Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Manchester United vs. Barcelona, round III - Os épicos jogos de 1994, 98 e 2008

27 de maio de 2011 0

Depois de contar dois mata-matas nos quais o Manchester United venceu o Barcelona, agora iremos contar a história de jogos bem mais recentes. O primeiro na fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa 1994/95, quando o Barça empatou em 2×2 no Camp Nou e surrou o Manchester por impiedosos 4×0 no Camp Nou. Depois, empates em 3×3 na temporada 1998/99. E por último, as semifinais da Liga na temporada 2007/08.

1994/95 – LIGA DOS CAMPEÕES DA EUROPA

O Barcelona ainda lambia as feridas da derrota na final da Liga anterior, quando perdeu para um destroçado Milan (muitos desfalques) por 4×0. Ainda com Romário e Hristo Stoichkov, o time espanhol saiu atrás com um gol de Hughes. Mas no primeiro tempo, o “Baixinho” Romário empatou em jogada de alta velocidade. No segundo tempo, Bakero fez 2×1 e parecisa selar a vitória dos visitantes. Porém um gol espetacular de Lee Sharpe, de letra, selou o empate em Old Trafford. Veja os gols: http://www.youtube.com/watch?v=21Z6CVFOSrY

No segundo turno daquela fase de grupos, o Barcelona trucidou o United. Enfiou estrondosos 4×0 sem nenhuma apelação, em um ‘vareio de bola’ no Camp Nou.  Sem Peter Schmeichel e Eric Cantona (na época apenas 1 estrangeiro era permitido), o Manchester já levou 2×0 no primeiro tempo, gols de Stoichkov e Romário. Na etapa complementar, o búlgaro fez mais um antes que Albert Ferrer completasse o marcador, para delírio dos 115 mil torcedores presentes ao estádio do Barcelona. Naquele time começava a brilhar um jovem volante chamado Josep Guardiola, hoje treinador do Barcelona… Vejam os gols: http://www.youtube.com/watch?v=2A4OcyS2KPM

1998/99 – LIGA DOS CAMPEÕES DA EUROPA

O segundo duelo é da temporada 1998/99, também pela fase de grupos da Liga dos Campeões. Na ocasião, em um “grupo da morte” o Barcelona (que fazia 100 anos naquela temporada) ficou na mesma chave do Manchester United, do Bayern de Munique (que seria o vice-campeão) e do pobre Brondby (Dinamarca), obviamente massacrado pelos gigantescos rivais. Então ocorreram dois empates em 3×3, sendo que o segundo eliminou o Barça da disputa e abalou a moral do técnico Louis Van Gaal.

No primeiro jogo em Old Trafford, o Manchester abriu 2×0. Com sua formação dita “perfeita”, com Roy Keane, Paul Scholes, Ryan Giggs e David Beckham, o time de Ferguson saiu na frente com gols de Giggs e Scholes. Mas comandado por Rivaldo, o Barcelona empatou no segundo tempo com os brasileiros Sonny Anderson e Giovanni (de pênalti). Beckham marcou um golaço de falta e fez 3×2, mas Luís Enrique,  novamente de pênalti, empatou e fechou em 3×3. Vejam os gols: http://www.youtube.com/watch?v=R4USdxYBMxE

No jogo de volta, o Barça precisava vencer para seguir vivo e logo a um minuto de jogo, fez 1×0 com Sonny Anderson. O Manchester empatou ainda no primeiro tempo com Dwight Yorke. Na etapa complementar, Andy Cole virou para 2×1 logo no início em uma grande tabelinha com Yorke. Mas Rivaldo descontou minutos depois em cobrança de falta. Aproveitando erros defensivos do Barcelona, Yorke marcou de novo para o United, antes de Rivaldo marcar um gol histórico, de bicicleta. Ele ainda chutou um míssil no travessão e ainda deixou Giovanni livre com um passe de calcanhar, mas o brasileiro errou e selou o marcador em um novo espetacular 3×3. Vejam os gols: http://www.youtube.com/watch?v=w3Lltd_g82c

2007/08 – LIGA DOS CAMPEÕES DA EUROPA

O último grande enfrentamento entre estes gigantes do esporte mundial por fases preliminares em competições européias ocorreu em 2008. Na ocasião, o Manchester havia eliminado a Roma na fase anterior, enquanto o Barça havia batido o Schalke 04. No time inglês, Cristiano Ronaldo fazia uma temporada assombrosa ao lado de Wayne Rooney e Carlos Tévez, enquanto o Barcelona de Lionel Messi, Xavi e Iniesta vivia os últimos momentos sob comando de Frank Rikjaard, com um time já desgastado em sua maneira de jogar.

O primeiro jogo foi um horror, 0×0 na Espanha. A única coisa de realmente legal na partida foi o pênalti desperdiçado por Cristiano Ronaldo bem no início do jogo, e mais algumas boas defesas de Edwin Van der Sar. Vejam o compacto: http://www.youtube.com/watch?v=iiTUCQ2jd8c.

A segunda partida foi bem mais interessante, com chances de gol de ambos os lados. Logo no início, Paul Scholes marcou um gol característico de seu talento: um petardo ‘do meio da rua’. Depois, Ji Park-Sung, Deco, Nani (3x), Tévez e por último Thierry Henry desperdiçaram chances claras em um jogão de bola, que classificou o Manchester para a final contra o Chelsea (da qual sairia campeão). Vejam o compacto: http://www.youtube.com/watch?v=yZobrNI2yC4

SÉRIE COMPLETA DOS DUELOS ENTRE BARCELONA E MANCHESTER UNITED

Envie seu Comentário