um momento ridículo da história do Arsenal, que virtualmente acabou com a carreira do defensor Gus Caesar. Em 1988, com um jejum de quase 20 anos sem títulos, o Arsenal disputava a final da Copa da Liga Inglesa contra o modesto Luton Town, da 2° divisão inglesa e que nunca tinha ganhado nada.

O time da capital saiu perdendo mas virou no início do segundo tempo e vencia por 2×1 em Wembley até faltarem 20 minutos, chutando bolas na trave. Então o desastre: primeiro o então jovem lateral-esquerdo Nigel Winterburn (hoje treinador de sucesso pela Irlanda do Norte) foi resolver bater pênalti pela primeira vez na vida em uma decisão. Errou, com defesa do goleiro Andy Dibble.

Depois a ‘estrela do jogo’ seria o zagueiro Gus Caesar, formado nas categorias de base do clube. Em uma bola rebatida para a área do Arsenal, Caesar (que já vinha falhando em jogos anteriores), furou tão ridiculamente que caiu sentado. A bola sobrou para Danny Wilson empatar. No finalzinho do jogo, o Arsenal levou mais um e perdeu o título. E Gus Caesar perdeu a carreira. Vejam o compacto deste jogo:

Jogou mais algumas poucas partidas, e era vaiado até no aquecimento. A raiva era tamanha que ele foi eleito o pior jogador da história do Arsenal diversas vezes, mesmo evidentemente não tendo sido tão ruim.

Jogou em times menores e encerrou a carreira após atuar por cinco anos em Hong-Kong. “Tenho pesadelos até hoje por causa daquela partida“, disse há alguns anos Caesar.

O cara que encerrou a carreira em times de alto nível por causa de um jogo.

Comentários (4)

  • Gustavo diz: 21 de fevereiro de 2010

    Parabéns pelo post. Uma viagem ao tempo, com direito a flashes. Só que a falha além do zagueiro que furou foi do outro, que cabeceou para trás. E hoje, o jogo seria paralizado, pois o Gus Caesar sofreu falta no lance. Abraços!

    EDITADO: no futebol brasileiro seria falta. Na Libertadores seria bola rolando e na Liga. Mas felizmente os árbitros começaram a deixar o jogo correr mais…

  • Marcelo diz: 21 de fevereiro de 2010

    gustavo

    Por isso que argentinos e uruguaios nao se dao bem no brasil. salvo raras excessoes, pq os arbitros fdp marcam falta toda hora, e tem neguinho malandro que se aproveita disso pra se atirar na area. No uruguai, na angentina e na libertadores o juiz deixa o jogo correr, so marca falta se o jogador assassinar o adversario, rsrsrsrsrsrs.

    deus perdoa, mas os torcedores….

  • Bibiano Madrid diz: 21 de fevereiro de 2010

    Fala Perin,
    Sou amigo do seu irmão aqui em bsb e acompanho o blog diariamente, tive um texto publicado no blog tricolor nos ultimos dias.
    Mas vamos ao assunto do post, Lembra do Eduardo Heuser, goleiro do Grêmio, tomou um frangaço na final da Copa do Brasil contra o cruzeiro no mineirão e sumiu do futebol… mais um caso semelhante a este.
    Abraço.

    EDITADO: é verdade. Ele era um goleiro fraco, mas era o titular. O Grêmio ainda saiu no lucro, pois o Danrlei virou titular

  • Zanardi diz: 22 de fevereiro de 2010

    bom post esse, interessante essa viagem no tempo
    mas mesmo assim, acho que esse lance do Fabianski foi pior do que o do Gus Caesar
    eu mesmo não acreditei na hora que eu vi o jogo
    vamos ver como a torcida vai reagir ao Fabianski agora…

Envie seu Comentário