Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

OPINIÃO: Sem mudança de fotografia, Inter 2010 não vai a lugar algum

29 de abril de 2010 170

EDITADO EM 17/09/2010: aos comentários oportunistas de quatro meses depois, deveriam ler dois posts que falam sobre o assunto:OPINIÃO: A chave do sucesso prolongado está no banco de reservas. Na mudança dele! e OPINIÃO: Diretoria do Inter recupera o tempo perdido e faz a mudança de fotografia necessária . Errei em alguns pontos, sobretudo com relação a D’Alessandro, mas a tese em si está confirmada. O Inter demitiu Fossati, afastou atletas jogando pouco e recuperou outros em má-fase.

Ao longo de 15 anos analisando futebol de maneira mais atenta, percebi que um fator de sucesso das equipes é a continuidade do trabalho. Ou seja, sem modificações radicais no elenco de seis em seis meses, com quinze atletas saindo e vinte entrando no grupo principal. Com o advento da “Lei Pelé” e dos contratos longos, isto se tornou ainda mais necessário.

Porém, ao contrário do que muita gente pensa, também percebi que outro fator de sucesso dos grandes clubes é, de tempos em tempos, fazer uma “oxigenação” no grupo. Uma “faxina” ou ainda uma “MUDANÇA DE FOTOGRAFIA“.

Isto se impôe quando o clube está repleto de jogadores com custo alto e retorno duvidoso, jogadores que já estão no clube há algum tempo, tiveram sucesso mas hoje jogam no “carteiraço“. quando o vestiário está “viciado”, com lideranças antigas e acomodadas.

IMPORTANTE: Aviso aos torcedores “apoio incondicional”, “estamos na Libertadores e os outros não”, “Carvalho eterno, quem é tu para criticar?”: parem de ler aqui. Obrigado! Bom, vamos continuar.

Em 15/11/2009, o vice-presidente de futebol Fernando Carvalho vaticinou: “90% do elenco da Libertadores já está no Beira-Rio“. Relembrando o contexto da frase: o Inter disputava o título do Brasileirão, depois de uma campanha absolutamente irregular, mas a imprensa esportiva gaúcha especulava em uma mudança radical no elenco após o término da temporada.  

Achei que a frase era apenas para dar uma amenizada e manter o foco. Mas Carvalho, ao contrário de outras vezes, cumpriu a promessa: manteve praticamente todo o time. 80% dos titulares colorados em 2010 já estavam aqui em 2009. 

Imediatamente falei para os amigos: “2010 já começa errado”. Defendia que em 2009 o Inter aos poucos deveria mudar o elenco do 1º semestre, com contratações pontuais, para chegar com força no segundo semestre. Como não fizeram, 2010 era o momento exato de uma mudança radical: nova comissão técnica, jogadores e também de dirigentes, mais motivados, com menos vícios.

Para 2010, deveria ser aplicada uma mudança radical no time. Deveriam ser contratados dois jogadores de exceção, um atacante e um zagueiro, garimpados destaques do ano anterior e utilizar melhor as categorias de base. Nada disto foi feito. 

Repetindo um comportamento arrogante e egocêntrico das gestões de José Alberto Guerreiro e Luís Carlos Silveira Martins no Grêmio e, em alguns momentos, de Paulo Odone, a diretoria do Internacional parece-me totalmente perdida.

Vive em um mundo irreal, no qual todas as ações são corretas, não cometem erros e as críticas da torcida e da imprensa são equivocadas. Por pura comodidade, mantém jogadores que claramente não estão mais no auge do seu futebol, ao invés de tomar decisões duras como dispensas por indisciplina ou rendimento ruim em campo.

Pior, quando um jogador com o custo benefício discutível como Edú finalmente joga um jogo bem, diz “O Edu calou a boca da torcida“. Um verdadeiro absurdo, tão ruim quanto o DVD da arbitragem do ano passado, que só queimou Carvalho no centro do país.

A humildade despareceu e hoje vejo mais críticas da diretoria para os torcedores do que reconhecimento das falhas do elenco. De vez em quando tenho que ler: “temos um dos melhores elencos do Brasil”, quando não se tem um zagueiro e atacante indiscutível. Piada, claro.

Demoram meses para diagnosticar problemas grosseiros (quem não esquece dos 24 meses entre 2008 e 2009 sem lateral direito, com desculpas esfarrapadas de que “nosso perfil é de um lateral marcador”?).  Desde a saída de Sidnei o Inter não tem um zagueiro veloz. Quando Danilo Silva se firmava, também foi embora. Vendido, é claro. Falta um primeiro volante de ofício, como Fabinho (Cruzeiro), Pierre (Palmeiras), Rodrigo Souto (São Paulo), Maldonado (Flamengo). 

Os problemas no ataque são antigos e beiram ao ridículo, como a contratação de Kléber Pereira por um salário elevadíssimo, dispensado por insuficiência técnica do Santos. De um ataque que tinha Fernandão, Iarley, Nilmar e Alex em 2008 para um ataque de Alecsandro, o homem que some nos jogos decisivos, Wálter (uma incógnita), Edú, Kléber Pereira e Taison ( três nadas).  Isto é emblemático.

Tão emblemático quanto o que vimos em 2010. Depois de um Gauchão muito bom, o Inter trouxe Éverton, do Caxias. Sabem qual é a origem dele? Ele era reserva de um Grêmio que tinha Ramón, Tuta, Douglas, Amoroso. Pesadelos até para a Geral do Grêmio.

Um ataque horroroso que se não fosse talentos individuais de Carlos Eduardo, Lucas, Lúcio e Diego Souza não teria chegado nem perto das finais da Libertadores. Aliás, passou da primeira fase justamente graças a um gol de Éverton, que nem assim teve vida longa na Azenha e foi dispensado logo depois. 

Ele era do tempo que o torcedor do Inter olhava para o elenco colorado, que tinha Alexandre Pato, Fernandão, Iarley, Alex e até mesmo o veterano Christian e dava risadas do ataque gremista. Hoje é o inverso: o ataque tricolor dá de relho no colorado. Sem discussão.

Depois de anos endeusando jogadores raçudos e ruins, em um complexo sentimento de mediocridade pela “raça”, o Grêmio voltou a apostar na qualidade. Basta comparar Mário Fernandes e Rodrigo com Índio e Bolívar. Ou Jonas e Borges com Alecsandro e Taison

Pode até ser que Everton dê certo e ele tenha evoluído muito desde os tempos no Olímpico. Mas é uma aposta, de custo baixo e retorno incerto. A diretoria ousada que comprou D’Alessandro, Nilmar, Fernandão, Tinga, Jorge Wágner, Magrão, Guiñazu não existe mais. Isto é fato.

A lista de dispensas que eu faria e os motivos. Algumas são polêmicas e podem ser discutidas, mas as demais não vejo nenhum problema. Alecsandro seria reserva, jamais titular de um time de ponta:

Lauro -
Se como titular já não acrescentava, imagina como reserva desmotivado. Pato, mesmo em fim de carreira, ao menos pode ajudar Muriel no seu desenvolvimento.  Deveria ser negociado, especialmente por ter passaporte comunitário.

Bruno Silva – Insuficiência técnica. 

Índio - Insuficiência técnica e indisciplina

Fabiano Eller – Insuficiência técnica

Sorondo - Insuficiência técnica

D’Alessandro – Fim de ciclo, desgaste. Desmotivação. Deveria ser negociado.

Kléber Pereira – Insuficiência técnica

Edú - Insuficiência técnica

Taison - Mau futebol, desgaste com a torcida. Deveria ser negociado ou emprestado.  

Dinheiro pra estas dispensas? Bom, recisão é feita assim: 50% dos salários a serem recebidos até o final de contrato.  Fabiano Eller, Bruno Silva, Índio, Kléber Pereira tem contratos até dezembro.

O dinheiro deveria vir da venda de Sandro e da evidente redução de custos do futebol profissional para níveis aceitáveis antes de reforçar o time. Ficaria fraco no início? Talvez sim, mas na hora da adversidade é que as soluções criativas e de menor custo aparecem, os pratas-da-casa se desenvolvem.

Em 2002, o Santos fez uma limpeza geral e apostou nos garotos. Deu no que deu. Repetiu a dose em 2010 e olhem o resultado. Este ano, o Grêmio resolveu usar a gurizada. Está tendo sucesso. 

A eliminação na Libertadores é inexorável. Ou ocorrerá quinta-feira contra o Banfield, ou na fase seguinte contra o Estudiantes. Nela deveria sair Jorge Fossati, sua comissão técnica, a diretoria de futebol e o bando de jogadores citados acima.

É claro que nada disto irá ocorrer. A diretoria irá falar em “correções de rumo”, “contratações pontuais”, “um dos melhores elencos do Brasil”. Elogiar jogadores aqui e acolá e ficará tudo na mesma.

O dinheiro existe no Beira-Rio e, ou é mal-utilizado, ou está sendo guardado para ter o maior superávit da história do futebol brasileiro.

Títulos? Afinal o Inter é campeão do mundo FIFA.

De 2006

Comentários (170)

  • Marco diz: 29 de abril de 2010

    Pesado o texto, mas concordo com quase tudo!

  • Alexandra Santa Maria diz: 29 de abril de 2010

    Presado Alexandre, este teu texto é de uma arrogância sem precedentes, se tu realmente és tão bom e tão inteligente e tão dono da razão como teu texto demonstra, como explica o fato de ser um simples analista de TI ? Como pode uma pessoa tão capacitada e tão inteligente ser um funcionário subalterno e sem poder de decisão, achei que fosse um gerente no minimo, mas quando vi analista entendi toda a sua revolta e raiva contra a Instituição e Diretoria do Sport Club Internacional, és um frustrado, um funcionário mediano, uma pessoa que não tem sucesso profissional e provavelmente pessoal também e joga teus fracassos contra outros. Ridiculo é um analistazinho e quer ser o dono da verdade em relação a algo maior.

    EDITADO: Aprovei teu comentário, para que tua opinião preconceituosa seja vista por todos. P.S. Tente pesquisar que time eu torço e qual era meu emprego anterior.

  • Jorge diz: 29 de abril de 2010

    Rapaz, excelente tua colocação. Parece que alguem entende de futebol nesse Rio Grande.
    Essa tua colocação corresponde ao que vejo e sinto do colorado. Um clube que não está conseguindo se reinventar e fica no mesmo feijãozinho com arroz.
    Pra dizer que não concordo 100% contigo, acrescentaria a tua relação de dispensaveis o borboleta Guinasu e o matador de barata Bolivar.

  • Eduardo diz: 29 de abril de 2010

    Muito Bom.

    Como sócio acho que vou copiar e enviar para a ouvidoria do Inter, o problema é eles cancelarem minha carteira. hehehe

    EDITADO: eu sou sócio. Acho que vão me matar, hehehe

  • Christiano diz: 29 de abril de 2010

    O cara que chamou o Alexandre de “simples analista de TI” por certo deve ser um Ministro do STF? Por acaso “analista de TI” é menos do que jornalista? Francamente… Muito bom texto, Alexandre, duro, real. Se o colorado prestasse atenção, corrigiria seu rumo.

    EDITADO: infelizmente meu xará e conterrâneo sofre da mesma soberba da diretoria.

  • Gaúcho Colorado diz: 29 de abril de 2010

    Bah, Perin! Não quero ser pessimista, pois sempre acredito até o fim. Porém… lendo teu texto, que foi extremamente forte, mas correto… me ‘toquei’ que TU ESTÁS CERTÍSSIMO e eu, até agora, estava tapando o sol com a peneira e me iludindo, por admirar a Diretoria Colorada, pela recuperação da imagem do Clube, dos Torcedores, etc. etc.

    Mas, tá na hora de alternância de poder, de Conselheiros Colorados cobrarem MAIS do INTER. Não importa se ficamos ‘mal acostumados’ com bons times, vitórias, conquistas. Isso faz parte, é normal quando se alcança um patamar. Importa é que, QUANDO ATINGIMOS UM NÍVEL SUPERIOR DE QUALIDADE, NÃO PODEMOS RETROCEDER; APENAS, APRIMORAR, MELHORAR; em hipótese alguma, INVOUIR.

    Hoje, eu estou desanimado. Mesmo assim, sei que amanhã já estarei melhor, até otimista novamente. Estarei no BEIRA RIO TORCENDO PELO INTER, sempre! Mas, desconfiado, sem entusiasmo ou perspectivas utópicas. SUCESSO NÃO CAI DO CÉU. EXIGE TRABALHO. E trabalho BEM FEITO! Não é nosso caso atual.

    Vamos lá, Colorados! Vamos nos MOBILIZAR. Fazer com que os CONSELHEIROS COLORADOS atuem nos bastidores do Clube do Povo e cobrem melhorias. Essa Diretoria atual é inteligente e, se quiser, se tirar a venda da arrogância dos olhos, EU ACREDITO QUE PODEM, ainda, DAR NOVO RUMO AO INTERNACIONAL atual.

  • Frank Silva diz: 29 de abril de 2010

    O texto está correto, só não ver quem não quer os problemas do Inter!
    Na vida tudo tem um ciclo e o deste grupo (dirigentes e jogadores) já acabou.
    Novas idéias e novas lideranças devem vir para oxigenar o Inter.
    O maior patrimônio do Inter é a sua torcida, e esta já está cansada das mesmas desculpas para os mesmos problemas de sempre!

  • NEI FARIAS FERNANDES diz: 29 de abril de 2010

    Caro Alexandre: A Dona Alexandra ai esta dando um exemplo de má colorada, o que tu colocaste é o que todos os colorados que deixam o fanatismo e a emoção de lado e tem uma
    visão mais realista e empresarial do clube.Em 2007 numa festa em São Borja senti toda a
    soberba, empafia de nosso atual presidente,( no que se refere a visões do clube e futebol não misturar esta observação com vida pessoal ) estão queimando dinheiro nesses ex-jogadores pois não dá para dizer ex-atlhetas e o caixa até qdo vai aguentar estas contrações caras sem nenhum resultados, e pelo jeito a fonte da gurizada esta terminando pois estão queimando a gurizada, por que um dos melhores do ano passado sumiu o MARQUINHOS, a zaga é velha, caansada, não tem no Beira-Rio nenhum zagueiro confiavel.

  • Igor Dornelles diz: 29 de abril de 2010

    Parabens pelo texto !! Fazia muito tempo que não lia um texto que transmitisse para seu leitor uma visão que não fosse a visão simplista e irracional de torcedor. Mais uma vez PARABENS !!! Sou colorado, FANÁTICO e concordo inteiramente com as colocações e as “dispensas” enumeradas.

  • Pablo diz: 29 de abril de 2010

    Tchê! Sou Gremista, mas gosto de futebol e o discuto sem o menor problema, seja qnd meu time ganha ou perde. Apesar de entender que a opinião manifestada estava um tanto carregada de mágoa achei mto interessante teu texto. Fez a análise correta do momento vivido pelo Inter. Pena que algumas pessoas insistem em negar a realidade… E pior! Ainda ofendem e questionam o trabalho de uma pessoa porque essa pessoa simplesmente tem uma visão ou opinião diferente. Lamentável!
    E parabéns pelo texto! Opiniões podem e devem ser manifestadas independentemente da paixão clubística.

  • Luciano Feltrin diz: 29 de abril de 2010

    Concordo integralmente. E acrescentaria que deveria ser revisto o tal conceito de “olho clínico” do Fernando Carvalho. Ele acertou com Fernandão… e depois? Pinga, Kléber Pereira, Wilson Mathias, etc. Sem falar nos técnicos. MInha desconfiança é de que além dos interesses sempre presentes nessas negociações de jogadores, o Inter se encalacrou com a história da reforma do Beira-Rio para a Copa. De onde tirar tanto dinheiro para um investimento de retorno financeiro tão duvidoso? Espero que a Oposição se articule e apresente um candidato viável e lúcido no final do ano…

  • Sergio Passamani diz: 29 de abril de 2010

    Caro Alexandre…

    exelente análise… parabéns…
    conseguiste resumir o que acontece no inter em um único texto…
    confesso que é a 1º vez que leio esse seu espaço… e não será a última.

  • Dóris diz: 29 de abril de 2010

    Boa tarde! Pato deveria ser relacionado também, por INSEGURANÇA… Não vejo ninguém criticá-lo… Não provou ainda que é melhor que o Lauro… Está sendo um facilitador das nossas derrotas… Tomara que prove o contrário daqui para a frente! Que mostre que é realmente O GO-LEI-RO!

  • Fernando diz: 29 de abril de 2010

    Oi Alexandre! Sou torcedor do Grêmio e desaprovo totalmente o comentário desta “pessoa” de Sta Maria. Deve estar passando por uma fase bem negra na vida dela. O que tu dissete é o que pensam 90% da torcida colorada. E digo mais: o inter está colhendo o que plantou nestes últimos anos. Negociatas, acordos, compra de vaga, jogos suspeitos, erros clamorosos e por fim títulos manchados por arrogância exagerada. É só o começo. Mas me solidarizo a ti contra as ofensas que recebestes.

  • Filipe Feijó diz: 29 de abril de 2010

    Falae Perin!

    Cara, essa Alexandra Santa Maria ficou abalada com o teu texto. É difícil quando a verdade machuca.

    Sou gremista, mas seguinte… na boa, já descobri teu time. Tu só pode ser colorado. E não estou reclamando nem te recriminando por isso. Digo que tu és colorado porque só um torcedor pode ter um olhar tão “clínico” para fazer uma crítica dessas sobre o seu próprio time.

    Os mais apaixonados ficam cegos e se apegam ao glorioso ano de 2006 para sustentar o Carvalho e sua trupe. E a comparação com Guerreiro e Cacalo procede totalmente! Tanto criticaram meu Grêmio, o chamando de arrogante e tudo mais, e agora incorporaram para si essas atitudes lamentáveis.

    Entendi teu texto e não achei ofensivo ao clube inter, pois tb faço minhas críticas ao Grêmio quando entendo que algo está errado e deva ser mudado.

    Perfeita a análise. Vendo de longe, me parece exatamente isso que ocorre com os vermelhos.

    Abraço!

  • Leandro diz: 29 de abril de 2010

    Parabéns pelo texto. Tiveste coragem para escrever este texto. Nenhum blogueiro faria isso q vc fez. Eu concordo com tudo o q vc escreveu. O Instituição Spot Club Internacional não é mais a mesma. Tudo está visivel. O torcedor já não está mais aturando certas coisas. Isso vem daquela do Pifero “torcedor torce e dirigente dirige”. Como um dirigente, um presidente de um clube pode tratar algo q eles estão errando como atitudes certas? Eles estão errando e até hoje não admitiram nenhum erro deles. Culpam imprensa e torcedores por o time estar assim. O q dizer dos altos salarios de alguns “jogadores”? Pq não deixar jogadores da base no elenco? O Marquinhos, cadê? Grandes jogadores estão deixando o seu futuro promissor devido a pessima atitude dos q estão mandando no Inter. Esperamos q o torcedor-socio no final do ano faça a diferença na hora de eleger os novos mandatarios do Inter.

  • Leandro diz: 29 de abril de 2010

    Esqueci de comentar… mesmo se o Inter trouxer o Fernandão e o Tinga, não vamos nos iludir com essa diretoria, pois isso era para ter acontecido o ano passado e só farão agora pq estão vendo q a torcida está virando as costas para o clube. Repito, não devemos nos enganar!!!

  • juvenal diz: 29 de abril de 2010

    Depois do grenal perdido, a entrevista do píffero foi terrível,desprezando o gauchão, mas porque jogaram os titulares?a zaga com sorondo quase 2 metros que não pula, o ataque com alecsandro que faz de conta que joga, um sandro que não protege a zaga fraca, ele é 8 e não 5, e outas tantas coisas erradas, venho dizendo a horas o melhor jogador do inter é o kleber, que esta sendo subutilizado, sou gremista…

  • Fernando diz: 29 de abril de 2010

    Parabens pelas criticas. Apesar de citricas, são bem realistas. Em relação ao comentario acima digo: Alexandra, vai aprender a escrever. Aprenda o portugues, depois exponha tua visão preconceituosa da vida. Lamentavel.

    Parabens Alexandre!

  • Rodrigo ELkfury diz: 29 de abril de 2010

    Parabéns, Alexandre Perin!

    Poucas vezes li teus posts e venho lendo cada vez mais…
    Desta vez tu te superou e criticou da forma que se deve criticar… Não ficou escondendo o jogo como fazem os demais blogueiros.

    Meus parabéns… falou tudo!!!

    ps.: quem dera eu fosse um simples analistazinho… Aquele cara deve ser chefe do Bill Gates, uhsauahsuahuhas. Vlw velho.

  • Vinicius diz: 29 de abril de 2010

    Perin, há tempos acompanho teu blog, que se não é o melhor é um dos melhores da RBS. E mais uma vez faz um comentário excelente e extremamente lúcido. Quanto às dispensas, concordo com quase todas, apenas não sei se o D’Ale não merece uma chance em um time reformulado e com organização tática favorável ao seu jogo, ainda apostaria mais um tempo. Agora para mim, o detalhe mais representativo nessas sucessões de falhas da diretoria, é a arrogância e a soberba que se entranhou nas paredes do Beira-Rio e contaminou todas as esferas coloradas. Essa diretoria está afastando o Inter do seu torcedor.

  • Vinicius diz: 29 de abril de 2010

    Ah! E cala a boca, Alexandra de Santa Maria!
    Quanta ignorância!

  • Ademir Neissinger diz: 29 de abril de 2010

    PS. só pra constar também trabalho como analista de ti,ué que que tem ? hehehe
    Tchê Perin, muito boas as tuas colocações, realmente o Inter nao vai a lugar nenhum mesmo desse jeito, eu acho que só teria uma solução, mas a Diretoria do Inter nao tem coragem pra isso: DEMITE O FOSSATI, traz o Mario Sergio de novo, e diz pra ele Mario, dá jeito, classifica contra o Banfild, DÁ JEITO, classifica diante do Estudiantes, que NA SEMI FINAL, depois da Copa, eu te dou o Fernandão, o Tinga e o DECO, SONHAAAAAAAAAAAAAAAA COLORADO HEHEHEHEH QUE TRISTEZA TORCER PRA UM TIME DESSES!

  • EDUARDO diz: 29 de abril de 2010

    Alexandre…

    Mandaste muito bem…

    A limpeza deve ser geral.

    Acontece que muitas vezes ficamos obcecados pela paixão clubística e não conseguimos fazer uma análise mais crítica.

    Já é hora de mudança. Fora Piffero, fora Luigi, fora Carvalho… não dá mais para aguentar…

    Já dizia o sábio: As competências que nos trouxeram até aqui não serão suficientes sequer para nos manter onde estamos.

    Assino embaixo.

    Abraços… saudações coloradas…

  • levyCOLORADO diz: 29 de abril de 2010

    Claro que não se pode mudar tudo de uma só vez, mas é aparente que o Inter cairá na Libertadores e terá de se refazer em meio ao ano já em andamento… Talvez a “parada” em junho (Copa) seja “estratégica”. Vai depender da sensibilidade da diretoria… Trocar o técnico, dispensar uma meia dúzia de jogadores, contratar 2 ou 3 e abrir espaço para os mais jovens parece ser o inevitável caminho para um bom Brasileirão…
    Parabéns pelo texto, Perin. Tomara que FC leia tbm. (cá entre nós, suspeito que ele concorde com 90% do que foi escrito nesse post…)

  • Gilvan diz: 29 de abril de 2010

    Eu concordo Perin, esse “limpa” tem que ser feito no momento em que cair fora da libertadores, mas como tudo pode acontecer com o Inter, eu pergunto: e se o time passar pelo Banfield, passar pelo Estudiantes, vier o Tinga e tiver a parada parada da copa do mundo, o que é que se faz? Não podemos ficar só com 17 ou 20 jogadores para a Libertadores e daí já temos o Brasileiro pela frente, pode ser muito arriscado esta renovação durante o Brasileirão. Mas concordo em gênero, número e grau com você.
    Outra coisa, na tua lista eu acrescentaria o nome do Alecsandro, pois do nível dele temos o Damião e o Léo que são juniores.

  • Luciano Feltrin diz: 29 de abril de 2010

    Perin, depois daquele post ridículo de “Alexandra Santa Maria”, deixa te dizer uma coisa. O teu blog e o do Preleção, do cecconi, são DE LONGE os melhores do Clicesportes. As análises são equilibradas e interessantes – não o mero requentar dos assuntos e as fofocas do dia-a-dia da dupla Grenal. Aliás, são dois dos poucos que escapam bastante da mesmice que só enxerga Grêmio e Inter. Parabéns! Seguramente, além de um analista de TI, és um baita comentarista de esportes.

  • Thales Spotorno diz: 29 de abril de 2010

    Cara.. sempre leio teu blog e, em geral, acho muito boas tuas postagens. Em primeiro lugar eu sou GREMISTA mas analisando friamente as coisas, achei teu comentário perfeito. Na minha opinião, é exatamente isso que o Inter precisa. Desde que ganhou o mundial, acho que por razão de ficar muito tempo sem ganhar nada importante enquanto o Grêmio empilhava títulos (décade de 90, principalmente), o Inter vem com uma soberba enorme. Agora falando como gremista mesmo, torço pra que nada disso que tu falo aconteça e o Inter continue cada vez mais contratando jogadores com alto salários e retorno quase nulo (Kléber Pereiras, Edu’s, etc.) por um longo tempo. hehe abraços e parabéns pelo post.

  • Mauri diz: 29 de abril de 2010

    Acho que sem todos esses ainda fica um time razoável e aí sim, com algumas contratações de jogadores que tenham ainda vontade de jogar e vencer.
    Muriel – Nei – Bolivar – Ronaldo – Kleber – W. Matias – Guina – Andrezinho – Giuliano – Tiago Humberto e Walter. >>>Pro time titular faltariam 1 atacante, 1 volante e 1 zagueiro.
    Será que a direção não percebe isso???? Tem o Ítalo que foi muito bem no inter B que tbém merece uma chance, o inter sempre foi bem quando usou os garotos da base, e hoje eles só entram no time quando não tem outro.

  • MAURO COPELLO diz: 29 de abril de 2010

    Não caiu a ficha ainda meu ? Será que não para perceber que essas contratações rídiculas e milionárias são para encher o bolso deles ? A propósito, faço uma pergunta ? O Fernando Carvalho está advogando ? Como é bom ser dirigente num clube com mais de 100 mil sócios !!!

  • COLORADO SEMPRE diz: 29 de abril de 2010

    Perin… até que enfim tu nao falou nenhuma bobagem sequer…..parabens!!! Muito bom o texto!!!

  • Baldur diz: 29 de abril de 2010

    Sou gremista e concordo com tudo que dissestes, inclusive me preocupo com o rumo de algumas contratações do Grêmio, que acredito que possam estragar o vestiário e acabar incorrendo no mesmo erro do co-irmão: Se fosse dirigente do Grêmio mandava embora Souza, Rochemback e Leandro, que acredito serem péssimas influências para os mais jovens, e nunca deixaria o Souza tomar do Tcheco a liderança do vestiário por exemplo. Pelo menos o Grêmio tem valorizado as categorias de base e usado nos jogos a gurizada( mas quando os medalhões chiam cabe a direção dar respaldo ao técnico e manter os jovens no time, o que eu espero que ocorra com o Maylson, COLOCANDO O LEANDRO NO BANCO.)

  • Eduardo Chinato Ribeiro diz: 29 de abril de 2010

    Onde é que eu assino?

    O Inter está acima de tudo, mas as pessoas que estão nele não. Estão afundando o nosso time. Não critico o FC, porque tem crédito, mas não sou obrigado a concordar com tudo e ddesde que voltou… tirando a volta do Nilmar (senão me engano ele já havia voltado)… só fez lambança!

  • Mateus Colorado diz: 29 de abril de 2010

    Simples Analista de TI??? Ficou louca??? Acho que nem sabe o que significa a sigla “TI”, muito menos a definição de “Analista”,deve ser uma idosa desatualizada, ou uma antiga advogada frustrada (do tempo que ainda eram chamados de doutores). Alexandra Santa Maria … autora da Piada do Dia. Tenho pena de pessoas como você!

  • Pedro diz: 29 de abril de 2010

    Bah… Concordo plenamente. O Internacional deixou de ser um time a tempos. toda a comissão tecnica e a maior parte dos jogadores deveriam ser mandados embora, principalmente o Alecsandro (as atuações dele beiram o ridiculo, poucas vezes se viu um centroavante tão ruim vestindo a camisa titular do Inter). Enfim… enquanto não houverem mudanças, a unica coisa que podemos fazer em 2010 é secar o pessoal da Azenha….

  • Zé Carpes diz: 29 de abril de 2010

    É isso aí, Perin! Com o teu texto ao menos estimulaste a discussão dos males que acometem o Ínter.

    Se só tivesses feito isso, já terias contribuindo bastante. Mas, não! Foste além e estás propondo a inssurreição, a qual me filio. Não que pregue fazer raso a tudo, nem que proponha a deposição da atual direção ou pense apagar o que fizeram esses jogadores. Não se trata disso! O que muito me agradaria seria ver esta mesma direção voltar a “ouvir” os anseios da alma dos mais de cem mil sócios colorados que ela mesma arrebanhou, como eu, e que desejam voltar a comungar com FC, com um treinador decente e com um time entusiasmado e competente. Mas isso é impossível porque FC está paralizado e, portanto, insensível, porque o nosso treinador é medíocre, tem poucas luzes e propugna, assustadoramente, por um futebol pequeno e acovardado e porque o nosso time – exatamente os jogadores que apontaste! – ou são ridículos, como o Alecssandro, ou, como o Índio, já perceberam que, façam o que façam, não serão defenestrados.

    De qualquer modo, e como ao que tudo está a indicar, 2010 já foi pro saco, portanto, só nos resta esperar que ao final do ano cada sócio cumpra com o seu dever.

    Eu, com imenso pesar, cumprirei com o meu.

    Um abraço, Perin e se puderes, por favor, aprofunda mais um pouco este teu “estudo sobre os descaminhos do Colorado”.

  • Gustavo diz: 29 de abril de 2010

    Essa Alexandra de Santa Maria deve ser uma guria que o Alexandre pegou e depois deu um pé na bunda! huahuahuahuahuahua!! Ta aproveitando o blog pra se vingar, hehehe!

  • Valmor Treib diz: 29 de abril de 2010

    Caro Alexandre,
    Acerca das suas colocações, sintetizo numa frase:
    Concordo com você em gênero, número e grau.
    De um sócio colorado apaixonado pelo Internacional,
    muito decepcionado e preocupado com o futuro da nação vermelha!

  • Luís diz: 29 de abril de 2010

    PARABÉNS Alexandre! Nunca havia lido tua coluna, mas concordo em 100% com o que tu escreveu. Acrescento o seguinte: o Inter tem hoje uma diretoria viciada pelas parcerias que fez. Por que tu achas que o D’Alessandro, que se arrasta em campo, joga todas as partidas? Porque nosso querido Sonda o patrocina. Então, apesar de toda a idolatria que nutro pelo Fernando Carvalho, penso que está na hora da direção inteira ser renovada. Deve sair esse grupo, que por sinal ajeitou a casa (lembre-se da lamentável era Fernando Miranda), e entrar um grupo renovado, com novas ideias e que, enfim, aposte nas categorias de base. Por sinal, qual a razão de se contratar o descompromissado Kléber Pereira e o desconhecido Éverton? O que aconteceu com o Marquinhos e o Leandro Damião?
    Poxa, não aguento mais ouvir e ler que o Inter da base conquistou esse e aquele título, porque, afinal, os jogadores somem.
    Do atual time titular, quem veio da base?
    Será que não temos um goleiro júnior melhor do que Pato, que, SIMPLESMENTE, não sai do gol?
    Infelizmente, pelo visto, com essa sequência de equivocos e impáfia proporcionada por nossa direção, teremos um dos piores anos da década.

    Forte abraço
    Luís Otavio dos Santos
    (Seu novo leitor)

  • josé da silva diz: 29 de abril de 2010

    Concordo com tuas conclusões. A análise não poderia ser melhor. Apenas acrescento na lista de dispensas o Glaydson, o Ronaldo Alves e o Eltinho, por insuficiência técnica. Na base, temos jogadores muito melhores do que estes, ainda que não sejam craques, tais como o Josimar, Elton, Paulinho, Wagner Silva, Igor (emprestado ao Náutico), Titi (emprestado ao vasco), Lima e Kauê. Já tivemos o Império otomano, agora temos outro Império que gosta de contratar aposentados e baladeiros.

  • Luciano Azambuja diz: 29 de abril de 2010

    Perfeito, excelente! É exatamente isso. Só faltaram vááários nomes na lista de dispensa, mas a idéia é exatamente essa! Eu já estava me tornando um chato repetitivo sempre falando isso enquanto assistia à qualquer partida do Inter e agora fico contente em ver que tem mais gente séria e interessada que compartilha dessa visão. O clube virou um balcão de negócios para esses *suprimido*, enquanto o trouxa do torcedor paga a mensalidade. E aquela figura ridícula e absurda de leão-de-chácara do Roberto Siegmann? Foi a gota d’água… Não seco o meu clube, mas não comemoro mais nada enquanto esses parasitas estiverem aí. Mudança já, por favor!!

  • jose diz: 29 de abril de 2010

    Olá Alexandre,
    meus parabéns, até que enfim alguém tem coragem de falar o que todo colorado gostaria de dizer à diretoria.
    Concordo plenamente com vc em n°, gênero e grau, cara mais uma vez parbéns.

  • JOÃO BURACÂO diz: 29 de abril de 2010

    Forte teu texto Cara… Muito bom…
    Desculpe minha ignorância.
    Mas o que é analista de TI ?

    Abraço

    EDITADO: sou responsável pelo operacional da área Online do Grupo RBS e ainda o analista de infra-estrutura (de TI) por toda a tecnologia multimídia (streaming e vídeos on-demand) da RBS.

  • Fábio Salvadori diz: 29 de abril de 2010

    Sou gremista e considerei o comentário excelente.
    Abraços

  • Andrei diz: 29 de abril de 2010

    Perin

    Parabéns pelo texto. Excelente, como de costume.

  • Constantin Sokolski diz: 29 de abril de 2010

    Excelente texto. Concordo plenamente.

  • douglas poletto diz: 29 de abril de 2010

    Parabens pelo texto. Conseguiu de forma clara e direta expor os defeitos do time sem firulas ou protecionismos. Gostaria de ver mais pessoas falarem o que falou e principalmente gostaria de ver esse texto chegar as mãos da direção do Inter. Mais uma vez, depois de uma partida mediocre do time a direção veio apelar pra torcida… fazem tudo errado, não consultam os sócios para nada – afinal, estamos lá apenas para bancar as regalias e encher os cofres – e quando a coisa aperta temos que lotar o Beira-rio e fazer milagres. Onde está o clube do povo??? Fico com vergonha toda vez que assisto um jogo do Inter ( com exceção do jogo contra o Dep. Quito). Está muito triste ser colorado este ano. Chegamos ao final do nosso ciclo vencedor desta década. Essa é a grande realidade. A famosa “gangorra gaúcha” já começa a mostrar seus ares e tudo por causa dos erros cometidos por nossa diretoria, os quais se arrastam desde 2007. Pior é analisar que o ano está perdido – pois não vamos ganhar a libertadores, e com certeza não vamos ganhar o brasileirão. Espero poder ter um time forte no ano que vem, quem sabe com uma direção nova e renovada. Abraço. Parabéns. Continue fazendo este ótimo trabalho.

  • gilmar diz: 29 de abril de 2010

    Só uma coisa: PERFEITAS AS COLOCAÇÕES.

  • Júnior diz: 29 de abril de 2010

    Meu parabéns pelo texto. A única ressalva que faço é com relação a lista de dispensas. Acho que está muito pequena, tem mais jogadores que deveriam ser mandados embora urgentemente.

  • Vaner de Lajeado diz: 29 de abril de 2010

    Parabéns pelo teu comentário Alexandre, conclusões deste tipo só podem ter pessoas que realmente conhecem futebol e o analisam friamente, a nossa diretoria cabe fazer um exame de consciencia, refletir sobre as contrataçoes feitas e as respostas que estao dando, ainda incluiria na tua lista o Kleber, por falta de entusiasmo e comprometimento dentro de campo, um abração e faca este seu comentario chegar nas maos da diretoria.

  • Wiliam diz: 29 de abril de 2010

    Alexandre,

    senso crítico é uma das caracteristicas necessárias para ser um bom Analista de TI. Você demonstrou isso no teu texto. Parabéns.
    Acredito que hoje a falta de oposição forte atrapalha o Inter. Esta na hora de oxigenar também a direção e não apenas o time.
    Sou colorado mas realista, não temos time para ganhar a Libertadores. E sem mudanças o Brasileirão pode ser comprometido também.
    Mudanças já!
    Abraços,
    Wiliam

  • Leonardo Maia diz: 29 de abril de 2010

    Velho, teu comentário foi muito bom. Poderia discordar de ti no que se refere ao D’alessandro e somente isso. A avaliação de que a Diretoria do Inter subiu nas tamancas é perfeita.
    Parabens, meu caro!

    ps: O mais impressionante é que nenhum dos “entendidos” (comentaristas) postou algo parecido.
    ps(2): Cara… acho que tu estas p. da vida e, portanto, acho q és um pele vermelha como eu…hehheehe!

  • Cesar diz: 29 de abril de 2010

    Prezado Perin. Muito bem postado. Concordo com os comentários feitos, exceto com relação ao D’alessandro, que é um grande jogador. Num time mais ajustado contribuiria muito mais. A zaga do Inter é simplesmente lamentável. Quanto as agressões preconceituosas contra você apenas tenho que lamentar. Parabéns pela análise.

  • jyvago diz: 29 de abril de 2010

    otimo texto! sou gremista, mas axo q devemos tentar manter nosso futebol gaucho em alto nivel, e essa diretoria colorada naum esta fazendo oq o time merece. outro exemplo eh o novo mascote do clube, aonde jah se viu mudar o mascote do time? tudo bem q eh uma homenagem ao Escurinho, mas naum dah pra esquecer o Saci q eh o simbolo nacionalmente identificado com o Internacional e unico no Brasil.
    naum vejo os jogos do inter, mas notei vendo o grenal q o time esta ultrapassado e lerdo
    e soh o Walter e o Kleber tem alguma capacidade
    vlw

  • Leonardo Maia (OAB 73259) diz: 29 de abril de 2010

    Opa, é penalti! Alguem falou que o advogado não deve ser chama do de Doutor? Entao leiam o que segue:
    Lei do Império de 11 de agosto de 1827: “ cria dois cursos de Ciências Jurídicas e Sociais; introduz regulamento, estatuto para o curso jurídico; dispõe sobre o título (grau) de doutor para o advogado”. A referida Lei possui origem legislativa no Alvará Régio editado por D. Maria I, a Pia (A Louca), de Portugal, que outorgou o tratamento de doutor aos bacharéis em direito e exercício regular da profissão, e nos Decreto Imperial (DIM), de 1º de agosto de 1825, pelo Chefe de Governo Dom Pedro Primeiro, e o Decreto 17874A de 09 de agosto de 1827 que: “Declara feriado o dia 11 de agosto de 1827”. Data em que se comemora o centenário da criação dos cursos jurídicos no Brasil. Os referidos documentos encontram-se microfilmados e disponíveis.
    Tais decretos não foram revogados, portanto, vigentes. Ps: postei só pra toca fogo na bagaça!

  • João Claudio diz: 29 de abril de 2010

    Impressionante a capacidade desta atual direção de futebol de não enxergar o que está acontecendo. eu vejo o Inter jogar e quando escuto os dirigentes e técnico falarem penso que tomei todas durante a partida. perfeitas as tuas colocações. Lamento principalmente pelo fernando carvalho. como pode mudar tanto? um abração.

  • eduardo diz: 29 de abril de 2010

    Parabéns pelo texto.
    Penso que a Alexandra (Santa Maria) deve estar sem namorado.
    Eu também acrecentaria o Alecsandro na tua lista, para sintetizar, normalmente nos meus comentários me refiro a ele como “O Molóide”, é de longe o pior jogador do INTER.

  • Cristiano Oliveira diz: 29 de abril de 2010

    Parabéns pelo texto! Acho importante que utilizes o espaço que tu tens para contrapor o discurso arrogante desta direção. Contudo, cabe ressaltar que uma mudança de fotografia implica em custos financeiros altos. Boa parte do passivo trabalhista do clube hoje foi gerado nas mudanças de fotografia que ocorriam até 2002.

  • João Carlos Gremistão diz: 29 de abril de 2010

    Alexandre,

    Primeiro, voce não teria um amigo analista e gremista para analisar o Gremio como fizestes com o Inter? Parabéns pois tudo que escrevestes está mais que correto e só não enxerga quem não quer ou é muito bitolado.

    Acredito ainda que, depois de uma analise destas, voce deveria ainda acumular o cargo de analista dos comentários de teus colegas da RBS, pois por vezes é de doer o que alguns escrevem, quer por “bairrismo” quer por “sentimento de torcedor” esquecendo da isenção que todo comentarista deveria ter.

    Na minha opinião de Gremista, tudo que escrevestes está correto e não importa o fato de ser gremista, pois procuro sempre colocar a razão acima do sentimento de torcedor (sem deixar de gozar nos momentos oportunos e levando na esportiva quando o oposto ocorre). Não adianta continuarmos tapando o sol com a peneira ou acreditando em teorias da conspiração (que por vezes parecem realmente existir). O fato é que quando montamos (Gremio e Inter) times fortes, mesmo sem estrelas, brigamos contra times, arbitragens, etc… mas quando montamos times de qualidade duvidosa ou geriátricos, não adianta reclamar.. ou melhor, só nos resta reclamar.

  • Bernardo diz: 29 de abril de 2010

    Caro Alexandre, parabéns pelo texto e pela análise: felizmente vejo alguém com discernimento e lucidez. O que acontece no Internacional é exatamente o q descrevesse, e tudo passa sim pela Diretoria e quem manda hj no futebol colorado.
    Concordo em tudo, e longe de ser oportunista, te digo q no fim de 2009 eu já havia jogado a toalha qto ao ano de 2010, tão logo o FC deu a seguinte declaração: “os atacantes P 2010 são os que já estão aqui”. Ora, faça-me o favor… qdo ele disse isso em dezembro, eu já imaginei q seria essa merda q é hoje.
    O Inter hj é um timeco e com esse grupo, vai jogar PARA NÃO CAIR NO BRASILEIRÃO.

    Já qto ao comentário da tal “Alexandra Santa Maria”, foi extremamente ridículo, e é por existirem milhares de colorados pensando como ela q tbm estamos nesse buraco, ou vc acha q FC, Pífero e cia n pensariam a mesma coisa ao lerem o seu blog?

    Sinceramente, te digo q nunca tive tanta raiva de um time colorado como tenho desse… e olha q tenho 29 anos e aguentei firme e forte a época de vacas magras, torcendo p Anderson, Mazinho Loyola, Luiz Cláudio, Ronaldo… Agora, ver os caras gastando 4 milhões por mês c esse time ridículo, é revoltante!!! E o pior é ter q ouvir os mesmos discursos e ver os mesmos erros. Tá foda.

  • Thiago diz: 29 de abril de 2010

    Concordo com tuas afirmações. parabéns pelo texto! Como encarar competições como Libertadores e, especialmente, o Brasileirão com uma defesa sem vigor e um ataque que nõa serve nem para o Santo André, o Atlético-GO, Vitória?

  • ZÉ FERNANDO diz: 29 de abril de 2010

    Tudo o que tá aí é cristalino como a água do Guaíba devia ser uns dois séculos atrás, mas incrivelmente alguns torcedores, cordeirinhos do Carvalho, que desde que voltou, tem dado mancadas inacreditáveis e feito negócios estranhíssimos (aliás: será que dinheiro AINDA existe no BEIRA-RIO, como dizes? Olha, eu tenho minhas dúvidas. Saberemos no final do ano, talvez), não enxergam e ainda ficam revoltadinhos. E quando se critica a gestão do sr. Píffero, este e o seu Carvalho (antes cordato, agora a empáfia em pessoa, se achando maior que todos os COLORADOS), eles se acham no direito de dizer que ‘esses não podem ser VERDADEIROS COLORADOS’. Vejam: o Píffero pegou um clube CAMPEÃO DO MUNDO e desde então só ganhou prêmios de consolação – 2007: Recopa (convenhamos, contra o Pachuca era obrigação); 2008: Gauchão (que diferença nos faz hoje?) e Sul-Americana (bacana, título inédito, mas o foco era o Campeonato Brasileiro e a vaga pra Libertadores – e ainda ficamos 18 (!!!!!) pontos atrás de um Grêmio medíocre); e 2009, ANO DO CENTENÁRIO … Gauchão de novo (e daí?) e a gloriosa Suruga (que o Tite quase entregou pra um inominável timeco japonês, empilhando volantes e zagueiros). Com o crofre cheio e uma multidão de SÓCIOS como jamais o CLUBE teve. É muita incompetência. E o Píffero quer continuar, mas pra cuidar do patrimônio (gostaria de saber qual, sinceramente). Só um lembrete, cordeirinhos do Carvalho: o Mustafá foi campeão da fase mais vitoriosa da história do Palmeiras, o Euricão foi campeão da América e três vezes campeão brasileiro no Vasco, e o Dualib é o presidente de todos os títulos nacionais do curíntia e campeão do mundo FIFFA em 2000 … todos foram parar na segunda divisão, com os clubes devidamente quebrados. Pensem nisso. Culto à personalidade (e eles usam e abusam da tática, mudando os SÍMBOLOS SAGRADOS DO CLUBE, fazendo filme do CLUBE em que são os únicos dirigentes em destaque) geralmente dá desastre.

  • dinho diz: 29 de abril de 2010

    ai carinhaaaa??!!!…tu é deeezzzz!!!!disse tudo, sem botar nem tirar uma virgula!!!!é isso mesmo…sou teu mais novo e assiduo freguentador do blog apartir de hoje!!

  • INTER: UMA GRANDE PORCARIA diz: 29 de abril de 2010

    Perfeito. Tu escreu o que eu penso, totalmente, reproduziu como eu enxergo o Inter hoje e como deve ser feito para mudar. Apenas acrescento que a torcida tem parte de culpa nessa coisa que virou o Colorado, pois não cobra, não vaia, não exige, é subserviente aos mandos e dismandos dessa diretoria. As organizadas são pau-mandado da direção, que os compra com benesses. Basta um chamamento e todo mundo corre pro Beira-Rio para incentivar um bando de perna-de-pau e tudo continuar como está. A resposta a esses absurdos deveria ser um estádio vazio, deveria ser um abandono desses que não respeitam o torcedor. E tem mais: toda a torcida tem a direção e o time que merece. Nós merecemos essa porcaria pois ficamos calados e temerosos de tomar atitudes, como cordeirinhos.

  • Elio Lagemann Junior diz: 29 de abril de 2010

    Olha ao ler este “grande” texto, fiquei pensando: é bem mais facil ser a pedra, isso vale para a vida em todas as situações. Mandar vender esse ou aquele, apontar o dedo, no papel resolver os problemas é bem simples. Mais vamos ser praticos, o Inter de hoje é bem melhor que o Inter de 10 anos, e ganhar grandes titulos parece ser uma baba, o Grêmio não ganha um a mais de 8 anos, mais isso vale para outros grandes clubes do Brasil. Quem ganha tudo sempre??? Mais pisar no trabalho dos outros é bom para aqueles que na vida vão ser somente pedras.

    EDITADO: acho que o teu pensamento foi o mesmo dos colorados ali em 81, 82, 83.. deu no que deu.

  • luciana diz: 29 de abril de 2010

    …concordo contigo guri!..colocaste em teu texto, todo o verdadeiro sentimento do torcedor para com a atual situação do clube…parabéns!
    Quanto ao comentario soberbo da dona Alexandra Santa Maria, não te chateie, essa sra. talvez seja a genitora de pifero opu carvalho, sabes né, é perdoavel proteger a prole..
    abraços

  • Fábio – Tricolor diz: 29 de abril de 2010

    Cara. Matou a pau. Alexandre Perin pra chefe da redação de esportes da Clicrbs já. Estou copiando esse texto e mandando para os meus amigos colorados. Tudo que sempre falei pra eles está descrito nesse texto. E não dá bola pra Alexandra, é uma recalcada. Abraços.

  • Paulo Telles diz: 29 de abril de 2010

    Parabens, pelo teu texto. Mas, eu acho que tua lista de dispensa deveria aumentar, incluindo os seguintes jogadores:
    Nei (raça, mas é uma pereba, além disso se acha craque);
    Bolivar (ex-jogador, só serve para dar pau);
    Wilson Mathias (deve ser filho do Fernando);
    Sem contar as perebas que não jogam.

    Analisando friamente, não sobra um meia duzia que presta.
    Espero que em dezembro apareça um candidato propondo um limpeza geral do Beira-Rio, Porque esta direção já deu o que tinha que dar.

    Novamente te parabenizo pela analise 100% correta, sem os veus que a Direção usa.

  • Poletto diz: 29 de abril de 2010

    MARAVILHOSOOOOOOOOOOOOO!
    Foram as palavras mais sábias sobre este nosso Internacional que dá medo de ver e que em cada jogo deixa milhares de torcedores a beira da loucura. Concordo com todos os pontos e realmente precisamos de mudanças urgentes se quisermos ter um time campeão. Ou vamos ficar no mais ou menos, sem titulo, sem futebol. E os figurões de hoje continuarão nas sombras do Titulo Mundial de 2006.
    Alexandre, Parabéns pelo teu excelente texto.

  • RENATO BARBOZA diz: 29 de abril de 2010

    Muito obrigado pelo texto e por não me deixar sentir ilhada no meio de tanta arrogância. FIFA, COPA, BLÁ BLÁ BLÁ…Trocam o mascote, o símbolo do clube…REGIME DITATORIAL num clube que era conhecido, há pouco tempo, como clube do povo…onde andam Marinho, Marquinhos e tantos outros limados por esta diretoria lunática. O discurso pra quarta, caso eliminados: FOMOS ROUBADOS NO PRIMEIRO JOGO. Se passarmos (TOMARA), na próxima fase, se eliminados: PERDEMOS PRO ATUAL CAMPEÃO (ESTUDIANTES). Ainda assim, não sou daqueles que dizem: tomara que perca. Mas espero que não tenhamos que chegar ao fundo do poço (segundona) pra ressurgir. Colorado que não concorda com teu texto faz parte dessa ARROGÂNCIA que tomou conta do INTER através de sua direção. Índio, maior zagueiro do Inter, Taison novo Valdomiro…quanto desrespeito com DON ELIAS FIGUEROA E VALDOMIRO. Como diz um velho ditado, se quiseres conhecer alguém, dê a ele poder. Assim conhecemos Pífio e, poxa, até você, FERNANDO CARVALHO…

  • Daniel Garcia diz: 29 de abril de 2010

    Achei prepotente e fora de contexto o comentário que criticou tuas argumentações baseando-se no fato de que tu és analista de T.I. Sou advogado e não mexeria em uma linha. O texto é coerente. Concordo com quase tudo. Tenho apenas algumas ressalvas em determinados pontos específicos, mas concordo basicamente com tudo. Aliás, parabéns por expor tão longamente sobre o câncer que está corroendo o Inter. E Alexandra, por favor, se tens algo a criticar, jamais use a profissão ou status de alguém. Tira toda credibilidade. E digo mais: a partir deste teu comentário muito bem exposto sobre o colorado, passarei a frequentar e opinar mais neste espaço. Abraços.

  • Carlos Armando diz: 29 de abril de 2010

    Como gremista só tenho concordar com o que escrevestes. É difícil encontrar um colorado com a noção que tu tens do Inter. Agora, sinceramente, espero que a empáfia (Pífera) da direção continue até o final do ano (só para ver a queda para a segundona). Um abraço!

  • Leleco diz: 29 de abril de 2010

    Essa Alexandra só pode ser analfabeta….Prezado com S ????????

  • Carlos diz: 29 de abril de 2010

    Caro blogueiro

    Sou gremista e não estou nada sensibilizado com a situação do arqui-rival. Mas estou comentando teu post, porque sou também analista de TI e me sensibilizei sobre a manifestação da tal Alexandra ao ofender nossa classe. Em primeiro lugar, meu desprezo a ela, pelo fato de não existir profissão deshonrada no mundo. Não importando o que se faça, a medida em que se trabalha para atingir objetivos nobres, toda a pessoa é digna de respeito no que faz. E por fim, fico feliz ao mostrares a todos, que em TI também existem pessoas com capacidade de comunicação muito grande! Parabéns.

    EDITADO: obrigado, colega.

  • Colorado diz: 29 de abril de 2010

    Quando eu quiser me expressar sobre o Inter de 2009 para cá, vou levar teu texto impresso. Penso exatamente igual. Não há mal, muito menos bem, que sempre dure. É preciso renovar tudo no Gigante!

  • Arthur Alexandre diz: 29 de abril de 2010

    concordo em gênero, número e grau com sua opinião. Direção mercenária que esquece a grandeza do nosso clube. Sou sócio há quase 20 anos e estou pensando seriamente em pular fora. Não tem paixão que resista aos desmandos destes mercenários.

  • juliano diz: 29 de abril de 2010

    Perfeito. Não copiou esse texto de mim? Tens me grampeado??? hehehhhhe
    Só UMA obervação: D´ALESSANDRO NUNCA JOGOU NADA NO INTER!!!! Creio que seu percentual de boas partidas deve ser de 5 a 8%, não mais!!! Não limpa uma chuteira do Alex, Fernandão, Tinga…

  • Léo Gomes diz: 29 de abril de 2010

    Corretíssimo: só acho que faltou falar claramente que este time do inter mesmo em 2006 nunca foi o melhor elenco do brasil. Tiveram raça, ajuda de arbitragem, jogaram um libertadores desfalcada de times bons, diga-se de passagem a libertadores mais fraca dos últimos 20 anos e mesmo assim precisaram da ajuda (erros, não roubo) da arbitragem que anulou dois gols do nacional naquele jogo se não tinha terminado ali, dois erros da arbitragem e muita sorte deram a libertadores e um RAFAEL SOBIS este sim melhor atacante do Brasil naquela época e razoáveis jogadores como o Bom marcador Tinga um competente e em evolução ALEX que um ano depois virou sem dúvidas num grandes craques do futebol brasileiro. E só, Sobis carregou o time nas costas o resto eram razoáveis jogadores, e muito entrosamento.
    Hoje depois de passada a euforia com a contratação de D’Alessandro e Alecssandro a imprensa cai na real e vê que o inter tem um time ridículo.

    EDITADO: discordo completamente do “libertadores mais fraca”. Na final de 2006 tínhamos o campeão do mundo e o futuro campeão mundial. E na de 2007? Na de 2008?

  • Mauricio diz: 29 de abril de 2010

    Caro Alexandre, é muito doloroso admitir, mas teu texto disse tudo, enquanto a arrogância reinar, não ganharemos nem Gauchão.

  • wilian diz: 29 de abril de 2010

    Obrigado. Fazia muito tempo, mas muito tempo mesmo que eu esperava ler ou escutar isso de alguém da mídia, o teu comentário foi simplismente REALISTA, estou cansado de escutar sempre o mesmo discurso dessa direção, isso que eu sou um grande fã do Fernando Carvalho, porém ultimamente temos visto e ouvido cada coisa que nos deixam com medo pro futuro. Achar que temos o melhor grupo do Brasil é a maior mentira de todas, e por muito tempo nós colorados fomos enganados com essa anedota. Podem me considerar pessimista mas com o futebol que o time tem jogado é quase insanidade achar que podemos ganhar do gremio, e dos argentinos. Espero que caso tudo dê errado, a diretoria reveja certos jogadores e principalmente certas ações e atitudes dentro do clube. Saudades do time de 2006, toda vez que o INTER entrava em campo, eu sabia que veria uma equipe BRAVA, AGUERRIDA, e que quase sempre saia vitoriosa. Espero que a diretoria leia o teu post.

    EDITADO: não sou da mídia…

  • PAULO C.MORAES diz: 29 de abril de 2010

    PARABENS PELO TEXTO. MAS PODES CRER , SE TIRAR A VASSOURA VELHA
    FERNANDO CARVALHO, E SEU PREDILETO FOSSATI MELHORA 90% O AMBIENTE DOS
    JOGADORES E ELES VOLTAM A JOGAR COMO ANTES, DAÍ TRAZENDO ALGUEM QUE
    SABE ORGANIZAR UMA EQUIPE DE FUTEBOL, A COISA PASSA DOS 100%.
    E OS JOGADORES RECUPERAM A ALEGRIA DE JOGAR FUTEBOL NOVAMENTE,
    PORQUE JÁ VAZOU, E NEM PRECISAVA, OS JOGADORES DO INTERNACIONAL
    NÃO AGUENTAM MAIS AQUELE PAPO FURADO DO FOSSATI.
    E VOCES , AGUENTAM OUVIR UMA COLETIVA INTEIRA DO FOSSATTI ?????

  • Fernando Pandolfo diz: 29 de abril de 2010

    Alexandre,

    disse o que todo colorado tem vontade de falar pro Pífio e o Carvalho. O melhor comentário do ano.

    Tem de mudar muito. Quero ver meu time jogar………..Abraços.

  • Fabiano diz: 29 de abril de 2010

    Parabéns pelo texto. Só discordo democraticamente quanto a Alecsandro. Pra mim seria o primeiro da lista ser vendido. Ele conseguiu acabar com Taison e agora quer acabar com D’Ale. Quem frequenta o Beira-Rio ja deve ter visto várias essa cena. D’Ale recebe a bola, levanta a cabeça e olha pra frente pra quem passar e ve Alecsandro escondido entre os zagueiros. Ele não toma a frente dos zagueiros pra uma tabela ou não da opção de velocidade. D’Ale, sem opção, acaba prendendo a bola até perder ou tocar pro lado e depois reclama do inútil Alecsandro que simplesmente não ta nem ai. Tudo bem que nossos escanteios e faltas são terriveis, mas quem se torna um bom cruzador com Alecsandro, ele ta sempre escondido. Até Taison merecia uma nova chance com um companheiro de ataque decente. E legal ver a consciência da maioria do pessoal, pois poucos falaram em se desassociar. Afinal o Inter continua, os comandantes podem ser trocados.
    PS. Pra mim, Fernando carvalho é eterno, é ídolo, merece todas as homenagens, isso jamais vai mudar, mas é também humano, ou seja, também erra. E quinta feira to la no Beira-Rio acreditando até o fim.
    Abraço a todos.

  • ROBERTO LIMA diz: 29 de abril de 2010

    PARABENS PELO ASSUNTO.
    Mas acho que está na hora da torcida colorada tomar a frente e começar a
    botar na rua, na imprensa, o assunto ELEIÇÃO.Temos que enfrentar o
    Império dos Sabichões, aqueles que reclamavam do Império Otomano.

  • Rafael diz: 29 de abril de 2010

    SENSACIONAL!!!! Somente essa palavra resume teu comentário aqui. Não lia comentários assim há muito tempo. Espero (se for o seu desejo) que você tenha coluna na Zero Hora e tudo mais. Aliás se tiver algum lugar para mandar um elogio para você, me diga que mando. Parabéns.

    Acrescento que, s.m.j., essas contratações “píferas” (se é que compreendem o trocadilho) estão piorando o financeiro do inter em detrimento de alguns poucos beneficiados. Muito dinheiro entrando e muita ruindade reunida, enquanto isso o Grêmio está com menos caixa e muito mais visão, tirando é claro a arrogância do seu dirigente de nome Meira.

  • Djair diz: 29 de abril de 2010

    Prezado Alexandre.. como é duro ler tudo isto… mais é a mais pura verdade… Parabéns pela Coragem…Concordo plenamente.. queria poder discordar de tudo e te provar que estas totalmente enganado.. mais é impossivel… seu texto reflete a mais pura verdade… valeu,,,,

  • LUCIANO GODOY diz: 29 de abril de 2010

    CONCORDO COM TUDO, UM EXCELENTE TEXTO, MAS COMO JÁ HAVIA MENCIONADO HÁ MESES, OS GRANDES CULPADOS POR TUDO ISTO SÃO A NOSSA DIREÇÃO, FICAMOS FELIZES COM A VAGA NA LIBERTADORES, AI PENSAMOS…AGORA TEREMOS REFORÇOS, NINGUÉM PODE QUERER GANHAR A LIBERTADORES E CHEGAR AO MUNDIAL COM ESTE TIME, PELO MENOS UMA ATACANTE IRÃO CONTRATAR NO PATAMAR DO NILMAR OU PATO, DEVEM CONTRATAR UM TÉCNICO DECENTE, TUDO EM VÃO, ERROS E MAIS ERROS DE UMA DIREÇÃO MEDIOCRE, A CULPA É SÓ DELES, QUEM CONTRATOU A ÍNGUA DO FOSSATI, ALECSSANDRO, KLEBER PEREIRA (VERGONHOSO), QUEM VENDEU NILMAR NO MEIO DO BRASILEIRÃO, MAGRÃO, MAS TEMOS ELEIÇÕES, E SE AS COISAS NÃO MUDAREM A CULPA SERÁ SÓ NOSSA QUE ELEGEMOS QUEM NOS COMANDA, E AGORA VAMOS MUDAR?

  • Anderson diz: 29 de abril de 2010

    Velho, tu falou, ou melhor, escreveu tudo o que eu queria dizer na cara do FC! Cara, manda isso lá pro Beira-Rio, pra que aquelas bestas acordem! Soberba não é a nossa marca! Aproveito pra chamar a massa COLORADA: VAMO GALERA! VAMO INTER! Todos ao BEIRA-RIO!
    Abraço!

  • Marco diz: 29 de abril de 2010

    Acrescentaria o Bolívar na lista de dispensas. Ele é um líder e tal, mas acho que é tb alguém que tumultua o vestiário, sem falar de sua qualidade técnica questionável…

  • Fábio diz: 29 de abril de 2010

    PARABÉNS,ÓTIMO,MARAVILHOSO,PERFEITO E MUITOS OUTROS ADJETIVOS!!!!!
    QUANTO A SRA ALEXANDRA,QTA POBREZA DE ESPÍRITO!!!!! HJ FOI A PRIMEIRA VEZ QUE LI SEU BLOG E ACHEI DEMAIS.SOFRO HORRORES AQUI NO RIO A DISTÂNCIA COM OS DESMANDOS QUE RELATASTE TÃO BEM.MAS ACHEI TUA LISTA PEQUENA POIS CABE MAIS GENTE NESTA BARCA. PRÁ FINALIZAR,FALTOU UMAFRASE SÓ : QUEM VIVE DE PASSADO É MUSEU!!!!!

    OBS:QUANTO AO ELIO LAGEMANN,VAI NAMORAR A ALEXANDRA E NÃO ENCHE A PORRA DO SACO!!!! SE NÃO PERCEBERAM SÃO SÓ VCS DOIS CONTRA EM 74 OPINIÕES,75 COM A MINHA.
    VALEU ALEXANDRE

  • Jair diz: 29 de abril de 2010

    PERIN PRESIDENTE JÁ! Sinceramente não dá pra entender o que estão fazendo no Inter. Um técnico covarde, que tem medo de atacar, medo de tirar medalhão do time, não treina jogada aérea. Preparação física deficiente. Tinha feito uma lista de dispensa similar, tirando o Alecsandro e segurando Sorondo e Eller mais um tempo, até recompor a zaga ao menos. Qto à direção, é o seguinte: muito obrigado por tudo, FC, adeus Piffero e demais. E QUEM VAMOS ELEGER PARA NOS RECOLOCAR NA TRILHA DOS TÍTULOS???

  • Gian Santa Maria diz: 29 de abril de 2010

    Concordo 100%. Não é nada mais que o fim de um ciclo. Carvalho e cia já contribuiram e devem se retirar para oxigenar o clube. Gostaria de saber onde vai toda esta grana do Inter. Há uns anos atrás não tinha dinheiro nem pra pagar um picolé. Hoje o Inter fatura um trem de dinheiro e o Beira-Rio e Gigantinho estão quase do mesmo jeito. O Inter não nem um CT profissional. O vestiário tá viciado. Não há mais palavras pra motivar este povo. O pior é que quando perdem, a torcida é convocada. Quando ganham, a torcida tem que calar a boca. ë muita arrogância. Mas o mundo gira e tudo que hoje está em cima amanhã está embaixo. Acorda Diretoria!

  • Hamilton Freitas diz: 30 de abril de 2010

    Perin, parabéns por tuas colocações. Alexandra, que coisa feia, preconceituosa e grotesca seu comentário. Melhor ter ficado calada.

  • Guilherme Barbosa diz: 30 de abril de 2010

    Concordo quase totalmente contigo cara,a única coisa que eu tiraria dessa lista é o D’alessandro ser negociado.Ele é craque mas não joga sozinho.
    Jogar para municiar um ataque que tem :
    Alecsandro : Erra muitos gols.
    Walter : Burro e um peladeiro.
    Edu: Jogador médio que teve uma boa fase (e não foi aqui no inter)
    Kleber Pereira : Joga tanto quanto meu avô

    Porque diabos não jogamos com Taison e Marquinhos,afinal não foi assim que o inter viveu seus melhores momentos nos ultimos anos?Com um ataque rápido?Marquinhos é uma grande promessa e Taison pode se dar bem se jogar com um atacante e não um cone.

    Aliás,Fossati só ganhou alguma coisa com a LDU porque jogava a vida em Quito e se retrancava fora de casa.LDU do Fossati = Time pequeno e de operários.

    Mario Sérgio já!Ele chega ja chutando a porta do vestiário,corpo mole vai sentar no banco e joga pra ganhar fora e dentro de casa,não para ganhar de 1 a 0 fora e empatar em casa.

    É duro falar mal da direção colorada,mas agora não dá mais…Fossati foi a gota d’água.

    Imagina que sonho:Pato;Nei,Bolívar,Sorondo(fica ele mesmo),Kleber;Sandro,Guiña,Tinga(alguém duvida que o Tinga não consiga correr o dobro de qualquer jogador do meio-campo?E como ele mesmo disse em entrevista recente:na Europa até zagueiro precisa saber apoiar,e o Tinga sabe) ,D’ale; Marquinhos e Taison ou Fernandão -se bem que já perdi a esperança de ver um centroavante matador que saiba fazer a parede e puxar a marcaçao para infiltrações em velocidade dos outros jogadores.

  • Rafael Vianna diz: 30 de abril de 2010

    Baita texto. Quando tu te candidatas tchê? Voto em ti para a presidência. Sem dúvida, a melhor análise da crônica esportiva gaúcha do ano em relação ao Inter.

    Não dá bola para uma meia dúzia de ananás que vem te chatear aqui falando bobagem, especialmente o anormal do post 2.

    Parabéns! Só acrescenta na tua lista de dispensas o Josimar e o “Espetacular” por deficiência técnica também. 2 baita NABAS!

  • Emerson diz: 30 de abril de 2010

    Perin.

    Concordo com algumas coisas.
    Acho que tem que haver uma oxigenação do Plantel mesmo. Não concordo em dispensar o Indio e o Eller, por serviços prestados. Deixa terminar o contrato em Dezembro, mas não renova. Se aparecer alguém querendo libera.
    O Dale também não tem que ir embora, não vejo ele desmotivado. Acho ele um jogador útil, e não é visto com bons olhos pela imprensa por que não dá entrevista. Acho que antes dele tem outros jogadores que deveriam ir embora.
    A palavra mais usada pela imprensa, Wianey, Diogo Oliver, Zini para a diretoria do Inter é ARROGANTE… parece que virou modo, jingle. Acredito que eles estão errando, por que no futebol só erra quem está trabalhando nele.
    Agora, acho arrogancia maior cronista que só vivem da critica, acham que sabem tudo, que são os senhores da razão usar termos como este.
    Deveriam prestar um enorme favor ao Futebol Gaucho e assumirem os nossos times, pelo que garganteiam Inter e gremio seriam imbatíveis.

    editado: Estou bem próximo a algumas pessoas no clube. Indiscutivelmente Fernando Carvalho não tem mais a postura que tinha em 2003/2007

  • Bernardo diz: 30 de abril de 2010

    Parabéns Perin! Concordo em gênero, número e grau.
    Fernando Carvalho é um dirigente equivocado e deslumbrado: ele vive da eterna glória de ter sido campeão Mundial em 2006 e desde então perdeu a ambição de manter o Inter no topo. E o pior é que grande parte da torcida colorada é conivente com a conduta de FC por uma “eterna gratidão” que parece que lhe dá direito de fazer o que bem quiser. 2006 já acabou e desde então Fernando Carvalho vem cometendo erro atrás de erro:

    Pra começar desmanchou o grupo uma semana após o título da Libertadores, com esse grupo desmanchado venceu o Barcelona em jogo único e atípico e depois usou esse argumento estúpido para justificar a repetição do mesmo erro em 2007, 2008, 2009 “Em 2006 nós fizemos isso e fomos campeões do mundo…”
    O segundo erro foi ter colocado o seu assesssor despreparado como seu sucessor na Presidência. Vitório Piffero é um monstro criado por Fernando Carvalho. A incompetencia desse ser é tão grande que FC teve que voltar em 2008 e colocar o presidente em segundo plano.
    Em 2007 o Inter vendeu Pato no meio do campeonato de pontos corridos, trouxe Nilmar, Magrao etc quando ja era tarde demais, em 2008 reformulou o elenco no meio do ano de novo. Em 2009 maaais um desmanche no meio do brasileirao: vendeu Nilmar na metade do brasileirao e mandou a torcida engolir “goela abaixo” o mediocre Alecsandro. O Inter sem Nilmar tornou-se um time sem diferencial e perdeu o brasileiro para o Flemengo de Adriano (que fez a diferença).

    E o pior é que para cada equivoco destes a direção tem uma desculpinha arrogante que menospreza a inteligencia do torcedor. Recentemente algum capacho publicou no site oficial do Inter “números” que comprovavam a eficácia do “fantástico Alecgol”. Esqueceram de avisar a direção que gols aos montes Robgol, Dimba e Josiel também fazem, proncipalemnte quando se joga de titular absoluto 30 vezes seguida sem sequer ser substituido. Os times de Dimba e Robgol ganharam algum titulo? Não, claro que não.

    Em 2010 as coisas já começaram erradas ao se investir na contratação do sr. Jorge Fossati. Você já viu alguma vez um treinador estrangeiro ser campeão no futebol brasileiro? Não? Pois é, Jorge Fossati é do mesmo naipe de Dario Pereyra, Hugo deLeon, Pedro Rocha, Passarela… todos fracassaram aqui, mas é lógico que o “Deus 2006″ resolveu contrariar a lógica e investir no “Mago da Altitude”. A LDU de Jorge Fossati só jogava bem na altitude de Quito. Fernando Carvalho equeceu de transferir a sede do Colorado pra La Paz quando resolveu mais uma vez “fazer aposta”. Jorge Fossati é o treinador ideal para FC pois não tem perigo de ofuscar o brilho do “Gênio 2006″ e se der sorte e ganhar a Libertadores terá sido mais uma aposta do “entendedor”l Fernando Carvalho que desafiando a lógica calou a boca do mundo. Provavelmente ainda teremos que aguentar Fossati por bastante tempo pois até a direção superar o comodismo e a arrogancia de não admitir seus erros (vide permanencia do Tite ano passado) leva-se muito tempo.

    A ultimo e pior de todos: foi o episódio do DVD em 2009 onde FC mostrou quem realmente é. Tentou aparecer mais que o próprio Internacional e deu motivação de sobra para o Corinthians jogar o jogo de volta, Ali Fernando Carvalho encerrou a sua cota de contribuição para o clube.

  • Demarco diz: 30 de abril de 2010

    Parabéns Alexandre, concordo com a tese de mudança de foto e com a lista de dispensas, inclusive D”Alessandro (moroso, sem vontade e só trava o jogo). Também não acho o Walter essa bola toda que a imprensa aponta. Precisa dar espaço para novos como o Juan, o Marquinhos que está esquecido, o Thiago Humberto, além de reforçar com nomes de fora – um zagueiro e dois atacantes. Contudo, a principal mudança que o inter precisa é de mudança da concepção de gestão, mudança de diretoria. A atual, além de viver das glórias do passado não tem nenhuma auto-crítica, premissa absolutamente fundamental. Mas esta mudança nós – associados – vamos fazer no final do ano.

  • Peri diz: 30 de abril de 2010

    Como colorado infelizmente devo admitir: este é o melhor texto publicado sobre o atual momento do Inter q eu já li neste site. E pior: O nosso rival está no caminho certo. Lembra mto o próprio Inter no período 2004-2005, em termos de política de futebol, creio q o resultado começará a aparecer em breve para eles. E o Inter… bem o Inter repete o Grêmio na época 2000-2004, ou seja, acomodado nas glórias e com uma arrogância colossal. Jamais pensei q Fernando Carvalho chegasse a esse ponto. É triste…

  • COLORADO RJ diz: 30 de abril de 2010

    Parabens Alexandre
    jamais li um comentario com tanta sabedoria em relaçao ao internacional de hoje em dia .

    PS : Alexandra de Santa Maria é o Fernando Carvalho disfarçado respondendo o seu comentario …..hheeh

  • Beto diz: 30 de abril de 2010

    Eu tenho uma proposta: quem sabe, depois da Libertadores, o Inter não vai às compras e propõe a troca do INDIO, SORONDO, EDU e ALECSANDRO por… bem … digamos QUALQUER UM!!!
    Pelo menos, na pior das hipóteses teríamos UM problema, ao invés de QUATRO (hehehe)

  • `Paulo diz: 30 de abril de 2010

    Guri teu comentario fo o melhor e mais corajoso que já li, so´que vou te dizer oque foi dito nele não vai valer pra nada porque nossa diretoria e arrogante e auto suficiente e e não acredita, eu venho dizendo em varios comentarios que desde o mundial conquistado nós perdemos o rumo estamos vivendo do passado só que os anos estão passando e nós só ganhamos os campeonatos que os outros times abrem mão, hoje eu tenho vergonha de ser colorado pois nosso time não tem coraçao é um time frouxo e medroso,Abraços e parabens quem te critica por este comentario não é colorado.

  • jonathan diz: 30 de abril de 2010

    Esse foi o melhor texto sobre o inter que eu li esse ano! Muito bom.
    Deveriamos fazer cópias e largar em torno do complexo beira-rio! Dessa maneira, certamente seria garantido que muitas pessoas leriam. Pessoas ao que o texto se refere.
    Esse teu texto deveria estar na capa do site de espotes!!
    De todo modo… As eleições estão chegando….

  • Paulo diz: 30 de abril de 2010

    Tchê, excelente o teu texto, tu fez a análise real dos problemas do Inter. Está na hora da diretoria calçar as sandálias da HUMILDADE e descer do pedestal da SOBERBA!!!

    Abraço

  • Adriano diz: 30 de abril de 2010

    Perin, tu já analisou a trajetória do Eurico Miranda no Vasco ???? Cara, Fernando Carvalho parece ter copiado a cartilha inteira… Miranda tornou o Vasco, um time até então decadente, em um time campeão, ganhou a libertadores no ano do centenário do clube e na carona foi campeão brasileiro, ganhou a simpatia e apoio INCONDICIONAL da torcida vascaína, não tinha oposição. Sua arrogância e seus desmandos ficaram famosos em todo o País. Aproveitou para se apossar do clube, o clube girava em torno do Eurico. Na sua gestão, colocou seu filho de empresário, nas categorias de base do Vasco só jogava quem tivesse vinculo com a família Miranda. Depois de muitos fracassos, com times caros e mediocres, veio a eleição e após muitas polêmicas ele saiu…. Entregou o clube falido, com uma folha caríssima e sem nenhum patrimônio e perspectivas, pois os atletas da base sairam junto com o filho do Miranda. Torço para que isso não aconteça com o Inter, mas uma boa parte já está ocorrendo !!!!!!

  • Ronaldo diz: 30 de abril de 2010

    Parabéns!! Ótimo texto!

    Só tenho discordo em dois pontos: sobre o Walter (me parece a única esperança nesse elenco) e o Taison (merecia mais uma chance, o próprio Neymar “estourou” e depois sumiu para agora voltar com um craque).

    Sobre a postura da diretoria: nada a acrescentar. Ou talvez… a renovação deva passar pela própria direção!

    Continue assim!

  • Emanuel Felipe Bortulini diz: 30 de abril de 2010

    Concordo com todos os pontos, assim como a maioria dos colorados.

    Mas e daí????

    Quem realmente deveria abrir os olhos, receber a informação, fazer uma auto-crítica, está ocupado demais inflando o ego.

    O que mais me entristece é ver atitudes que antes repudiava nos gremistas sendo protagonizadas por nossos principais representantes!

    Só teremos um time grande quando a soberba e a arrogancia da diretoria for substituída, e esta questão me deixa apreensivo:
    - esperar até o fim do ano, novas eleições, e correr risco de rebaixamento?
    - quem seria o gás novo na direção, não vejo nenhum conselheiro que se destaque, que propõe idéias novas.

    Sugestão: sei que ele não vai ler mesmo, deve ta ocupado vendendo alguém, mas como o primeiro livro foi “De Belém à Yokohama”, o segundo será “De Yokohama aos Aflitos”… abre o olho FC

  • Ranieri diz: 30 de abril de 2010

    não costumo comentar em blogs/sites, mas venho aqui dar os parabéns, uma análise perfeita do momento, não se costuma ver essa inteligência em outros colunistas. Logicamente, o que vende é a polêmica, as festas obscuras, as vendas por debaixo do pano. Belíssima crítica, reitero meus parabéns e, certamente, voltarei sempre para ler teus textos.
    Abraço

  • Maikel diz: 30 de abril de 2010

    Parabéns!!! És colorado evidentemente, assim como eu (há muitos anos sócio). Eu li vários comentários e me parece que quem discorda de ti, pode pensar que tem até uma certa razão em discordar. Respeito a opinião, mas acredito que estão errados. Lógico que nenhum time do mundo ganha tudo sempre, a história do futebol demonstra que TODOS os clubes viveram altos e baixos, isto pode se aplicar, também, ao INTER. Quanhamos vários títulos nos últimos 5 anos, não temos obrigação de ganhar todos os mesmos títulos novamente, ano após ano, MAS, em função do aporte de recursos oriundos da minha, da tua e de mais de 100 mil contribuições mensais, é OBRIGAÇÃO do INTER ter um time competitivo e que se habilite com CHANCES REAIS em TODOS os campeonatos que disputar. O que não podemos é ficar nos iludindo que ” estamos dentro do planejamento”, como é pregado pela nossa direção. Que planejamento??? Se existe “PLANEJAMENTO”, porque contratar o Abbondanzieri??? Se no “planejamento” para 2010, o Lauro era suficiente, ou houve falha de planejamento, ou o mensmo não funcionou… Este é só um exemplo… Se o Alecsandro e o Edu seriam os atacantes, porque trazer Kleber Pereira???
    Contratações pontuais são necessárias sempre, em qualquer clube, mas até estas devem ter um mínimo de critério plausível… Vejamos o caso do Kleber Pereira. Não estava no “planejamento”, mas evidentemente, a diretoria viu que o seu “planejamento” não daria certo com Alecsandro e Edu, então surgiu este ex-atleta e a diretoria contratou… Ai vem a questão, se Alecsandro e Edu (medianos para dizer o mínimo) não serviriam, porque contratar alguém pior??? Se não serve, ajusta o planejamento e contrata alguém melhor!!!!
    Mas não são apenas nas contratações que residem os erros. Paternalismo exagerado…. Não entendo a diferença de tratamento entre Fernandão/Iarley e Indio/Fabiano Eller… Todos campeões mundiais… Os dois primeiros não servem mais (Iarley foi dispensado sob a estúpida alegação de que estava barrando o crescimento dos jovens das categorias de base, entretantos estes “jovens” não estão jogando!!!!!!!!!!!!), os dois últimos não jogam mais futebol, mas servem para o INTER!!!!!
    Tem muita coisa errada… Tem time bem próximo, com muito menos recursos, com dificuldades financeiras IMENSAMENTE maiores, com time mais ajustado!!!! Lógico, os veteranos(experientes) ocupam uma ou outra função na equipe, enquando os jovens, cheios de gás e vontade de mostrar futebol, preenchem o resto….
    Sou INCONDICIONALMENTE colorado, mesmo morando a mais de 100 KM de Porto Alegre estou constantemente nos jogos, sou sócio há anos. Quando estou no estádio, não admito nada além de torcer, do primeiro ao último minuto, independente da atuação da equipe. MAS, se não houver mudança URGENTE, o futuro meus amigos é APAVORANTE….

    Abraço,

  • TEIXEIRA diz: 30 de abril de 2010

    Meu Caro,

    Uma bela crítica, e como toda crítica pode agradar e desagradar, aprenstou várias questões que de fato ocorrem em nosso time, as sugestões apresentadas levam em conta posicionamento e análise pessoal de torcedor (como eu) que esta de fora das decisões, porém tais propostas muitas vezes podem ser de difícil aplicabilidade para aqueles que estão com o poder de fazê-las por várias razões e interesses envolvidos, ainda mais se não houver pressão da torcida.

    Gostei do texto desde o início, quando AVISA aos torcedores de “apoio incondicional”, “estamos na Libertadores e os outros não”, “Carvalho eterno, quem é tu para criticar?”, PAREM DE LER, pois eles, em especial “os incondicionais”, não toleram críticas e “amam” cegamente seu time, seja ele fiel ou traidor.

    Concordo plenamente com as críticas ao Alecsandro, o cara se arrasta em campo e é doloroso vê-lo jogando, mas o pior é que faz uns “golzinhos” que o mantém no time e “cala a boca da torcida”.

    Teremos uma semana dificíl, que mostrará o quanto competente ou incompetente o INTER é, pois serão momentos que exigem superação, rsultado, gols e coração na chuteira.

    VAMO! VAMO! INTER!….

  • matana diz: 30 de abril de 2010

    PERFEITO!

  • Lucas Silva diz: 30 de abril de 2010

    Alexandre, parabéns pelas palavras. É o primeiro BLOG ou Colunista que leio e coloca o principal – SE O INTERNACIONAL NÃO FOR ELIMINADO AGORA, CAI NA PRÓXIMA FASE. O Fossati faz opções ridículas. Contra o Banfield jogou retrancado e abriu mão do chute de longa distância do Walter, pela “mobilidade” do GORDO Alecsandro, que sim, é um bom reserva.

    Esta comissão técnica é ridícula, creio que o melhor caminho é apostar em um técnico local como Gilmar Iser ou Beto Almeida, ou secar o Corinthians e trazer o Mano Menezes. Por pior que seja o grupo, um bom técnico consegue amenizar os fatos. O que evidencia o fracasso do Fossati é que NENHUM atleta melhorou seu desempenho em relação ao ano passado. O cara conseguiu piorar TODOS. Da forma que estamos, SOMOS sérios candidatos ao rebaixamento. Abrir mão de Fabio Masheridjan enquanto o Grêmio traz o Paulo Paixão. E ai vem um Uruguaio, que deveria estagiar com o Fabio para se aprimorar, e faz nosso time simplesmente perder as pernas no segundo tempo.

    Em tempo, o Ciclo de Fernando Carvalho e INTER GRANDE acabou devido a sua soberba. Hora de colocarmos os humildes e ambiciosos no comando do clube.

    Mais uma vez, parabéns pelo texto, faço coro com tudo o que escrevestes. Saudações coloradas.

  • Rudinei diz: 30 de abril de 2010

    PARABENS
    E a realidade do nosso time
    Por favor manda pra direção ler
    Mudanças já
    Agraços

  • marcelo diz: 30 de abril de 2010

    Incrível o texto, e muito mais salutar é a tua coragem, pois TODOS sabem as razões do fracasso do inter, mas NINGUÉM da imprensa é capaz de dizer com tanta clareza como aqui.
    Parabéns mesmo. E acrescento que, infelizmente, nada ira mudar este ano em termos de grupo, postura arrogante e política de futebol. Não vão ocorrer dispensas, nem “limpa” de jogadores. Isso seria um suicídio “político” do grupo do FC. Portanto, o ano está perdido mais uma vez.
    Só vai resolver quando mudar a direção e começar do zero. Só espero que eles deixem alguma coisa no cofre para a próxima gestão.

  • ZÉ FERNANDO diz: 30 de abril de 2010

    Putz! Prezado com ‘s’ é brabo. Várzea total. A argumentação acaba antes de começar. Lendo-se o ‘texto’ da querida até o fim, ainda percebe-se que a ‘linha de raciocínio’ é fraca, inexistente. Atestado de indigência intelectual. Até meu cachorro e meu gato de estimação têm mais condições. Puro emocionalismo de torcedor burro, os concordinos que não sabem distinguir amor incondicional ao CLUBE e ter pensamento crítico – palavrinha estigmatizada, muito mal compreendida, que os que têm problema com o vernáculo (parece ser exatamente o caso dessa moça, que escreve ‘presado’) entendem como sinônimo de esculhambação, quando na verdade significa análise racional, apartada de passionalismo, de uma determinada questão. Crítica pode ser até positiva, não sabes? Infelizmente não é o caso, o momento não tá pra ficar tecendo loas a dirigentes cheios de empáfia e com ideias esgotadas, jogadores descomprometidos e/ou em péssimo momento e comissão técnica totalmente perdida. Some-se a isso uma parcela de torcedores que acha que tá tudo bem e se ofende com quem aponta os erros, pronto, tá feito o quadro da dor inexorável. Se a criatura, em vez de ter um ataque de fúria e partir logo para a baixaria, tivesse prestado atenção aos argumentos e os confrontasse com a realidade destes últimos anos de gestão Píffero/Carvalho, dificilmente discordaria da maioria das opiniões emitidas.
    Não dá bola, Perin: quem fala este tipo de coisa é claramente frustrado, tá na cara que essa figura carrega alguma grande frustração pessoal e/ou profissional na sua vidinha mais ou menos. Abraço e segue com teu trabalho, que dá gosto de ler (pelo menos àqueles que se interessam em debater ideias, não apelar pro instinto, tal qual criaturas primitivas).

  • fábio p diz: 30 de abril de 2010

    bah, mano
    tu tá certíssimo
    é uma pena que essa diretoria, q tinha tudo para ser lembrada como a maior q o inter já teve, vai acabar sendo não a maior, mas uma das mais fracassadas, arrogantes também

  • Isaías Antônio Alves diz: 30 de abril de 2010

    Sou gremista e gostaria de parabenizar Alexandre Perin pelo seu texto. Acho que é a receita para o sucesso do Internacional. Não é demérito para nenhum time reestruturar suas equipes. Um ciclo de trabalho não é eterno, se assim fosse o time do Grêmio ainda teria o Maza no gol, Hugo de León e Renato, não teria espaço à Victor, Neuton, Mailson, Mario Fernandes e Jonas, sinônimos da renovação tricolor. O inter deve seguir o mesmo caminho, falo isso como torcedor Gremista e Gaúcho. Acima de tudo precisamos respeitar a opinião do próximo, acho muito baixo o comentário de ofensas pessoais neste espaço. Cada um deve se responsabilizar pelo que escreve, a escrita tem um poder imenso, devemos pensar muito antes de escrever um comentário como o de Alexandra Santa Maria. Alexandra, demonstrarás ser humilde se pedir desculpas ao ataque pessoal que fizeste neste blog. Seja gremista ou colorado, todo mundo deve respeito ao próximo, em qualquer situação. Abraço.

  • Márcio diz: 30 de abril de 2010

    É isso aí! Engraçado quando o clube tem dinheiro não acredita em criatividade, nem em categorias de base. A criatividade aparce só quando falta dinheiro. Trazem medalhões pensando que dá para treinar pouco e aí fazem treinos secretos. Acho que não treinam, jogam cartas! Outra coisa: cadê o preparo físico? e mais: Fossatti é treinador para time/selação pequena. Não sabe encarar jogos contra times fechados. Não sabe propor jogo.

  • Robbie Fowler diz: 30 de abril de 2010

    Bom, vamos às dispensas:

    Lauro – Discordo parcialmente. É ruim, não deveria ser titular de um clube como o Inter, mas é o melhor que temos no momento. É instável como o Pato, mas é menos trapalhão que o argentino. Agora como justificar a vinda de um goleiro veterano especialmente para a libertadores, e colocá-lo na reserva após 7 jogos, é complicado.

    Bruno Silva – Tem que ir, aposta que não vingou. Mas é bruxo do Fossati, só deve sair com ele…

    Índio – Tem que ir, já encerrou o ciclo. Aliás, já tava na hora de pendurar as chuteiras…

    Fabiano Eller – Fora de forma, não tem mais pique. Neste ritmo, vai também

    Sorondo – Depois das seguidas lesões nunca mais jogou bem. Grande investimento de recursos do clube que nunca se pagou, tem que ir também

    D’Alessandro – Concordo, se recuperar os euros investidos na sua compra (difícil), é lucro.

    Kléber Pereira – Corretíssimo, tem que ir

    Edú – Igualmente. Mas é bruxo do FC e do Fossati, só sai junto com os dois.

    Taison – Um empréstimo de 1 ano talvez lhe fizesse bem. Jogando o que joga hoje, não tem espaço nem no fraco grupo de atacantes do Inter. Como é afilhado do FC, dificilmente sai…

  • Ricardo diz: 30 de abril de 2010

    Concordo plenamente. Talvez não concorde muito sobre o D´Alessandro, mas mesmo assim penso que uma venda seria benéfica para o clube.

  • Luiz Carlos – SC diz: 30 de abril de 2010

    Nooossa. Ufa! Pegou pesado. Não te dou 100% de razão porque aí já seria a perfeição, e isto é praticamente impossível. Concordo com tua lista de dispensas. Zaga com experiência não é aquela com mais idade, né? A zaga do Inter não tem técnica, é cansada, alguns pela idade, outros por situações extra-campo. O D’Alessandro já deveria ter sido negociado, não quer nada com o Inter, além de ser um tremendo “encrenca”. Nossos atletas que vem da base não são aproveitados e quando se destacam são negociados para fazer caixa. Caixa prá que? Prá quem? Será que alguém não está levando algum troco nessas grandes contratações, como Kléber Pereira, Edú, Bruno Silva, etc…? O teu texto nos faz navegar por muitos caminhos, infelizmente não conseguimos respostas para tudo isso. Valeu.

  • Jackson PF diz: 30 de abril de 2010

    Concordo Perin. TÁ NA HORA DA FAXINA NO VESTIÁRIO DO BEIRA-RIO!!!!!!!!!!!!!! Ou se faz isto ou se morrerá na praia novamente em 2010 e pior… com um déficit monstruoso nas contas tendo em vista o salário ridículo de certos jogadores em fim de carreira!

  • Paulo diz: 30 de abril de 2010

    Até que você é bonzinho! A minha lista de dispensas teria uns 15 jogadores ou mais. O Inter virou desfile de moda desde 2007, quando voltou do Japão. A torcida deveria empreender uma campanha tipo “renovação já”, incentivando a diretoria a mudar radicalmente o elenco.

  • Gaúcho Colorado diz: 30 de abril de 2010

    Tchê, ver teu texto descrevendo exatamente o que sentem os Colorados é correto. Irrita é ver alguns gremistas (não todos) querendo usar teu texto para apoiar suas teses de ARROGÂNCIA contra ‘eles’ e de conspirações, arbitragens, compras de vaga, de títulos, etc. Alguns criticaram a tal ‘Alexandra’ de preconceito, mas cometeram o mesmo preconceito contra os Colorados, acusando inclusive a Direção do Inter de usar de artifícios excusos para conquistar títulos. Acho grave. QUEM ACUSA, PRECISA PROVAR!!!

    Essa IGNORÂNCIA gerada pela PARANÓIA CLUBÍSTICA, que é essa mania de achar que a imprensa é ‘azul’ ou é ‘vermelha’ e que está criticando mais teu time ou elogiando mais o outro, acaba por fazer as pessoas perderem a noção do que expressam (falando e/ou escrevendo).

    Uma avaliação lúcida com essa tua, vinda de um grande COLORADO é bem vinda para os Colorados! Não é bem vinda quando os gremistas a fazem, pois lhes falta imparcialidade para tal, colocando suas teses ‘furadas’ junto da avaliação; são ‘flautas’ em forma de comentários despretensiosos. Humildade estratégica para enganar os leitores.

    Como exemplo, cito que uma coisa é um gaúcho contando piadas de gaúcho aos amigos; outra coisa, são ‘estrangeiros’ (de outros estados) contando piadas de gaúcho. Nenhum gaúcho gosta e aceita! Do mesmo modo, nenhum Colorado está feliz em ler comentários bizarros de gremistas querendo dar ‘moral de cuecas’.

    Estou apenas comparando para concluir ratificando que teu comentário foi realmente LÚCIDO, PERTINENTE e de acordo com o que está ocorrendo, sem intenções secundárias.

    Visivelmente, tua opinião é de todos os Colorados, pois tu sentes a mesma coisa.

    Abraços.

  • Carlos diz: 30 de abril de 2010

    Cara!!!! algumas divergências…..mas na maioria super certo!!!! VAmos mexer com nosso time!!!!! Muita Acomodação!!!! BALCÃO DE NEGÓCIOS BEIRA-RIO!!!! ISSO TEM Q ACABAR!!!!

  • dma 27 uruguaiana diz: 30 de abril de 2010

    Caro Alexandre,
    Disse tudo o que eu gostaria de dizer e diria se tivesse uma ferramenta como esta, apenas acrescentaria alguns nomes na tua lista de dispensas.
    Esses dias eu estava conversando com meu cunhado que tem 17 anos e é gremista, e explicando para ele o porque não creio em uma virada do inter em nenhum dos dois jogos.
    Expliquei para ele que em 1995 e 1996 o co-irmão tinha um time que ganhava jogos com 2 ou 3 a menos, que em 2005 e 2006 podiamos perder um jogo de ida de mata-mata por 10 gols de diferença e ainda assim acreditávamos em uma virada. Porque eram times de guerreiros. Quem não lembra aquele jogo no beira-rio contra o Pumas que saimos perdendo por 2 x 0 e viramos para 3 x 2? Alguém acredita que esse time sem brilho, sem alma e sem garra conseguiria fazer isso?
    Infelizmente, nosso grande Fernando Carvalho está nos levando ao patamar de onde nos tirou quando assumiu o Inter.
    Te parabenizo pelo post, e te digo que teu texto foi o melhor e mais realista que já li.
    PS. Porque tu não monta uma chapa e concorre a presidência do Inter?

    Um abraço.

  • FLAVIO diz: 30 de abril de 2010

    É E DEPOIS DE FAZER TODA ESSA FAXINA ESPEREM PARA CURTIR A SEGUNDONA DE 2011 COMO O GRÊMIO JÁ FEZ.
    A MUDANÇA TEM QUE SER FEITA NO BEIRA RIO, MAS TROCAR TODO ELENCO ASSIM SÓ VAI CONSEGUIR DERRUBAR AINDA MAIS O TIME. A REFORMULAÇÃO TEM QUE SER FEITA AOS POUCOS!

  • FLAVIO diz: 30 de abril de 2010

    O MAIOR PROBLEMA DO FUTEBOL DO RS. É QUE TEM DIRIGENTES E JORNALISTAS ESPORTIVOS QUE ACHAM QUE SABEM DE MAIS E QUE SÃO DONOS DOS CLUBES.

  • Diogo Gustavo diz: 30 de abril de 2010

    Baita texto. Contribuo com ele.
    D´alessandro – já deu o que tinha que dá;
    Alecsandro – lento
    Bolivar – já deu pra ele
    Guinazú – sempre fora de função.
    Sandro – cabeça na rainha da inglaterra
    Sorondo – leite azedo que foi fervido denovo pra ver se fica bom, e não ficou
    Índio – mais festero que eu
    Taison – um robinho sem grife(e sem futebol)
    Walter – menino mimado
    Eller – fora dos padrões do futebol

    Tá na hora do inter contratar jogadores medianos e moldar eles pra venda futura. Isso aconteceu com Alex, Fernandão, Tinga, Sóbis. Nenhum deles era craque, tornaram-se craques.

    Mas pra isso, o Inter deve voltar a ser o time do povo.

  • Luciano diz: 30 de abril de 2010

    Alexandre: por que um cara como tu, com ÓPINIÃO articulada e sem a mesmice das fofocas dos outros blogs não ganha mais espaço? Vai pro rádio, meu velho, vais te consagrar!

    Abraço.

    EDITADO: ao contrário que a Alexandra de Santa Maria disse no 2º comentário deste post, o “analistazinho” aqui até que não ganha mal… Esporte é hobby

  • Luciano diz: 30 de abril de 2010

    Po, não me referia a grana, não entraria nessa baixaria da tal Alexandra, mas sim a ser ouvido! Nós, torcedores que consumimos futebol estamos um pouco cansados do que jogam onos nossos ouvidos.

    Abraço!

  • Floriano diz: 30 de abril de 2010

    PALMAS!!!! PALMAS!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!!
    PALMAS!!!! PALMAS!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!!
    PALMAS!!!! PALMAS!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!!
    PALMAS!!!! PALMAS!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!!
    PALMAS!!!! PALMAS!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!!
    PALMAS!!!! PALMAS!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!!
    PALMAS!!!! PALMAS!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!! PALMAS!!!!

    É longo, mas não tiro uma “vírgula” do que está aí!!!!

  • Tatiana diz: 30 de abril de 2010

    Parabéns pela lucidez do comentário. Penso exatamente da mesma forma e acrescentaria alguns aspectos que julgo importantes no planejamento do trabalho no nosso INTER:
    - quantas vezes por semana ocorrem treinamentos efetivos? e em que horários? tenho acompanhado os horários de treinos e observo que os mesmo ocorrem de forma rara e insuficiente. exemplo disso: jogaram quarta, jantaram com CERVEJA no restaurante do Dalessandro, quinta totalmente livre na argentina, já que a viagem ocorreu somente às 18 horas, chegada em POA às 20 h. Jogadores liberados até a sexta, 16 horas. deveriam ter viajado na quarta, logo após o jogo, jantar no avião, dormiriam em casa e poderiam ter feito recuperação muscular já na quinta para , então, treinar hoje, manhã e tarde. esse é só um exemplo. estou delirando? ou eles estão muito cansados?
    - jogador que não corresponde deve ser afastado, sem pena. índio só está afastado porque está machucado. se não tivesse se cortado na festa da madrugada, já tava no beira-rio com a direção passando a mão na sua cabeça. coitadinho tava estressado.
    - dispensar a oportunidade de trazer F9 e Tinga de volta, é, no mínimo, burrice. Fernandão é a voz que falta no vestiário ( mesmo que ficasse na reserva até estar apto para jogar) o problema é que isso daria inveja em muita gente.
    Enfim, quando tu falaste que a direção está totalmente perdida, eu diria que a direção não somente está perdida, está é ultrapassada. Por isso eu digo: ELEIÇÕES 2010. A FILA ANDA.
    Abraços

  • Tatiana diz: 30 de abril de 2010

    PreZado é com Z! Nem li o resto do post. Já assassinou o comentário antes mesmo de começar.
    Quanta ignorância.

  • Ernani diz: 30 de abril de 2010

    Alexandre
    Apesar de ser um texto forte(tu teve muito peito de postar isso em um blog de grande visibilidade) concordo.

    Sou um dos que mais defende essa diretoria, por tudo que ela já fez, por onde nos colocou, mas ta cada vez mais dificil.

    E quando tu lê um texto como esse, que mais parece um tapa na cara pra realidade, é que fico mais triste com a situação do inter.

    Mas como alguns colorados acima, vou continuar apoiando, mesmo sabendo da porcaria que tá o inter e que serei um eterno jatobá. Ainda acredito em milagres

  • Amaro diz: 30 de abril de 2010

    Aonde é que eu assino concordando?

  • Adir diz: 30 de abril de 2010

    A arrogância de achar que sabe tudo precipita a decadência, tanto de pessoas como de organizações. O sentimento de superioridade impede que seja feita uma autocrítica dos próprios atos praticados. Há que se ter humildade para reconhecer seus defeitos e ter consciência da transitoriedade do sucesso. Chegar ao topo não nos dá garantia de permanência lá por si só. Não se pode esquecer das virtudes que possiblitaram alcançar este objetivo.

  • Lucas diz: 30 de abril de 2010

    Grande texto, Alexandre!! Resumiu num texto todos os problemas do INTER (direção, jogadores, comissão técnica (talvez)) e o que a grande maioria dos torcedores pensam.

    Por baixo a economia em salários seria de 1,5 milhão/mês. E esses não precisariam reposição. Os guris da base são melhores.

    O Santos é o verdadeiro exemplo de mudança de fotografia: direção, comissão técnica e jogadores. É o que deveria acontecer no fim do ano (com as eleições) no nosso time. Esse vestiário está muito viciado. Precisamos de dirigentes para o nosso clube e não para os seus negócios (essas parcerias são muito suspeitas…).

    Enfim, torço muito pela conquista da Libertadores, mesmo percebendo que não chegaremos lá. Mas libertadores agora é mata-mata e o Beira Rio pode ganhar esse título para o inter, impregnando uma raça desconhecida nesses jogadores.

    Para o Brasileirão sim precisaremos de renovação. Não poderemos contar com um time tão velho e com um técnico tão medroso (são 19 partidas fora).

    Queria deixar um esboço de time (com possibilidade muito improvável) que considero competitiva:

    Muriel ou Agenor ou contratação (Cavalieri, Renan ou Fábio Cruzeiro) chega de velho furão!!!
    Nei;
    Bolivar;
    Juan ou alguém como falaste: Sidney, Breno…
    Kleber;
    Guinazu (primeiro volante, parado, quieto, não atravessa o meio!!!!!)
    Tinga;
    Giuliano ou Diego Souza;
    Andrezinho;
    Valter;
    Kleber (cruzeiro)ou Sóbis, ou Nilmar, ou Diego Tardeli ou qualquer coisa melhor que o Alecsandro (menos Palermo pelo amor de Deus!!!!!)

    Técnico: Suplica pro loco do Mario Sérgio, que é melhor do que muito figurão por aí.

    CUSTA CARO???? CLARO!!!! MAS COM 40 MILHÕES DE SUPERAVIT, MESMO COM TANTA BURRADA, DINHEIRO NÃO É PROBLEMA.

  • Maico Zambiasi diz: 30 de abril de 2010

    Meu amigo, eu concordo com cada palavra escrita sem abrir mão de uma única vírgula. Estou cansado de ver os fracassos do Inter e ter de aturar a demagogia da diretoria do Inter. É impossível não enxergar que o ataque é morto, a zaga é lenta e o time tem jogadores caros e desmotivados.

    Vc está absolutamente correto.

    Infelizmente acredito que essa nossa manifestação não vai dar em nada…

  • paulo diz: 30 de abril de 2010

    perfeito o texto, timinho mediocre esse inter de 2010

  • Roger diz: 30 de abril de 2010

    Tú só pode ser gremista com um discurso desses. Aliás, o que vc mais faz neste post é comparar o nosso grande Internacional com aquele clubezinho da Azenha, que já caiu 2 vezes para a segunda divisão. Todos sabemos que algumas coisas devem mudar no Inter, principalmente no grupo de jogadores, mas, não precisamos usar da arrogância e nem acreditar em gremistas disfarçados que menosprezam o maior título da história do Futebol Gaúcho, O Mundial Fifa de 2006, em cima do Barcelona.

  • christian machado diz: 1 de maio de 2010

    Perfeito! A direção errou tudo: o planejamento, as contratações e o técnico. E ainda erra quando contraria o que estamos vendo. Erra quando insiste no erro. Erra quando cerra os punhos e ignora os apelos da torcida. Enfim, erra. OPOSIÇÃO FORTE NO BEIRA-RIO!! FISCALIZAÇÃO E COBRANÇA DO CONSELHO ADMINISTRATIVO. JÁ, ANTES QUE O BARCO AFUNDE DE VEZ!!!!

  • Dinho Reck diz: 1 de maio de 2010

    Parabéns pela anáilis e pelo texto. Direção cega? Não sabem muito bem o que estão fazendo. Esse é o programa do seu FC(fazendo caixa).

  • Daniel Pinto diz: 1 de maio de 2010

    Lendo o texto percebe-se a politização da torcida colorada, mas os nossos erros precedem está má fase (que dizem ser de agora), os comentários nos momentos dificeis servem como mais um peso para que já tem a obrigação de dar resultados. As análises de jogadores que tu fizeste eram as mesmas feitas em 2006 (estranhamente), mas concordo com a parte que é um erro um clube do tamanho do Inter comparado com um Gremio, pois o Gremio está abaixo do Inter a pelo menos 10 anos se futebol é momento – falemos nós torcedores – mas o que sobra destes 10 anos são titulos e o despeito tricolor.
    O convencimento que algusn torcedores do Inter tem da importancia do Gauchão mostra que nossa torcida não está acostumada a viver grandes campeonatos – devemos entender que a Libertadores é o nosso campeonato e deveriamos ter deixado o Gaucho para o time B, não vejo sentido na pressão aceita pela direção para colocar titulares, ah diriam ” O Inter não respeita o estadual, bláblá”, mas devia ser isso mesmo o Gaucho é para os de menor expressão o Inter tem que começar a priorizar os Brasileiro e a Libertadores, dane-se as outras coisas, no brasileiro brigar pela vaga na Libertadores e ponto.

  • Everton Garcez diz: 1 de maio de 2010

    Concordo com tudo. apoiado.
    Na vida, seja pessoal, profissional busca SEMPRE resultados.
    Se eles não vem, algo precisa ser feito. E já.

  • Fábio Fiegenbaum diz: 1 de maio de 2010

    Parabéns, falou toda a verdade.. concordo plenamente com tudo.

  • gabi diz: 1 de maio de 2010

    TRISTE MAIS É A REALIDADE …

  • Diego diz: 1 de maio de 2010

    Sou gremista, mas sou consciente. O Inter vinha montando times infinitamente superiores aos do Grêmio, pelo menos de 2005 até ano passado, por razões conhecidas. O problema da direção atual do Internacional é achar que a continuidade resolve tudo, esquecendo que atletas profissionais tem sim, PRAZO DE VALIDADE. O time do Inter está envelhecido, e a direção a muito tempo não consegue achar jogadores emergentes no mercado (não se vê, por exemplo, o Inter contratando um Victor, um Réver, um Mario Fernandes…) Parece que o Inter se acha auto-suficiente na formação de atletas, e esqueceu de manter olheiros atentos (exceto no Olímpico claro, pois aproveitando-se da melhor situação financeira, passou a “roubar” promessas do Grêmio).
    E a “Alexandra Santa Maria” é que sabe das coisas. Depois de uma analise tão imparcial, é capaz de vim falar um monte de besteiras sem nexo nenhum ao que foi dito… Poderia ter ficado sem esse comentário.

  • Alexandre diz: 1 de maio de 2010

    Sou gremista e li seu comentário, acho que você fez uma boa análise.
    Mas queria te dizer uma coisa, em primeiro lugar teu blog é muito bom e você comenta bem.
    Só acho que você devia admitir ( não sei se já disseste ) que tu é colorado. Propriamente neste comentário a gente nota a tua raiva e desespero com a situação colorada. Foi um bom comentário, mas esse blog é de um comentarista que não admitiu seu clube, ou seja para ser imparcial, só que tu não consegue esconder a tua paixão, cara.
    No próprio final do seu comentário você critica com a seguinte frase: ” Afinal o Inter é Campeão do Mundo FIFA. De 2006 … . Voluntariamente, ou involuntariamente tu dá uma alfinetada no Grêmio, pois tu, como colorado é claro fala que o título mundial do Grêmio não é Mundial.
    Sério, admite logo que tu é colorado, lendo esse seu comentário vi que tu pode ser um bom porta – voz da tua torcida, quem sabe um dia não assumes o Blog Colorado neste site ?
    Não to ironizando, to falando sério mesmo, porque para mim é dificil ler seu blog, em alguns momentos, não porque você alfineta o Grêmio com este troço de Mundial ( até porque sei que o Grêmio é campeão do mundo 23 anos antes do Inter, ), mas sim porque você quer que as pessoas vejam seu blog como de um cara imparcial e não torcedor, e não é isto que acontece neste blog. Infelizmente tu não consegue esconder teu lado torcedor. Só para pegar este teu comentário como exemplo, se isso fosse um blog direcionado ao Inter, te daria os parabéns. Mas como não é, estou te chamando de colorado. Faz que nem o Geurrinha, admite logo, que não vai ter mais problemas de comentários cheios de raiva te acusando disso ou daquilo. Assim tu valorizará teus comentários e ai a maioria dos comentários em cima do teu post serão de concordância, discordância e discussão sobre teu post. E não de gremistas enlouquecidos, cheios de raiva, e com a única e simples discussão : que time tu torce. Você valorizará seu post, e a discussão será sobre ele, não sobre você.
    É só um conselho, não uma crítica.
    Dalhe Grêmio !!!!

    EDITADO: entendi teu post e evidentemente aprovei. Acho que não pegastes o espírito exato. Em vários outros posts, nunca disse que era gremista ou colorado. Porém a imensa maioria dos posts não tem este conceito e para eles tanto faz. Finalizando, a frase final na verdade é uma tremenda IRONIZADA… NA DIRETORIA. Quem adora falar isto é o atual presidente Vittorio Piffero

  • Luiz diz: 2 de maio de 2010

    Caro Perin,

    a maneira como fizeste o raio x do “Campeão do Mundo da Fifa 2006″ foi a forma exata para representar o que pensamos todos nós Colorados do Rio Grande do Sul. Tiveste a sensibilidade de relatar com maestria as mazelas que permeiam os bastidores do S.C.Internacional.

    Grande texto, Perin…Disseste tudo aquilo que cada Colorado gostaria de gritar por esse Estado afora.

    Parabéns, e que Piffero e Carvalho leiam com atenção, para aprender definitivamente que o S.C. Internacional não nasceu e não morreu em 2006.

    Sucesso prá ti.

    Luiz

  • Nada, JAMAIS, irá nos separar! | Arquibancada Colorada diz: 2 de maio de 2010

    [...] Concordo com muita coisa que estão reclamando, precisamos de uma limpeza de vestiário, de uma reformulação geral, mas estamos há poucos dias da primeira grande decisão do semestre, não podemos titubear nessa hora, temos que ser fortes e dar a volta por cima. Ao rever o filme como é bom saber que as décadas de 80 e 90 serviram para nos fortalecer, para que nos desse garra para mudarmos essa história. Como é bom saber que as crianças de hoje, podem bater no peito e dizerem que são CAMPEÕES DO MUNDO. Guerreira a criançada dessa época de trevas que jamais deixou de acreditar no Colorado e de que um dia poderia extravasar de alegria e emoção. [...]

  • Matheus diz: 3 de maio de 2010

    Concordo discordando, uma que não vejo mal algum em eternizar um presidente que fez muito pelo clube, ele, assim como tantos outros não menos importantes que ele, merecem sim todo o nosso reconhecimento. Dito isso, porque pela primeira vez concordei tanto com um comentario ao mesmo passo que achei um tanto arrogante, tenho a dizer que sim, o Inter precisa se reinventar, inovar, recriar, mas deve fazer isso valorizando o que de bom ainda existe, e mesmo que teu comentario dê a entender que tudo esta errado, mesmo assim, sugiro um pouco de cautela para não cometer erros que podem custar muito mais que um ano para o clube. Quero tambem salientar que o torcedor “incondicional” é uma nova modalidade de torcer, mas não é menos importante que vc e eu que somos criticos, se não gosta que te chamem de “corneteiro” porque faz uma critica construtiva , deverias tambem respeitar este torcedor, porque é ele que mesmo descontente grita, canta e apoia até o final, questão de respeito entende? Tua leitura do restante, tirando a evidente e compriensivel revolta pelo momento, esta correta, perfeita! Foltou e falta qualidade, os recursos não estão sendo bem aproveitados, existe uma evidente distorção das prioridades do clube (futebol) em detrimento a obras que para sócios e torcedores ficam em segundo plano. Portanto Perin, vc um GRANDE analista de TI, merecidamente bem remunerado, coloradaço de alma e coração e muito bem intencionado, deve continuar critico, vigilante e participativo, mas sempre com muita responsabilidade. Grande abraço e parabens!

  • Rodrigo diz: 4 de maio de 2010

    Fantástico, análise impecável e excelente.

    Retrata perfeitamente o momento do Internacional. Parece que alguns torcedores cegos pactuam com a arrogância da Direção colorada, que segue congelada e em silêncio.

    Quero dizer aqueles que discordam, que abram os olhos, e vejam que uma análise dura da realidade se faz necessária. Não consigo acreditar que aja um colorado que não enxergue o que está acontecendo. Seja por dinheiro, inocência, se FC está sendo “paizão” dos jogadores… Seja o que for, NÃO ESTÁ CERTO.

    Quem não quer um Inter campeão? Qual é o problema com vocês?

    Parabéns, Perin.

  • Analista de IT diz: 10 de maio de 2010

    Cara Alexandra, serei breve no meu comentário, já que sairei do assunto do consciente Perin.
    Pimeiramente, ser analista de TI exige muito mais qualificação, rapidez de raciocínio e inteligência do que a grande maioria das profissões. Conheço gerentes e gestores que poderiam ser considerados semi-retardados. Ou até médicos conceituados que considero incrívelmente estúpidos. Nosso presidente da república mal sabe escrever.
    E muitos analistas de TI continuam sendo analistas, simplesmente por que gostam da área técnica e não pretendem sair de suas posições. Existem pessoas que não almejam ser ASPONES ou algo do tipo só porque a posição paga mais.
    Portanto, dona Alexandra, creio que a tua estupidez e ignorância ficou evidente demais pra ser ignorada aqui. A inclusão digital é algo perigoso, já que permite que gente sem conhecimento e infeliz como tu publiquem comentários asquerosos como esse.
    Muito provavelmente tu sejas apaixonada por um analista de TI e não correspondida..Por ser feia e racalcada…Mas isso não é nada, já que tu é GERENTE.
    Poupe-nos.

  • everton diz: 10 de maio de 2010

    Bá tche Analista de TI.
    Agredindo a GERENTE deste jeito, vc perde a razão. Não dá pra ser duro com sutileza?

  • Lucas Maia diz: 17 de setembro de 2010

    ÉÉÉÉ AMIGO, QUEM DIRIA HEIN?!?!?!

  • Maurício Mandelli diz: 17 de setembro de 2010

    Acho que não, hein…

  • BICAMPEÃO DA LIBERTADORES diz: 17 de setembro de 2010

    E agora, José????

    MEGA FAIL!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Cássio Borsatto diz: 17 de setembro de 2010

    É profeta, quase acertou hein, nossa…

  • Pedro Fonseca diz: 17 de setembro de 2010

    queimou a lingua?? kkkkkkkk
    COLORADO COLORADO…NADA VAI NOS SEPARAR…SOMOS TODOS SEU SEGUIDORES…PARA SEMPRE EU VOU TE AMAR!!!

  • Mazoel Zaluar diz: 17 de setembro de 2010

    FAIL !!!

  • ANDRÉ BRAGA diz: 17 de setembro de 2010

    TE FERROU MAGRÃO!!!!!

  • Giangrei Prates diz: 17 de setembro de 2010

    hauhauhhuahuahha.. FAIL!!
    Perin, a piada viva!!
    ninguem vê a tua parcialidade!!

    Sport Club Internacional.. Clube feito de homens dentro e fora de campo, sempre dispostos a mostrar o seu valor..

    EDITADO: parcialidade? Tenta descobrir o que irei fazer em dezembro…

  • Petrukio diz: 17 de setembro de 2010

    é mesmo?

  • Máicon diz: 17 de setembro de 2010

    Eterno FAIL
    15 anos de estudos perdidos, futebol não é feito de palpites e sim de fatos!

    aaushauhsuahushaushashauhsuahsu…

    2010 Bicampeão Libertadores, Brasileirão, Mundial!

    EDITADO: os fatos apenas comprovaram minha tese. Apenas uma análise superficial esquece das mudanças profundas.

  • Junior diz: 17 de setembro de 2010

    “D’Alessandro – Fim de ciclo, desgaste. Desmotivação. Deveria ser negociado.”

    Sabe tudo, hein…

  • Daniel diz: 17 de setembro de 2010

    Agora ele deve ta no olho da rua hsuaheuhseuh

  • dma diz: 18 de setembro de 2010

    Deixem de ser oportunistas fazendo comentários hj em dia sobre o post. Quando foi escrito, garanto que refletia o que mais de 90% dos colorados pensava. O que era o futebol do D’ale e do Taison antes da copa? Isso que aconteceu conosco acho que foi a maior benção do futebol mundial. O caras reaprenderam a jogar (alguns como Nei dá para dizer que aprenderam) como em um passe de mágica. O pessoal que está comentando o post baseados no situação atual do time, estão parecendo os comentaristas de tv e rádio que temos, são tudo comentaristas de resultado.

  • GARIBALDI diz: 18 de setembro de 2010

    Óbvio que hoje em dia é mais fácil criticar teu texto. O problema (e o que mais irrita a nós, colorados) é a parcialidade do grupo RBS quando se trata da dupla grenal. O Inter ganha? Nada mais que obrigação. O Grêmio ganha? Imortal, copeiro, guerreiro.
    Vide outros exemplos: Venda de Bolívar? Pelo amor de Deus, uma das mais mal intencionadas “reportagens” esportivas da história do RS.
    Até os narradores do centro do país são mais imparciais quando narram os jogos do Inter – isso que imparcialidade é uma palavra quase desconhecida para eles.
    Outro exemplo: Há anos o ghrupo RBS “paga” um comentarista esportivo para aparecer na TV defendendo o Grêmio: Sr. Paulo Santanna.
    Então, por favor, não usem essa arrogância gremista e “RBS”ista ao falarem do colorado – o único time octa gaúcho, tricampeão brasileiro INVICTO e Campeão de TUDO.
    A “Gangorra’ não existe – é mais uma invenção de vocês.

    Saudações Coloradas.
    Sejam felizes no seu mundinho azul de pelúcia

  • Alexandre Limeira diz: 18 de setembro de 2010

    PERIN FAIL !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! AHUUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAU

Envie seu Comentário