Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 22 fevereiro 2010

Conquista do turno pelo Joinville lembra gols dramáticos do passado!

22 de fevereiro de 2010 3

Sem dúvida, a conquista mais espetacular deste final de semana repleto de decisões nos Estaduais foi do Joinville em Santa Catarina. O gol de Ricardinho, aos 48 minutos e 57 segundos do segundo tempo entrou para a história do futebol catarinense.

Isto me fez lembrar de grandes momentos do futebol mundial que ficaram marcados por gols nos últimos instantes e que causaram reviravoltas no resultado de partidas importantes. Vejam o vídeo faltando três segundos para o término do tempo indicado pela arbitragem:

Gol de Ricardinho:

O empate de 1×1 contra o Avaí, além de garantir o time na decisão do Catarinense 2010, ainda me fez recordar uma série que postei no Almanaque Esportivo há mais de um ano. Na ocasião, relembrei nove grandes momentos do futebol mundial, divididos em (Parte I e Parte II).

Na semana seguinte, foi a vez de vermos dez gols espetaculares no finalzinho de competições brasileiras. Isto também foi dividido em Parte I e Parte II

Gols inesquecíveis nos instantes finais, INTERNACIONAL PARTE I
1º) Dennis Bergkamp – Holanda 2×1 Argentina – Copa do Mundo 1998
2º) Steven Gerrard – West Ham United 3×3 Liverpool – Copa da Inglaterra 2005/06
3º) Adriano – Brasil 2×2 Argentina – Copa América 2004
4º) Ole Solskjaer – Manchester United 2×1 Bayern de Munique – Liga dos Campeões 1998/99
5º) Fabio Grosso – Itália 2×0 Alemanha – Copa do Mundo 2006

Gols inesquecíveis nos instantes finais, INTERNACIONAL PARTE II
6º) Patrik Andersson – Hamburgo 1×1 Bayern de Munique – Campeonato Alemão 2000/01
7º) Michael Thomas – Liverpool 0×2 Arsenal – Campeonato Inglês 1988/89
8º) David Trezeguet – França 2×1 Italia – Eurocopa 2000
9º) Cristian Nasuti – River Plate 2×1 Boca Juniors – Copa Libertadores 2004

Gols inesquecíveis nos momentos finais, BRASIL PARTE I
1º) Anderson – Náutico 0×1 Grêmio – Segunda Divisão 2005
2º) Careca – Guarani (2)1×1 (2) São Paulo -  Primeira Divisão 1986
3º) Romário – Palmeiras 3×4 Vasco da Gama – Copa Mercosul 2000
4º) Nunes – Flamengo 3×2 Atlético-MG – Campeonato Brasileiro 1980
5º) Euller – Palmeiras 4×2 Flamengo – Copa do Brasil 1999

Gols inesquecíveis nos momentos finais, BRASIL PARTE II
6º) Falcão – Internacional 2×1 Atlético-MG – Brasileirão 1976
7º) Geovanni – Cruzeiro 2×1 São Paulo – Copa do Brasil 2000
8º) Ricardinho – Corinthians 2×1 Santos – Campeonato Paulista 2001
9º) Elano e Léo – Corinthians 2×3 Santos – Campeonato Brasileiro 2002
10º) Washington – Fluminense 3×1 São Paulo – Copa Libertadores 2008

Gol de Chicão lembra golaço de Luisinho na final do Gauchão 2005

22 de fevereiro de 2010 1

Imediatamente após o golaço de Chicão, que garantiu a vitória de virada por 2×1 e a classificação do Novo Hamburgo sobre o Internacional em pleno Beira-Rio no último domingo, eu lembrei de um gol muito parecido, também sofrido por um goleiro reserva colorado.

Foi na mais eletrizante final de Estadual dos últimos anos no RS, quando em quatro minutos espetaculares a taça de campeão mudou de dono quatro vezes. Foi na finalíssima do Gauchão de 2005, quando o meia Luisinho (ex-Brasil de Pelotas), desferiu um petardo da intermediária naquela partida entre 15 de Novembro de Campo Bom e Internacional.

Depois de perder por 2×0 no tempo normal, o Colorado fez 1×0 com Souza aos dois minutos do segundo tempo da prorrogação. Logo depois, aos quatro minutos, Luisinho desferiu este chute indefensável em Marcelo Boeck, que substituiu o veterano André (fratura do braço no tempo normal em uma disputa com o atacante Jacques). Ver vídeo a partir do instante de tempo 0min41s:

Reparem que, assim como o gol de Chicão ontem, a bola bateu no travessão, passou a linha e subiu novamente. Vejam os gols de ontem e comparem:

Aquele resultado de 1×1 dava o título ao 15 de Novembro, que tinha melhor campanha e a vantagem do empate no tempo extra. Porém novamente o polêmico Souza, hoje no Corinthians, marcou de cabeça dois minutos depois e deu o título para o Internacional, então tetracampeão estadual. O 15 amargou o terceiro vice-campeonato em quatro anos, perdendo ainda as decisões de 2002 e 2003.

Agradecimento - Post 1000

22 de fevereiro de 2010 1

Este post é apenas para agradecer aos mais de 700 mil internautas que participam do Almanaque Esportivo desde o início, em setembro de 2008. Este é o milésimo post aqui no ClicRBS, e é por isto que precisava agradecer a todos.

Analista de T.I. em jornadas integrais, utilizo este espaço como hobby para divulgar curiosidades, estatísticas, bizarrices, momentos gloriosos ou emocionantes de todos os esportes, em especial futebol e automobilismo.

Obrigado a todos, em especial ao André Roca, editor do ClicEsportes e maior incentivador da existência deste blog.