Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

OPINIÃO - Torcidas da dupla Gre-Nal NÃO TEM O DIREITO de desrespeitar o Hino Nacional

20 de setembro de 2010 114

Me causou profundo desgosto no dia de ontem os dois incidentes envolvendo o Hino Nacional Brasileiro no estádio Beira-Rio e no estádio da Ressacada. Reinicidentes, a torcida Popular do Inter e a torcida Geral do Grêmio simplesmente desrespeitaram a execução de um símbolo nacional, como o Hino Nacional está citado na Constituição Federal de 1988.

E para que fique claro: acho a lei de obrigatoriedade da execução dos hinos nacionais em eventos esportivos ridícula, demagógica e desnecessária. Isto tem que ser cantado nos Colégios, como a lei 12031prevê.

Já ocorreu uma falta de respeito na semifinal entre Internacional e São Paulo, quando o Hino do RS foi cantado 2x e na segunda repetição atravessou a execução do Hino Nacional. O Hino Brasileiro estava muito baixo, mas se eu ouvi, todo mundo pode ter ouvido. Ontem foi pior: a Popular cantou uma canção qualquer na hora do Hino Brasileiro e depois cantou a plenos pulmões o Hino Rio-Grandense.

Beira a hipocrisia criticar o Adolfo Bautista pelo desrespeito ao Hino Brasileiro na final da Libertadores se a própria torcida colorada fez o mesmo no último domingo.

Pior fez parte da torcida do Grêmio na Ressacada. Na hora do Hino Brasileiro passou a cantar o Hino Rio-Grandense, recebendo a merecida vaia da torcida catarinense. Isto já havia acontecido várias vezes neste ano, uma delas até fortemente criticada pelo repórter da Rádio Gaúcha José Alberto Andrade.

O líder da Popular, Hierro Martins, já pediu colaboração expressa da diretoria do Inter por intermédio do Assessor de Imprensa Aleco Mendes. Acho que está aí a solução, mas já passou da hora de um basta ocorrer.

P.S. Para quem não sabe, sou gaúcho de Santa Maria e admiro toda a cultura gaúcha, respeito as tradições, etc. Mas exijo que o mesmo respeito seja feito com um símbolo nacional.

LEI N. 5.700 – DE 1° DE SETEMBRO DE 1971


Art. 30o. Nas cerimônias de hasteamento ou arriamento, nas ocasiões em que a Bandeira se apresentar em marcha ou cortejo, assim como durante a execução do Hino Nacional, todos devem tomar atitude de respeito, de pé e em silêncio, os civis do sexo masculino com a cabeça descoberta e os militares em continência, segundo os regulamentos das respectivas corporações. Parágrafo único. É vedada qualquer outra forma de saudação.

Art. 35o. A violação de qualquer disposição da presente lei, excluídos os casos previstos no artigo 44 do Decreto-Lei n. 808, de 29 de setembro de 1969, sujeita o infrator à multa de 1 (uma) a 4 (quatro) vezes o maior salário mínimo em vigor, elevada ao dobro nos casos de reincidência.

Art. 36o. A autoridade policial que tomar conhecimento da infração de que trata o artigo anterior, notificará o autor para apresentar defesa no prazo de 72 (setenta e duas) horas, findo o qual proferirá a sua decisão, impondo ou não a multa. Parágrafo Primeiro – A autoridade policial, antes de proferida a decisão, poderá determinar a realização, dentro do prazo de 10 (dez) dias, de diligências esclarecedoras, se julgar necessário ou se a parte o requerer. Parágrafo Segundo – Imposta a multa, e uma vez homologada a sua imposição pelo juiz, que poderá proceder a uma instrução sumária, no prazo de 10 (dez) dias, far-se-á a respectiva cobrança, ou a conversão em pena de detenção, na forma da lei penal.

Comentários (114)

  • evandro diz: 20 de setembro de 2010

    É extremamente triste tal fato. No campeonato brasileiro de 2008, estava na Arena da Baixada, quando jogaram Grêmio x Atlético -PR, sou gremista, filho de pai e mãe gaúchos, adoro o RS. Mas a torcida fez um fiasco, quando eu e meu irmão cantavamos o hino nacional ficaram nos agredindo e insultando, como se fossemos inimigos, porque era o dia da festa farroupilha. Um guri chegou e começou a me provocar para a briga, coisa de louco, no meio da torcida do Grêmio. Acho que já passou da hora das direções gremista e colorada tomarem uma posição, para evitar maiores problemas, diante do desrespeito com os demais torcedores do resto do Brasil. Se torcemos para o Grêmio e para o Inter respeitamos muito a tradicção gaúcha, agora deve o povo gaúcho respeitar o resto do Brasil, como brasileiros.

  • Lucas diz: 20 de setembro de 2010

    Olha velho, essa história de “não ter direito” é palhaçada. Nesse país, maconheiro tem “direito” de ficar livre pq é um “pobre usuário”. Família de bandido tem “direito” de receber salário enquanto o marginal tá lá preso. Aí tu vem reclamar por causa do hino ? Esse estado é maravilhoso, diferente desse país que só tem canalha no comando. Eu apoio totalmente isso que a torcida faz, e por sinal não acho desrespeito ao hino nacional, pois ele não é hostilizado. Só o hino da terra mais bela do mundo que é cantado em cima do nacional. Viva o RS, melhor que o resto do brasil inteiro junto!

    editado: aqui nunca teve nenhum governante/prefeito/deputado acusado de crime algum? este povo preso pelas Operações Rodin e Mercari foram do ‘exterior’?

  • Alex Ruiz diz: 20 de setembro de 2010

    Gaúcho burro, ignorante e alienado é o que não falta. E eles nao emxergam que com isso, nosso estado tá estagnado, ficando atrasado em relação a todos. Fico envergonhado quando leio comentários como do Lucas.

  • Giba diz: 20 de setembro de 2010

    Ao Lucas, vc é um babaca sem noção, teu estado tá falido e vem falar mal do restante do país, meus pais vieram do R.S pro P.R eu sou paranaense e sou colorado e vc é um baita de um ignorante falando isso, teu estado pra começo de conversa tá falido, isso sim falido se vc conhece o significado da palavra e vem dizer que é melhor que todo os outros estados??!!! via te catar arrogante de uma figa, é bem por isso que vcs são detestados no país pela arrogância de uma minoria idiota feito vc. São mal educados cantando o hino estadual em frente ao nacional é bem coisa de um povo bem atrasado, me desculpem aos que não merecem ouvir isso.

  • lfblog diz: 20 de setembro de 2010

    FALOU TUDO
    COISA MAIS RIDICULA QUE TER DE OUVIR O HINO ANTES DO JOGO NÃO EXISTE
    Gostaria de saber o autor de tamanha imbecilidade para ter certeza de nunca votar neste idiota

  • Colorado.MS diz: 20 de setembro de 2010

    Futebol é um evento recreativo. Obrigar alguém a cantar o hino nacional antes de uma recreação ou uma festa comum é muito patriotismo. Ainda mais para os jogadors que fazem 40 minutos de aquescimento para o jogo e depois tem que ficar 10 minutos perfilados , imóveis , quiçá abaixo de chuva e frio ouvindo o(s) hino(s). È muita baboseira!Porém não sou a favor do desrespeito aos simbolos nacionais!

    EDITADO: Exatamente.

  • GUILHERME COLORADO diz: 20 de setembro de 2010

    BAH PERIN SÉRIO QUE EU NÃO SABIA QUE TUÉ SANTAMARIENSE, ALIÁS MOTIVO DE ORGULHO, PARA NOSSA CITY, TER UM GRANDE REPRESENTANTE AQUI NO CLIC,E AINDA COLORADO(ESSE EU JÁ SABIA)!!!!!!!!!!

    MAS FALANDO EM BAIRRISMO, PARA NÓS GAUCHOS, BAIRRISMO É ADJETIVO MEU AMIGO, NO EIXO DO MAL RIO-SP, TUDO É DELS, TUDO É MELHOR, A GLOBO, CBF E OUTRAS FAZEM DE TUDO E MAIS UM POUCO PARA QUE OS CLUBES DE LÁ LEVEM OS TITULOS, ATE NOS JORNAIS DITOS ” NACIONAIS “, FALAM MAIS DE CLUBES DE SP E RIO, ISTO É UM FATO, PRA ELS CLUBES DO SUL, SÓ ATRAPALHAM A PROGRAMAÇÃO, ELES SÃO BAIRRISTAS TAMBÉM, PORTANTO MEU AMIGO, AQUI:::

    “”””””””””””””” A MINHA PÁTRIA É O RIO GRANDE DO SUL “””””””””””””””””””

    PERGUNTA:

    VC COLORADO OU GREMISTA, PREFERE UMA COPA DO MUNDO PELA SELEÇÃO OU UMA LIBERTADORES PELO SEU CLUBE???????

    ESSA HISTÓRIA DE PATRIOTISMO, NESSA PERGUNTA NÃO SERVE ENTÃO??????

    LUTARIA PELO MEU RIO GRANDE, PELA MINHA PÁTRIA, MAS NÃO LEVANTARIA UM DEDO POR ESSE PAÍS IMUNDO REGIDO POR RIO-SP!!!!!!!!!!!

    ABRAÇOS E SAUDAÇÕES COLORADAS!!!!!!!!

    INTERNACIONAL, A MINHA ÚNICA SELEÇÃO!!!!!!!!!

    JÁ É A SEGUNDA VEZ QUE REPRESENTAMOS ESSE PAÍS EM ÉPOCA DE COPA DO MUNDO!!!!!!!

    EDITADO: Prefiro a Libertadores, mas não significa que por isto eu devo desrespeitar o Hino Nacional. E ladrão aqui tem aos montes…

  • GUILHERME COLORADO diz: 20 de setembro de 2010

    TOMARA QUE ESSE ASSUNTO TOME GRANDE REPERCUSSÃO!!!!!!!!!!!

    HÁ MUITO QUERIA QUE ISSO VIESSE A TONA, MAS OUTROS COLEGAS TEUS SE ACOVARDARAM, DIANTE DE -EMAILS FAZENDO ESSE PEDIDO!!!!!!!!

    PARABÉNS PERIN, E PREPARE-SE PARA OPINIÕES PESADAS!!!!!!!!

    ABARÇOS!!!!!!!!!!!

  • Mario Jorge diz: 20 de setembro de 2010

    Entendo tua indignação e respeito o Hino, seja qual for. Agora, eu me dou o direito de não cantá-lo em estádios, a não ser que seja uma final de campeonato. Mais ridículos são os políticos que inventam esta de cantar hinos em jogos comuns, sejam qual for o campeonato.Fosse final, como já mencionei antes, até dá para se entender. Patriotismo e civismo se aprende na escola e na família. Obrigar as pessoas a cantar hinos antes de jogos normais é o cúmulo da idiotice. Concordo contigo no ponto do desrespeito, mas eu não canto, embora respeite o momento ficando em silêncio. Abaixo a execução de hinos em estádios, a não ser que seja final ou alguma ocasião especial.

    editado: eu também não canto, mas não fico cantando qualquer outra coisa na hora.

  • Dilson diz: 20 de setembro de 2010

    É isto que acontece quando não se tem mais nada em que pensar: Porto Alegre tem 100% de esgoto coletado e tratado, nossas vias são exemplo de fluxo e conservação, todos nossos compatriotas tem atendimento de saúde e educação de bom nível. Por quê escrevo isto? Por que a justificativa do nobre vereador que inventou a lei do hino é a seguinte: “acho bonito o estádio cantando o hino nacional…” Ora, se faltam problemas para receber atenção dos vereadores eles que peçam o fechamento da Câmara ou comprem os jornais diários para se informarem.

  • COLORADO DE CXS diz: 20 de setembro de 2010

    MEU PAIS É O RGS, MINHA SELEÇÃO É A DO INTERRRRRRRRRRRR, MEU HINO É O RIOGRANDENSE, SOU POPULAR DO INTER E ODIAMOS O RESTO DO BRASIL, E VIVA O RGS E VIVA MINHA SELEÇÃO INTERRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR, seleção brasileira eu odeio de alma e coração. DALE COLORADO , DALE POPULAR DO INTER BANDA CXS.

  • Lucas diz: 20 de setembro de 2010

    Fico triste lendo a maioria dos comentários dos meus colegas, pois aí vemos que tem muita gente querendo virar paulistinha ou carioca. Bando de ingrato. Torcida do Grêmio e do internacional que cantam o hino do RS na hora do nacional TEM O MEU TOTAL RESPEITO E APOIO. Aliás, quando se paga o ingresso para assistir a partida se tem o direito de falar e cantar o que der na telha. EU AMO MEU RS, mas fico envergonhado com esse bando de gaúcho paraguaio. Vão morar lá em sp, com a gentinha de voces, e deixem meu RS com gente que ama esse estado, como a torcida do Grêmio e a do internacional.

  • edgard diz: 20 de setembro de 2010

    Grande, Perin. estamos cada vez + “conhecidos” no restante do País, por essas demonstrações de xenofobia. oq devia ser motivo de orgulho aos gaúchos q estão fora do estado, nos deixa envergonhados pelas ações de alguns. respeito a festa Farroupilha e o Hino, porém essa festa se dá no território maior, que é a União, portanto a execução do HINO NACIONAL, deve vir em 1º lugar e ser apreciado c/respeito, mesmo que não se goste.
    obs: considero uma demagogia a sistemática execução em eventos esportivos ou outros, oq só causa desgaste. abçs

  • Lucas diz: 20 de setembro de 2010

    E volto a dizer, RS É MELHOR DO QUE O RESTO DO PAÍS INTEIRO JUNTO!
    DOA A QUEM DOER !!

  • marcelo diz: 20 de setembro de 2010

    O brasil é nosso inimigo, já arrumou tudo pro curintia ganhar denovo o brasileiro. A cbf é estrangeira e nossa pátria é o Rio Grande. Viva o 20 de setembro, viva a república rio-grandense. É inter e grêmio contra o resto do mundo. É Rio Grande (e seu único e sempre aliado, Santa Catarina) contra o Brasil!

    obs.: RS e SC foram aliados em todas as vezes que o RS se levantou contra a opressão, tirania, corrupção, oligarquias. Farrapos, com a Rep Juliana em solo catarinense, Federalista (basta dizer que o fim da revolução foi com a vitória em Desterro, atual Fpolis), 1930 (a marcha de Getúlio)!

  • Márcio diz: 20 de setembro de 2010

    Sou colorado e também fico envergonhado com a atitude das torcidas gaúchas.
    Viajo para diversos locais do Brasil e sempre sou bem recebido por “nós” brasileiros.

    Sei cantar todo o hino colorado, o hino riograndense e tb o hino nacional. E se bobear ainda sei um pouco o hino dos segundistas. Mas o importante é que respeito todos eles.

  • daniel diz: 20 de setembro de 2010

    quem vaia o hino ou nao respeita o hino nacional nao sabe sua propria historia. SOU GAUCHO DE TODAS AS GERAÇOES DA MINHA FAMILIA, AO CONTRARIO DOS MUITOS SCHIMITS, BARLETAS QUE FICAM FALANDO BOBAGEM POR AI.

  • Madalena diz: 20 de setembro de 2010

    No tocante ao futebol, esse país respeita o Rio Grande do Sul? Não!!!!!!!!!! Então vão cantar o Hino Nacional lá em SP e RJ!

  • Tito Porto Alegre diz: 20 de setembro de 2010

    Ora, não se amofinem… O Hino Nacional Brasileiro seria desrespeitado se fosse desdenhado por um povo culto, honrado, patriótico e autêntico. Ser tratado com descaso pelos gaúchos não atinge a glória do hino brasileiro. O gaúcho é desprezível desde a época do Brasil imperial. Tanto que, até hoje, é um povo complexado, traumatizado, carente, infeliz e que precisa de muletas de um falso orgulho e de tradições cisplatinas para manter-se de pé. Cada um dá o que tem e vcs têm o que os cavalos deixam na rua depois do tal do desfile farrapento de 20 de setembro. Pensem nisto!

  • LUCAS diz: 20 de setembro de 2010

    ESTAVA NA RESSACADA E CANTEI O HINO NACIONAL COM RESPEITO, E REPUDIEI A ATITUDE DE VARIOS TORCEDORES DA GERAL QUE CANTAVAM NOSSO HINO RIOGRANDENSE AO MESMO TEMPO.
    SERIA IMPORTANTE OS RESPONSAVEIS PELAS TORCIDAS ORGANIZADAS ORIENTAREM OS PARTICIPANTES A RESPEITAREM ESTE MOMENTO.
    VAMOS CANTAR O HINO RIOGRANDENSE SEMPRE… DEPOIS DO HINO NACIONAL, ALIÁS, NÓS GAUCHOS, SABEMOS NOSSO HINO E AMAMOS NOSSA TERRA AONDE QUER QUE ESTEJAMOS, VAMOS CULTUAR NOSSAS TRADIÇÕES SEMPRE, ERRAMOS E PODEMOS CORRIGIR ISTO, É SÓ QUERER!
    CATARINENSES, PARANAENSES E O RESTANTE DOS BRASILEIROS COMO NÓS!!!
    NÃO SOMOS MELHORES QUE QUALQUER OUTRO BRASILEIRO, SOMENTE NÃO PODEMOS FICAR QUIETOS MUITAS VEZES SENDO OFENDIDOS POR UMA MINORIA IGNORANTE E RECALCADA, QUE COM CERTEZA EM ALGUM MOMENTO DA VIDA JÁ FORAM BENEFICIADOS POR OBRAS E SERVIÇOS PRESTADOS POR ALGUM GAUCHO QUE SABE CANTAR SEU HINO E TEM VIRTUDE.

  • Tiago diz: 20 de setembro de 2010

    Perin, concordo com vc.

    Obrigar a cantar o Hino Nacional em todos os jogos, é banalizar um símbolo da nossa pátria!

    Mas cantar o Hino Riograndense, ou uma música, em cima do Hino Nacional é desrespeito a nossa pátria. Será que estas pessoas que não respeitam e não gostam do Brasil como um todo continuaram trabalhando no dia dos jogos da Seleção na Copa? Será que não comemoraram o gol do Robinho contra a Horlanda e depois xingaram o Felipe Melo e Julio Cesar pela derrota?

    Sou gaúcho e tenho orgulho da minha terra. Moro em São Paulo e hoje pela manhã, como todo o 20 de setembro, cantei o nosso hino ao acordar. Mas sempre que vou ao estádio quando estou no sul, ouço o Hino Nacional como cidadão brasileiro, pois sou gaúcho antes de brasileiro, mas também sou brasileiro e me orgulho disso também!

    As direções de Inter e Grêmio precisam impôr o respeito a este símbolo, pois é a imagem do clube que é manchada e não do Fulano, Beltrano ou Siclano…

    No Inter até acredito que isto possa vir a acontecer mais facilmente, mas no Grêmio, com esta “participação” que a Geral terá na futura Direção, creio que seja impossível. Alias, isto é algo que vai afudar o Grêmio, como afundou tantos outros times na Argentina, por exemplo…

  • Oscar Alho Filho diz: 20 de setembro de 2010

    Quanto baboseira por causa de uma música, herança dos anos de império e ditadura.
    Respeito é uma coisa, orgulho cego é outra.
    Tanto nacional quanto regional.
    Vão arranjar o que fazer.

  • Luiz diz: 20 de setembro de 2010

    Já havia abordado este tema em outras oportunidades.
    A mim parece que as torcidas, de grêmio e Inter, esquecem que antes de mais nada são brasileiros, e para dar demonstração do seu civismo, deveriam ter respeito pelo hino da Pátria.
    Mas sabe-se lá porque, resolvem cantar o do RS, quando o correto seria pelo menos ter respeito pelo pátrio.
    Freud deve ter uma explicação para isto! Depois não querem ser chamados de arrogantes pelas demais unidades da federação!

  • Felipe diz: 20 de setembro de 2010

    Nunca vou canta o hino do brasil na horas do jogo, e sim, canto o hino do rio grande do sul junto com todos no Olimpico, e Acho correcto o que a torcida do gremio fez ontem na ressacada. Por que cantarem0os o hino de um pais que não ta nem ai pra gente??? Pra que canta o hino nacional e depois o resto do brasil nos chama de viado???????? Não é Nós que atrapalhamos o brasil, ele que atrapalha o Rio Grande. Se copa do mundo tivesse GREMIO e inter, certamente eu viria. ABRAÇOS PARA OS GREMISTAS E PARA TODOS OS VERDADEIROS GAUCHOS

  • Paula Rosa diz: 20 de setembro de 2010

    Bom guris!

    Concordo que não se deve desrespeitar o hino nacional, também penso que podemos cantá-lo nos jogos, pois o patriotismo pode e deve ser cultivado em todos os espaços, assim como, honestidade e solidariedade. No entanto nossos políticos deveriam se preocupar com nossos hospitais, escolas, estradas, segurança e principalmente em honrar o cargo que receberam trabalhando em benefício do povo, coisa que infelizmente não o fazem.
    E acredito que os demais estados de nosso lindo e imenso país, poderiam cantar o hino de seus respectivos estados, assim como fazemos, cultivando a cultura e demonstrando o amor e respeito que possuem pelo Brasil e por seus estados, ao invés de simplesmente criticar os gauchos. Amamos nosso país, mas cultivamos também o amor ao nosso Rio Grande!!

    Sirvam nossas façanhas de modelo a toda terra!! \o/

    Saudações tricolores!!

  • Carlos Dias diz: 20 de setembro de 2010

    Sou colorado, torço para o Inter e para quem joga contra o gremio. Mas ontem, na ressacado, sinceramente, desejei que o gremio aplicasse uma goleada no avaízinho. Antes do jogo começar eles não ofenderam aos gremistas, e sim aos gaúchos. Rivalidades a parte, em plena Semana Farroupilha, não se pode tolerar que um povinho que vive de turismo e pesca nos desrespeite. Aqueles menezinhos da ilha são desprezíveis. Também acho que o hino nacional deveria ser respeitado. Mas diante da intolerância e do preconceito do resto do Brasil contra nós gaúchos, não posso deixar de expressar minha indidnação e ficar a favor do nosso povo. Divergências entre colorados e gremistas nós resolvemos aqui. Agora não podemos deixar os forasteiros falarem mal do nosso povo e ficarmos quietos. Vide comentários do Giba e Tito, essa é a opinião do País inteiro em relação ao nosso povo. Porque devemos respeitar quem nos despreza?

  • Antonio Carlos diz: 20 de setembro de 2010

    OLHA MEU AMIGO! ESTE PAPO DE HINO BRASILEIRO É BALELA, OU VC COMO REPORTER NÃO PERCEBEU AINDA QUE EM QUALQUER RAMO DA SOCIEDADE BRASILEIRA O PAÍS COMEÇA DE SÃO PAULO PARA CIMA, NOS AQUI DO SUL SOMOS CONSIDERADOS ARGENTINOS, NOSSOS CLUBES DE FUTEBOL, A NÃO SER OS QUE SE TORNAM AMIGUINHOS DA IMPRENSA E DA CBF, SÃO PERSEGUIDOS, ROUBADOS E CLASSIFICADOS COMO VIOLENTOS (QUANDO OS JOGADORES DO SÃO PAULO, CORINTHIANS E PALMEIRAS E OUTROS MENOS VOTADOS, DÃO PAU, SÃO COMPETITIVOS, NOS SOMOS DESLEAIS E MARGINAIS. QUANDO O GRÊMIO DISPUTOU A FINAL DO CAMPEONATO BRASILEIRO CONTRA A PORTUGUESA, OS PAULISTAS FORAM DENOMINADOS “PORTUGUESA, A NAMORADINHA DO BRASIL”, E A NAMORADINHA FOI ESTUPRADA, RSRSRSR. ACHO TAMBEM QUE ISTO NÃO É UM SENTIMENTO ISOLADO, PORQUE COMO SE EXPLICA QUE O GOVERNO FEDERAL, JÁ A ALGUNS MANDATOS SEJA DE UM PARTIDO DIFERENTE DO GOVERNO DO RIO GRANDE DO SUL, SERÁ COINCIDÊNCIA? AH! RESTA AINDA RESSALTAR QUE OS PARANAENSES, NA REALIDADE SÃO PAULISTAS QUE SE MUDARAM DE SÃO PAULO E OS CATARINAS SÃO EXTREMAMENTE PUXA SACO DE PAULISTAS E CARIOCAS! VIVA O RIO GRANDE, NÃO NOS QUEREM, NÃO PRECISAMOS DELES MESMO! TENHO ORGULHO DE SER GAUCHO! E SE TIVER ALGUM QUE NÃO GOSTE DAQUI, QUE VÁ BABAR O OVO DELES!

  • Gabriel Muller diz: 20 de setembro de 2010

    Imagina quantos ipocritas estao escrevendo tal besteiras,ignorando o resto do pais,so por odiar o eixo rio-sao paulo ,eu tb nao gosto muito,mas ai ja e demais colocar o rgs como um pais,imagina sendo um pais,o gauchao iria ser o campeonato da provinçia,quando um gaucho no verao fosse para as praias de santa catarina ou morar em floripa ou outras cidades para estudar,talves estes marginais que apoiam tal atitude,seriam tratados como se fosse um imigrante nos estados unidos,seria tratado como um cachorro,se bem que tem cachorro muito bem tratado por ai,mas felizmente isso e uma parte de alguns que se acham espertos e inteligentes,mas na verdade sao mais burros que um animal,o pessoal la de cima eixo rio-sao paulo,todo mundo sab que eles tem inveja pelo povo do sul,por sua festa em estadios,sua equipes aguerridas,e muitas outras coisas,e tb por ser um dos unicos estados a cantar o hino da sua terra,coisa que e difiçil encontrar em outros estados,mas dai pagamos um papelao desrespeitando o hino naçional,entao se nao querem cantar,que fiquem quieto,mas nao se pod fazer um papelao destes para o pais inteiro ver e ficar zuando do povo do sul,dizendo que cantamos o hino, so do rio grande,pq nao sabemos cantar o hino naçional.

  • douglas diz: 20 de setembro de 2010

    Hipocrisia é ficar levantando esse discurso de respeitar os simbolos nacionais quando na verdade ninguém está nem aí pro que acontece no país de verdade. Qual a última vez que os brasileiros fizeram alguma coisa “unidos” a não ser torcer pra seleção? mais de 80% dos brasileiros sequer sabem cantar o hino do brasil. Se os gaúchos cantam seu hino e sentem orgulho de elevá-lo, isso é digno de aplauso. Gaúcho sempre levantou a bandeira do Rio Grande, isso é historico, então.. não venham com essa – e aí sim verdadeira – hipocrisia.

  • Anderson diz: 20 de setembro de 2010

    Garanto que esse Lucas e outros “gauchos bunda móle” aí, nunca saíram do Rio Grande do Sul… Vivo fora a quase dez anos e cada vez mais me convenço de que esse gauchismo exarcerbado é a maior babaquice, simbolo do complexo de inferioridade como afirma um dos comentários aí acima… Melhor estado do pais???? hahahaha bota piada nisso, quem diz uma m. destas nunca deve ter passado do mampituba!!!

  • Rodrigo diz: 20 de setembro de 2010

    Puyol beijando a braçadeira de capitão do Barcelona (que é idêntica a bandeira catalã) pode… Os narradores catalãos, saudando a catalunha a plenos pulmões pode… Eu canto o que eu quiser! Se eu quiser cantar o Hino Rio-Grandense eu canto! Vamos parar com a demagogia… Legal é ver tua grande “isenção”, ao “prever” o afundamento do Grêmio… Ora… Vá pentear macaco! Eu vi bem, o “afundamento” que a La 12 causou no Boca… QUATRO copas em menos de DEZ anos…

    O futebol argentino não afundou por causa das barra-bravas… Afundou por dirigentes corruptos… Barra-bravas existem a mais de 50 anos… Vá ler antes de falar besteira, gordinho!

  • Ricardo Floripa diz: 20 de setembro de 2010

    Tenho a minha idéia formada, cantar hino nacional só em eventos especiais, o desrespeito ao mesmo também não concordo.

    Quanto aos comentários de ódio ao resto do país, é coisa de colorado maluco que não tem o que fazer, falou tanta besteira, bem que poderia ter ficado calado!

    Sou gaúcho, mas pregar independência do Rio Grande e Santa Catarina, em revoluções de séculos atrás e fomentar ódio aos outros estados é no mínimo burrice que atrai a antipatia do resto do país!

    Em Floripa existe um ódio aos naturais do referido estado, e as atitudes destas torcidas não refletem o pensamento de todos que vivem nos pampas.

    Penso que as direções dos clubes envolvidos tem que chamar os responsáveis pelas torcidas
    citadas e mandar parar de fazer isto ou então acabar com o ingresso destes mal-educados,
    verdadeiros sem-noção!

  • Rodrigo diz: 20 de setembro de 2010

    Vendo o comentário do “Glorioso” Tito Porto Alegre, só tenho uma coisa a dizer, neste 20 de setembro: CANTO E VOU CONTINUAR CANTANDO, COM MUITO ORGULHO…

  • elias diz: 20 de setembro de 2010

    É, cuidado senhores gauchos com essas manifestações facistas, xenófobas e idiotas, pois isso demonstra complexo de INFERIORIDADE. Podem consultar os especialistas! Sou contra a execução dos hinos,por um simples motivo: nossos times estão crivados de uruguaios, argentinos, chilenos, etc. etc. e portanto é uma estupidez faze-los cantar nosso simbolo. Se todos não o cantam, melhor não executá-lo. Outra, essa dificuldade atual é que nos colégios não se ensina mais moral e cívica, bem ou mal, unia nossa juventude. Agora é só camiseta com o che guevara – ,uma dos maiores assassinos da história. Prefiro nosso humilde Tiradentes, êsse sim, morreu pelos outros heroicamente.

  • koyote diz: 20 de setembro de 2010

    Sou Gremista, e os colorados estão de parabéns por cantarem com todo o fôlego o hino do Rio Grande Do Sul.

    A torcida do Inter e do Grêmio são as 2 unicas q cantão o hino de seu estado antes, durante e depois dos jogos.

    Salve o Rio Grande Do Sul!!!!

  • Moe diz: 20 de setembro de 2010

    A mídia também tem sua parcela de culpa nisso. Nossos veículos passaram décadas fomentando essa presepada do 20 de setembro e só podia dar nisso. Sempre existiram gaúchos arrotando seu bairrismo compulsivo e se achando os melhores em tudo, e a semana farropupilha vem pra atirar gasolina na fogueira.

  • Luiz Roberto Cunha diz: 20 de setembro de 2010

    Nossa que falat de assunto. Isso acontece em todos os lugares e todo tempo. Só um colunista de tamanha grandeza enxerga este problema. puxa como você descobriu isso agora?
    E dizer que o PR é o melhor lugar do mundo é brincadeira. E gaúcho é que é bairrista.
    vamos acordar para realidade e debater assuntos que mudarão a vida dos brasileiros. Agora criticar torcida de futebol que não canta o hino? Ah vai achar assunto mais sério para comentar.

  • Luiz Roberto Cunha diz: 20 de setembro de 2010

    Acabo de assistir na tua RBS uma propaganda que diz que ” sou gaúcho e por isso canto o Hino Riograndense nos jogos de futebol”, e tu vem com essa conversa fiada. Então o que vale? Cuidado que a RBS te manda para longe

  • Rodolfo diz: 20 de setembro de 2010

    Errado senhor blogueiro, o país é LIVRE E DEMOCRÁTICO, portanto, eu canto o que eu quero cantar…viva o Hino Riograndense

  • luiz diz: 20 de setembro de 2010

    É direito inalienável do povo se manifestar. Ponto. Todo o resto é bobagem!

  • luiz diz: 20 de setembro de 2010

    Por sinal, tu fizeste um grande deserviço ao colocar este assunto em debate. MEUS PÊSAMES pela tua falta de tato.

  • joao luzzi diz: 20 de setembro de 2010

    gaúcho – gremista e brasileiro nesta ordem. Lembremonos: nós gaúchos mais do que qualquer outro povo brigamos e lutamos para fazer parte do Brasil por isto, mesmo achando uma babaquice e desrespeito querer obrigar a se cantar e ouvir o hino brasileiro antes de jogos acho que devemos respeito (mesmo que o mínimo). Antes de misturarmos gremio ou inter: qual outro estado tem um hino que é conhecido, cantado e respeitado por seu povo quanto o gaúcho? Mesmo fazendo parte de um ESTADO “falido” tenho MUITO ORGULHO e respeito por este ESTADO, seu hino e suas tradições. Não se trata de ser arrogante ou querer desrespeitar outros, mas são poucos os que conheçam o hino de seu estado para PODER CANTAR antes dos jogos. Isto sim talvez seja um atraso!!!

  • André diz: 20 de setembro de 2010

    Perin!!
    Babaquice. Quem desrespeita o hino brasileiro? Só os torcedores gaúchos? Porque qdo toca o hino, os narradores da tv e rádio tb não ficam quietos ou cantam juntos, de pé em posição de sentido? Mas eles não param de falar.
    Outra: hoje, 20 de setembro, não mostraram sequer uma imagem no jornal nacional do RS, agora, falaram um monte de abobrinha do curintiam e do antonio lopes, nem falaram da obras do grêmio. Se fosse coisa ruim, com certeza iria aparecer. É claro q isso dá desgosto pra nós gaúchos. E por isso essa briga contra o “sistema”
    E tb é brabo querer q a peonada respeite o hino qdo nossos políticos nem sabe o q significa respeito.
    A educação começa em casa e depois nas escolas. Os lares andam meio em crise, pois os pais q exigem são retrógrados, indo contra tudo q se mostra nas novelas e filmes. E nossas escolas, outra instituição em crise de identidade, mas isso por causa dos governos. Daí o cara vai servir aos 18 anos e volta pra casa maconheiro…
    Como se vê, essa discussão é muito mais abrangente. Mas ser obrigado a cantar o hino em jogos é só mais uma lei q nos enfiam goela abaixo. Em vez de educar, tentam nos obrigar.
    Abraços

  • Rodrigo Michelon diz: 20 de setembro de 2010

    Parabéns pela denúncia. Essa xenofobia, disfarçada de amor ao RS, me envergonha profundamente. Esse debate precisa continuar.

  • luiz diz: 20 de setembro de 2010

    Concordo contigo, Perin! Esse tipo de atitude não engrandece nosso estado nem o povo gaucho. Nosso Hino, o Estadual, pode ser cantado(a pleno pulmões e a qualquer hora) sem a necessidade de desrespeitar ninguém. É por essas “gauchadas” e outras que o povo do RS é motivo de preconceitos, chacotas e piadas no resto do país. Acho é pouco! Pra que essa prepotência toda? Como se o povo gaucho fosse um ser superior em força, beleza ou inteligência…ridículo! Quanta babaquice! Isso é coisa de povo medíocre, sem educação, liso, bêbado e/ou recalcado…
    Felizmente, sabemos que esse tipo de atitude e/ou opinião é de uma minoria. A grande maioria do povo gaucho é educado e respeitoso.

  • Kiko diz: 20 de setembro de 2010

    A atitude das torcidas não é um desrespeito, mas sim uma espécie de protesto. Pode ser que eles nem saibam que estão protestando, mas é uma coisa que está “por entre as linhas”.

    Quando uma pessoa não canta o hino de seu país, é pq não se considera cidadão dele e não tem orgulho do mesmo. O por que disso? basta ver a nossa política e o que acontece no dia-a-dia da sociedade.

    Eu tenho MUITO mais orgulho de ser gaúcho de que brasileiro. Aliás, tenho vergonha de ser de um país onde ainda há coronealismo e roubalheira na política. Não que no Rio Grande do Sul não haja corrupção, mas é um porcentagem bem menor do que no resto do Brasil.

    Canto o Hino do Rio Grande pois tenho orgulho de ser Gaúcho, este é meu PAÍS!!!

  • Robbie Fowler diz: 20 de setembro de 2010

    Cantar hino é coisa para militar, coisa de quem é pago pelo Estado. De nós CIVIS, o Estado só nos rouba, nos arrocha, nos assalta, seja na esfera municipal, estadual ou federal. Eu cago para o hino riograndense, igualmente para o hino brasileiro. No dia em que o Estado me der retorno de tudo aquilo que eu entrego para ele (e principalmente daquilo que ele me força a entregar), serei patriota até mais que um estadounidense!

  • tricolor diz: 20 de setembro de 2010

    Sou Catarinense e torcedor do Grêmio. Já tinha notado isto nos jogos da dupla. Agora isto vindo de um povo como o do Rio Grande do Sul, é de lamentar. Um povo que respeita suas tradições e sempre está citado como um dos povos mais cultos deste Brasil, é muito feio.

  • GUILHERME COLORADO diz: 20 de setembro de 2010

    VAMOS INICIAR UMA CAMPANHA:::

    CANTAR O HINO RIOGRANDENSE SEMPRE QUE FOR TOCADO O NACIONAL!!!!!!!!!

    TANTO NO BEIRA-RIO COMO NO OLIMPICO!!!!!

    ATÉ ACABAREM COM ESSA PALHAÇADA DE HINO NACIONAL NOS NOSSOS ESTÁDIOS!!!!!!!

    VAMOS COMEÇAR NESSA QUARTA, NO OLIMPICO, E DOMINGO NO GIGANTE, AMBOS CONTRA RIO-SP!!!!!!!

    VAMOS INFLAMAR ISSO, VOU LANÇAR NO ORKUT E NO TWITTER!!!!!!!!
    E QUEM NÃO GOSTAR PODE MORAR EM OUTRO LUGAR!!!!!!!

    AQUI É O RIO GRANDE, AQUI SÓ FICA QUEM AMA ESSA TERRA ACIMA DE TUDO!!!!!!!!!!!

  • marciano raimundo diz: 20 de setembro de 2010

    Bah falar em respeito ao Hino do brasil com tudo que as autoridades fazem neste pais de M nada . e brincadeira . estudei no rosario e cantavamos todos anos no 7 setembro o hino do brasil e hoje nao canto no estadio e nem em lugar algum , nao sou brasileiro sou Gaucho . meu pais e meu riogrande este sim e minha patria . o resto do pais que se exploda . viva a republica separatista do pampa . somos e sempre seremos do pais chamado Rio Grande do Sul .

    Brasil vergonha

  • Carlos Dias diz: 21 de setembro de 2010

    E tem mais. eu sei cantar o Hino Nacional. O que é desrespeito não é o gaúcho gostar de cantar o hino riograndense, mas sim jogador de futebol, até mesmo da Seleção Brasileira, ficar só mexendo os lábios na hora do hino por não saber a letra. Imaginem, uma competição de nível internacional, a câmera foca o jogador de cima no hora do hino e muitos sequer tentam disfarçar que não sabem.

  • ANTONIO CARLOS diz: 21 de setembro de 2010

    Boa Guilherme! Sou gremista e voce é colorado, mas concordo em gênero e numero com o que voce diz! Para defender nosso Estado contra esta cambada de lacaios (inclusive alguns daqui mesmo) que insistem em tentar desfazer de nossa terra e de nosso povo! Estes otários que se dizem gauchos e falam mal de nossa gente e de nossa terra são filhos de chocadeira e não tem sangue nas veias, deveriam se mudar daqui e ir para o lugar onde se sentem bem! Façam uma enquete no Rio e São Paulo para ver o que pensam de nosso Estado? Como é que vamos acariciar o cão que te morde a mão?

  • Carlos Dias diz: 21 de setembro de 2010

    Essa do Ricardo Floripa dizer que em Florianopolis existe um ódio somente aos naturais do nosso Estado é piada. Eu não piso em Floripa há anos. Falam da gente mas o manezinho é o ser mais arrogante do planeta, basta ver os posts nas comunidades das redes sociais. Pregam o ódio a todos que são de fora. Não gostam nem de quem é do estado de SC. Se acham superiores até mesmo ao pessoal do Estreito( mesma cidade, porém no continente). Vivem do turismo mas odeiam turistas. Ficam naquela palhaçada de fora haolle, se acham havaianos, pelo menos nós gaúchos cultivamos nossas tradições e não importamos cultura dos USA.

  • guilherme diz: 21 de setembro de 2010

    concordo com com vc, perin. se nao quer cantar o hino, fique em silencio e respeite a execuçao do hino nacional.
    quando alguem fora do RS desrespeita nosso hino riograndense, nos nos sentimos ofendidos.
    mas quando nos desrespeitamos um unico que eh de todos os brasileiros (inclusive meu e dos gauchos nao modinhas pseudo revoltados), achamos que eh um ato de “civismo platino”.
    demagogia eh uma merda, a revoluçao farroupilha nem era realmente separatista (estudem a fundo a historia da revoluçao e verao que se canabarro quisesse separar mesmo, nos seriamos independentes ou teriamos sido destruidos)
    basta olhar a demagogia dos “revoltados” aqui
    mimimi, o RS eh o paraiso e tudo de ruim soh acontece nos outros Estados, mimimi e sou revolucionario pq nao gosto do hino nacional nos estadios
    pff…se depender destas mentes vazias pra construir o futuro do rio grande, temo que estaremos pior que os estados mais pobres do pais em pouco tempo.

  • guilherme diz: 21 de setembro de 2010

    mais uma observaçao pros coitadistas aqui. alegam que a midia paulista e carioca ignora o RS e que ha muita corrupçao nos outros estados?
    ok, vamos ignorar nossa propria corrupçao e os problemas gauchos.
    entao quem mora no interior deve odiar o RS pq a RBS soh fala da capital e soh da atençao aos times de POA, ignorando Caxias, Juventude, Brasil e Pelotas?
    ou entao vou querer a independencia do meu bairro pq ele eh mais bonitinho que os outros da minha cidade, menos violento e pq os vereadores sao corruptos.
    ah, mas temos uma cultura propria, neh? vai ver pq todos os outros Estados sao iguais, a bahia nao tem nenhuma diferença pro rio ou pro amazonas. ou vai ver que o texas deveria se separar dos EUA pq eles sao completamente diferente dos nova yorkinos.
    pensem nas analogias e vejam quanta besteira demagogica vcs escrevem quando falam de separatismo

  • koyote diz: 21 de setembro de 2010

    Anderson,
    Já sai do RS sim. Fui para o Uruguai…

    Bunda-mole é vc q se mata de trabalhar para sustentar a luxuria dos políticos e acha Gostoso.

    Tu é só um roubado-manso!!!

    Tenho orgulho de ser Gaúcho sim, e ñ é uma pá de argumentos de segunda q vão me tirar esse orgulho.

  • SAULO diz: 21 de setembro de 2010

    O BRASIL É “INDEPENDENTE” HÁ MUITO POUCO TEMPO SE COMPARADO A OUTROS PAÍSES. SEI QUE É NECESSÁRIA A CONSTRUÇÃO DA IDÉIA DE PÁTRIA, MAS ISSO NÃO SE IMPÕE: SE CONSTRÓI. NA DITADURA MILITAR, TENTARAM IMPOR UMA IDÉIA DE PÁTRIA, DE UMA MANEIRA PECULIAR: QUEM NÃO ACEITASSE IA PARA O PAU DE ARARA.
    A MANIFESTAÇÃO DAS TORCIDAS GAÚCHAS É UMA MANIFESTAÇÃO EXPONTÂNEA E SINCERA DE UM SENTIMENTO, NADA IMPOSTO. QUEM SABE COLOQUEMOS UM POLICIAL FEDERAL AO LADO DE CADA TORCEDOR DOS ESTÁDIOS, PARA OBRIGÁ-LOS A CANTAR O HINO NACIONAL.
    E SE ALGUÉM ACHA QUE SABER CANTAR O HINO DO ESTADO É DEMONSTRAÇÃO DE XENOFOBIA…CARA, É DEMONSTRAÇÃO DO SENTIMENTO QUE NÓS GAÚCHOS TEMOS PELO NOSSO ESTADO. SE NO ESTADO DE VOCES É DIFERENTE, LEGAL, MAS NOS CRITICAR POR CONTA DO NOSSO SENTIMENTO, EU ACHO QUE É INVEJA.
    NÃO VOU AO ESTÁDIO DO MEU TIME HÁ ALGUM TEMPO, POIS ESTOU MORANDO NO INTERIOR. QUANDO MORAVA NA REGIÃO METROPOLITANA NÃO PERDIA UM JOGO, E MUITAS VEZES VI MINHA TORCIDA CANTAR O HINO RIOGRANDENSE, DO INÍCIO AO FIM, BEM ANTES DESSA LEI QUE OBRIGA A CANTAR O HINO. TAMBÉM VI MINHA TORCIDA CANTAR DO INÍCIO AO FIM A MÚSICA QUERENCIA AMADA DO TEIXERINHA. VOCES DE OUTROS ESTADOS, CONSTRUAM ESTA IDÉIA, NÃO NOS INVEJEM.
    PS. APESAR DE DISCORDAR, RESPEITO A OPNIÃO DESTE BLOG, E TAMBÉM PARABENIZO POR TRAZER A TONA UM ASSUNTO QUE JÁ ESTÁ A BAILA A HORAS E NINGUÉM TEVE PEITO PARA COMENTAR.

  • Jean diz: 21 de setembro de 2010

    Lamentável isso. Também acho uma tremenda falta de respeito. Os símbolos nacionais devem ser respeitados como tal, independente do país, seja do Afeganistão, do EUA, e até o hino BRASILEIRO. É de uma tremenda falta de educação o que vem ocorrendo.

    Faço coro pra uma campanha que isso não volte a ocorrer.

  • Carlos E. Hoffmann diz: 21 de setembro de 2010

    Não sei nem porque é entoado o hino brasileiro aqui no RS.
    O evento não é em solo Gaúcho.
    Que cantem o hino nacional em Brasilia, onde todos estao contentes com seus vultuosos e faceis salarios.
    NUNCA cantei e ninguem dos meus cantará hino de brasileiro.
    Rio Grande acima de tudo.

  • João Heracto de Matos diz: 21 de setembro de 2010

    Sou gaúcho de Santiago,amo a minha terra, resido em Floripa, acho lamentável a banalização do mais lindo dos simbolos nacional em partidas de futebol de campeonatos no Brasil. Os próprios jogadores que são os responsáveis pelos espetáculos sequer sabem cantar o hino. Eles teriam que reger a torcida, cantando em voz alta e corretamente. VAMOS CANTAR O HINO SOMENTE EM PARTIDAS CONTRA EQUIPES ESTRANGEIRAS.

    DÁ-LHE INTEEEEEEEEEEEEER

  • cesar diz: 21 de setembro de 2010

    o negocio eh separar do resto do brasil…
    meu país eh o Rio Grande… cantar o hino rio grandense em cima do nacional soh embeleza o cântico… jah o hino nacional fica atrapalhando o hino rio grandense…
    vale mais a pena ganhar libertadores pelo clube do coração
    do que ganhar copa do mundo pelo brasil…
    dalhe Rio Grande…
    naum tem nada de desrespeito…
    naum podemos escolher agora cantar o hino que quizermos…
    liberdade naum existe entaum…

  • Gaúcho Colorado de Cambará diz: 21 de setembro de 2010

    Sou a favor da Torcida Colorada cantando o Hino RioGrandensea plenos pulmões. Sou a favor até do Separatismo, se isso ainda fosse viável ou mesmo discutido na sociedade gaúcha com clareza de causas e de objetivos… No entanto, sou contra o desrespeito ao Hino Nacional Brasileiro. É possível ser Gaúcho, honrar tradições e cantar o Hino do RS sem desrespeitar o Hino Brasileiro. Afinal, gostemos ou não, é o nosso país. E, mesmo que não fosse, o desrespeito não deve existir. Aliás, o RESPEITO sempre foi uma das principais características do Gaúcho e que são ensinadas na tradição sulista. Há um porém que deve ser relatado: para tudo, há ação e reação, infelizmente. Conforme nos tratam nos outros estados, geram nossa reação. Um exemplo disso foi a torcida catarinense gritando para os gremistas e todos os gaúchos ouvirem (pela rádio/tv) o verso ‘gaúcho veado’… Meus familiares sempre ensinaram que o RESPEITO é uma via de mão dupla, ou seja, se eu quero respeito, preciso respeitar. Concluo parabenizando pelo tema abordado aqui, Perin. Democracia é assim.

  • EDU diz: 21 de setembro de 2010

    Não ia entrar nessa polêmica,mas se tratando do Rio Grande…
    Cara,QUE SE DANE símbolo nacional!Nós gaúchos para eles somos os “burros”,”arrogantes”,gays”e ainda querem exigir patriotismo em um país desigual,que discrimina sua própria população dependendo da região!
    Por quê para “eles” (não vou citar a região) o gaúcho é veado,o baiano é preguiçoso,o cearense é cabeçudo ou cabeça-chata,o nordestino em geral é burro,etc,etc…???
    Que se dane um país em que,enquanto uns ganham 24 mil por mês para não colaborar com nada para o desenvolvimento e ainda desviam o dinheiro público,outros precisam se “virar” com 500 ou 600 pilas por mês para pagar uma cacetada de contas e impostos que a “pátria amada” suga todo mês de todos nós!
    Ah, faça-me o favor…

  • marcio diz: 21 de setembro de 2010

    é infeliz a ideia dessa lei, observemos como são os desfiles de 7 de setembro… ja perderam a razão de ser faz tempo, herança dos tempos ditatoriais. sou contra a esse tipo de manifestações das torcidas organizadas. há outras maneiras de se fazer um protesto. o SILENCIO ABSOLUTO na execução do hino e cantar A PLENOS PULMÕES O HINO RIOGRANDENSE seria como um tapa de pelica, ao invés do desrespeito que empregamos. não gosto de como somos tratados pelo resto do pais, concordo que, muito de nosso rico e suado dinheiro foi parar em mãos que não nos agradecem, mas não nos cabe recorrer a lei de talião. vamos mostrar quão civilizados somos, que o nosso lado, o “RESTO DO BRASIL” é mais decente e justo.
    gostei muito do comentário que, os narradores esportivos tanto da tv quanto os do radio nao aguardam em silencio a execução dos hinos.

  • marcio diz: 21 de setembro de 2010

    Há, e não é só o sul que desrespeita a execução do hino.. mas isso não deve ser pretexto para nos, certo!?

  • Douglas Zenger diz: 21 de setembro de 2010

    Gauchada é isso ai nada de cantar o hino desse pais imundo temos que dar valor ao nosso estado que é sempre desalorizado perante RJ SP.
    São Paulo ñ pode realizar a abertura da copa se quer cogitaram o nosso estado querem que o Rio faça a abertura e o fechamento da copa.
    Cambada de invejosos nenhum outro estado tem tanto valor quanto o nosso e ficam com ciuminho bobo.
    Assim como a torcida do Grêmio foi quem começou primeiro a cantar no estadio e o inter tbm realiza isto muito bem nós denovo somos os pioneiros em cantar o hino me diga se en outros estados eles sabem cantar o hino deles como nós sabemos cantar o nosso.

  • Douglas diz: 21 de setembro de 2010

    É isso aí, Perin!

    Excelente texto. A direção do Inter precisa urgentemente tomar uma atitude quanto a isso. É um desrespeito, falta de educação e CRIME!

    A Popular e a Geral acham que inventaram a roda, mas estão passando de todos os limites. Precisam ser enquadrados e chamados à realidade.

  • edu diz: 21 de setembro de 2010

    Já que São Paulo está quase descartada,por que eles não colocam Porto Alegre que está com tudo em dia como sede da abertura da copa?NÃO ISSO NÃO!!!Tem que ser o Rio de Janeiro,o “centro das atenções do Brasil”a abertura e fechamento da copa!
    O dia que a abertura for confirmada para Porto alegre,mesmo no beira-rio eu irei cantar o hino nacional,do contrário…

  • antonio diz: 21 de setembro de 2010

    Bom, de boa, cada um cnata o que quiser na hora que quiser…
    Se a torcida quiser cantar, que cante!!!
    Ai vai do respeito de cada um!
    Se quiseres fazer apologia ao respeitto ao hino tudo bem…
    So não pode falar que estão errados, pq é livre e certa o direito de expressão!
    então que cantem o que quiserem!

    ps: Nosso hino é bme mais bonito!

    EDITADO: Também acho mais bonito, menos parnasiano, mais simples e fácil de decorar. Porém como tu viu no post, não existe isto de “direito de cantar o que quiser na hora que quiser”, pois existe uma lei proibindo isto.

  • Diogo F. da Cruz diz: 21 de setembro de 2010

    A torcida tem todo o DIREITO de não cantar o hino nacional. Mas tem o DEVER de respeitar. Também acho desnecessário e demagógico a execução do hino em todos os jogos, pra variar deve ser uma lei daquele bando de deputado desocupado e sanguessuga. Mas aí é outra historia, se existe uma lei, ela deve ser cumprida por todos. Respeite-se o hino nacional(se não quiserem cantar) e cantem a pleno o riograndense e deu. Acabou o problema. Tomara que esse post repercuta nos responsaveis e que estes corrijam este equivoco. E que o orgulho de ser gaucho não passe por cima dos nossos deveres como brasileiros.

  • MARCELO diz: 21 de setembro de 2010

    Agora sim cantarei com mais força ainda. Farei campanha para que a torcida do Grêmio cante o hino do RS três vezes, uma antes, durante e depois do hino do brasil. Espero que a torcida do inter entenda e faça o mesmo.

    CAMPANHA: NÃO ME LEVE A MAL, CANTAREMOS O HINO DO RIO GRANDE DURANTE O HINO NACIONAL!

  • cesar diz: 21 de setembro de 2010

    CAMPANHA: NÃO ME LEVE A MAL, CANTAREMOS O HINO DO RIO GRANDE DURANTE O HINO NACIONAL!

    isso aeh vamos aderir a campanha do nosso amigo marcelo
    dale o rio grande

  • Ricardo Floripa diz: 21 de setembro de 2010

    Ao Sr. Alexandre Perin:

    Direito de resposta:

    Acho que o meu comentário foi mal compreendido pelo cidadão Carlos Dias.

    Citei:

    “Tenho a minha idéia formada, cantar hino nacional só em eventos especiais, o desrespeito ao mesmo também não concordo.

    Quanto aos comentários de ódio ao resto do país, é coisa de colorado maluco que não tem o que fazer, falou tanta besteira, bem que poderia ter ficado calado!

    Sou gaúcho, mas pregar independência do Rio Grande e Santa Catarina, em revoluções de séculos atrás e fomentar ódio aos outros estados é no mínimo burrice que atrai a antipatia do resto do país!

    Em Floripa existe um ódio aos naturais do referido estado, e as atitudes destas torcidas não refletem o pensamento de todos que vivem nos pampas.

    Penso que as direções dos clubes envolvidos tem que chamar os responsáveis pelas torcidas
    citadas e mandar parar de fazer isto ou então acabar com o ingresso destes mal-educados,
    verdadeiros sem-noção!”

    Carlos Dias citou:

    “Essa do Ricardo Floripa dizer que em Florianopolis existe um ódio somente aos naturais do nosso Estado é piada. Eu não piso em Floripa há anos. Falam da gente mas o manezinho é o ser mais arrogante do planeta, basta ver os posts nas comunidades das redes sociais. Pregam o ódio a todos que são de fora. Não gostam nem de quem é do estado de SC. Se acham superiores até mesmo ao pessoal do Estreito( mesma cidade, porém no continente). Vivem do turismo mas odeiam turistas. Ficam naquela palhaçada de fora haolle, se acham havaianos, pelo menos nós gaúchos cultivamos nossas tradições e não importamos cultura dos USA.”

    Este tipo de matéria só poderia trazer à tona os comentários que pude constatar, na maioria
    sem noção das coisas.

    Embora eu seja gaúcho moro aqui há 31 anos, e é por estes comentários anti-resto do país que a gente que mora aqui tem que ouvir os naturais daqui manifestrando-se contra quem é do Rio Grande, e pásmem, com toda a razão!

    Este cidadão não vem faz anos como ele mesmo disse, aí está a manifestação totalmente fora de hora, como sabe que existe um sentimento de naturais daqui tem sobre outras pessoa de outros lugares? Quantos anos faz, 1, 2 3, 5, 10, 15, ou mais tempo?

    Aí dizer que os florianopolitanos não gostam de ninguém de fora é uma mentira deslavada, e
    se não conhece um lugar direito, como pode tecer este tipo de comentário?

    Porque muitos gostam dos naturais do Rio de Janeiro? Até o Renato vive lá faz anos! Talvez por serem hospitaleiros? Não, nós gaúchos também o somos! Será que o sentimento de independência, de não fazer parte do resto do país? Não! Tanto que se notarem os últimos treinadores da seleção brasileira e o atual é gaúcho! Então por que esta mania de achar-se melhor que os outros estados?

    Meus ancestrais lutaram nas guerras que o Rio Grande do Sul foi bucha de canhão, contra o
    Paraguai, contra a Argentina e também na dos Farrapos!

    Não sou a favor de ouvir vez após vez obrigado por lei a tal música, que muitos nem sabem cantar, a letra do mesmo é difícil, ele foi composto há quase 200 anos, e a grande maioria da
    populção não sabe canta-la, talvez por isto que só tocam uma parte do mesmo!

    Se for por respeito deveriam cantar TODO o hino, e não só uma partitura, e só nas copas do mundo é que todos são brasileiros?

    A questão não é esta, nós vivemos num país que não só o Rio Grande do Sul, e aí está a questão, fazemos parte queiramos ou não!

    E o que o comentarista mencionou sem ofender ninguém é uma verdade incontestável, quem
    está no estádio teria que ficar no mínimo em silêncio, pelo instante, não estou pregando patriotismo hipócrita etc., este negócio de patriotismo de fachada não agrada-me, e quem
    fez esta lei deve ser político, ah! estes políticos que só lembram-se que existe povão só de
    quatro em quatro anos! Ih! Estamos bem nesta época, e quem será eleito por sinal não será uma gaúcha?

    Quem governa o estado do Rio Grande do Sul é gaúcha? Tanto faz onde nasceu! Ninguém é melhor cidadão se nasceu aqui, aí, lá ou aco-la! Isto seria discriminação ou preconceito que como o de raça é venenoso e só traz infelicidade! Portanto ficar em silêncio respeitoso é uma
    questão de educação!

    Será que gostariam de que o hino rio-grandense fosse desrespeitado em outros lugares do Brasil? Claro que não! Então se não sabem canta-lo fiquem um momentinho em silêncio, não
    é manifestando-se ostilmente pra todo Brasil que ganharão admiração e respeito.

    mas se o caso é o respeito, porque só tocam-se a O fato é que, por não serem ensinados direito como proceder numa ocasião em que canta-se o hino nacional brasilieiro

    f

  • Rafael diz: 21 de setembro de 2010

    O Brasil, hoje em dia, não me traz qualquer motivo para me orgulhar. Infelizmente. Mas, como sou provido de um belo conhecimento, não me sinto pândego em vaiar e desrespeitar o Hino Nacional, contanto que não o faço. Agora, julgar pessoas desprovidas de cultura, educação, caráter e afins, é um tanto pérfido. Vivemos em uma época de pura intolerância e ignorância, onde poucos pagam por muitos.

    Espero que o autor do texto pense um pouco antes de escrever e lançar ao léu qualquer coisa, um formador de opiniões não pode se limitar somente ao substâncial.

  • Rafael diz: 21 de setembro de 2010

    Não aceitar um comentário, dentro dos seus “termos e condições”, é tão baixo quanto vaiar a explanação de um hino nacional, ambas são atitudes incostitucionais. Já que gosta tanto da CF/88.
    “Nunca procure dissuadir quem estiver avançando, não importa quão lentamente o faça.”
    Platão

    EDITADO: não entendi. Teu comentário não foi aprovado pelo simples fato de que eu não leio imediatamente, já que tenho outras funções. Em menos de meia-hora estavas me ‘cobrando’ pela aprovação.

  • Rodrigo diz: 21 de setembro de 2010

    Já que essa é a tua opinião, boa sorte… Fica em casa vendo o jogo no PPV e põe no mudo na hora do hino…

    Não temos o direito… HA! Vai cantar o hino nacional enquanto olha para uma foto do Sarney lá então vai… Grande vontade de respeitar algo que representa um país que SEMPRE escanteou nossa unidade federada…

    O problema do Brasil é a falta de autonomia dos estados… Sempre foi… Sempre vai ser…

    editado: 1° olha a quantidade de escândalos do último governo do estado. 2° duvido que você vá mais a jogo de futebol que eu. 3° autonomia dos estados nada tem a ver com desrespeito ao hino.

  • Carlos Dias diz: 21 de setembro de 2010

    Faz exatamente cinco anos que não vou à Floripa. A cidade é linda, de uma belea natural ímpar. O que digo é com conhecimento de causa. Na praia Logoinha do Leste, por exemplo, assisti à vários manezinhos espancarem um turista por que ele permitiu que um cachorro entrasse na água. Umas duas horas depois, uma mulher do grupo deles entrou dentro da mesma água com um cigarro aceso e ninguém falou nada. Contratamos uma vã para se deslocar melhor dentro da cidade e o motorista espancou um uruguaio. Nós gaúchos não gostamos de quem não gosta de nós, mas os menezinhos não gostam até de quem gosta deles. Para terem um exemplo, existe uma comunidade no orkut, feita por turistas que passaram pela Barra da Lagoa (belíssima praia) e simplesmente os naturais do lugar foram grosseiros alegando que quem é de fora não pode falar sobre a Barra, que a praia é deles, fora haolles e coisas do gênero. Não é um caso isolado, tem várias outras comunidades pregando o ódio contra quem é de fora, é só entrarem e verem. Inclusive com pessoas sugerindo se organizarem para hostilizarem os haolles. Eu adoro praia, acho a cidade linda, mas o povo de lá cosegue ser mais arrogante que os gaúchos que eles tanto desprezam. Como só vou onde sou bem recebido, troquei Floripa por Salvador, o povo nordestino é bem hospitaleiro e trata bem o turista porque sabe que o turismo contribuí para o desenvolvimento do Estado.

  • GUILHERME COLORADO diz: 22 de setembro de 2010

    MUITO BOA MARCELO, NÃO ME INTERESSA SE TU É GREMISTA OU NÃO:

    NÃO ME LEVE A MAL, CANTAREMOS O HINO DO RIO GRANDE DURANTE O NACIONAL!!!!!!!!!!!!!

    VAMOS INCOMODAR ELES, MOSTRANDO O NOSSO ORGULHO, CERTAMENTE NÃO VAI DEMORAR PARA COMEÇAREM A FALR DA GENTE!!!!!!!!!

    O RIO GRANDE É MINHA PÁTRIA!!!!!!!!!!!!

  • FABIANO diz: 22 de setembro de 2010

    Nós gaúchos podemos muito bem expressar nosso orgulho pelo RS sem ofender ninguém! O País é um só. Também não gosto da mídia que dão para RJ e SP, mas o Brasil é imenso e rico em várias culturas. Pelos exemplos que vemos ao redor do mundo, onde a xenofobia se confunde com orgulho da terra, há conflitos e muitas mortes. Não somos melhores que ninguém. Cada região ou estado do Brasil tem suas diferenças. Não temos as praias mais bonitas, nem a melhor educação, nem o maior PIB. Mas temos outras boas características que, entretanto, não nos dá o direito de dizer que somos superiores!!
    Orgulho Rio-grandense sim!! XENOFOBIA E ÓDIO RACIAL-SOCIAL-ECONÔMICO NÃO!!!

  • Luís Felipe diz: 22 de setembro de 2010

    concordo, Perin. Por outro lado, se é para acabar com essa lei babaca e imbecil, acho que a transgressão até é válida…

  • Ricardo Floripa diz: 22 de setembro de 2010

    Oh Carlos! Sou gaúcho também!

    Se alguém trata-me mal num lugar não rotulo todos do lugar de ser como um grupo.

    Talvez não saibas mas muitos turistas, dentre eles muitos platinos vem pra cá pra azucrinar a vida dos nativos, como andar pelados no hotel, fazer arruaças, perturbar nas estradas, fechar a frente e estacionar errado os veículos e arrumar brigas no trânsito etc., e sabes aquela de ação e reação? É por isto que às vezes há brigas!

    O assunto em pauta é o sentimento de achar-sae melhor que os outros, como desta atitude
    de desrespeito contra as coisas do país em que vivemos, neste caso o blogueiro tocou na ferida, e infelizmente a maioria dos comentários é de ressentimento e ódio contra o resto do país, mas será o sentimento da maioria do povo?

    Viste quanta besteira dita neste espaço? Talvez o blogueiro não soubesse da reação de uns que não falam por todos!

    Falastes que há cinco anos não vens aqui? Se desejares voltar serás bem vindo, e eu te mostrarei como está equivocado, a maioria é pacato e pacífico, se um soldado comete erros
    vais julgar toda tropa mal?

    Sei que és inteligente e vais retificar este pensamento, quando vieres dá um toque e terei o prazer de tirar esta visão dos daqui, abraço!

    Temos que ser centrados, o exagero e fanatismo muitas vezes não deixam as pessoas raciocinarem bem as coisas, eu não aceito que pessoas do nosso rincão fiquem em atitude
    desrespeitosa para com algo que eu mesmo não concordo, hino da pátria a todos jogos.

    Mas daí fazerem isto que ví na TV direto de Pôrto e na Ressacada neste domingo, aí não!

    Isto não condiz com a maioria do povo gaúcho, educado e tão hospitaleiro!

    Quanto estas coisas que alegas que testemunhastes, não é a regra entre as pessoa naturais daqui, a maioria de barracos como este que comentastes infelizmente são provocadas pelos
    turistas, e aqui tem milhares de imigrantes que discordam de ti!

  • Carlos Dias diz: 23 de setembro de 2010

    Para Ricardo
    Apenas esclarecendo a situação. Eu estava na social do Beira-Rio, to cou o hino Riograndesnese e eu cantei em alto e bom tom, como todo bo gaúcho. Após, foi tocado o Hino Nacional. Acredite, como bom brasileiro, também cantei. Inclusive uma pessoa que estava ao meu lado falou algo a respeito e eu disse: eu sou brasileiro. Essa pessoa, acho que ficou envergonhada, e acredite, também cantou. Até na popular eu já cantei o hino nacional, ninguém ouviu, pq ninguém canta. Pensei a respeito e vi que era voto vencido. Concordo em gênero, número e grau, que o hino nacional deve ser respeitado. Sou de uma família de militares a aprendemos a amar a Pátria. Alguém pode achar estranho isso. Mas vejam os nossos vizinhos, argentinos e chilenos principalmente. Ambos amam seus países. Agora fala sério, quantos brasileiros você conhece que batem no peito e dizem que têm orgulho de serem brasileiros. Setem de setembro é apenas mais um feriado, ninguém comemora seu real significado. Infelizmente, no Brasil existe preconceitos entre os Estados, é gente dizendo que gaúcho gay (por não terem muito o que falar), que baiano é preguiçoso, São Paulo é colônia nordestina, entre muitos exemplos. Infelizmente o ódio contra gaúchos é uma unaminidade. E por mais que eu também me sinta brasileiro, sou gaúcho e com muito orgulho. Orgulho e amor pela terra nós gaúchos temos de sobra. De certa forma, concordo contigo que muita bobagem foi escrita aqui, inclusive por mim. Mas tudo é uma questão de ação e reação. Quem tem razão, judeu ou palestino? Ninguém sabe quem atirou a primeira pedra, pois o ódio é secular. Sou a favor da paz, mas sempre que alguém falar mal do meu povo e dessa terra que eu amo, ficarei do lado dos meus irmãos gaúchos. Quanto à Florianópolis, estou considerando em voltar, pois a cidade realmente é maravilhosa, as praias são inigualáveis.

  • Ricardo Floripa diz: 23 de setembro de 2010

    Ao Carlos Dias:

    É isto aí Carlos, estamos entendidos!

    Sabia que você era uma pessoa inteligente, dar bola quanto as piadas de gaúchos etc., eles não tem mais o que falar e aí saem as bobagens de sempre, mas nos campos de futebol é isto aí, a gozação etc. é válida, é a única válvula de escape que o povão tem!

    Quando vires pra cá dá um desconto, as pessoas estão estressadas em todos os lugares, até
    aqui os ânimos estão alterados, mas não vale à pena esquentar, um abraço e saudações conterrâneas!

  • Alvaro diz: 23 de setembro de 2010

    Em primeiro lugar TODOS sem exceção desrespeitam o hino, porque não seguem a lei 5700. Em segundo lugar, causa-me espanto com tantos “patriotas”, o Lula eo PT mandarem no país. Em terceiro, se quisermos ser respeitados como estado e povo, temos que respeitar os outros, mesmo não concordando com o que pensam, ouçam o hino nacional quietos, e DEPOIS cantem o do RS.

  • Fer Gremista diz: 23 de setembro de 2010

    A torcida Grenal canta o Hino Rio Grandense nos Estádios a muito tempo. Canta porque gosta, canta porque tem orgulho e o principal, canta porque SABE. Também acho que o Hino Nacional tem que ser respeitado, mas não vamos mudar um costume que já vem de tempos pra fazer “bonito” para os outros Estados. Já somos obrigados a ter que aturar Voz do Brasil e Horário Eleitoral, acho que já está de bom tamanho, afinal de contas, o Brasil é ou não uma democracia????

  • Grauer diz: 23 de setembro de 2010

    fonte: http://riograndeindependente.blogspot.com/

    Como não poderia ser diferente, durante o ano de 2009 o Rio Grande mais uma vez deixou de dispor de importantes recursos financeiros, que por sua vez foram direcionados a favor do Brasil.

    Os dados estão à disposição de todos pela internet nos próprios portais do governo brasileiro. Um deles é o portal da receita federal, onde podem ser consultadas as arrecadações produzidas por estado. Para consultar os resultados relativos a 2009 basta entrar nesta página.

    Esta primeira informação representa o valor arrecadado por cada estado com impostos, e que são dirigidos ao governo federal para redistribuição.

    Estes dados devem, portando, ser contrastados com os recursos destinados a cada estado, de modo a obter uma comparação simples entre o arrecadado e o investido. Esta informação se encontra publicamente disponível a través do Portal da Transparência, com os valores relativos a 2009 para o Rio Grande apresentados aqui.

    Em resumo, o Rio Grande enviou à Brasília um total de R$ 21.978.881.644,52, e teve como retorno R$ 9.551.372.643,7, representando um saldo negativo de R$ 12.427.509.000,82.

    São quase 12 bilhões e meio de reais que deixam de ser investidos no Rio Grande, e que deixam de proporcionar uma melhor qualidade de vida aos gaúchos que o produziram.

    Ao aceitar este cenário estamos recusando ter melhores estradas, maior segurança, melhores escolas e universidades, mais hospitais, maior apoio às pessoas carentes, entre um sem fim de exemplos mais. As empresas por sua vez deixam de receber maiores incentivos, de dispor de melhores infra-estruturas e de competir em um mercado globalizado.

    Todos estamos perdendo.

    Como se pode ver, já não se esconde mais a desvantagem Rio Grandense ano após ano. As evidências são claras e públicas.

    Até quando terei o desgosto de ver a omissão reinar por estas terras?

  • Ricardo Floripa diz: 23 de setembro de 2010

    Bah! De hino desrespeitado pra política e economia!

    Seu Alexandre Perin, olha no que no deu o assunto no seu post!

    O negócio era a conduta das torcidas por causa da maldita lei que aprovaram obrigando a ouvirmos antes dos jogos o hino nacional, e olhem no que deu!

  • Ismael diz: 23 de setembro de 2010

    Gaúcho não tem direito, tem é DEVER, não de desrespeitar, mas de dar a recíproca a altura ao tratamento que recebemos.

    O dia que pararem de chamar gaúcho de viado, de viverem a nos xingar e ofender, nesse dia sim, que façamos silêncio ao ouvir o hino desse país.

    Não somos uma legião de Cristos para ficar dando a outra face.

    Devíamos é mudar o comportamento, ajustá-lo para deixar mais claro o sentimento. Durante o hino riograndense, cantar a plenos pulmões. Ao começar o hino do país vizinho que só nos ofende, que vaiemos. E muito.

  • Roni Gremista diz: 24 de setembro de 2010

    ao Giba – Gibóia – quem é vc??? do estado do PR??? onde fica??? quem sabe por vc e sua família terem uma mentalidade dessa a respeito dos gaúchos, é que foram expulsos do nosso estado. Aqui só fica quem ama esta terra. Quem tem orgulho de pertencer a este povo, e que ama suas tradições. Aqui existe a democracia, pois mesmo sendo gaúcho por ter nascido no RS, sou de origem germânica, mas não preciso demonstrar isso usando bota e bombacha. Basta ter orgulho. e cantar o hino com orgulho. Quanto ao hino, eu, e acredito que a maioria, temos sim mais respeito ao Riograndense. E se vc acha que seu estado(PR) é melhor, é por que existem gaúchos morando lá…..e dá-lhe Grêmio….concordando com o amigo gremista, sou PRIMEIRAMENTE Gremista, Gaúcho, de origem Germânica e …..brasileiro, não por opção.

  • Sailer diz: 24 de setembro de 2010

    Sou colorado e tenho orgulho de ser gaúcho. Mas isso não quer dizer que negue a minha nacionalidade de brasileiro. Fico triste que o Beira-Rio não esteja mais respeitando o Hino Nacional, para mim isto é um fato novo. Infelizmente, há mais de um ano não frequento o Gigante, pois estou morando na Alemanha (e mesmo assim sigo pagando religiosamente a mensalidade de sócio…), mas até então nunca tinha ouvido falar que o Hino Nacional tinha sido desrespeitado no Beira-Rio. Sempre que acompanhei os jogos no estádio, os três hinos eram cantados respeitosamente por todos os torcedores. Isso me entristece, até porque essa atitude vai contra a própria história do nosso Estado. Uma parcela do Rio Grande gosta muito de invocar uma tal de “Alma Castelhana”, que nunca foi uma característica do gaúcho. Muito pelo contrário, por mais de 200 anos os gaúchos ficaram peleando contra os castelhanos para garantir a fronteira. Há ainda uma supervalorização, de maneira errônea, da Revolução Farroupilha. Esse conflito separatista foi encerrado com um tratado de paz nos quais os gaúchos oficialmente afirmaram a nacionalidade brasileira. Tanto que os gaúchos foram os primeiros a defender o Brasil num conflito ainda maior, que foi a Guerra do Paraguai. Aliás, a bombacha do gaúcho veio justamente deste conflito, porque foi o primeiro uniforme usado pelo Exército Brasileiro, que no começo da Guerra era formado quase que totalmente por gaúchos. Desrespeitar o Hino Nacional é NEGAR a nossa própria essência gaúcha… Lamentável que isso esteja ocorrendo… Quer protestar com o descaso do governo? AS ELEIÇÕES ESTÃO AÍ, FAÇA SUA PARTE!!!!!

  • Daniel Colorado diz: 29 de setembro de 2010

    Resumindo: essas atitudes condenaveis de desrespeito ao hino sao coisas de guri; de gente que tem uma incapacidade de entender o basico sobre as regras de civilidade. Nao sei se tenho mais raiva do que pena dessa gente. Comentario como “sou PRIMEIRAMENTE Gremista, Gaúcho, de origem Germânica e …..brasileiro, não por opção” eh coisa de alienado (ou “burro”, no popular). Viva o RS, viva o Brasil, abaixo a ignorancia e a prepotencia.

  • luiz carlos iponema diz: 29 de setembro de 2010

    A vulgarização do hino cantado toda a hora,antes de qualquer pelada levou a isso,perdeu o respeito se bem que o hino verdadeiro da Brasil teria que ser AQUARELA DO BRASIL.

  • Marcelo diz: 30 de setembro de 2010

    Li todos os comentários aqui. Tudo muito bom, tudo muito bem. Mas eu queria ver a reação de todos os que defendem o desrespeito ao hino nacional se isso fosse feito com o hino rio-grandense. Queria ver se uma torcida argentina cantasse o hino nacional deles durante a execução do hino do RS. Ou mesmo se a torcida de um clube brasileiro cantasse o hino de seu time durante o hino do RS. Ou se vaiassem o hino do RS. Desrespeito é desrespeito, amigos. Não é diminuindo os outros que nos tornamos grandes. Quem se acha melhor que os outros pelo simples fato de ter nascido aqui ou ali é um babaca, seja paulista, seja gaúcho, seja baiano ou o que quer que seja. Todo lugar tem gente boa e gente ruim. Todo lugar tem corrupção, bandidagem, coronelismo, compra de votos e sacanagem política. Há algumas semanas, a RBS fez uma matéria sobre vereadores que viajavam para fazer cursos de aperfeiçoamento e só curtiam às custas do erário. Eram vereadores gaúchos e catarinenses. Se fossem nordestinos, teria um monte de gente daqui apontando o dedo e dizendo que “aquele povo analfabeto só poderia eleger gente assim”. Acontece que é gente daqui, eleita pelo povo superior do Sul Maravilha. Lá, o sujeito troca o voto por uma cesta básica para matar a fome dos filhos. É feio? É errado? É claro que é. Mas não é mais feio do que o cara que troca seu voto por uma regularização do projeto da casa, só pra não pagar o imposto devido. Adoram dizer que o analfabeto nordestino elege um crápula porque é analfabeto. E qual é a justificativa para um eleitor do RS ou de SC – teoricamente mais esclarecido, bem educado, etc, etc, etc – eleger um pulha que só vai meter a mão no patrimônio público? Meus caros, o RS é admirado em todo o país pela capacidade de trabalho de sua gente e pelo desenvolvimento do estado. Atitudes como estas de desrespeito a símbolos pátrios só queimam o filme dos gaúchos. Se você não se sente brasileiro, tudo bem, fique à vontade. É seu direito. Mas também é seu dever respeitar o hino nacional do outro, para ter o direito de reivindicar respeito ao seu hino. Abraços, Perin, pela iniciativa de levantar este assunto, que parece banal, mas é de extrema importância.

    EDITADO: não adiantou nada, pq domingo a Popular conseguiu desprezar os dois…

  • COLORADO DOS PAMPAS diz: 30 de setembro de 2010

    ACREDITO QUE, PRIMEIRAMENTE OS HINOS NÃO DEVERIAM SER TOCADOS EM TODOS OS JOGOS, PORQUE, DESSA FORMA, BANALIZAM SIMBOLOS IMPORTANTES. ESSA LEI É MAIS UMA INÚTIL QUE FOI CRIADA. MAS NÃO ADIANTA, OS HINOS ESTÃO PRESENTES NOS NOSSOS ESTÁDIOS. ASSIM SENDO, ACHO QUE NÃO PODEMOS DESRESPEITAR O HINO BRASILEIRO. SE NÃO QUEREM CANTAR, NÃO CANTEM, MAS NÃO DESRESPEITEM. OS GAÚCHOS NÃO SÃO MELHORES OU PIORES DO QUE NINGUÉM OU DO QUE OS BRASILEIROS. MAS NÓS TEMOS O DIREITO DE CANTAR O HINO RIOGRANDENSE NOS ESTÁDIOS. NÓS TEMOS O DIREITO DE NOS ORGULHAR DO NOSSO ESTADO E DO NOSSO HINO. ISSO NÃO É DESRESPEITO AOS OUTROS. QUE OS OUTROS PENSEM O QUE QUISEREM. NÃO ME IMPORTO COM O RESTO DO BRASIL. O RIO GRANDE DO SUL SEMPRE FOI VISTO UM ESTADO TAMPÃO PARA PORTUGAL NÃO PERDER TERRITÓRIO PARA A ESPANHA. QUANDO PRECISAVA IR PRA GUERRA, O RIO GRANDE DO SUL SERVIA. DE RESTO, O QUE IMPORTA É O SUDESTE E O CENTRO-OESTE (BRASILIA). ELES JOGARAM IMIGRANTES AQUI SEM NENHUMA ESTRUTURA SÓ PRA DESENVOLVER E IR PRA GUERRA PRA DEFENDER O TERRITÓRIO PORTUGUES. ENTÃO, NÃO ME OBRIGUEM A CANTAR O HINO BRASILEIRO. RIO GRANDE DO SUL ACIMA DE TUDO.

  • Airton diz: 19 de outubro de 2010

    Em países de primeiro mundo como os E.UA (que muito gaúcho odeia), e em outros que não o são, mas têm uma população com sentido cívico acentuado, como Argentina, Uruguai, Chile etc ( que muito gaúcho admira), é INCONCEBÍVEL ultrajar o hino nacional do país como é feito aqui no RS. Muitos dizem que o fazem porque não se sentem brasileiros, O RS é bom, mas outros estados são cheios de preguiçosos, corruptos etc (como se aqui não hovesse nada disso) que devoram nossos suados impostos sem dar nada em troca. Que idiotice, se fosse assim, os paulistas não cantariam o hino nacional nunca, essa turma do “sirvam nossas façanhas de modelo à toda Terra” não tem noção de que a identidade nacional é a fortaleza de um país, de TODO ele, apesar das diferenças, olhar para o próprio umbigo é coisa de boçal,aqui eles vão em peso aos estádios de futebol.

  • Sergio Merlin Merlin diz: 27 de setembro de 2011

    eu sou afavor de separar esse riogande do resto do brasil, imaginem que paisinho de merda seria esse rio grandinho,desses palhalços disfarçados de separatistas fascistas,não e toa que gaucho sempre vira\ chacota de todo o povo brasileiro pois saõ todos um ignorantes , se fosse tão bom esse rio grande deles, não migravam em massa para região centro oeste e para o resto do brasil principalmente sc., para ganhar a vida e crescer profissionalmente , o rio grande e um estado ,falido, pois quase todos os presidentes do brasil foram gauchos principalmente no regime militar e enterraram o brasil, vão se fuder seus gauchos de merda, não todos irem esse rio grandinho do mapa do br4asil pra ver o paisinho de bosta que seria pior que o paraguai
    não admito que desrespeite o nosso querido BRASIL que recebe todos os gauchos do bem de braços abertos

  • niutujr diz: 8 de dezembro de 2011

    ola… sou do MS, e ja fui varias vezes para o sul do Brasil, só não conheco RS ainda mas pretendo um dia… enfim, adorei todos os lugares que eu fui, todas as pessoas que eu conheci, mas eu fico muito chateado em ler que alguns babacas se acham melhores ou “diferentes” do restante do país… todos nós temos nossas culturas regionais, o MS por exemplo tem muita influencia gaucha, paulista e mineira.. sem contar do nosso vizinho Paraguai tbm… somos todos brasileiros.. o cara nascido la em Roraima… ou um nascido la no Rio Grande do Sul… são todos brasileiros… fazem parte desta grande nação que é o Brasil… e na boa… agradeçam por fazer parte do Brasil.. senão seriam um PY da vida… ou um Uruguai… mas fora isso assim como eu me senti a vontade qd fui pro sul… garanto que alguem do sul que vier pro MS tera o mesmo sentimento e isso pq? pq é tudo Brasil suas antas.. somos todos iguais… e pelas minhas viagens percebi uma coisa… o carioca acha que o Brasil é só o Rio de Janeiro… e o Gaucho pensa que o Rio Grande não é Brasil… são “europeus” e bla bla bla… bando de otario.. mas felizmente é a minoria que pensa assim… cara não sou gaucho não sei muito da historia.. mas pelo que eu entendi.. a famosa farroupilha era apenas contra o imperio do Brasil.. não um movimento separatista né… e o PR é a puta da historia… que não apoio a farroupilha.. pra virar um estado pq antes era tudo são paulo ali.. aaaaaa meu.. é tudo Brasil.. e aceitem isso…

  • Ringo diz: 4 de julho de 2012

    Felizmente não toca mais hinos em jogos no RS, e essa atitude é dos gaúchos que se dizem civilizadíssimos, a raça mais superior do universo para eles. Não sabem respeitar um símbolo nacional, atitude bem de gentalha de quinto mundo, ainda querem ser primeiro mundo, falam de separatismo, é pra rir mesmo.

  • Mory diz: 5 de julho de 2012

    ao elias, tchê perdeu teu tempo de fechar a boca, onde tu já viu gaúcho com complexo de inferioridade, tu ta de sacanagem…só pode…

  • ANTONIO CARLOS GALLES diz: 4 de agosto de 2012

    CATARINENSES! MORO AQUI A QUATRO ANOS E ACHO ESTA TERRA MUITO BONITA. ALIÁS, SE OS QUATRO ESTADOS DO SUL FOSSEM UM PAIS, SAI DA FRENTE!
    MAS, NÃO SE INCOMODEM QUANDO CANTAMOS O NOSSO HINO, TOMAMOS CHIMARRÃO, E NOS “FANTASIAMOS”COM BOMBACHAS. SENTIMOS ORGULHO DO TORRÃO NATAL.
    VEJAM O PIB DE SC É MAIOR QUE O DO RS, NO ENTANO, ISTO, APÓS A INVASÃO GAÚCHA DE MÃO DE OBRA DO RS PARA CÁ. ENTÃO, DEIXEM-NOS TRABALHAR E VAO PESCAR TAINHAS……!!!!!!!!!

  • Felipe diz: 29 de dezembro de 2012

    Para mim,hino nacional tem de ser cantado em jogo entre seleçoes,jogos entre times tem que ser cantado o hin

  • Felipe diz: 29 de dezembro de 2012

    Para mim,hino nacional tem de ser cantado em jogo entre seleçoes,jogos entre times tem que ser cantado o hino do estado que eles representao.

  • Josias diz: 8 de janeiro de 2013

    Se o Brazil fosse um país sério, certamente o hino seria respeitado, mas esse não é o nosso país, todas as pessoas de bem deste pais deveriam aprender os seus hinos estaduais e fazer o mesmo, pois os cidadãos honestos deste país tem vergonha deste Brazil corrupto e ladrão…. Eu tenho orgulho de ser Gaúcho e tenho vergonha de ser brasileiro…!!!!

  • Ricardo diz: 9 de janeiro de 2013

    Será que cantar um hino faz as pessoas melhores?

    Lá em Brasília. antes de iniciarem o ano legislativo ou um evento o hino nacional é entoado, e aí?

    Os tais políticos e legisladores fazem algo de bom para o seu povo?

    Pelo que sei, na calada da noite e da madrugada eles aprovam aumentos salariais pra eles mesmos, e o povo que se exploda!

    Não existe patriotismo mais hipócrita que este, eles juram servir o povo, são eleitos
    e após empossados roubam do país durante quatro anos!

    Os escândalos estão aí, as CPIs confirmam tudo, após todas as provas divulgadas pela MP e que a imprensa divulga, tudo dá em nada, impunidade total, ou em “Pizza”!

    Neste país o crime compensa, o Cachoeira está aí, em lua-de-mel, livre, leve e solto!

    Com tanta coisa errada, hino antes dos jogos, pra quê?

    Cantar o hino nacional faz as pessoas serem melhores cidadãos?

    Os jogadores de futebol nem sabem a letra das estrofes iniciais, é só assistirem nos jogos da seleção!

  • Renato diz: 3 de maio de 2013

    Sou gremista e gaucho, mas isso é palhaçada, parece uns criança esses maluco, por isso o resto do país não gosta dos gaucho, por causa desses palhaço

  • William – Brasileiro – Paulista diz: 14 de maio de 2013

    Encontrei estes textos após começar a assistir um jogo entre Grêmio x Independiente/COL pela Libertadores (futebol pra variar).

    Mas enfim, o que me fez procurar o assunto foi justamente o questionamento que me fiz:
    “Porque no Hino Nacional Brasileiro (e aqui não vou generalizar, até porque seria impossivel tal façanha) os torcedores deste estádio não cantavam o Hino Nacional (não ouvi vaias), mas simplesmente gritavam qualquer outra coisa encima da melodia Brasileira. E Na hora no Hino nacional deste estado fizeram uma comemoração e cantaram com muita força e até emoção.

    Falo isto porque não é a primeira vez que isto ocorre.

    Bom, não vou entrar aqui em discussões intermináveis, mas Acho que estão tão abilolados com a ideia (não generalizando mais uma vez) de serem superiores, que defendem que o que estão apenas defendendo é o amor pelo estado.

    Amigos, isso, eu, o autor deste texto e tantos outros nunca discutimos. Ninguem (certo de que seja a grande maioria) disse ou diz que um povo não deve ter amor por seu estado, por suas tradições, a questão não é essa, nem é essa a discussão.

    A questão é: Porque no Hino do seu País, este estado não canta, por vezes vaia, e no Hino estadual há tanto clamor?

    Então o Gaúcho não diz que ama tanto o lugar onde esta localizado? e este não esta localizado dentro de um País, do Brasil?
    Que controvérsia imbecil é esta?
    Quer dizer que vocês amam o seu estado até a linha de divisa geográfica?

    O território gaúcho não se estende ?

    O mais lamentável é ler trechos, que diz que o Gaúcho é diferente do Brasileiro (seria todo o resto?) quando fala que o Gaúcho é um povo aguerrido, lutador, e que não aceita o famoso “jeitinho Brasileiro”

    Por acaso você me conhece cidadão? Saiba que onde moro, no Brasil, em São Paulo, São Bernardo, eu, minha família, amigos, (e não vou ser tão ignorante quento você, ou vocês que e que desfazem do Hino Nacional do seu País) rejeitamos tanto estas questões citadas quanto vocês, que com essa arrogância, se acham os únicos a terem tal sentimento contrário.

    Portanto seres-humanos terrestres, a questão não é que “odiamos quem tem amor a sua Terra”. esse tipo de argumento é tão estúpido quanto este sentimento regionalista.

    A questão é : Porque apoiar o Hino local e desmerecer tanto o País, a Bandeira Nacional, o Hino Nacional que estará sempre pronta a defender este estado em qualquer necessidade que se faça necessário e tenho certeza que os cidadão Brasileiros de outros estado também o farão pelo Patriotismo.

    Trechos do Hino Brasileiro:

    “De um povo heróico o brado retumbante”

    “Paz no futuro e glória no passado.”

    “Mas, se ergues da justiça a clava forte,
    Verás que um filho teu não foge à luta,
    Nem teme, quem te adora, a própria morte.”

    Logo amigos gaúchos (não generalizando mais umas vez), querem mais amor a terra que isto?
    e não me venham dizer que estou sendo regionalista sendo Brasileiro. (rs, só falta)
    Simplesmente não estou desrespeitando o local, a Pátria em que nasci.
    Tenho sim Amor por São Paulo, pelo estado em que nasci, mas por ordem natural amo meu País Brasil, meu estado São Paulo, minha cidade e assim vai.

    Acredito que esta seja a ideia quase todos, boa parte (não dá pra generalizar) de todos os outros cidadãos Brasileiros que vivem neste País em outros estados desta Nação.

    Digo: Não acho e nem vejo nenhum problema no amor que se sente pelo estado em que se está. Aliás, conheço muitas pessoas, Brasileiros de outros estados que tem muita cultura e amor pelo estado em que vive (ao contrário do que, pelo jeito se prega no Rio Grande do Sul, que só vocês tem este amor pelo estado, que só vocês tem história e cultura para contar, que só vocês não tem identificação com o resto do País(aliás, que identificação é essa que tanto falam?) , e nem por isso, deixam de Amar seu País, de cantar com louvor e emoção o Hino Nacional de seu País.

    Sinceramente, acho que o Povo do Rio Grande do Sul deveria parar para pensar e ver que quem esta na contra mão (diferentemente de outros 25 estados e um distrito federal) são eles.

    Existe o regionalismo, o amor regional? sim existe. Mas este anti-patriotismo só serve para povo IGNORANTE.

  • Felipe diz: 30 de maio de 2013

    Todo cidadão que nasce aki no sul eh gaucho antes de brasileiro… FATO

  • William diz: 17 de junho de 2013

    Se cada região brasileira tivesse o orgulho que o Gaúcho tem de sua cultura,
    de seu estado, com certeza o Brasil seria um país mais forte e potente!

  • William Brito diz: 17 de junho de 2013

    Seus babacas ñ sabem o q falam, só quem nasceu aqui nesse estado do Rio Grande do Sul sabe o q ta falando, ñ vcs q são de fora do estado, uns abobados q ñ tem amor ao próprio estado e ficam falando bobagem do povo gaúcho, vão 1° cuidar do estado de vcs, pra depois vim falar do povo gaúcho q é aguerrido, tem orgulho do seu estado e podem se dar o luxo de dizer q são Gaúchos maragatos ou chimangos.

  • O RIO GRANDE DO SUL É O MEU PAIS ! diz: 26 de outubro de 2013

    sul.meu.pais@facebook.com
    http://www.facebook.com/groups/sul.meu.pais/

    O SUL E O CENTRO OESTE SUSTENTAM OS CORRUPTOS E OS CORONEIS DO NORDESTE.

    Vejam os estados que sustentam o brasil. Que abuso O Rio Grande do Sul esta entre os explorados.

    https://fbcdn-sphotos-f-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn2/1382974_339787916157816_1210857801_n.jpg

  • O RIO GRANDE DO SUL É O MEU PAIS diz: 26 de outubro de 2013

    Corrigindo, o SUL, o SUDESTE e o CENTRO-OESTE, e A AMAZONIA sustentam a corrupção de brasilia e do nordeste.

  • O RIO GRANDE DO SUL É O MEU PAIS diz: 26 de outubro de 2013

    http://www.facebook.com/groups/sul.meu.pais

    o SUL, o SUDESTE e o CENTRO-OESTE, e A AMAZONIA sustentam a corrupção de brasilia e do nordeste

    Vejam no LINK abaixo, os estados que sustentam o brasil. Que abuso. O Rio Grande do Sul esta entre os explorados
    se tudo fosse revertido em beneficio a população estaria ótimo

    https://fbcdn-sphotos-f-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn2/1382974_339787916157816_1210857801_n.jpg

  • FELIPE S. GUTIERREZ diz: 27 de outubro de 2013

    Deixa de ser FRESCO, fala em constituição, mas tá bem sentado aí escrevendo lorota sendo que os políticos rasgam a tua defendida constituição todos os dias, só faltam se limpar com ela, tenha vergonha na cara, gaúcho brazilero, e te muda desta terra sagrada que na bandeira tem o nome de REPÚBLICA RIO-GRANDENSE, e que um dia voltará a ser REPÚBLICA de fato.

  • William diz: 1 de dezembro de 2013

    Bando de gauchos complexidos, isto é complexo de inferioridade. Saiam deste País Brasil, vcs não o merecem, seus analfabetos e incompetentes.
    Já deviam a tempos estar fora, separados dos outros estados que amam este Brasil.
    Tirem a copa do mundo dessa porcaria de terra.
    Aos gauchos que amam o País quem sejam acolhidos ao Brasil, aos demais que sejam escarrados do nosso Brasil.
    Aproveitem RG e aprendam outra lingua, voces não são dignos de falar a lingua Portuguesa.
    Se encontrar, por algum motivo a bandeira desse territorio na minha cidade, estado, País ela será:
    Pisoteada,
    Rasgada e
    Queimada.
    #FORADOMEUPAISRG
    Sumam daqui atrasados. Fim de mundo, FORA.
    Brasileiros, vamos nos unir contra esses e largá-los a própria sorte.

Envie seu Comentário