Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

PENALIDADES: Fiasco no Serra Dourada já ocorreu no Olímpico

05 de maio de 2010 11

Nesta quarta-feira, um show de horrores em cobranças de pênalti marcou a classificação do Atlético-GO sobre o Palmeiras, pelas quartas-de-final da Copa do Brasil 2010. O Atlético venceu por 1×0 no tempo normal no estádio Serra Dourada, e como o Palmeiras havia vencido pelo mesmo escore no Palestra Itália, a decisão foi para a disputa de pênaltis.

Na disputa, o bizarro: de dez cobranças, apenas três foram convertidas. Sim, TRÊS! O goleiro Márcio, do Atlético-GO, pegou três pênaltis e um chute foi para fora. Já o veterano Marcos, do Palmeiras, pegou outras três penalidades. Apenas o palmeirense Ewerthon e os atleticanos Márcio (sim, o goleiro!) e Elias acertaram. Vejam as cobranças:

O curioso é que um aproveitamento tão ruim já havia ocorrido antes, em pleno estádio Olímpico. Na Copa Libertadores de 1997, pelas oitavas-de-final, o Grêmio surpreendentemente havia sido derrotado pelo inexpressivo Guarany-PAR por 2×1.

No jogo de volta, o Tricolor vencia por 1×0, gol de Paulo Nunes e levava o jogo para os pênaltis. Aos 42 do segundo tempo, o paraguaio Hugo Ovelar aproveitou erro defensivo do Grêmio e empatou, resultado que classificava o time visitante.

Uma confusão enorme ocorreu, com o time gaúcho reclamando de impedimento no lance (não ocorreu), com o treinador Evaristo de Macedo invadindo o campo, um caos. Nesta confusão toda, o jogo recomeçou e Rodrigo Gral, oportunista, fez o gol que levou o jogo para a disputa de pênaltis, Grêmio 2×1.

Na disputa de pênaltis, o mesmo aproveitamento ridículo do Serra Dourada: 2×1! Apenas três cobranças convertidas, justamente as três primeiras: duas do Grêmio e uma do Guarany. Os sete pênaltis seguintes foram desperdiçados, e o Grêmio passou de fase. 

Grêmio contra o Guarany-PAR em 1997 na Libertadores: um show de horror - Reprodução ZH, blog Grêmio 1983 http://gremio1983.blogspot.com

A campanha da Libertadores terminaria na fase seguinte, sendo eliminado pelo irregular Cruzeiro. Porém este gol de Rodrigo Gral e a posterior classificação nas penalidades foi de vital importância para o Grêmio na conquista da Copa do Brasil daquele ano. Isto porque ao contrário de 1989, 1994 e 2001, quando teve campanhas espetaculares, em 1997 o Grêmio vinha apresentando um futebol muito irregular. Era nítida a decadência técnica e a “fadiga dos metais” após a saída do técnico Luiz Felipe Scolari.

O ânimo foi grande, pois três dias depois, o Tricolor bateu o Corinthians por 2×1 em pleno Morumbi, no famoso jogo do “um chute e dois gols”. O Grêmio só chutou uma vez e marcou com Paulo Nunes, já que o outro gol foi contra (do lateral-direito Rodrigo). O terceiro goleiro Sílvio ainda pegou uma penalidade discutível marcada por Márcio Rezende de Freitas (novidade?) no finalzinho do jogo cobrada por Marcelinho Carioca (me corrijam se a minha memória falhou). Este jogo eu achei os gols:

<

Comentários (11)

  • Joao diz: 6 de maio de 2010

    QUE BELA LEMBRANÇA…LOGO NO DIA DA CLASSIFICAÇAO DO GREMIO PARA PROXIMA FASE DA COPA DO BRASIL, TU VEM FALAR EM FIASCO NO OLIMPICO, TOTALMENTE FORA DA CASINHA.PODE SER PROFUNDO ESTUDIOSO DOS ESPORTES, MAS NÃO TEM O MINIMO SEMANCOL!!
    OU É TORCEDOR MORDIDO QUERENDO DESVIAR O FOCO DA VITORIA DO GREMIO.

    EDITADO: eu postei muito antes do jogo do Grêmio terminar. Dã.

  • Robbie Fowler diz: 6 de maio de 2010

    E o QUE tem a ver o post com vitoria ou derrota do gremio? Que gente mais neurótica, reclamam por reclamar!!!

    Quem tem que ter FOCO na vitória do gremio é reporter fotográfico…. dããããããã

  • Eder diz: 6 de maio de 2010

    Por que não fala dos fiascos do teu timeco, em 2004 o roubo contra o Paysandu???Estudioso de futebol do Google….

  • André Martins diz: 6 de maio de 2010

    Perin, me lembro desse jogo, foi uma agonia !!! Sobre o Atlético-GO, o goleiro Marcio fez um gol de falta durante o jogo contra o Grêmio e tbm acertou na cobrança de penaltis (se não me engano, Copa do Brasil 2008). Pode apostar que vai fazer alguns gols na série A esse ano. Abraço.

  • Matheus diz: 6 de maio de 2010

    Eu sou contrario a decisões por penalidades, acho que é a maneira mais injusta que existe para conhecer um campeão ou decidir uma vaga, mas por outro lado penso que o jogador tem que estar preparado para este tipo de situação, ainda mais quando o regulamento preve criterios de decisões por penaltys. Acho que tá claro que o Gremio passaria pelo Flu, com ou sem este comentario, mas que agora vai ficar espinhento, há vai! O colorado sim, tem uma missão ingrata hoje a noite, desmanchar uma vantagem de time castelhano, por menor que ele seja, é tarefa encardida. A propósito disso, só como dica, poderia trazer pra nós as estatisticas disso. Ala VIP? rsrsrsrs até lá, abraço!

  • Samuel Ritter diz: 6 de maio de 2010

    Mas tu é um corneteiro mesmo!! Vai criar vergonha nessa tua cara!!!! Pq tu não fala da vitória do grêmio e da pressão em cima do Inter??? O inter só tem quebraço uma louça atrás da outra, enquanto o grêmio tem conseguido boas atuações, ganhando títulos e avançando nas competições!!! Mas o teu negócio é falar de atlético Piqui e o grêmio de 97!!! METE PRESSÃO NO FOSSATI!!!

    EDITADO: Que vitória do Grêmio? O post foi escrito antes do jogo terminar o 1º tempo! E, se tu não te lembras, meu blog é um ALMANAQUE, com curiosidades, estatísticas, questões surpreendentes. Não é um blog de opinião como o do Nando ou do Wianey, apesar de eventualmente eu emitir as minhas.

  • Imortal diz: 6 de maio de 2010

    Perin acho que cometes um grave equivoco. A campanha da Copa do Brasil não teve nada de irregular. Seguem os jogos de 1997:

    1 fase
    Fortaleza 2 X 3 Grêmio
    Grêmio 3 X 1 Fortaleza

    Oitavas de Final
    Grêmio 2 X 1 Portuguesa
    Portuguesa 1 X 1 Grêmio

    Quartas de Final
    Grêmio 2 X 0 Vitória
    Vitória 3 X 3 Grêmio

    Semifinal
    Corinthians 1 X 2 Grêmio
    Grêmio 1 X 1 Corinthians

    Final
    Grêmio 0 X 0 Flamengo
    Flamengo 2 X 2 Grêmio

    Jogos 10
    Vitorias 5
    Empates 5
    Derrotas 0
    Gols Favor 19
    Gols Contra 13

    Se um retrospecto desses é ser irregular então o que é ser regular ? Como gremista comemorei essa campanha tanto quanto as de 1989, 1994 e 2001…

    EDITADO: Comemorar é uma coisa, analisar é outra. O futebol do Grêmio foi fraquinho ao longo daquele semestre inteiro, especialmente na Copa do Brasil. O 3×3 em Salvador foi enganoso, o Grêmio falhou muito naquela tarde (acho que o jogo foi em um sábado ou feriado), contra a Lusa o Grêmio não foi bem. Mesmo contra o Corinthians o futebol foi o mínimo necessário e o Flamengo errou muito nas duas finais. De todas as conquistas, foi a menos brilhante. Fazendo um comparativo, dá para comparar com o Brasileirão de 1979 do Inter: apesar de ser invicto, foi o que o Inter mostrou menos futebol.

  • Mário Gayer do Amaral diz: 6 de maio de 2010

    Parabens pelo teu blog, Perin. Continue assim valorizando a história esportiva com suas curiosidades e histórias surpreendentes e com isso, acaba preservando-as para as futuras gerações. Muita gente confunde história com opinião, embora concordo que tu deves opinar algumas vezes. Como tu diz, é um Almanaque para relembrar de fatos e comparar com os de hoje. Em relação a esse jogo de 1997 do Grêmio contra o Corinthians, me lembro também que o Sílvio só entrou durante a partida porque o Murilo tinha sido expulso, se não me engano, por agarrar a bola fora da área. E daí foi a melhor partida do Sílvio naquele ano, o cara praticamente fechou o gol defendendo várias faltas do Marcelinho Carioca, bem como o pênalti que tu citou no post.

    Realmente, 1997 foi um ano muito irregular pro Grêmio. No Gauchão mesmo, só conseguiu derrotar o meu Xavante nos pênaltis depois de sofrer muita pressão no tempo normal e na prorrogação. E o Luisinho Vieira, por capricho do destino, foi o que errou o pênalti decisivo chutando na trave. Como me entristeci com aquilo.

    Um grande abraço e vida longa ao blog.

    P.S: Visite o meu blog nesse site que deixei. Poderás me dar boas idéias e um ótimo debate sobre a história do esporte.

    Até a próxima.

  • Samuel Ritter diz: 6 de maio de 2010

    Realmente Perin, venho me retratar com sua pessoa. Confundi a finalidade do teu blog com a de outros. Fiquei muito revoltado pelo fato de nenhum blog ter exaltado a vitória tranquila do grêmio, só sabiam falar em Santos e, o único que citou esse assunto (Zini), ainda por cima disse que o grêmio jogou mal (5×2 em 180 minutos é um resultado de bom tamanho pra mim). Reconheço meu erro e espero que você possa perdoar este leitor. um grande abraço!!

    EDITADO: relaxa! Conto sempre com tua leitura…

  • Joao diz: 6 de maio de 2010

    SE É UM BLOG DE HISTORIAS E CURIOSIDADES, NÃO DE OPINIÕES DEIXA DE LADO AS TUAS,
    POIS NAO ACRESCENTAM EM NADA.
    DEIXA PARA OPINAR QUEM ENTENDE DE FUTEBOL E TEM OPINIÕES INTELIGENTES( NÃO É O TEU CASO DADA A REPOSTA INFANTIL AO MEU COMENTÁRIO). QUEM VIVE REVIRANDO JORNAIS VELHOS DEVERIA APENAS INFORMAR OS FATOS PASSADOS. ESSE SERIA UM GRANDE ACRESCIMO.

  • Colorado dos Pampas diz: 7 de maio de 2010

    hehehehehehe… eu sou fraco de lembrança… não tenho a memória boa que nem tu, Perin!

    De repente, ‘os caras’ que estão te malhando tem razão, o Gfpba era muito forte aquele ano, tinha estrelas de alto nível, vindas da Seleção Brasileira.

    Daquele ano, só lembro do GreNAL dos 5 a 2, que o INTER venceu em pleno Olimpico.

    Nada mais. Nem preciso.

Envie seu Comentário