Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts do dia 26 maio 2011

Manchester United vs. Barcelona, round II - Final da Recopa Europeia em 1991

26 de maio de 2011 1

Continuando a série preparatória para a decisão da Liga dos Campeões da Europa, sábado entre Manchester United e Barcelona, vamos viajar no tempo até 1991. Depois de contarmos a história do jogo de 1984, pelas quartas-de-final da Recopa, vamos recordar a decisão entre estas duas equipes há exatos 20 anos, pela mesma Recopa (hoje extinta).

De um lado, o Barcelona que iniciava uma trajetória que lhe deixaria no topo do futebol europeu em menos de uma temporada. Já comandada pelo gênio inquieto do holandês Johan Crujff, o Barça tinha o talento do zagueiraço Ronald Koeman, a classe superior do dinamarquês Michael Laudrup e o oportunismo do artilheiro Julio Salinas. Faltavam ainda os craques Hristo Stoichkov e Romário, que chegariam na temporada seguinte.

Já o Manchester United no início de sua fase vitoriosa, já possuía a espinha dorsal defensiva de Dennis Irwin, Gary Pallister e Steve Bruce. No meio, a categoria de Bryan Robson e o dinamismo de Paul Ince, e no ataque a eficiência do galês Mark Hughes. O treinador já era Alex Ferguson.

O jogo único foi disputado no belo De Kuip, estádio do Feyenoord em Roterdã-HOL. Era a primeira decisão de um time inglês após os cinco anos de suspensão de todas as competições europeias após o massacre de Heysel, quando dezenas de torcedores da Juventus morreram após distúrbios com a torcida do Liverpool. Cercado de um colossal sistema de segurança, 50 mil torcedores assistiram um bom jogo.

Levemente inferior tecnicamente, o Manchester aproveitou a falta de experiência dos espanhóis contra o estilo direto de jogo, já que há anos nenhum time do continente tinha jogos oficiais contra os clubes ingleses. Enquanto o Barça tentava tocar a bola, o United abusava do jogo aéreo e das estocadas em velocidade.

Foi assim que saiu o primeiro gol já no segundo tempo, aos 23 minutos em conclusão de oportunismo de Hughes. Logo depois, o centroavante drbilou o goleiro Busquets (pai do atual volante do Barcelona Busquets) e, quase sem ângulo, chutou forte para fazer 2×0. Aos 35 do segundo tempo, Koeman(o maior zagueiro-artilheiro da história do futebol) bateu falta, o goleiro Les Sealey falhou e diminuiu para o Barcelona, 2×1. Dali em diante o Barça, mesmo com 1 jogador a menos (Nando expulso), massacrou o United, Mas a barreira defensiva inglesa se segurou e o Manchester foi campeão, primeiro título europeu de Ferguson no comando do time.


SÉRIE COMPLETA DOS DUELOS ENTRE BARCELONA E MANCHESTER UNITED

Manchester United vs. Barcelona, round I - Recopa Europeia de 1984

26 de maio de 2011 0

De hoje até sábado, vamos contar aqui no Almanaque Esportivo a história de duelos históricos entre Manchester United e Barcelona, finalistas da Liga dos Campeões da Europa em Londres. A capital inglesa receberá dois tricampeões europeus, e somente um obterá o tetra da Liga.

Estas duas equipes já se enfrentaram em finais européias (Recopa em 1991, Liga dos Campeões em 2009), e tiveram duelos épicos nas temporadas de 1984, 1994, 1999 e 2008. Serão estas histórias a serem contadas a partir de agora, na contagem regressiva da grande decisão no templo sagrado de Wembley.

A primeira história é uma das mais marcantes. Pelas quartas-de-final da Recopa Europeia, competição extinta que reunia os campeões das copas nacionais de cada país, Manchester United e Barcelona se enfrentaram na Espanha e depois na Inglaterra. De um lado, o Barcelona com os astros Bernd Schuster e Diego Maradona. Do outro, um time que tinha os talentos de Bryan Robson e Norman Whiteside.

No primeiro jogo, o Barcelona enfiou 2×0 no Camp Nou lotado. Porém o resultado não fez jus à partida, pois o United jogou bem e merecia melhor sorte. Tanto é que os gols foram de Graeme Hogg (contra) e  Rojo, já nos acréscimos. Sendo assim, a confiança dos quase 60 mil torcedores do United no jogo de volta era grande. Todos confiavam em uma grande atuação de Robson, conhecido também como “Capitão Marvel“. E foi isto que ocorreu em uma épica noite na qual o Manchester United superou o Barcelona!

O jogo começou com uma blitz inglesa no clássico estilo de jogo vertical e bolas longas, o ‘kick-and-rush’. Foi assim que o time do técnico Ron Atkinson imprensou os catalães em seu campo até que Bryan Robson, em jogada ensaiada de escanteio após desvio do redimido Graeme Hogg, fizesse  1×0 aos 27 minutos. O United seguiu pressionando, e Maradona tentava empurrar o Barça para o ataque, sem sucesso. Depois de inúmeras chances de gols perdidas, terminava o primeiro tempo.

Na etapa final, a pressão do time da casa foi ainda superior. A saída de bola do Barcelona foi testada até seu limite, com êxito: depois de recuada errada de Pinto e rebatida do goleiro Urruti, o Manchester perdeu 2 gols no mesmo lance antes que Robson aproveitasse rebote de Urruti e fizesse 2×0.

Dois minutos depois, com o Barcelona atordoado, nova sequência de conclusões e Frank Stapleton fuzilou o arco catalão desguarnecido, Manchester 3×0. Precisando de um gol  para levar o jogo às penalidades máximas, a equipe espanhola foi para o ataque e teve chances com o gênio de Maradona, sem resultado.

Final, Manchester classificado, invasão de campo. Loucura em Old Trafford:


SÉRIE COMPLETA DOS DUELOS ENTRE BARCELONA E MANCHESTER UNITED