Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Gol polêmico de Nani reabre polêmica sobre lances de 'fair-play' no futebol

01 de novembro de 2010 5

O Manchester United bateu o Tottenham Hotspur por 2×0 no último sábado, a polêmica se instaurou no futebol inglês. Quase ao final do jogo, o português Nani entrou na área e se atirou, pedindo penalidade em favor do Manchester United. O árbitro não deu, mas o goleiro brasileiro Gomes largou a bola no chão como se fosse bater a falta por simulação.

Só que o árbitro Mark Clattenberg não marcou nenhuma das duas infrações, ou seja: a bola estava em jogo! Com muita esperteza e uma profunda cara-de-pau, Nani chutou para as redes do Tottenham, assinalando o 2º gol do jogo. Tecnicamente o juiz não poderia anular o gol, mas faltou um pouco de dignidade para o meia-atacante português, um dos melhores na atual temporada inglesa. Vejam o lance:

VEJA TUDO QUE SAIU SOBRE LANCES DE ‘FAIR-PLAY’ NO ALMANAQUE ESPORTIVO:

Lances de Fair-Play bacanas – Robbie Fowler e Miroslav Klose negando penalidades marcadas, e o Arsenal pedindo o replay de um jogo com gol contra o fair-play

Fair-Play é isto aí! - O time do Leicester City deixa o Nottingham Forest marcar um gol após remarcação de jogo, assim como o Ajax-B, enquanto Paolo Di Canio, do Aston Villa, deixa de chutar sem goleiro por causa da lesão do arqueiro Paul Gerrard, do Everton.

Erro grotesco na Alemanha: gol validado com bola 1m antes da linha! Veja outros casos! - Duisburg comemora um gol que a bola visivelmente não entrou contra o Eintracht Frankfurt. Em 1994, o mesmo ocorreu em um Bayern de Munique x Nurnberg

Gol polêmico de Nani reabre discussão sobre lances de ‘fair-play’ no futebol – Nani se aproveita de confusão do goleiro Gomes e marca gol discutível no Campeonato Inglês

Comentários (5)

  • Carlos Henrique diz: 2 de novembro de 2010

    Teve um gol no Campeonato Holandês que foi purto fair-play também! Após um lance que deveria ser fair-play num lateral, um jogador dá um chutão pra frente em direção ao goleiro e este, desatento, deixa a bola entrar no gol. Os adversários ficam meio constrangidos com a situação e decidiram que no reinício da partida o oponente fizesse o gol sem qualquer reação alguma para impedir.

    Não me lembro quando e qual jogo foi. Mas foi muito bacana!

  • Vinicius diz: 3 de novembro de 2010

    Me desculpe, mas discordo de você, pois o Nani coloca a mão na bola.
    Não é questão de far-play, e mesmo que o juiz não tenha visto, o bandeira tem a obrigação de marcar, pois foi muito escancarado.
    Acho que você nem se quer analisou o vídeo para postar a matéria.
    Abraço.

  • silvio diz: 3 de novembro de 2010

    Acho que esse lance não é questão de fair play, acho que foi falha do Gomes. O jogador tocou a mão na bola e esta sobrou para Gomes, logo o juíz pode dar, como parece ter dado, vantagem. Na reposição o goleiro entrega a bola para o atacante que faz o gol. Entendo quem acha que deveria ter sido devolvida a bola, mas sem o apito do juiz não havia motivo para o goleiro entregar a bola nos pés do adversário.

  • afsaraujo diz: 19 de agosto de 2011

    Depois dizem que português é burro!

Envie seu Comentário