Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cai invencibilidade colorada no Gauchão de 31 jogos

21 de fevereiro de 2010 7

Ocorreu na pior hora para o Internacional a perda da invencibilidade no Campeonato Gaúcho que já durava mais de 30 jogos. Desde as finais do Gauchão de 2008 o Colorado não perdia, mas ao ser derrotado por 2×1 pelo Novo Hamburgo, em pleno Beira-Rio, o Inter ficou fora da final do primeiro turno do Gauchão 2010.  Há três semanas, havia escrito que a sequência já durava 28 jogos

A última derrota na competição ocorreu há 31 jogos, Juventude 1×0 Inter no jogo de ida da final de 2008. Na partida de volta, um massacre colorado e o título no triunfo de históricos 8×1. Ano passado, o Colorado se sagrou campeão invicto do Gauchão 2009.

A última derrota no Beira-Rio foi na 4° rodada do Gauchão, 1º de fevereiro de 2008 (valeu, Vinicius!). Também foi 1×0 para o Juventude.

Comentários (7)

  • Bernardo diz: 21 de fevereiro de 2010

    Alexandre, vai ver a final do Gauchão da poltrona!!! hauahuahua

  • Luis Reis diz: 22 de fevereiro de 2010

    Colorado tem memória curta mesmo…pq o chororororo….2009 aconteceu com o Grêmio, dai eles não reclamaram…pq chorar agora…

  • ELTON HAEFLIGER diz: 22 de fevereiro de 2010

    Não se escala time de reservas impunemente. Não se brinca em semifinal. Metade dos titulares estava nos camarotes do Beira-Rio. Por que nos camarotes?

  • Dornel diz: 22 de fevereiro de 2010

    Beeeeeeem feito!!!
    Ano passado eram os colorados e a imprensa ironizando as reclamações do Grêmio sobre as datas da FGF…
    Nada como um dia dps do outro…
    Parabéns a FGF, que diferentemente do STJD, está adotando imparcialidade.
    E bem feito para nós, Gremistas e Colorados, que ficamos com rivalidades fora de campo e acabamos os dois se prejudicando.

  • João diz: 22 de fevereiro de 2010

    A gente tem que ter sangue frio. Ganhamos o gauchão no ano passado e o que significou? Nada. Queremos sempre ganhar, não é bom perder. Mas seria um absurdo escalar o time titular dois dias antes do jogo mais importante do ano. A própria federação gaúcha desmoraliza o seu campeonato ao obrigar Inter(neste ano) e Grêmio (ano passado) a jogar partidas com times reservas desentrosados. Queremos a Libertadores, assim como queriamos a Copa do Brasil e o Nacional no ano passado. O grande vencedor da rodada foi o Grêmio: escapou de mais um grenal e seu técnico vai se fortalecer ao ganhar o primeiro turno com uma goleada. O NH tá se achando, não entendeu porque ganhou, e vai com tudo para ser goleado.

  • João diz: 22 de fevereiro de 2010

    Elton: tu realmente prefere ganhar o gauchão em vez da Libertadores ou tu acha que um time vai render tudo o que pode jogando dois dias após uma partida semi-final? Tu não sabe que os jogadores terminam uma partida desgastados e precisam de algum tempo para se recuperar? Isto não é video game. São seres humanos que estão lá jogando e sendo cobrados para jogarem no limite. Além disso muitas pequenas lesões que os jogadores sofrem durante uma partida necessitam uns dois ou três dias para serem curadas. Pergunta para quem acompanha futebol o estado que, por exemplo, o Guiñazu fica no fim de um jogo. Não cai na conversa demagógica de parte da imprensa. Eles não são responsabilizados pelos resultados. Na realidade dá para ver como eles se divertem com o fracasso dos times grandes.

  • JORGES diz: 22 de fevereiro de 2010

    mUITO DIFERENTE. nO ANO PASSADO, NA ÚNICA DATA DISPONÍVEL TINHA O JOGO DA VOLTA DE RONDONÓPOLIS, QUE O INTER HAVIA PERDIDO. E COPA DO BRASIL TB NÃO MUDA DATA. ONDE IA COLOCAR O JOGO DO GRÊMIO? ESTE ANO O GREMIO ESTAVA DE FOLGA E A DATA ESTAVA LIVRE. OS os azuis, OK, ESTAVAM NA DELES. O ERRO FOI DA FEDERAÇÃO.

Envie seu Comentário