Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

GP DO BAHREIN: Pista chata, corrida insuportável e a culpa é de Ecclestone

17 de março de 2010 7

Nova temporada da Fórmula-1. Uma profunda revolução no regulamento (fim do reabastecimento, mais carros). Novas equipes. Vários pilotos novos. A volta do legendário Michael Schumacher à categoria. Promessas estreando. Faltou alguma coisa?

CLARO, faltou mudar a pista! Aliás, conseguiram mudar para pior a já modorrenta pista de Sakhir no Bahrein. A corrida foi chata por um motivo bem simples: aquele circuito, bonito, eficiente, seguro, é um porre! Seis quilômetros de pura chatice! Não adianta nada mudar tudo e continuarmos com pistas NOVAS insuportáveis como Bahrein e Emirados Árabes!

A culpa disto é do todo-poderoso Bernie Ecclestone, que só chama o arquiteto Hermann Tilke para fazer as pistas (já apelidadas de “tilkódromos”), mas que errou feio a mão nas duas pistas árabes. Pensando no ‘dindin’ dos petrodólares, Ecclestone cada vez mais esquece de colocar umas pistas mais legais.

E olha que Sepang, Shanghai e Istambul são bem legais e também projetadas por Tilke. O “Tio Bernie” errou ainda ao retirar a abertura da emocionante pista de Melbourne, próxima etapa na Austrália, e deixar neste circuito murrinha…

A corrida foi uma chatice só que só teve emoções causadas na primeira curva, com dois acidentes separados. Ficou claro que a FIA errou ao deixar a Hispania e a Virgin (não vou ficar abreviando que nem a Globo faz) largarem com tão pouco treinamento. O resultado foi pífio e a situação do bom indiano Karum Chandhok beirou ao patético: o cara foi para a classificação sem ter feito um único treinamento oficial antes.

A vitória de Alonso foi justa pois aproveitou erro de Massa e os problemas de Vettel. Nada melhor que ganhar logo na estréia pela Ferrari, ainda mais para o favorito, na minha opinião, ao título. Bom, vamos aos prêmios? Foi difícil a maioria…

PREMIAÇÕES ESPECIAIS DO ALMANAQUE ESPORTIVO – F1-2010:
http://wp.clicrbs.com.br/almanaqueesportivo/2010/03/17/premiacoes-especiais-na-f-1-2010-do-almanaque-esportivo/

Troféu “Jim Clark”Vou surpreender. Para mim, o melhor foi Vitantonio Liuzzi, que já largou bem e fez bela corrida pela Force India

Troféu “Rouge & Blanc” - Robert Kubica, que rodou na primeira curva e passou vários carros ao longo da prova.

Troféu “Chris Amon” - Vettel, que teve problemas mecânicos e caiu do primeiro para o quarto lugar.

Troféu “Fiofó de Ouro” - Alonso, que ganhou uma corrida de brinde.

Troféu “Didi Mocó Prize For Technical Achievements” -
Sem dúvida, os carros da Hispania e da Virgin, sobretudo a primeira. Chandhok quase não treinou.

Troféu “Dick Vigarista” - Todo mundo comportadinho.

Troféu “Porquê Eu Não Fiquei Com Minha Boca Fechada” - Para a determinação de quem manda na Globo de chamar Hispania e Virgin de HRT e VRT. Depois reclamam que as empresas não investem no esporte. Quando investem, se recusam a falar o patrocinador.

VEJA TAMBÉM:
COMO FOI O GP DO BAHREIN EM 2009 (REPAREM NA MANCHETE):
http://wp.clicrbs.com.br/almanaqueesportivo/2009/05/11/gp-do-bahrein-o-corridinha-chata/

E que venha Melbourne, no lindo e sensacional Albert Park!

Comentários (7)

  • luiz carlos knopp diz: 17 de março de 2010

    Perin, não esquece que tu trabalha na RBS, que é afilhada da Globo, hehehe!
    Sobre a corrida, “cochilei” e acordei quando faltavam 2 voltas, e isto nunca tinha acontecido comigo, mesmo nas corridas realizadas pela madrugada no Japão e Austrália.

  • Ojan diz: 17 de março de 2010

    É uma das coisas mais ridículas que possa haver em televisão é essa mania da Globo, quero dizer RGT, de não dar nomes. Quando o site da RGT.com. referia-se à ULBRA apenas como Universidade eu também achava ridículo. Renomear times e equipes é o cúmulo da arbitrariedade. A RGT superestima a sua força, até parece que a Red Bull, Toro Rosso, Virgin e Ulbra vão quebrar se não pagarem a Globo, ops, RGT para divulgar o nome.

  • Teddy diz: 17 de março de 2010

    Cara! Mas agora tu tocou num PONTO FUNDAMENTAL que eu acho que ninguém tem muita coragem e/ou muita atenção para abordar/notar: A questão dos patrocinadores. Tchê, me canso de ver em programas esportivos (mesmo do grupo GLOBO), toda hora comentaristas, âncoras, atletas, metendo o pau que no Brasil não temos apoio ao esporte, que o Governo isso, que o Governo aquilo, que o esporte não tem apoio e blábláblá…

    Mas, ao mesmo tempo, a tv se dá ao direito de mudar o NOME das equipes! o NOME!
    Até no futebol aconteceu este ano (ULBRA virou “Universidade”, e ano passado já tinha sido “Canoas”, qual será o nome que a RBS vai dar ano que vem??). Mas esta atitude já é de praxe há tempos, principalmente em esportes como vôlei, basquete e futsal.

    Poxa, pensa bem: Tu tem uma empresa e resolve investir uma grana em um esporte. Daí cria um time com o nome da sua empresa (ex: BANCO XYZ). Daí, quando o jogo do teu time vai ser transmitido, ou quando mostram o resultado na tv, e tu vai ter o retorno do investimento, daí dizem “o Jaguarão venceu o São Bernardo do Campo…”
    Pô, daí é sacanagem, né?

    Penso e não consigo encontrar um ponto positivo que possa ter para o esporte, em sentido amplo, uma postura assim por parte da tv.

    E encerrando: Se chamam a Red Bull de RBR (red bull racing), por que não chamam a Ferrari de “TR”(team ferrari)? Não seria a mesma coisa..?

    Acho que você poderia abordar essa questão em um texto, Perin.

    EDITADO: este ano tá certo, o time mudou de novo e inclusive o escudo também. O problema era antes e eu achava errado.
    Um abraço,

  • Guilherme_F diz: 18 de março de 2010

    Concordo plenamente que as novas e “cinematográficas” pistas ganham no visual mas perdem em emoção (há 2, 3 anos sempre a mesma monotonia). Agora tbm tem a Coréia do Sul, projeto de quem??? “tilkódromo”… mas olhando o traçado pode ser que algo seja diferente. (só olhando por cima). E será que essa nova fase de circuitos asiáticos seja por um horário mais compatível com a Europa??? Pq de tradição em Automobilismo eles estão umas 5 décadas atrás da Europa e América… mas fazer oq??? Dinheiro rolando, tudo pode…

  • Jonas Rafael diz: 18 de março de 2010

    Melbourne? Emocionante? Bebeu? Depois, a culpa não é só das pistas. Esse regulamento novo vai proibir as ultrapassagens, cuida só. Porque ou o cara está com o tanque cheio no início ou está com os pneus na lona na segunda parte. E vai ter que correr toda a vida economizando. Alonso e Schumacher já se manifestaram contra isso…
    Ah, é como disseram aí em cima, tua empregadora (RBS) também se recusava a chamar a Ulbra de Ulbra nos últimos gauchões…

    EDITADO: eu sempre chamei de Ulbra. Falo por mim

  • paulo aguiar diz: 18 de março de 2010

    Até que enfim encontrei alguém que falou que a corrida foi uma porcaria. Coisa mais sem graça…. e o Massa hein, perdendo na estréia para um cara que nunca tinha corrido uma vez sequer pela equipe. No ano inteiro de estréia dele lembro-me das desculpinhas de que estava “aprendendo” com o carro e com a equipe e que no segundo ano as coisas seriam melhores. Ele não é mau piloto, mas pelo jeito ainda vamos demorar muito para ter um novo campeão mundial. Na hora de se impor falta competência.

  • Marcelo Bonatto diz: 18 de março de 2010

    Além de HRT(Hispania) e VRT(Virgin) tem a RBR(Red Bull) e STR(Toro Rosso), fica ridículo nas transmições o Galvão Bueno e os comentarista falando as siglas, porque é uma equipe de F1 e não apenas uma marca como os patrocinios que vão no carro. Já que não pode fazer propaganda das marcas comecem a chamar Mercedes GP de “MGP” e a Ferrari de “SF”(Scuderia Ferrari) afinal de contas elas vendem carros assim como a Red Bull vende energético.
    Abraço.

Envie seu Comentário