Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 10 setembro 2010

Fernandinho, do Shakhtar, quebra a perna em entrada criminosa

10 de setembro de 2010 3

O meia-atacante Fernandinho, que brilhou no Atlético-PR em meados da década, fraturou a tíbia após entrada criminosa no jogo Obolon Kiev 1×0 Shakhtar Donetsk pelo Campeonato Ucraniano 2010. A entrada criminosa ocorreu aos 21 minutos do primeiro tempo quando o jogo ainda estava 0×0. O pior é que o autor do carrinho, Pavel Khudzik não levou amarelo e acabou fazendo o gol da vitória do Obolon.

Uma das principais estrelas do atual campeão nacional, Fernandinho foi convocado no mês passado pelo treinador Mano Menezes para a temporada de treinos da Seleção Brasileira na Europa. O Shakhtar, campeão da Copa da UEFA (hoje Liga Europa) na temporada 2009, tem como companheiros os também brazucas William (ex-Corinthians), Jádson (ex-Atlético-PR), Luiz Adriano (ex-Internacional), Bruno Renan e Douglas Costa (ex-Grêmio) além do meia-atacante Alex Teixeira (ex-Vasco da Gama).

Aliás, na derrota para o Obolon, Douglas Costa foi eleito o melhor em campo.

Pênalti inacreditável: goleirão achou que tinha defendido, mas...

10 de setembro de 2010 2

Jogador tem que ficar focado até o fim, especialmente se for o goleiro… Um momento incrível nas oitavas-de-final da “Coupe du Trône”, a Copa Nacional do Marrocos. Depois de empatarem em 1×1 no tempo normal e na prorrogação, Maghreb de Fès e FAR Rabat, atual tricampeão da competição e que venceu o Maghreb na final de 2008, foram para a disputa de pênaltis.

Nunca comemore antes da hora...

Esta disputa estava 6×6  quando o Maghreb cobrou uma penalidade contra o FAR. O goleiro Khalid Askri defendeu parcialmente o chute de Mohamed Ali Benaamar e saiu comemorando para a torcida adversária. Só que a bola continuou girando e…

Para completar o azarão do goleiro Askry , Jaouad Bouaouda errou o chute seguinte e o Maghreb terminou vencendo a disputa por 7×6, se classificando para as quartas-de-final.